História Lolliberry – Interativa. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Visualizações 185
Palavras 2.367
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Festa, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores! ^-^
Pois bem, resolvi presenteá-los com um mais novo capítulo. Não se tornou um capítulo bem-escrito, tenho que admitir, tanto o banner quanto a escrita, mas não se esqueçam de que sou apenas uma estudante, não sou formada em letras e muito menos sou desumana para escrever algo totalmente perfeito, portanto levem em consideração estes fatores.

New Project será apenas uma introdução para iniciar nossa tão simples história de forma que vocês entendam com mais facilidade ao que se acontece. É também apenas uma discussão sobre o novo projeto que alavancaria a Starship, eu espero que gostem, ou não.
Os vejo lá em baixo!!

Capítulo 2 - I. New Project


Fanfic / Fanfiction Lolliberry – Interativa. - Capítulo 2 - I. New Project

I. New Project 


12 de julho de dois mil e dezessete.

Starship Entertainment – Sala do CEO


[...]


O que dizer de um mais novo dia entediante e monótono? “Como encarar  uma terça - feira absolutamente sem graça?”Era o que a maioria dos sul-coreanos pensavam naquela manhã assustadoramente quente. O verão estava chegando, e com ele, o sol não perdoava a quem sentisse fadiga ou calor. Entretanto, a maioridade já encontrava-se preparada para a tão quente e abafada estação que o ano ainda carregaria consigo. Os ponteiros de todos os relógios de Seul marcavam exatas sete em ponto da manhã; e assim, o dia no país oriental iniciava-se desde já turbulento e agitado dentro da tão grandiosa cidade urbana. Homens e mulheres saíam de suas casas para trabalharem em seus respectivos afazeres, crianças iam ao colégio, tal que garantiria seus futuros profissionais, o trânsito na cidade e automóveis barulhentos também conseguiam tirar a paz de quem dormia tranquilamente, no entanto, também recordava-os que tais deveriam acordar, pois ali nascia mais um novo dia para a cidade sul-coreana.

Estabelecimentos comerciais abriam - se para começarem suas vendas diárias, assim como as grandes empresas que desde já encontravam-se ativas, trabalhando constantemente. E não acontecia-se o desigual dentro da  empresa de entretenimento Starship Entertainment.

Entre muitas outras empresas de entretenimento, Starship também estaria ativa desde cedo, pois antes mesmo de vários trainees e funcionários chegarem à  empresa, Kim Si Dae, o administrador e fundador da grande gravadora já marcava uma reunião com vários empresários e quem mais estaria disposto a ouvir o que a sul-coreano gostaria de propôr.

Si Dae estaria concentrado em suas próprias ambições desde bem cedo, devido ao fato de nos últimos meses estar pensando em diversos fatos e evidências que não poderiam iludir com mentiras à sua própria mente; Kim já tinha em mente que nos últimos tempos, praticamente todos os projetos que colocava em prática, não rendia o lucro que realmente imaginava. Si Dae estaria um tanto quanto ambicioso com o sucesso de seu único girl-group ativo na agência desde o fim de Sistar, Cosmic Girls  – ou mais conhecido como WJSN –. Entretanto, este sucesso não chegava de modo em que Si Dae estaria expectando, gostaria que Cosmic Girls ultrapassasse as barreiras de sua empresa, algo totalmente diferente e novo, mas, infelizmente não aconteceu nada do que supostamente previa.

Por este pretexto, Si Dae andou pensando em algo novo, algo que pudesse suprir suas expectativas por completo; algo que poderia ser tão brilhante  quanto sua grande idéia anterior de lutar pelo sucesso de WJSN, desejava algo grande, que revolucionaria sua empresa, algo que teria a absoluta capacidade ser ainda mais magnificente do que foi o próprio Sistar, que infelizmente havia terminado suas atividades há dois tristes e longos meses. Por isso, Kim pensou muito, até chegar em apenas uma única conclusão.

O principal objetivo era: debutar um novo girl-group que prometeria fazer sucesso, um grande sucesso, não apenas na Coréia do Sul, como em toda a Ásia ou talvez até mesmo no ocidente. Porém, antes de tudo, precisaria de talentos novos, por esse fator, Si Dae andou observando com atenção suas trainees femininas, e assim chegou à conclusão de que não acreditaria em nenhuma hipótese  nas palavras de seus instrutores, quando afirmavam que não haviam trainees ao alcance de ter seu tão esperado debut em algum grupo, pois se trataria de uma mentira, porquanto, ao contrário desta, Si Dae conseguiu ver com os próprios olhos, trainees tão talentosas quanto todos os idols que sua empresa já teve. Deste modo, o mesmo não pensou duas vezes antes de pensar em um projeto grandioso, onde gastaria muito, todavia também receberia um grande lucro por cima.

O Kim gostaria de escolhê-las por dedo, nunca mais acreditaria em seus instrutores contratados para tomarem conta de seus trainees e o mais importante, tomaria mais autoridade com seus funcionários desde então.

Si Dae, então, aguardava a chegada alguns empresários de seu interesse para começar uma nova reunião que havia marcado semana passada. O sul-coreano concentrava uma mão sobre a outra com expressões sérias em seu olhar; apreensivo, o moreno se estressava com a demora de seus colegas de profissão, assim como o nervosismo tomava seu corpo devido ao imaginar do que pensariam seus colegas de profissão após descobrirem seu mais novo projeto que alavancaria de vez sua empresa. Um minuto se passa e Si Dae olha contra a janela de sua sala, assim o mesmo avista uma bela borboleta da coloração azulada, assim o mesmo se dirigi até a janela e ajuda a tão bela borboleta escapar de um fim trágico, mas não se impressionou tanto ao vê-la, pois estava ciente de que borboletas azuis apareciam durante intensos verões, por esse fator não se questionou tanto.

No mesmo momento em que fechou sua janela, o telefone tocou, e como um não-indelicado que era, o sul-coreano resolveu atender:

Yeoboseyo? — o CEO se expressou delicadamente com a pessoa ao outro lado da linha que logo respondeu em alguns rápidos segundos.

Si Dae-nim? — Para o CEO já estava claro, o que falava com o sul-coreano do outro lado da linha se tratava de Nam Hye Jin, sua secretária fixa que se localizava fora de seu escritório, agora a moça estaria na recepção do grande prédio, para atender, junto com seus colegas de profissão, as pessoas que chegariam ao estabelecimento. — Todos os empresários acabaram de chegar, devo mandá - los entrar? — a moça perguntou em dúvida sobre o que fazer com todos aqueles empresários na recepção.

— Oh! Que boa notícia. Mande-os entrar, por favor. — Si Dae desligou o telefone, assim deixando um sorriso satisfatório escapar pelo ar enquanto olhava fixamente para o nada.

[...]

Após alguns longos minutos, todos os empresários que Kim havia convocado para a tão esperada reunião estariam todos ali, localizados na grande sala de reuniões usadas apenas para reuniões, obviamente. Assim que todos chegaram, se bem-acomodaram e se organizaram, Si Dae dirigiu-se até o centro da grande sala e cumprimentou todos de modo geral:

Annyeonghaseyo; como estão? — deu um sorriso modesto à todos, juntando  suas mãos, que fizeram eco por todas a extensão da sala, os mesmos que ouviram, fixaram seus olhos no CEO e logo após olharam - se entre si. — não foi minha intenção ser indelicado ainda não explicando o que vocês vieram fazer aqui, me desculpem. Bem, serei obrigado a ser breve, por tanto serei; marquei essa reunião pois como os disse em minhas ligações, o assunto que vos trago hoje, é relacionado ao baixo índice de aprovação do público em relação aos grupos formados pela Starship Entertainment nos três últimos anos.

— Estamos cientes disso, Si Dae - ssi, mas o que isso interfere em nossa reunião? — perguntou interrompendo Kim o empresário Min Yeong-bin, administrador da empresa LOEN Entertainment.

— Esta é uma boa pergunta, Yeong Bin — citou Kim apontando para o CEO que concordava com a cabeça. — bem, como todos sabem, minha empresa nunca esteve entre maiores, mesmo com grandes sucessos como Sistar. Não me refiro ao sonho de muitos empresários que  pretendem estar entre as três maiores empresas de entretenimento sul-coreano, porém ainda pretendo fazer com que minha empresa seja reconhecida pelo que faz e algum dia já fez, por este motivo preciso de algo revolucionário, que realmente faria sentido ao que se refere à sucesso, por isso os convoquei aqui.

— entendemos, Si Dae-ssi, mas o que pretende dizer ao “revolucionário”? — perguntou desta vez, Kim Hyung-Soo, um dos solistas e também treinadores vocais de alguns trainees da empresa.

— Há alguns dias andei observando alguns de meus trainees, principalmente os femininos, o que não fazia há algum tempo, foi então que percebi algo que me surpreendeu. Como muitos instrutores me davam informações de que meus futuros artistas ainda não estariam suficientemente treinados para terem seu tão esperado debut, entretanto vi com meus próprios olhos que todos, principalmente quando fui a sala dos femininos que basicamente eram tão bons quanto todos os artistas desta empresa. Desde então raciocinei que já estaria no momento de criar mais uma nova criação, entretanto, desta vez eu me importaria mais com a seleção dos futuros artistas. — explicou Si Dae.

— Desde o término de Sistar, não houveram outros recursos em que podíamos seguir sem nenhuma espécie de ambivalência, mas não acha que deveríamos obter primeiramente o sucesso de WJSN, Si Dae-ssi? O sucesso se adquire com o tempo, afinal. — sugeriu Yoo Seung Hyun, um dos representantes da Starship, quando Kim estaria impossibilitado de esclarecer algo.

— Preciso de uma solução definitiva e breve para o futuro e bem da Starship, e creio que mesmo com um grupo tão bom como Cosmic Girls, o sucesso não chegará a nós tão rápido, por este motivo que preciso de um novo projeto que dê certo com prontidão. Portanto não há como esperar, Seung Hyun-nim. — argumentou Si Dae sentando-se em sua cadeira, onde estaria virada para todos que estavam ali presentes.

— Então nos diga: o que pretende criar? O que será tão bem-aprovado pelo público quanto o próprio Sistar, Si Dae-nim? — perguntou firme e duvidoso Yeong Bin.

— Andei pensando muito nos últimos meses, e então cheguei a conclusão de que o que precisamos no momento é de um novo girl-group. Artistas do sexo feminino que mostrassem realmente o que seria talento, que revelassem suas vozes sem algum tipo de cautela. Precisamos de um grupo que mostre de fato o que seria talento. Gostaria de investir mais em high notes, mas não poderia faltar a dança e o rap, algo que considero essencial para um grupo de sucesso. — finalmente o sul-coreano havia soltado o que havia preparado em todos esses meses, finalmente havia soltado o que guardava consigo há tempos.

— Tenho duas dúvidas que duvido muito que outros aqui não devem ter se  questionado. O resto presumo que todos tenham entendido. — Se pronunciou Lee Jung Min, um dos representantes da Mnet que representava os administradores da emissora naquela tão importante reunião.

— Prossiga então, Senhor Lee. — solicitou educadamente Kim.

— Pois bem, preciso compreender apenas duas pequenas coisas, e elas seriam: Como disse que neste momento a Starship estaria necessitando de um mais novo grupo feminino, qual seria seu nome e conceito? Ah! Você também nos disse que gostaria de selecionar seus futuros artistas pessoalmente, mas como fará para tirar a conclusão de que são realmente bons? — questionou Jung Min para Si Dae.

— Andei pensando muito nos dois quesitos, mas não se preocupem, pois já decidi como tudo será solucionado, ou talvez até mesmo eu tenha decidido. Bem, pensei muito sobre em que nome adquirir à este novo projeto, e bem, escolhi Lolliberry. — no mesmo momento em que Kim revelou o nome de seu mais novo girl-group, todos os empresários olharam-se com uma expressão nada boa, mas manterem-se calados. — Talvez seja um nome peculiar, mas possui um significado especial. vejam: — assim, o sul-coreano ligou com seu controle remoto um monitor,  desta forma uma grande imagem e logo apareceram em um telão que se encontrava atrás da grande mesa de reuniões. — O nome Lolliberry é apenas um acrônimo para Lollipop, pirulito em inglês, um doce realmente amado por muitos em qualquer parte do planeta; e Berry, acrônimo para a tradução em inglês de muitas frutas da coloração vermelha, como por exemplo as frutas: Cherry Strawberry Blueberry Raspberry e Blackberry. Todas as frutas vermelhas são muito bem reconhecidas por darem ao consumidor muitos anos de juventude e beleza, ou seja, podem ser sinônimos de beleza e juventude. Juntando as duas palavras, o nome de nosso mais novo projeto se torna algo belo, ou que remeta a juventude, porém doce e adorável, e é o que pretendo passar ao público, por tanto, seu conceito será adorável e apaixonante, nutrido em ego e personalidade única.

— Oohh! — Todos realmente ficaram surpresos com o significado puro e especial que Lolliberry trazia consigo, assim  aplaudiram enquanto Kim fazia uma pequena reverência à todos.

— De fato, é bonito o significado real deste nome, mas e quanto ao processo de seleção dos trainees, Si Dae? — perguntou Yeong Bin.

— O motivo de chamar um dos representantes da Mnet aqui é o mesmo do que estou prestes a propôr. Quero formar um novo Reality Show para selecionar na forma qualificada cada integrante de meu novo projeto, a base de dificuldades que enfrentarão ao passar do tempo. — argumentou Si Dae.

— Algo como No.Mercy, Si Dae-nim? — perguntou Jung Min.

— Não. Quero algo além de No.Mercy, estaremos mexendo com o talento puro e perfeição, mas ao mesmo tempo com a pressão do tão esperado debut, portanto, quero algo além do quesito “realidade”, quero um grande show! Apresentações musicais onde eu e mais alguns companheiros iremos julgar, onde serão julgadas pelo que fizerem em público. Mas não se enganem, não é porque estamos se referindo à  mulheres que não terão que trabalhar duro para o tão sonhado debut, terão de alcançar seus sonhos caminhando até eles! — exclamou Kim, tão vibrante quanto todos presentes ali.

— Oh! Eu simplesmente gostei muito de sua proposta, Si Dae, e então, já conseguiu pensar em algum nome para este tão belíssimo show? — perguntou Hyung-Soo.

— Ainda não tive grandes idéias como estas, então não. Possui alguma sugestão, Hyung-Soo-ssi? — Kim cruzou seus dedos enquanto prestava atenção ao que seu colega falaria.

— Como você disse, as futuras participantes teriam que alcançar seus próprios sonhos e interesses caminhando até os mesmos; seria uma má idéia sugerir que o nome seja Way Dream, traduzido para o inglês como “Caminho dos Sonhos”? — Hyung-Soo curvou suas sobrancelhas, esperando a resposta do sul-coreano.

— Não seria uma má idéia, creio que poderá ser isso. Muito obrigado, Hyung-Soo. — Kim o agradeceu fazendo uma leve reverência ao colega.


[...]



Após a intensa reunião, com todos de acordo com o que Kim havia proposto, os  empresários presentes ali foram embora a fim de resolverem seus próprios interesses diários, enquanto Kim Si Dae resolveria assuntos relacionados à seu novo projeto, que seria tão interessante e grandioso quanto qualquer outro projeto que havia preparado em nove anos de administração. E desde então, aquela terça - feira absolutamente sem graça se tornaria o início de uma nova geração para incluir-se na história da agência de entretenimento sul-coreano.


Notas Finais


E aí, meus amores? O que acharam? Ah, eu espero que tenham gostado um pouco, apesar de ainda ser inexperiente em interativas.
Ah! Não se esqueçam de que vocês terão apenas mais quatorze dias para entregarem seus personagens, que tenho certeza absoluta que serão incríveis!!!
Enviem suas fichas! Me dêem uma chance! Por favor.

Informações básicas no primeiro capítulo:
https://spiritfanfics.com/historia/lolliberry-interativa-9738536/capitulo1

Até mais, meus amores! ^-^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...