História Lollipop (vkook) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook, V
Tags Daddy, Taekook, Vkook, Yaoi
Exibições 218
Palavras 1.749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oiee

•voltey
•comentem
•eu não revisei esse cap, me perdoe pelos erros
•não sei se esse cap ficou bom
•obrigada pelos favs

Bjo na boca <3

Capítulo 2 - -sorry sweetie-


Fanfic / Fanfiction Lollipop (vkook) - Capítulo 2 - -sorry sweetie-

 

Ele me olhava atentadamente enquanto mordia fortemente os lábios os deixando levemente avermelhados.

Terminei de tirar a gravata, logo em seguida tirei meu casaco de frio e agora estou desabotoando meu uniforme. 

Meu coração batia forte contra meu peito, e era de medo e vergonha.

Quando ia terminar cheguei nos últimos botões, Jungkook se levantou da cadeira e veio em minha direção. Seus passos foram apressados e em poucos segundo já estava em minha frente. 

"V-você nao quer que eu termine? -merda por que eu falei isso?- quero dizer, o que está fazendo?"

"Até que queria, mas aqui não é um bom lugar -riu malicioso- vou pegar leve"

Depois de se pronunciar desabotoou o último botão que faltava. Me olhou pervertido e se afastou um pouco. Observou cada detalhe da minha parte despida e sorriu. 
Voltou para perto de mim e começou a passar as mãos em meu peitoral, tocou meus mamilos e ficou dando beliscadas nos mesmo, me fazendo soltar um teimoso gemido. Corei e fechei os olhos com força.

Não senti mais suas mãos, quando ia abrir meus olhos, sinto uma mão adentrar minha calça e cueca.

"Taetae... abre os olhos docinho"

"N-não me chama assim. Você não tem esse direito -digo e parece que ele ficou bravo, pois pressionou meu membro com sua mão-"

"Nunca mais fale assim comigo Taehyung, você não sabe do que eu sou capaz -após dizer isso ele apertou minhas bolas, me fazendo arfar-"

"Pare, eu imploro. Me desculpe e-eu nunca mais levo pirulito, nunca mais falo assim com você, mas por favor deixe-me ir -a esse ponto já escorria algumas lágrimas em meu rosto-"

"Mas eu ainda nem comecei -falou manhoso  limpando minhas lágrimas com a mão livre- Não chore meu docinho... eu vou ser carinhoso, nem vou fazer o que realmente queria-"

"Por fa** -fui cortado quando ele começou a fazer movimentos vai e vem com a mão-"

"O que disse?"

"P-pare, por fav*** -e novamente fui cortado-"

Seus movimentos aceleraram. Peguei minha mão e mordi a palma da mesma para amenizar o som dos gemidos.

"Uhum -murmurou ele em reprovação- não segure seus gemidos"

Ele puxou meus dois braços e colocou em volta do seu pescoço, onde afundei meu rosto no mesmo.

Voltou sua atenção ao meu membro. Acelerou novamente seus movimentos.
Gemia abafado por conta do pescoço do professor.

Não demorou muito e me desfiz na mão dele. 

Estava com tanta vergonha por deixar ele ter feito isso comigo. E com tanto medo de acontecer novamente. Eu gostava dele, agora realmente não sei mais.

"Espero que tenha aprendido a lição Kim -falou ríspido lambendo sua mão melada de gozo-"

"A-aprendi, agora posso ir embora?"

"Claro Taehyung, mas antes passe no banheiro e de uma arrumadinha em sua aparência"

"Sim, e-eu tô indo"

"Ah... -chamou minha atenção- não conte pra ninguém o que acabou de acontecer"

Engoli a seco e assenti com a cabeça em concordância.

Antes de sair abotoei minha blusa de qualquer jeito, peguei meu casaco e minha gravata que estavam no chão e sai correndo da biblioteca.

*

Já devia fazer alguns minutos que estava no banheiro. 

Ouvi a porta sendo aberta então rapidamente ajeitei minhas blusa e minha gravata. 

Era só um menino...

*

Voltei para minha sala em passos lentos, não queria ver Jeon, seria tão vergonhoso.

Estava de frente à porta, pensei seriamente em não abrir, mas não adiantaria, meus matérias estavam lá dentro. 

Engulo a seco e abro a porta. Todos olham pra mim e eu somente abaixo a cabeça e vou até minha mesa.

Jeon estava sério, concentrado em alguns papéis em sua mão. 

Filho da puta... -pensei com raiva-.

"Psiu! -chamaram a minha atenção- Taehyung"

"Que foi?"

"O que ele te disse? -perguntou jimin- você vai ser expulso?"

"Não!"

"Então por que ele te chamou?"

"Ah... f-foi... -não sabia o que falar- foi para ajudar ele a olhar a classe quando ele saísse -falei a primeira coisa que veio a minha cabeça-"

"Ah ele é tão idiota... ele acha que temos quantos anos? -riu um pouco- mas ok, só queria saber mesmo"

"Ah sim..."

Olhei para Jeon e o mesmo só mexia em papéis.

*

Escutei o último sinal tocar avisando que a aula acabou, então sai correndo da sala e fui para minha casa que não era tão longe da escola.

Cheguei na mesma e fui para meu quarto. Deitei na minha cama de bruço e fiquei lá.

~Jungkook on~

Fui para o meu apartamento. Cheguei lá e fui direto tomar um banho.  Liguei o chuveiro e enquanto ele esquentava eu me despia. 
Entrei debaixo do mesmo e deixai a água quente cair sobre meus ombros.

Sai do banheiro apenas com uma toalha amarrada em minha cintura e deitei na cama. Peguei meu celular e fiquei um tempo mexendo no mesmo.

Troquei de roupa e deitei novamente em minha cama e dormi com minha consciência totalmente limpa. 

...Por enquanto...

*

Acordei e fiz a mesma rotina de sempre.

Agora já estava na minha mesa esperando os meus alunos entrarem.

O sinal toca e já entra todo mundo de uma vez, menos Taehyung, atrasado de novo.

Primeira aula e nada de Kim... segunda... É parece que ele não vem.

Será que ele faltou por minha causa? Acho que fiz merda. Droga.

Olha eu não fiz nada de errado aliás, ele que fica me provocando. Mas.. aí merda.

Estava em meio de pensamentos quando o sinal toca me assustando.

Espero todos saírem da sala pra arrumar meu material. Saio da classe e vou para a diretoria onde fica as fixas dos alunos. Sim iria procurar o endereço de Taehyung e ia procurar ele ainda hoje.

Não foi muito difícil de achar...
 
*
Peguei meu carro e sai às pressas da escola, aliás eu trabalho depois do almoço então não posso demorar.

Provavelmente os pais de Taehyung estará em casa então tenho que dar uma boa desculpa a eles, a não ser que ele tenha contado o que aconteceu.

*
Cheguei no endereço, a casa era grande e ficava em um bairro caro da cidade, Taehyung tem sorte além de lindo e maravilhoso é riquinho, não que isso importa, nenhum pouquinho.

Sai do meu carro e o tranquei, caminhei até a porta e toquei a campainha. A porta foi aberta revelando uma moça pequena de cabelos negros e com vestes de empregada.

"Olá -digo simplista- aqui é a casa dos Kim's, certo?"

"Sim, em que posso ajudá-lo -diz ela com um sorriso-"

"Kim Taehyung está?"

"Sim, quer que eu o chame?"

"Não precisa, eu posso ir até ele?"

"Desculpe-me mas quem seria o senhor?"

"Jeon, professor de matemática de Kim"

"Ah sim, mas não sei se é uma boa hora... vamos dizer que ontem ele chegou meio tristinho da escola e hoje de manhã esteve com febre -dizia ela com uma voz delicada e baixa- ahm, mas ele está lá em cima, vai ser a porta com uma maçaneta diferente das outras. Se quiser algo é só me chamar"

"Ah muito obrigado mesmo -sorri forçado-"

"Entre -diz ela se afastando um pouco para eu entrar na casa-"

"Obrigado -sussurrei indo em direção à escada-"

Subi as escadas em passos apressados, queria conversar com ele o quanto antes. 

Vi uma porta com uma maçaneta redonda, enquanto as outras eram meio que retangulares, então fui na mesma.

Bati na porta algumas vezes. Não demorou muito pra mesma ser aberta, revelando um Taehyung extremamente fofo. Com um pijama rosa de bolinhas roxas e pantufa de unicórnio.

"Olha eu já disse que não quero comer, eu não estou com fom*** -parou de falar assim que me viu- o que você quer aqui? -perguntou corando- heim?"

"Bom dia princesinha, eu vim aqui falar com você"

"Eu não quero falar nada com você -disse escondendo atras da porta-"

"O que está fazendo?"

"Não te interessa"

"Olha como fala comigo, eu sou mais velho, me respeite. E aliás, não precisa se esconder, essa roupa fica muito fofa em você -dei uma pequena pausa- não vai me convidar pra entrar?"

"Não -diz ele simplista-"

"Então vou ser obrigado a entrar de penetra -disse entrando no quarto-"

Observei o quarto com cuidado. Ele era grande e era preenchido por inteiro com cores pastéis, tinha muitas pelúcias, uma grande janela que ficava perto da cama e uma mesa que tinha um pote de pirulito cor de rosa e livros de matemática em cima.

"M-me fala logo e vai embora daqui"

"calma baby... eu... eu vim aqui te falar que eu me arrependi do que eu fiz, não pensei direito na hora... você com aquele pirulito.... "

"Ah você está se desculpando?"

"Acho que sim -cheguei perto dele e sussurrei em seu ouvido- me perdoa?"

Ele se afastou e sentou em sua cama olhando para suas pantufas.

"Acho que te perdoo, mas não tente nada de estranho novamente, por favor"

"Ok, vou tentar me controlar. Mas então, não sabia que gostava de coisas assim"

"Ah isso... não era pra ninguém ver isso"

"Eu gosto..."

"Gosta? -deu um sorrisinho"

"Sim... eu acho muito fofo"

Fui até a mesa e peguei um pirulito, desembrulhei o mesmo e sentei ao lado de Taehyung.

Dei uma chupada que deixou o mesmo bem molhado e depois coloquei na frente da boca de Taehyung chamando sua atenção.

Ele encara o pirulito, mas depois coloca o mesmo na boca. Fiquei surpreso do mesmo, não esperava que ele ia ceder tão fácil.

Fico olhando pra ele com um sorriso bobo nos lábios.

"O que foi? -ele me olha e eu nem percebi-"

"Nada... só estou admirando sua beleza"

"Aham -riu de deboche- sei..."

"É sério, por que não acredita?"

"Por eu não tenho nem um pouco de beleza"

Ri um pouco.

"Eu acho você lindo..."

Ele corou e voltou sua atenção para o pirulito.

~Taehyung on~

Droga... eu não consigo ficar bravo com ele... mesmo depois de me forçar a fazer aquilo.

Suspiro e fico em silêncio.

"Cadê seus pais?"

"Ah... devem estar viajando, já faz tanto tempo que não vejo eles que nem mais contato eu tenho -ri um pouco- quem fica cuidando de mim é dona Tomonim , ela é a empregada da casa, mas considero ela como mãe."

"Ah entendo -diz ele me encarando"

Ele olha para seu relógio e dá um "gemido" de reprovação.

"Droga... preciso ir docinho"

"A-ah... pode ir"

"Você vai amanhã na escola né?"

"Sim... eu acho"

"Tudo bem, eu estou atrasado... tchau TaeTae -diz ele saindo pela porta me deixando sozinho no quarto"


Notas Finais


Tchau gentem, comentem por favor :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...