História Lollipop (reescrevendo) - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Bts, Jungkook, Lemon, Shipp, Yaoi, Yoongi, Yoonkook
Exibições 261
Palavras 1.112
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo, Violência, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OIEEEWWW
gente, era pra eu postar antes mas deu umas treta e eu acabei desmotivada a escrever o cap, mas consegui me livrar rápido kkk

Espero que gostem!

Capítulo 2 - Segundo


“Eu decidi então tomar um banho para relaxar e depois dormir eternamente em minha cama confortável, eu só não esperava a droga da campainha tocar novamente…”



Corro até meu quarto colocando uma roupa qualquer e  mesmo contra minha vontade,  vou até a porta atender, quem quer que seja. Ao abrir me deparo com  Naori,  Minha vizinha e também a garota com quem meu pai vive me atirando, em esperança de ficarmos juntos, o'que é completamente inútil já que eu não me sinto atraído por garotas, e também Naori me parecia alguém que não queria compromisso algum comigo.



- Naori, que surpresa. Precisa de algo? - eu a perguntei se precisava de alguma coisa pois sua façanha estava me parecendo abatida.


- Pra falar a verdade, preciso sim. - diz sorrindo em falso, tentando parecer calma.


- E no que eu poderia te ajudar?- a perguntei, preocupado com sua situação atual, ela me parecia triste, bem diferente de sua personalidade verdadeira.


- Bem,Kookie...é que o meu padrasto brigou comigo e minha mãe ficou do lado dele…- assim como eu, Naori tinha problemas familiares, o que nos rendia longas noites de fossa conjunta ao beber.


- Você quer um lugar pra dormir, certo?- ela sorri envergonhada- Acabou de achar!- falei abrindo mais a porta e dando espaço para a mesma entrar.

E assim ela o fez.




(...)






[Yoongi]




Ao lado de Jimin e Taehyung, a noite estava sendo pouco agradável.

Claro que  estava divertido,    mas eu já estava com o saco cheio. Queria ir para casa, assistir filmes ruins enquanto reclamo de vida, que aos olhos de todos parecia ser perfeita, mas aos meus, não passava de uma grande mentira.


- Hey cara, saia desse sofá. Vamos nos divertir!- Jimin disse, me entregando uma garrafa de bebida alcoólica.


Eu assinto com a cabeça, forçando um sorriso e bebendo um pouco da garrafa.  

Uma garota o chama, e o mesmo vai. Ele era mesmo um galinha, será que não tinha o mínimo de respeito por  Hana?- sua namorada, a quem traí todas as sextas a dois anos.




Eu continuei por ali, bebendo e julgando  todos mentalmente.  Meus olhos corriam por todo o local da festa, tentava avistar Taehyung, ele era um babaca igual a Jimin, mas era legal. Assim como eu, Taehyung estava junto a Jimin para se proteger de todo o bullying que poderia sofrer pois o mesmo sofre de dislexia e é um pouco tapado.


Eu gostava de conversar com ele, ele me fazia sorrir com seu jeito maluco e espontâneo.  


O avistei na pista de dança, e o gritei ganhando sua atenção.  O mesmo veio até mim, e nós conversamos por um bom tempo, até  eu ver Juna, a irmã de Jimin que vivia enchendo meu saco. Por sorte, hoje eu estava em local público, então ela não tentaria nada.



A mesma cruzou seu olhar com o meu, e no mesmo instante veio até mim.


Oh, não. Eu realmente não queria ter que fingir simpatia, mas ela era a protegida de Jimin, e eu não poderia a tratar mal, caso o contrário, Jimin me mataria.


Ela parou em minha frente.


- Yoongi Oppa! O que faz sozinho?- Perguntou, com sua voz forçada.


- Não estou sozinho, Taehyung está me acompanhando, olha só.- eu disse, apontando para o castanho do meu lado.


- Oi pra você também, Junnie.- Ele diz, citando o apelido carinhoso que o mesmo deu para ela, meses atrás.


Eu já disse que eles já foram um casal? Pois bem, fique sabendo.



- Oi, Taehyung.- Juna disse seca, provocando um riso entre mim e Taehyung. Ela nos olhou confusa - O quê é tão engraçado?


Nós rimos ainda mais, adoramos a provocar e deixá-la  irritada.


Ela continuou a questionar o porquê de nossas risadas, mas não obteve respostas, então apenas saiu, raivosa.







[Jungkook]





A noite ao lado de Naori foi boa, nós nos divertimos assistindo filmes de animação e comendo besteiras gordurosas que certamente nos prejudicados muito na maior idade.


Neste momento, nos encontramos no sofá, de pijamas com um balde de pipoca, decidindo qual dvd assistir.


- Eu prefiro esse, é mais fofinho - Naori disse se referindo a um dvd da Bela adormecida.


- Mas quero Rei Leão. Vamos, estamos assistindo as princesas a um tempão…- tento convencê-la.


No exato momento em que a mesma abre  a boca para me dizer algo, alguém abre a porta de casa.



- Jungkook, me perdoe eu demorei no turno ho…- Ele para sua frase assim que vê Naori.- Vejo que aproveitou bem minha demora. Usaram camisinha?- Perguntou causando grande constrangimento em mim e em Naori.


- Pai! Nós estamos apenas assistindo filmes, nada de mais.- falei, ou melhor, esbravejei em resposta.


- Você só serve pra isso mesmo, não sabe nem aproveitar uma garota. Por isso continua esse viadinho!- meu sangue ferveu, peguei o pulso de Naori e o puxei, saindo de meu apartamento.



[Yoongi]




Eu e Naori estávamos no térreo, passando o tempo. Eu me sentia um covarde, sempre que meu pai fazia isso,  eu só sabia fugir, nunca enfrentar.


Eu queria ser como Naori, ela enfrentava todos de cabeça erguida, nunca se dava por vencida; Diferente de mim, que sempre me escondia, com medo de todos.


- Eu não queria causar isso, me desculpe Jeon.- a garota ao meu lado diz, encostando sua cabeça em meu ombro.


- Não é a sua culpa, ele é um babaca.- falei afagando seus cabelos macios.


- Espero que tudo se resolva entre vocês.


- Não se preocupe, vai ficar.






[Yoongi]





Eu  e Taehyung voltamos a conversar sobre coisas banais, ficamos jogando papo fora por um bom tempo.


Vejo Juna voltar, provavelmente querendo nos irritar. Ela se aproxima de nós, e estava acompanhada de Jimin, que por sinal estava com uma expressão nada amigável.


É, certamente eu iria morrer.



- Yoongi, por que fez minha maninha chorar?- Jimin me pergunta, com a expressão séria.


- Tenho certeza de que ela saiu daqui com uma expressão sorridente ao saber que ganhou nossa aposta, não é mesmo Junnie?- a perguntei mentindo e levantando a sobrancelha. Ela sabia do quê eu estava falando, era minha arma secreta contra ela. Juna sabia que em todas as vezes que eu a chamava por esse apelido significava apenas uma coisa: sexo.


Eu me livrava de uma surra por parte de Jimin, e ela ganhava uma transa. Ambos saiam ganhando.


- Isso é verdade Juna?- Jimin perguntou e ela assentiu com a cabeça em forma de resposta- Então porque me chamou?


- Pra dizer que eu quero que participe de nosso jogo!- como boa mentirosa que era, inventou uma desculpa qualquer.


O resto da noite foi fatídico, tivemos que inventar um jogo onde Jimin ganhou e estragou em nossa cara o dinheiro que tinha ganhado- que o demos na verdade.


Oh, Juna me pagaria, não em dinheiro, eu iria a fazer pagar de um jeito mais divertido.



Notas Finais


Foi isso o cap
Dêem muito amor a essa fic.
Comentem pq me motiva a trazer mais caps :3
Beijo no pulmão ~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...