História Long imagine threesome 2jae - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Tags 2jae, Bambam, Jackson, Jinyoung, Mark, Threesome, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 214
Palavras 1.565
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fantasia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Self Inserction, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Gente, é minha primeira fic. Espero que gostem.. Será. Um imagine de dois capítulos, caso gostem posso fazer virar fic..
Booa leitura..

Capítulo 1 - Às vezes vale a pena ajudar um desconhecido


​*S/N ON*
 Eram quase dez horas da noite, chego em casa da faculdade e vou direto para meu quarto. Tomei um banho quente, vesti um short preto e uma camiseta larga branca, e fui até a cozinha preparar algo pra comer. Estava terminando de pôr a mesa, quando ouço uma discução na frente de casa. Espio pela janela e vejo um dois homens fortes batendo em um rapaz que aparentava ter uns 20 anos. Um deles o segurava e o outro distribuia socos nele. Saí pela porta e gritei para eles saíres da frente da minha casa senão chamaria a polícia. Os dois saíram correndo deixando o rapaz quase inconciente no chão.
 Fui até ele e ofereci ajuda e ele se segurou em mim. Levei ele até o sofá, e o ajudei a deitar. Mesmo com o rosto sujo de sangue, sua beleza era notável, com os cabelos pretos e rosto de garoto. Fui até o banheiro buscar uma toalha de rosto molhada e curativos para os ferimentos. Quando voltei ele estava desacordado, limpei o rosto dele com cuidado, coloquei curativos e o deixei ali, enquanto voltava para a cozinha e terminava minha janta. Fiz ramén e quando estava servindo, ouvi um gemido de dor vindo da sala. Fui até lá, e o rapaz estava sentado no sofá.
 XXX: Quem é você? Onde eu estou?
 S/N: Eu sou S/N e você está na minha casa. Eu vi dois caras batendo em você, e saí. Eles saíram correndo e te deixaram no chão. Você estava mal, te trouxe pra dentro, miane, mas não iria te deixar lá.
 XXX: Kasahamnida. Aqueles idiotas estão sempre pegando no meu pé. Não sei quem são, mas não é a primeira vez que eles fazem isso. Ah, não me apresentei, sou YoungJae, mas pode me chamar de JaeJae.
 S/N: Que idiotas.
  YOUNGJAE: Eu não quero te encomodar, se me permite, já vou indo. - Falou tentando levantar, mas perdeu o equilibrio e eu o segurei.
 S/N: Não mesmo. Já está tarde, se quiser pode passar a noite aqui. Tenho um quarto sobrando. Você não está em condições de andar por ai. Amanhã pela manhã você vai...
 YOUNGJAE: Posso te pedir mais um favor? - Assenti - Posso usar seu celular? Acho que eles levaram o meu. Tenho que avisar algum de meus amigos, eles vão ficar preocupados.
 S/N: Claro, sem problemas.
 Deixei ele na sala e voltei para a cozinha. Servi ramén em dois pratos e logo ele entrou na cozinha.
 YOUNGJAE: Um hyung está aqui perto. Disse que em alguns minutos ele me busca aqui. Não quero te encomodar.
 S/N: Tudo bem... Eu fiz ramén, se quiser comer fique a vontade. Você precisa comer algo, parece fraco.
 YOUNGJAE: Já que insiste, eu como. - Falou esboçando um leve sorriso.
 Comemos em silêncio, e fomos para a sala. Não demorou muito ouvimos um carro estacionando na frente de casa. Logo bateram na porta, abri e vejo um rapaz loiro com um sorriso lindo.
 S/N: Quem é você?
 XXX: Sou JB. Vim buscar um amigo meu que disse estar aqui, o YoungJae.
 S/N: Entre. - Ele entrou e JaeJae veio ao encontro dele.
 JB: Cara, não acredito que isso aconteceu denovo! Já te avisei para não sair caminhando. Você tem carro pra quê?
 YOUNGJAE: Sabe que eu gosto de caminhar...
 JB: Nem sei o que te dizer. - Virou-se pra mim e sorriu.- Kasahamnida por ter atendido ele, não sei o que teria acontecido se você não tivesse aparecido.
 S/N: Não por isso.
 YOUNGJAE: Kasahamnida S/N. Fico te devendo essa.
 Acompanhei os dois até o portão. JB dirigia um audi preto. Fico pensando o porquê de sair caminhando quando se tem um carro assim. Me despedi deles e entrei em casa.
  *Quebra de tempo - duas semanas depois*
 Era sábado e estava um pouco quente. Havia uma festa que há dias estava querendo ir. Tomei um banho, vesti uma lingerie preta e fui até meu closet. Escolhi  um vestido preto rodadinho e salto alto, fiz uma make com os olhos bem marcados e batom roxo médio matte, quando estava pronta, peguei meu celular e a carteira, coloquei numa bolsa de mão e peguei um táxi.
 Chegando na boate, vejo uma fila enorme. Vou para o final e fico conversando com uma amiga por mensagens, quando sinto uma mão em meu braço. Olho pra cima e vejo dois caras sorrindo.
 YOUNGJAE: Olha só quem encontramos aqui JB!
 JB: S/N, o que faz nessa fila enorme?
 S/N: Como podem ver, pretendo entrar na festa. - Falo o óbvio.
 JB: Bom, estamos te devendo um favor, o que acha de entrar com a gente?
 YOUNGJAE: Nós entramos direto. Vem aqui. - Falou me puxando pela mão.
 Fomos até a porta, e os seguranças assim que os veêm, cumprimentam eles chamando de "senhores", o que não faz sentido, já que devem ter o dobro da nossa idade. Eles colocaram em mim uma pulseira VIP e fomos até o camarote. Haviam alguns outros meninos lá, todos acompanhados por garotas lindas. Contei cinco casais no total.
 JB: Meninos, vocês são rápidos hein? - Riu e os outros cumprimentaram eles e as meninas me encaravam.
 YOUNGJAE: Essa é minha nova amiga, a S/N. S/N esses são Yugyeom, Bambam, Jackson, JinYoung e Mark. - Eles acenaram e eu sorri de volta.
 JACKSON: Amiga nova é? E você JB, não trouxe uma amiga também? Todos estamos com amigas aqui. - Riu maliciosamente.
 JB: Jackson deixa de ser idiota. A S/N veio com a gente. Diferente de você, JaeJae e eu sabemos nos divertir sem precisar de mulher.
 MARK: E ela é o que mesmo?
 JINYOUNG: Se é homem, tem um belo par de pernas e parece ser gostoso. - Debochou.
 JB: Ela é nossa amiga, a encontramos na fila e a convidamos pra ficar com a gente.
 BAMBAM: Não perdem tempo.
 YOUNGJAE: Vou pegar algumas bebidas, já volto.
 S/N: Se não se importa vou com você.
    *S/N OFF - JB ON*
 YUGYEOM: JB, ela pode até ser sua amiga, mas o JaeJae vai dar uns pegas nela.
 MARK: Vai perder uma gata daquelas pra um dongsaeng?
 BAMBAM: Cadê o JB que conhecemos?
 JB: Ela está com a gente não com vocês, isso não vai acontecer.  Eu vou atrás deles, não quero ficar ouvindo as baboseiras de vocês.
 Fui até o bar e encontrei os dois sentados conversando. Peguei a conversa pelo meio, mas deu pra perceber que ela não tinha gostado dos meninos.
 S/N: Olha, miane, mas eu prefiro ficar aqui na pista.
 YOUNGJAE: Eles são uns idiotas. Agem assim porque se acham os donos do mundo.
 JB: Achei vocês. S/N miane. Não devíamos ter te levado lá. Eles acham que somos igual eles.
 S/N: JB, como falei pro JaeJae, prefiro ficar na pista se não se importam.
 JB: Bom, então nós ficamos na pista com você. Não estou afim de ser vela de ninguém. - Sorri.
 Pedimos três copos de soju e quando terminamos fomos pra pista de música eletrônica.
    *JB OFF - S/N ON*
 A música alta e as luzes deixava tudo perfeito. JaeJae disse que ia no banheiro, e o pessoal dançando ao nosso lado, empurrou JB que chegou mais perto de mim, nos fazendo dançar com os corpos quase colados, fingi não perceber, e ele sorria maliciosamente. JB se aproximou de mim e falou que ia buscar algo pra bebermos. Sinto mãos na minha cintura. Olho e vejo JaeJae sorrindo, deixo as mão dele ali e continuo dançando.
 Quando JB voltou, tinha nas mãos dois copos de vodka com energético. Pego das mãos dele e tomo um gole longo. JaeJae tirou as mãos de mim e pegou o outro copo. JB me vira de costas pra ele e coloca uma mão em meu quadril, colando nossos corpos e sinto ele sorrir em meio ao meu cabelo. JaeJae continua como se não estivesse percebendo. Algumas garotas se aproximam de nós, mas eles fingem não ver. YoungJae vem até mim e deposita um selinho no canto da minha boca, e sorri. JB coloca meu cabelo para o lado e beija meu pescoço; eu olho para elas e sorrio descaradamente. Elas viram as costas e somem no meio da multidão.
 Vamos até o bar e pedimos duas doses de vodka pra cada. Bebemos as nossas doses e pegamos mais um copo grande de vodka cada um. Quando voltamos pra pista, eu já estava meio tonta. A luz piscando ajudava a piorar, mas não vou perder a chance de dançar com esses caras lindos, não mesmo. Eles revezavam pra dançar colados comigo. JB me vira de frente pra ele e beija meu pescoço. Eu estava de olhos fechados, e cabeça atirada pra trás, quando sinto as mãos de JaeJae em meu quadril e JB continua beijando meu pescoço, sobe até a mandíbula, e faz um caminho de fogo até o canto da minha boca e para. Abro os olhos e ele sorri.
 JB: Se quiser mais do que isso, vamos ter de sair daqui. - falou em meu ouvido com uma voz rouca, pra lá de sedutora.
 YOUNGJAE: Com a gente funciona assim: com os dois ou nenhum, você decide... - fala em meu outro ouvido, mordendo minha orelha.
 JB: Não se preocupa, não faremos nada que não quiser.
 YOUNGJAE: Topa? - Assenti com a cabeça.
 JB: Não vai se arrepender. Mas antes, vamos avisar aos outros que já estamos indo.


Notas Finais


O que acharam?
Alguns erros foram corrigidos..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...