História Look At Me - Capítulo 52


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Lydia Martin, Malia Tate, Mieczyslaw “Stiles” Stilinski, Personagens Originais, Scott McCall
Tags Banshee, Lobisomens, Stydia
Visualizações 83
Palavras 2.251
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Magia, Mistério, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Hay voltei!! Ai gente mil desculpas, eu realmente não queria ter passado tanto tempo sem postar, mas eu ando muito ocupada e não tinha tempo para escrever. Eu estou em ano de vestibular e esta tudo muito corrido. Me desdobrei para conseguir escrever esse ultimo capitulo, isso mesmo, infelizmente eu vou ter que terminar a fanfic. Não estava mais conseguindo e não acho bacana fazer vocês esperarem por tanto tempo. Fico muito chateada em terminar desse jeito, por que realmente ainda tinha muitas coisas para essa historia, mas quem sabe um dia eu retorne né? Bem por ora temos esse capitulo que dividi em dois, espero realmente que gostem e me desculpem. Obrigada por tudo e boa leitura

Capítulo 52 - Ponto de partida- Parte 1


Fanfic / Fanfiction Look At Me - Capítulo 52 - Ponto de partida- Parte 1

LEIAM AS NOTAS INICIAIS

Anteriormente...

- Voce sempre será o único...

- Único em que?- perguntou suavemente, olhando para mim

- ... a me ter por inteiro

Ele sorriu

- Eu te amo- Stiles disse, beijando-me o ombro- Agora eu sei o que me atraiu à Nova York. A sintonia que me faz estar aqui... com você- ele suspirou- Por fim, amor

....

Stiles me deixou em casa e fiz questão de convida-lo para entrar. Bem, posso dizer que a noite foi inesquecível. Fiz coisas com ele com as quais só havia sonhado. Nós possuíamos um fogo incessante e depois de transar muito, em diferentes lugares, com várias posições, tendo diversos orgasmos finalmente saciamo-nos quando respirávamos ofegantes sobre a cama. Saciar talvez não seja a palavra certa, já que com Stiles sinto que sempre quero mais, como se eu nunca conseguisse tirar o atraso. Foram dois anos sem ele, sem seu toque, sem seu corpo. Antes de sua volta eu me sentia infeliz e solitária, e agora quando sei que realmente retornou a minha vida, de corpo e alma, eu me sinto... poderosa. E seja qual for as reações desse sentimento eu não me importo agora, porque só quero curtir o meu instante de felicidade. 

  Acordo devagar e retomo a sensação de dormir com ele ao meu lado, sem nenhum pesadelo ou perturbação, somente seus braços quentes que me traziam a segurança e paz novamente. Essa era uma realidade que eu já havia excluído da minha vida, mas que ainda assim desejava mais do que nunca. E em busca de Stiles para deixar mais claras minhas lembranças levanto da cama, porem sou obrigada a me sentar novamente por causa de uma forte tontura.

Mesmo ainda um pouco tonta, saio do quarto e o procuro pela casa. Eu estava na metade da escada quando o vejo de costas, somente de calça jens e conversando com alguém na porta. Eles demonstram ser bem íntimos e no momento que vejo os longos cabelos castanhos vindo em sua direção, dando-lhe um beijo na bochecha e apertando sua bunda, enxergo Malia.

Meu coração passou a bater mais rápido, a vertigem que ainda sentia se intensificou e logo pontos negros mancharam minha vista, levando-me a escuridão total

 

Acordo com uma leve dor de cabeça e um gosto péssimo na boca. Tento abrir meus olhos e focalizar onde estou. A luz entra pela frestinha da cortina, um bip incessante tormenta meus ouvidos e o cheiro de álcool revela meu leito no hospital de Beacon Hills. Tento me mover mas sinto os fios em meus braços e Stiles a beira de minha cama. Ele dorme com a cabeça apoiada nas mãos, todo torto parecendo cansado. De repente sinto a bile subir a minha garganta. Pulo da cama rapidamente, arranco os fios do meu braço e corro para o banheiro. O vaso sanitário passa a ser meu apoio de vida, estou tonta, enjoada e vomitando. Logo sinto mãos em meus ombros e segurando o meu cabelo, olho para cima e encontro o olhar preocupado do Stiles.

  Assim que o enjoo melhora e com a sua ajuda me levanto, lavo minha boca e caminho de volta a cama. Sem dizer nada ele deita comigo e me envolve em seus braços

- Estou preocupado com você- disse serio fazendo cafune

- Eu sei...

- Tem noção do pavor que eu senti quando te vi caída no chão com a cabeça sangrando?- automaticamente levo minha mão a testa, relembrando do acontecido- Eu pensei que tinha te perdido de novo...

- Me desculpa Stiles

- Ok. É que isso já está se tornando repetitivo e realmente não quero mais sentir a agonia de te perder- me senti realmente culpada

Fazendo uma pausa e abrindo um sorriso malicioso no rosto, ele diz:

- Eu sei que tudo foi por causa da noite de ontem. Foi muito pra você, eu sou ativo demais é compreensível. Mas era melhor você ter me falado que não aguentava- disse malicioso e irônico, quebrando o clima

- Eu toda culpada e você me vem falar de sexo?- perguntei indignada e rindo- Queria saber da onde tirou toda essa moral, machão.

- Lydia, minha divina performance erótica te fez desmaiar! Que melhor aprovação eu teria?- brincou me apertando mais contra si

- Meu Deus!- ri chocada com seu comentário promiscuo- Bem eu acho que você não está com tanta bola assim, e ver sua ex apertando sua bunda pode ser um motivo muito mais valido

- O que?- o olhei cética- A Malia? Tudo isso pela Malia?

- Ela estava na minha casa, com você semi nu e te tocando!- o olhei maliciosa- A partir de agora só eu te toco Stilisnki...- mesmo numa cama de hospital consegui me mover e levar minha boca ao seu pescoço, deixando mordidinhas e beijos no local

- Eh eu posso conviver com isso- disse levemente ofegante

 Nos separamos um pouquinho e ele ficou me observando

- Mesmo estando horrível... Eu amo você- sorriu de lado do modo mais fofo da vida

- Mesmo você sendo um babaca... Eu amo você- sorri também e selei nossos lábios num beijo cheio de paixão

- Hum- nos separou com um biquinho- Srtª Martin, poderia me prometer que não vai mais me fazer voltar a hospitais, eu realmente não gosto daqui.

- Eu...- ia responder quando ouso a porta abrir

Vejo Melissa entrar no quarto

- Mocinha, o que você está fazendo nesse hospital de novo?- disse num tom de preocupação e brincadeira

- Melissa eu estava dizendo a mesma coisa agora- Stiles completou saindo da cama. Quase soltei um muxoxo de desaprovação, estava tão bom com ele aqui

- Bem, como você está se sentindo?- Melissa perguntou vindo até mim com sua atenção medica

- Tirando esse enjoo infernal estou bem

- Ah querida na sua situação é normal, daqui a pouco passa. Eu vi seu prontuário e pode ficar tranquila que você e o bebê estão bem

Bebê. Bebê. Bebê.  B-E-B-Ê.

- O QUE????- eu e Stiles gritamos jutos

 

Pov Stiles 

- Ah meu Deus! Vocês não sabiam?- Melissa disse altamente chocada

- NÃO!!!- dissemos em uníssimo novamente

- Bem queridos, a Lydia está gravida de 3 semanas e meia. É bem recente e o médico já vai vir para dar mais detalhes- ela abriu um sorriso- Eu sei que foi um choque, mas vai ser a melhor coisa na vida de você. Parabéns meus amores- ela veio nos abraçar, mas permanecemos sem reação

Ela saiu do quarto e as palavras borbulhavam em minha mente. Cambaleei para trás até sentar no sofá, tentando manter minha respiração. Deus a Lydia está gravida! Gravida!

- Eu...- tentei começar a dizer, mas nada... minha cabeça estava um caos.

Imaginei uma sirene de luzes vermelhas dentro do meu cérebro enquanto pequenos Eus gritavam e corriam de um lado para o outro completamente desesperados, sem saber o que fazer

- Voce não pode nem mesmo imaginar que esse filho não é seu, entendeu?- Lydia do nada sentou na cama e começou a gritar para mim- Fazem quase quatro semanas que você voltou e transamos justamente nesse dia, as contas batem certinho e eu nem lembro a última vez que estive com o Carter. Esse filho é seu entendeu, caralho?!- ela estava bem nervosa e as lagrimas enchiam os seus olhos, mas eu não conseguia ter reação.

Balancei minha cabeça em concordância. Esse filho é seu! Porra eu vou ter um filho! Jesus o que está acontecendo? Tem um pedacinho de mim dentro da Lydia. A mulher que eu amo vai ter um filho meu!

Meu desespero foi substituído pela euforia. Levanto rapidamente e bem desengonçado ligo para Scott

Ligação on

- Scott!!- grito

- Stiles? Ta tudo bem?- falou meio mole, parecia estar dormindo

- Scott a Lydia ta gravida!!

- O QUE??- gritou também do outro lado da linha

- Ela esta gravida! Tem um bebe na barriga dela! E é meu!

- Que? C-como... ah deixa

- Scott é meu! Um bebezinho meu!

Do nada sinto Lydia me puxar para baixo e arrancar o celular do meu rosto

- Scott eu sou uma mulher gravida e desesperada que precisa da atenção do pai da criança, então tachau!- ela desligou o aparelho e me olhou brava

- Eu vou ser pai?- perguntei chocado

-  Logico que não Stiles. Bebes vem das cegonhas, onde já se viu!- disse extremamente irônica

- Eu vou ser pai...- falei essas palavras devagar, assimilando-as- Eu Vou Ser Pai!- as lagrimas de felicidade brotavam em meu rosto- Ai... eu vou ser pai...- o terror começou a bater- Eu não posso ser pai... não tenho nada e... não posso... pai?-  chorando e surtado, sai correndo do quarto

- Stiles!!!- a ouvi me chamar, mas só continuei a andar sem rumo nos corredores do hospital

- Stiles!- ouvi Malia me chamar, mas não parei de andar- Stiles para!- ela me puxou pelo braço e me arrastou até uma cadeira- O que aconteceu?- ela me olhava extremamente preocupada- A Lydia esta bem?

- E-ela...ela esta gravida...

- WOW

- Pois é- eu já estava um pouco mais calmo, mas ainda minha mente fervia

- Porque você não está lá com ela?- essa deveria ser uma pergunta simples, não? Então porque eu não estava lá com ela?

- Eu não sei se posso ser pai...- assumi baixo- Estou com medo

- Olha eu já fiz muita coisa louca nessa vida, mas isso.... Se fosse eu no seu lugar estaria apavorada- falou sem pensar

- Não está ajudando, Malia

- Ihh foi mal. Eu estou melhorando nessa coisa de sensibilidade... Voce me ensinou isso- falou trazendo meu rosto para cima- Me ensinou a ser simpática, educada e gentil... talvez eu não tenha sido uma boa aluna, mas me ensinou bem. Stiles você é tudo o que um pai precisa ser, eu tenho certeza que será o melhor pai do mundo. Melhor até que o meu, que é um lobisomem fodão- brincou. Ela e Peter haviam se aproximado e estavam muito bem

- Mas eu não sei se vou conseguir... nunca fiz isso antes e vai ser uma vida nas minhas mãos

- Voce é um humano fodão, man!! É forte, corajoso e já passou por mais coisas que todo mundo. Esse vai ser só mais um desafio na sua vida e que como sempre vai conseguir lidar super bem- suas palavras estavam me acalmando, mas não o suficiente

- Eu nem tenho uma casa, um trabalho e a Lydia... Bem eu e a Lydia não estamos firmes. Nós nem somos namorados! Ah tem tanta coisa entre nós...  

- Pelo amor de Deus! A Lydia nem deve ser uma questão. Voce é louco por ela e ela por você. E olha, mesmo eu sendo areia demais para o seu caminhãozinho e tendo meu francês gostoso, eu te acho incrível, gato e tenho certeza que a Lydia acha o mesmo. São perfeitos um para o outro- ela deu uma pausa encostando na cadeira sorrindo- Ah e vocês tem nove messes para se resolverem, coisa que eu acho que com umas boas transas e um pouquinho de atenção já ta bom

- Malia!- a repreendi rindo

-Serio Stiles vocês vão conseguir. São as pessoas mais fortes que eu conheço (que o Scott não ouça isso) - sussurrou brincando- Tudo vai dar certo

- Mas...

- Ah não já deu Stiles! Eu foi super fofa e te falei todos os motivos para não surtar, mas você deve pensar é na Lydia. Se está com medo imagina ela? Ela vai carregar um bebe, ela vai ter o corpo modificado, ela que vai sentir uma dor infernal. Ela Stiles. Eu sei que você a ama e está perdido, mas agora é ELA que precisa de você- pensar em como a Lydia está se sentindo e em como eu a abandonei foi um soco no estomago- Vou dizer novamente, Stilinski você é um homem incrível, forte, corajoso, honesto e bom. Tenho certeza que será um ótimo pai

Suas palavras me tocam. Minhas lagrimas dissipam e pensamentos correm soltos pela minha cabeça. Muitos pensamentos. Mas principalmente sobre Lydia. Em um segundo eu vivi um flashback, relembrando toda nossa história até hoje. Eu revivi o sofrimento de não te-la, a alegria de estar com ela e todo o amor que senti desde que vi aqueles olhos verdes encarando os meus.

- Voce é incrível Malia- eu senti saudades dela

- Eu sei

- Eu quero estar com a Lydia em todos os momentos da minha vida, Malia. Eu a amo muito e nunca mais vou abandona-la!

- Isso Stiles! Assim que se fala!

- Eu vou casar com ela!- levantei vibrante

- O que? Eu não estava fal...

- Malia como você mesmo disse ela é a mulher da minha vida e eu não irei passar nem mais um minuto longe dela

- Mas Stiles...

Virei as costas e a deixei falando sozinha. Corri ate o carro e comecei a procurar minha carteira, depois de vasculhar tudo a encontrei debaixo de uma pilha de roupas, ok eu tinha que arrumar aquilo ali, mas o importante é que achei o anel de minha mãe. Desde que tirei de Lydia não consigo guarda-lo, tenho que o levar para todos os lugares que vou, alimentando a esperança que um dia poderia voltar para as mãos da sua verdadeira dona. E esse dia é hoje, Lydia terá o seu anel de volta e espero que nunca mais o tire.

 Continua...

 

LEIAM AS NOTAS INICIAS 


Notas Finais


Obrigada. Beijinhos de Luz a todos vocês😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...