História Look at me - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Barbara Palvin, Justin Bieber
Exibições 90
Palavras 1.515
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Minha garota é você"

Capítulo 13 - My girl is you


Fanfic / Fanfiction Look at me - Capítulo 13 - My girl is you

POV Justin Bieber

Eu estava muito puto, mesmo não sabendo quem tinha falado, o que para Jessy, ver ela chorar, me deixou muito irritado, e não saber o que fez ela chorar me deixou puto mais ainda. Estava no vestiário tentando lembrar de algo que eu possa ter feito que tenha a deixado daquele jeito, mas não tinha nada.

- ai cara, o que aconteceu que ta te fazendo fritar a cabeça? – Ryan se sentou ao meu lado.

- a Jessy, ta puta comigo e eu não sei por que – os caras riram.

- que merda você fez, Bieber? – foi a vez de Chaz.

- sabe o que é pior , eu não fiz nada – eles riram.

- mulheres cara, ela deve estar naqueles dias – ele disse enquanto íamos para a quadra.

- não cara, ela não iria me mandar ir atrás da Marcelli, se não – parei de falar assim que notei que tinha descoberto algo e parece que eles também se tocaram.

- parece que você já sabe por onde começar a procurar respostas – assenti , seguindo para onde as lideres estavam.

- ola capitão – ela disse sorrindo

- o que você falou para Jessy? – fui direto e ela riu com as cadelinhas dela.

- a verdade, só dei uma ajudinha, para ela se tocar, sabe? – ela se aproximou para me tocar mas segurei seu braço.

- escuta bem, por que eu não vou repetir – ela tentou se soltar – eu nao quero mais te vez perto da Jessy, se não eu juro que vou fazer você se arrepender de ter me conhecido – ela riu negando.

- nunca capitão – ela me beijou, tentei me soltar mas ela se enroscou no meu pescoço.

- você é louca? – disse limpando minha boca – fica longe de mim, entende logo que eu não quero mais você, que eu não quero mais nenhuma de vocês – olhei para todas elas.

- isso é só questão de tempo capitão, você vai voltar a ser meu – neguei rindo.

- eu nunca fui e nunca vou ser seu Marcelli, você e todas as outras foram só diversão e acabou – dei de ombros, vendo seus olhos com lagrimas – vocês sabiam disso, não deviam ter criado esperanças –dei as costas para elas , me aproximando dos meninos que me encaram negando.

- o que foi?

- você é um bosta – Andrew disse, o olhei confuso – cara a Sara me falo, que você levou a Jessy para jantar no mesmo lugar que levou a marcelli e ainda chamou ela para o boliche, que você também levou as outras e agora ela vem aqui, e você beija a garota na frente dela, você é muito vacilão se não queria mais ficar com a garota era – interrompi ele

- do que você ta falando cara? – o encarei confuso.

- a Marcelli chegou na Jessy, e falo que você tava levando ela onde já tinha levando as mina que você comia e as parada toda- bufei.

- então era por isso, que ela tava falando todas aquelas coisas – eles me encararam – eu preciso falar com ela – disse nervoso.

- cara o treinador não vai te liberar e ela deve estar em aula – neguei

-ela não tinha as ultimas hoje, por isso chamei vocês dois para irmos ao boliche depois do treino – eles assentiram.

- deve ter sido a hora que a Marcelli ouviu e aproveitou a falou para Jess – Andrew completou e assentimos – como pretende fazer o treinador te liberar – olhei para Ryan, era o único jeito.

- foi mal irmão – ele me olho confuso, acertei um soco no nariz dele que sangro na hora, merda forte demais.

- BIEBER TA MALUCO – treinador grito vindo em nossa direção.

- porra Justin – Ryan gemeu

- olha só não quero nem saber porque você bateu nele – o treinador  me olhava serio – você esta dispensado, eu só quero ver sua cara de novo na segunda – olhei incrédulo para ele.

- mas temos jogo sábado – ele cruzo os braços.

- você esta suspenso até segunda, estamos entendidos?- assenti, saindo do ginásio , não achei que ele iria me afastar por tanto tempo, corri pelos corredores, rezando para que ela ainda estivesse ali.

-Sara me diz onde ela ta, por favor – segurei os braços de Sara.

- não vou te falar, você já brincou demais com ela em um dia só, capitão – neguei.

- ela entendeu tudo errado, olha me fala onde ela ta, e eu te explico tudo depois, por favor Sara, eu não quero machucar ela, quando que você me viu correndo atrás de alguém, a Marcelli armou tudo – falei tudo rápido demais, ela assentiu.

- mas você vai me explicar tudo depois – assenti – ela esta no pátio – dei um beijo na bochecha dela, e sai correndo em direção ao pátio. Tinha algumas pessoas ali conversando e escutando musica, ela estava debaixo de uma arvore olhando para o nada, me aproximei, podendo ouvir seus soluços, meu peito doeu, ao saber que a merda do motivo dela estar daquele jeito era eu.

- eu não quero falar com ninguém – sua voz saiu fraca, suspirei e me sentei ao seu lado, ela tentou se levantar, mas eu a segurei

- me deixa falar e depois você pode ir embora se quiser – ela tentou se soltar de novo – Jess, quieta – a fiz sentar entre minhas pernas, prendendo seus braços e pernas com meu corpo, seus soluços ficaram mais altos – shiii baby, não chore, isso me destrói – cheirei seus cabelos.amava o cheiro deles.

-me deixe ir, por favor – ela disse em meio aos soluços

- não, posso – coloquei seu cabelo para um lado, podendo ver metade do seu rosto, molhado pelas lagrimas que ainda escorriam, deixei um beijo em seu ombro – eu quero ver seus olhos – disse baixo, ela nego – me deixe vê-los,baby – tentei coloca-la de frente para mim, mas ela não deixou.

-quer me ver chorar, já estou acabada demais, capitão – suspirei, conseguindo faze-la virar de frente para mim, a arrumei em meu colo, para que ela não saísse dali.

- eu odeio te ver chorar, e odeio ainda mais ser o motivo do seu choro – ela continuava de cabeça baixa – ela mentiu para você, a única garota que eu levei La foi você e vai continuar sendo – ela negou

- então como ela sabia?- ela me encarou e seus olhos azuis estavam vermelhos por conta das lagrimas.

- eu não sei baby, eu juro para você que não sei, mas eu sei que ela sabia do boliche por que eu combinei com os meninos mais cedo de irmos para La depois das aulas, ela deve ter ouvido os dois e jogado com isso – ela assentiu, não me olhando – levei uma de minhas mãos ate seu rosto limpando as lagrimas

- vocês se beijaram – neguei, aproximando meu corpo do dela

- ela me beijo, eu não correspondi, eu não queria beijar ela, eu não quero beijar ninguém, que não seja você – ela suspirou e assentiu – me perdoa por ser tão idiota e te fazer chorar – ela assentiu, bufei – fale algo por favor – encostei minha testa na dela, fechando meus olhos.

- eu te perdou, mas eu acho melhor nós – a interrompi

- não diga, isso por favor – segurei com as duas mãos sua nuca – eu não posso me afastar, isso que eu to sentindo não me deixa ficar longe de você Jessy – ela nego desviando o olhar

- eu não sou a garota, certa para você Justin – neguei

- olhe para mim – ela me encarou – você é a garota certa para mim, baby, só para mim, você é a única garota que me faz sentir a pessoa mais idiota do mundo só por acordar todos os dias sabendo que vou te ver, você é a garota que em uma semanas conseguiu deixar todas as outras sem graça, nunca mais repita isso, por favor – ela assentiu

- você me faz sentir as mesmas coisas, mesmo a gente não estando juntos, dói ver você com outra – neguei.

- eu estou com você – ela deu um leve sorriso – nós estamos juntos – aproximei meu rosto do dela lhe dando um selinho , suas Mãos foram para me pescoço, me fazendo sorrir contra sua boca, vendo o quanto ela precisava daquilo também, a encarei, seus cabelos estavam jogados pelos ombros, olhos fechados e boca entre aberta, tão linda. Esbarei nosso lábios vendo ela resmungar.

- você quer que eu te beije baby? – ela assentiu ainda de olhos fechados e corando,linda.– peça – mandei achando que ela me afastaria, ela fico uns minutos em silencio, me aproximei fechando os olhos e esperando.

- beije-me jay – sorri contra seus lábios, pedi passagem e ela não demorou a ceder, puxei sua cintura a aproximando mais de meu corpo tentando me controlar, sabia que teria que ir com calma com ela, uma de suas mãos desceu pelo meu peito parando no meio de meu abdômen , enquanto a outra fazia carinho em minha nuca, seu beijo parecia cada vez melhor, nossas línguas estavam em perfeita sincronia era um beijo intenso e lento cheio de sentimento, separei nossos lábios com vários selinhos. Sua respiração estava rápida igual a minha ,ela sorriu corando.

- você é minha garota – ela sorriu avançando contra meus lábios, sorri entre o beijo,não quero sair daqui nunca mais.


Notas Finais


Voltei baby's
Desculpe a demora.
Casal bipolar, não tem outro mas bipolar que jayssi.
Comentem o que acharam ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...