História Look at me - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Barbara Palvin, Justin Bieber
Visualizações 1.753
Palavras 2.098
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Escolar, Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigado pelos comentários e favoritos❤ isso é muito importante para mim ❤

Espero que gostem 💕

"Ciúmes, perfeita para mim " revisado

Capítulo 16 - JEALOUS, PERFECT FOR ME.


Fanfic / Fanfiction Look at me - Capítulo 16 - JEALOUS, PERFECT FOR ME.

Acordei, assustado pelo meu despertador, me fazendo bufar e levantar da cama, fui até o banheiro fazendo minha higiene matinal, e tomando um banho rápido, coloquei um short jeans preto, uma regata branca e uma jaqueta jeans azul clara, fazia sol hoje o que me deixava ainda mas de bom humor e ainda mais sendo sexta. 

 Eu e Jess tínhamos combinado que hoje eu não iria buscar ela porque, eu teria treino no primeiro período das aulas e ela não queria me fazer chegar atrasado, nós tivemos uma pequena briga por isso, porque dava tempo de buscá-la. Parei meu carro no estacionamento do colégio vendo os jogadores já de uniforme, e as líderes com  as suas saias ainda mais curtas e de top, geralmente elas ficam de blusa nos dias mais frios, mas hoje estava realmente calor como todos os anos fica no final de agosto. Mordi os lábios vendo quase todas as garotas estavam com suas pernas para fora, eu estaria que nem os outros jogadores, se eu não tivesse namorada, os encarei mais uma vez me aproximando.

- olá capitão – as líderes que estavam com eles falaram, assenti com a cabeça em forma de comprimento.

- o treinador já chegou? – eles assentiram, senti elas se aproximando de mim, como faziam antes, a verdade é que para todos eu só estava pegando a Jess, ela não queria que o colégio todo ficasse sabendo, como ela disse ‘’ não preciso de garotas me odiando’’ entendi ela, porque eu conhecia muito bem as fofoqueiras do colégio e o que elas eram capazes de espalhar.

- ele está no ginásio, arrumando as coisas para o treino.

- Eai, gatinhas – Chaz chegou, abraçando duas meninas pelos ombros. Fiz o toque com Andrew e Ryan, iria chamá-los para entrar, mas os dois encaravam algo atrás de mim, me virei vendo Jess e Sara saindo do carro de Chris, Sara estava com um vestido azul claro, um pouco curto eu diria.

- eu vou rasgar aquele pedaço de pano – Andrew parou do meu lado, sério , olhei para Jess que saia do carro, assim que vi suas pernas sem nada as cobrindo, quase quebrei meus dedos de tanta força que eu apertava minhas mãos, ela estava com um short jeans claro de cós alto, e com uma regata branca e uma jaqueta jeans também, sim nós estávamos parecidos, e isso era muito gay mas foda ao mesmo tempo, para ajudar seus cabelos estavam soltos a deixando mais linda.

- nossa cara, foi mal aí , mas a Jess tem um corpão – ouvi um dos jogadores falar.

- o nome dela é Jessy, porra – disse e sai andando em sua direção, acompanhado de Andrew, que estava mais calmo que eu.

- vocês não tinham algo mais curto para vestir não?- Drew disparou nem deixando elas falarem direito.

- oie para você também amor – Sara deu um selinho nele, ele segurou em sua cintura.

-ta todo mundo olhando para suas pernas Sara- disse indignado, meus olhos estavam em Jess que segurava o riso, pelo show de Andrew, deixa que o dela ta guardado.

- Andrew olhar não tira pedaço – bufou.

- eu vou tirar essa merda de vestido e tacar fogo – ele rebateu.

- faça isso e não vai ser só minhas pernas que eles vão olhar – ela deu as costas para ele e saiu andando.

-Sara, espere – ele saiu atrás dela.

- como se sente, sabendo que metade do time de basquete, esta pensando em como você deve ser boa e gostosa? – ela me olha confusa.

- não começa também – ela bufou – você reparou que estamos combinando? – deu um sorriso lindo,tentando mudar de assunto.

- eu preferia que não estivéssemos – dei de ombros, eu estava puto.

- você é ridículo, olha o tanto de garota aqui por que eles iriam ficar me olhando Justin?

- nenhuma delas é a minha garota – me aproximei dela, envolvi sua cintura,colando nossos corpos – e eles estão te olhando pela merda do mesmo motivo que eu estou muito puto com você – ela tentou se soltar, ao ver que muitos nos olhavam.

- e qual o motivo? – a puxei mais ainda sussurrando contra seus lábios.

- você Está gostosa – a beijei, sem dar tempo dela recusar, a apertava contra meu corpo, sim eu queria que todos vissem que eu estava com ela, e que só eu poderia a tocar, sim eu sou possessivo.

- você é um idiota – ela disse quando conseguiu se soltar, ela virou e saiu andando, rebolando aquela bunda merda, olhei em volta e os jogadores olhavam para a bunda da minha namorada.

- vão treinar seu idiotas – disse e sai correndo atrás dela – tira essa jaqueta- mandei colocando minha mãos na gola da jaqueta começando a passar por seus braços, para amarrar em sua cintura, mas desisti assim que vi a regata colada em seu corpo, merda, viu – esquece fica com a jaqueta – comecei a tirar a minha.

- o que você está fazendo? – ela jogou suas coisas dentro do armário me encarando.

- cuidando do que é meu, toma, amarra na cintura – ela nego – porra, garota – esbravejei passando a mão no meu cabelo, ouvi o som de sua risada e a encarei – acha isso engraçado?- ela assentiu, a prensei contra o armário – vamos ver se vai achar engraçado, quando eu tirar essa merda desse short de você e rasgar ele todinho – ela riu mais ainda, qual a merda da graça porra?

- o mesmo que Andrew, só iria piorar a situação, amor – sorri, me aproximando mais ainda, fazendo nossos narizes se encontrarem.

- e quem disse que eu iria fazer isso aqui? – seu corpo ficou tenso – que foi amor? Aposto que você iria querer usar esse pedaço de pano sempre – dei um beijo em seu pescoço.

- não tem porque você ter ciúmes jay – ela sorriu, aquele sorriso de santa, filha da mãe, ela estava aprendendo a jogar – só você pode tocar –não consegui conter meu sorriso com sua resposta, eu precisava ouvir de novo.

- não ouvi,repete – pedi.

- só você pode tocar amor – repetiu.

- minha menina – sorri a beijando, na frente de todos de volta, ela parecia não se importar mais – tenho treino agora- ela assentiu, puxando minha nuca e juntando nossos lábios, eu amo o beijo dela. De lento e calmo foi mudado por ela, para rápido e intenso, suas mãos davam leves puxadas em meu cabelo,apertei sua cintura, juntando mais nossos corpos, foi possível ouvir o barulho que os armários fizeram quando prensei seu corpo contra eles, e isso me fez lembrar que estávamos no corredor e o sinal ainda não tinha batido. Separei nosso lábios, dando um selinho em sua boca vermelha e inchada, por conta do beijo, sentia o olhar de algumas pessoas em nós, a fazendo corar.

- você não está atrasado? - Assenti, lhe dando um selinho, e mais um, ela empurrou meu peito rindo- vai logo garoto.

-ok, até depois - roubei mais um selinho e sai correndo pelos corredores até a quadra.

- atrasado Bieber – treinador apontou para o vestiário.

Alguns jogadores ainda estavam se trocando,quando entrei todos me encaram.

- que foi? - andei até meu armário pegando meu uniforme.

- qual seu lance com a gostosa da Jess? – um dos jogadores perguntou, o encarei,tirando meu tênis.

- que lance? Eu não tenho lance com a Jessy – frisei o nome dela, eles sorriram se olhando entre si.– eu namoro a gostosa da Jess mané , e se fosse vocês ficaria longe – eles assentiram, sorri sabendo que antes do intervalo o colégio já saberia que eu e jess estávamos juntos.

[...]

Estava parado na frente da sala de Jess a esperando, ela saiu de La meio avoada que nem me viu.

- hey , amor – a chamei,eu gosto dessa palavra quando ela remete a Jess.

-ah oi – ela tentou sorrir.

- o que aconteceu? – toquei seu rosto.

- eu contei para a Sara sobre ontem, e ela falou que não tem graça, quando não deixa marca – ela me encarou – ela esta com uma marca roxa no pescoço, foi Andrew que fez não é? - a encarei, concordando com a cabeça - não dói?

- Jess, você sabe o que é, um chupão? – ela assentiu corando - você ja teve um? - ela negou com a cabeça.

-ingênua demais, não é? - suspirou,desviando seus olhos dos meus, com meu dedo indicador, levante sua cabeça a fazendo me olhar.

- perfeita demais eu diria – a dei um selinho – para mim você é perfeita assim do seu jeitinho – ela sorriu e assentiu, eu sabia o quanto o fato de Jess ser virgem e eu ser o primeiro namorado dela, de certa forma a incomodava, e me sentia um fodido por ter um histórico de quem não fica muito tempo sem transar, e sabia que isso a deixava insegura, e eu realmente não queria isso, vou esperar o tempo dela, sem preciona-la, entramos na cantina e Sara e Andrew estavam encostados em uma mesa com o resto do pessoal.

- fala ai, o casal do momento?- Ryan levantou e fez reverência.

- como é ser o cara que tem uma das minas mais gostosas do colégio?- Chaz soltou, bufei.

- mas que porra, antes dela tá comigo, ninguém via a garota, agora todo mundo tá chamando ela de gostosa, qual é porra? - me irrite, elevando um pouco meu tom de voz

- isso acontece quando se é o capitão do time Bieber- Sara debocho, mostrei o dedo do meio para ela e recebi um tapa de Jess, fazendo Sara gargalhar, me escorei na mesa, puxando Jess para se escorar em mim,o assunto da Rodinha era o nosso jogo de sabado , reparei que os olhos de Jess não saiam do pescoço de Sara, o que será que minha menina está pensando?

- vire-se para mim – pedi, notando que todos estavam conversando e nem ligando para nós, ela me encarava esperando que eu dizer algo,tirei os cabeços que tampava seu pescoço, aproximando meu rosto de seu pescoço.

- o que vai fazer?- Ela sussurrou, seus olhos azuis me analisando .

- quer saber como é? – ela assentiu, dei um selinho em seu pescoço, sentindo seu cheiro e ela se arrepiar, abri e fechei meus lábios contra seu pescoço a fazendo estremecer em meus braços, apertei sua cintura, senti sua mãos segurarem em meus braços, abri novamente meus lábios dando inicio a um beijo em seu pescoço, senti suas mãos pequenas, apertarem meus braços,assim como ela fez ontem, suguei sua pele, fazendo ela aperta mais forte meus braços e arfar contra meu ouvido, meu corpo reagiu se arrepiando, soltei seu pescoço vendo levemente vermelho, não chupei tão forte, não estava roxo igual o de Sara, mas era um pouco visível.

- você tem uma também agora – sorri maroto vendo ela corar, mesmo sabendo que isso seria comentado em todo o colégio, eu não queria minha menina se sentindo inferior ou pensando como seria a sensação de algo, ainda mais se eu pudesse a mostrar como é, e ainda fazê- La entender que só eu posso a fazer se sentir especial, já disse que sou possessivo, mas sinto que vou ter que me controlar o dobro com Jess.

-o casal! - olhamos para Chaz - pode parar de se pegar ai, deixa para mas tarde,só vocês dois, sabe? - senti o rosto de Jess encostar em meu pescoço,a olhei e ela estava corada.

-cala a boca Charles - seu sorriso morreu, ele odeia que chamem ele pelo nome.

-sacanagem em Dude- ele ficou sério, fazendo todos rirem.

-porque vocês não assumiram antes que estavam juntos?- uma das líderes que estava com chaz perguntou.

- não precisamos espalhar,nos dois sabendo na está ótimo - a encarei, de onde ela tinha tirado tanta grossura - não é?

- sim, é - sorri, mesmo ainda confuso com sua mudança de humor.

- nunca imaginei vocês juntos, gostava de você e marcelli.

-agradeço a Deus,por seu gosto não ser o meu - nem olhei para ela,para responder, meus olhos estavam grudados no de Jess, ignore a garota e todos em nossa volta, me aproximando de seus lábios - você é bipolar? - ela Franziu o cenho, negando- uma hora toda doce e delicada e outra hora grossa.

-cada pessoa tem o que merece -deu de ombros, colei nosso lábios em um selinho longo.

-mereço seu melhor? - ela assentiu sorrindo - darei meu melhor para você também - coloquei uma mexa de seu cabelo atrás da orelha, fazendo carinho em sua bochecha.

- você vai passar o dia treinando? - o sinal tocou, passei meu braço em sua cintura a guiando para sua sala.

- sim, vai embora com Chris ou comigo?eu acho que consigo te deixar em casa e voltar - ela negou - estarei te esperando na saída, sem reclamar. - selei seus lábios, ela entrou na sala e eu fui para a quadra, suspirei, eu não conheço ela tão bem quanto achei, mas teremos muito tempo para isso.


Notas Finais


Olha esse ciúmes ai Jay.
Jessy grossa? Jessy doce? E ai qual vocês preferem?
Até o próximo ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...