História Look At Me (Laurinah). - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton, Personagens Originais
Tags Dinah, Dinah Jane, Lauren, Lauren Jauregui, Laurinah
Exibições 198
Palavras 1.293
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa tarde, bolinhos! Estou muito feliz que vocês estejam gostando do rumo que a história está tomando, então, depois do pequeno tiro de ontem, vim afagar o coração de vocês com esse capítulo (que eu tenho quase certeza), que irá deixar vocês felizes! <3

Capítulo 14 - 14: Crazy in Love


Crazy in Love - Beyonce

"I look and stare so deep in your eyes, I touch on you more and more every time. When you leave I'm begging you not to go. Call your name two or three times in a row, such a funny thing for me to try to explain how I'm feeling and my pride is the one to blame. 'Cuz I know I don't understand just how your love can do what no one else can."

Acordei com uma dor de cabeça insuportável. Não tenho certeza se fora culpa das besteiras que comi no dia anterior, ou o fato de ter ido dormir tarde demais e agora ter que acordar cedo para ensaiar, mas eu estava péssima. Lembrar da discussão que eu tive com Lauren na noite anterior não ajudou em nada. Aquilo ainda estava entalado em minha garganta.

Levantei-me depressa e tomei um banho apenas para relaxar e despertar um pouco. Hoje seria nosso último dia no Japão, já que era a noite do nosso show e iríamos embora bem cedo na manhã seguinte. Mas eu não quis descer para tomar café com as meninas, ao contrário disso, decidi dar uma volta pela cidade e tomar um pouco de ar puro. Eu adorava quando estávamos em algum lugar bonito e tínhamos liberdade para isso.

Mas eu não poderia ir sozinha, disso eu já sabia. Então tive a ideia de chamar Nick para me acompanhar. O rapaz fazia parte de nossa produção, e tínhamos conversas muito interessantes sempre que podíamos. Nick sempre me dava conselhos para melhorar meus vocais e me ajudava em tudo o que eu precisava, era um ótimo amigo.

Ah, ele também sempre me contava sobre seu amor platônico por Maluma e me fazia shippar "malick", que era o nome que ele havia inventado para eles. Antes de ele me contar, eu jamais imaginei que Nick fosse gay. Ele é realmente muito gato e não da nenhuma bandeira. Mas desde então, estamos cada vez mais próximos e não posso reclamar, consegui um novo amigo, e amigos nunca são demais.

Nós fomos a um parque que ficava a umas duas quadras do hotel. Demos uma volta ao redor de uma lagoa e depois paramos para comer na barraca de frutas de um senhor muito simpático. Ele quase não falava o inglês, então fora um desafio para nós três, mas conseguimos nos comunicar o suficiente para que ele nos fizesse uma salada de frutas deliciosa.

Eu já até me sentia melhor quando voltamos para o hotel. Mas dar de cara com Lauren não foi nada agradável. Estávamos Nick, Normani, Camila e eu no restaurante quando ela e Ally chegaram. Neste exato momento, estávamos fazendo uma brincadeira e Nick me deu um selinho, imitando como ele faria se encontrasse Maluma pela primeira vez. Todas rimos, mas a cara de Lauren fora péssima e ela sequer tentou disfarçar o mau humor. Estava ficando insuportável ter que conviver com aquela daquele jeito, sempre nos dando patadas gratuitas.

As outras três meninas pareciam não se importar, mas por alguma razão, eu me importava. E me magoava a cada resposta curta e grossa que Lauren direcionava a mim.

Não demoramos muito no almoço, e saímos dali direto para o local do ensaio onde faríamos o show essa noite.

Estava tudo muito esquisito. Camila mal estava falando, depois de ter se entupido de sushi no café da manhã, Normani estava muito concentrada em seus passos de dança, e bem, Lauren não se atreveu a se aproximar de mim novamente. A única que me fazia companhia era Ally, que me explicava pacientemente uma alteração que teríamos que fazer em uma de nossas coreografias, devido às condições do palco que nos apresentaríamos hoje à noite.

Quando fizemos uma pausa para o café da tarde, fomos até um bistrô próximo ao teatro e nos sentamos em mesas separadas. Normani conversava animadamente com Ally sobre alguma coisa, e Lauren as acompanhava junto de Nick e Gina. Fiquei sozinha com Camila, e sinceramente, eu não me importava. Gostava quando estávamos apenas nós duas e podíamos conversar.

- Falou com a Lauren ontem? Ela tá esquisita. - Camila perguntou, enfiando mais peixe em sua boca.

- Como você consegue comer tanto e não engordar uma grama? - Torci meu nariz ao vê-la jogar mais um par de fatias de atum no molho shoyu antes de mandar para dentro da boca enorme mais uma vez.

- Você acha que Deus me fez com essa boca grande à toa? Nasci para comer. - Eu tive que rir de sua resposta. - Mas hein, a Lo?

- Se eu te contar, você nem vai acreditar. Então é melhor deixar para lá.

- Ah não! Pode contar! O que aconteceu? - Camila sempre falando alto demais. Eu a reprovei com o olhar e só então ela se deu conta do que estava fazendo. Desviei minha atenção para a mesa da nossa frente e Lauren olhava para nós no exato momento.

- Fui falar com Lauren ontem, mas ela estava chegando bêbada acompanhada de uma vadia. - Camila abandonou a comida no mesmo instante.

- O QUÊ? - Belisquei seu braço assim que ela gritou.

- Eu não vou te contar nada desse jeito, Camz. - Ela riu e deu uma olhada para trás, antes de inclinar seu corpo sobre a mesa para ficar mais perto de mim e sussurrar.

- O que aconteceu depois? - Outra vez eu estava rindo com o modo que ela falava pausadamente, como uma criança compartilhando segredos com outra.

- Eu a puxei para o meu quarto e mandei a garota embora. - Dei de ombros e Camila arregalou os olhos.

- COM... - Ela já ia começar a gritar mais uma vez quando a repreendi com o olhar. - Como é que é? - Repetiu em um tom de voz mais baixo. - Por que você empatou a foda da Lolo?

- Eu não empatei nada!

- Empatou sim!

- Mas ela ia pra cama com uma desconhecida, Camz. Sabe-se lá o que poderia acontecer depois. 

- Não ia acontecer nada, Dinah. Lauren já se cansou de fazer isso e você sabe muito bem. - Com Camila falando daquele jeito, eu me sentia realmente muito idiota. Mas na noite anterior, alguma coisa me implorava para afastar Lauren daquela garota, o que eu poderia fazer? Eu queria protegê-la.

- Você fez isso por que ficou com ciúme?

- O QUÊ? - Dessa vez quem gritou fui eu, fazendo Camila rir. - Por que vocês acham que eu sentiria ciúme de Lauren? Parem com isso! - A segunda parte eu falei mais baixo, apenas para Camila ouvir.

- Como assim a gente? - Ela fez sinal de aspas com as mãos. - Quem mais acha que você sentiu ciúme dela?

- Lauren me disse isso quando estávamos em meu quarto conversando. - De repente aquela sensação estranha tomou conta de mim novamente, uma vontade de chorar saindo sabe-se lá de onde.

- Eu não sei, eu só acho que sentimos coisas que não precisamos rotular ou explicar. Você não precisa me dar satisfações sobre isso, apenas pense no assunto, China. - Pensar sobre o quê? Que besteira era aquela que Camila tentava colocar em minha cabeça?

O restante do meu dia fora uma verdadeira tortura. Eu não conseguia ficar perto de Lauren sem sentir vontade de matá-la por ontem, então apenas mantinha a máxima distância que eu pudesse. Aproveitava-me sempre da companhia de Nick, já que ela parecia não gostar muito dele, e assim, não corria o risco dela tentar se aproximar.

Eu só queria que aquele show acabasse logo e eu pudesse ir embora daquele maldito hotel com aqueles malditos hóspedes que ficam se jogando pra cima das pessoas.


Notas Finais


Pronto, meus amores. Acabou o sofrimento por causa do Nick? KSAOPAKSOPAKSOP Espero que vocês tenham gostado, beijos de luz e até amanhã. <3

Obs.: Vamos apreciar essa dancinha Laurinah que eu editei carinhosamente: https://www.youtube.com/watch?v=_UoGH5Ewyro&feature=youtu.be


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...