História Looking my past - namjin - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 30
Palavras 651
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Survival
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


O capítulo era para ter saído ontem, só que eu só postei no Wattpad, me perdoem. Aproveitem. <3

Capítulo 12 - •°12°•


Fanfic / Fanfiction Looking my past - namjin - Capítulo 12 - •°12°•

As lágrimas estão em meus olhos

agora você nunca vai sair

(Hurting inside - The Dave Clark Five)


5 meses depois

JIN P.O.V.

Faz exatamente 4 meses que estamos acompanhando o tratamento de Tae, nunca pedimos ou pensamos que ele poderia ficar doente dessa forma. Ele estava sofrendo tanto, era de cortar o coração ver um amigo seu com aids. Vê-lo chorando abundantemente como se tivesse culpa, dói tanto.

Hoseok está dando tudo de si para ajudá-lo com o tratamento que claramente não era barato.

Tae desenvolveu a doença desde que nasceu, não teve escolha. Me pergunto toda noite como ele conseguiu esconder isso de todos por tanto tempo. Eis o motivo de sempre depois das aulas ele desaparecer, ele simplesmente não aguentou mais esconder e contou para todos na festa do pijama. Claramente ficamos sem reação e apenas o abraçamos. Como eu queria ser uma mágico nessas horas.

Namjoon veio em minha direção e quando se sentou na cama na qual eu estava deitado, viu que eu deixei cair uma lágrima, quente, fria, triste.

-O que foi amor? - Ele pergunta secando a mesma.

-Eu estou preocupado Nam. Não quero perder Taehyung, não quero essa dor para a gente, para a família dele e para Hoseok. Hoseok iria ficar tão triste, não consigo vê-lo chorando porque perdeu o amor de sua vida. Imagina se você me perdesse ou vice-versa, seria o fim, seria horrível. Ele está tão mal, estou perdendo as esperanças. Por que ele não nos avisou antes?! - Mais lágrimas desabam por meu rosto. - Talvez poderíamos ajudá-lo antes que ele piorasse. - Logo começo soluçar com tanto choro.

-Jin, entenda uma coisa, você não tem culpa, nenhum de nós têm. Taehyung escolheu que fosse dessa forma, ele ficou com medo que nos afastassemos e temessemos ficar perto dele. Pensar na morte agora, é uma coisa precipitada, não sabemos o amanhã, mas sei que ele não quer sofrer por causa dessa doença. Mas de uma coisa eu tengo certeza, ele prefere ir, do que ficar e sofrer mais a cada dia. - Cada palavra parecia uma facada de cada vez em meu estômago. Só consegui ficar estático tentando dissolver tudo que ele disse.

Virei para o canto e senti as lágrimas quente que desciam pelo meu rosto cair no travesseiro. Eu estava tão mal quanto Taehyung, a sensação mais angustiante que já senti em todos meus anos de vida.

Meus olhos estavam clamando para fecharem. Sono, tristeza e nostalgia, eu não conseguia mais raciocinar. Namjoon tomou um banho e se deitou ao meu lado, e envolveu seu braço em volta de minha cintura e outro fazia cafuné em minha cabeça até eu conseguir parar de lutar contra meu sono.

Acordei de madrugada com um susto. Suando e com a respiração pesada. Foi um Pesadelo. Eu via Taehyung em um quarto branco deitado em uma grande cama, mais branco que jamais esteve, abatido e chorando. Na minha visão, uma pessoa que estava sofrendo.

Namjoon acordou preocupado, perguntando o motivo de eu estar acordado a essa hora da madrugada, eu descrevi o pesadelo e ele apenas tentou me acalmar até dormimos de novo.

No dia seguinte, Namjoon e eu, fomos visitar Tae no hospital depois das aulas. Ele estava abalado mas tentava ao máximo não demonstrar muito. Eu achei melhor não contar sobre o pesadelo, não sabia se isso poderia ser uma espécie de visão e poderia deixá-lo mais abalado.

Falamos para Hoseok ir descansar porque ficaríamos com Tae.

-Pode ficar despreocupado Hobi.

-Muito obrigado gente, devo essas a vocês.

        

                                                             [...]

-Tae, não importa o que acontecer, vai ficar tudo bem. Você tem nosso total apoio e nós te amamos muito. - Falei deixando uma lágrima escapulir por meu rosto. - Nós te amamos muito. - Agora não consegui conter o choro e deitei a cabeça no ombro de Namjoon.

-Eu também amo muito vocês. Obrigado por estarem ao meu lado. - Tae disse com certa dificuldade por meio de tosses pesadas.

"nós te amamos muito"


Notas Finais


Deixei uma lágrima cair sob meu rosto enquanto escrevia esse capítulo. Desculpem-me por ser tão curto.
Não me matem em nome de Jinsus. Sz.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...