História Looping - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jin, Loop, My Birthday, Spring Memories, Terror
Exibições 7
Palavras 505
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


O ULTIMO DIA que na verdade era ontem, mas é hoje pq são 1h da manhã
vou dizer, spring memories foi um desafio para mim, é tãoooo dificil escrever sobre outros casais que você não esta acostumada aiai

mas enfim, me sinto realizada por terminar elas. Prometo que logo todas terão capas e serão devidamente revisadas.
obrigada a todos e boa leitura<3

press play on: iamx - animal impulses

Capítulo 1 - .for scary days


Seokjin acordou sobressaltado do pesadelo que teve. Não conseguia lembrar dos detalhes, mas sabia que foi aterrorizante. Seu corpo tremia e suava, ofegante enquanto tentava se acalmar. Ele estava parcialmente paralisado ainda pelo medo, se sentia estranho, como se ainda não tivesse acordado. Quando seu corpo voltou a reagir, tentou mudar de posição, dando de cara com um rapaz deitado em sua cama. Seus olhos eram completamente brancos, mas de resto, em outra situação talvez, poderia dizer que ele era lindo.  

O pavor subiu por suas entranhas, sentindo um frio gigantesco se apossar de seu corpo. Não conseguia desviar as orbes das inexpressivas do outro. Seu corpo não se mexia outra vez e o coração acelerado não o ajudava a pensar, com seu martelar constante em seu ouvido. Passou minutos muito longos sem se mexer ou desviar o olhar, com medo que fizesse isso e acabasse sendo atacado.

“Você me acha bonito?” A voz grossa o acordou de seu pequeno transe. Abriu a boca algumas vezes, algo dentro de si o apressando a falar algo.

“Como você veio parar aqui?” Sua voz saiu tremida, o medo afetando todo seu sistema.

“Você me acha bonito?” O garoto ao seu lado insistiu, a boca carnuda pouco se movendo.

Demorou para responder, retomando sua voz que foi perdida no meio do seu pavor.

“S-sim...” O rosto a sua frente sorriu, arrepiando o dono do quarto.

“E agora?” O sorriso do rapaz se abriu, revelando grande presas, as bochechas se rasgando. O sorriso macabro bem perto de seu rosto. Sentiu vontade de gritar. “Você me acha bonito agora?”

Tentou se afastar, mas a mão fria segurou seu quadril com força, o mantendo no lugar. Arriscou responder o outro, já que parecia a única forma de se soltar das mãos daquilo. “Sim...”

O outro não parou de sorrir um segundo sequer, soltando lentamente o corpo do outro. “Então deixe eu te tornar bonito também.” O garoto nem viu quando a coisa sacou uma faca, somente sentiu quando ele a enfiou em sua boca, rasgando sua bochecha. “Pronto, agora você é tão bonito quanto eu.”

 

Seokjin acordou sobressaltado do pesadelo que teve. Não conseguia lembrar dos detalhes, mas sabia que foi aterrorizante. Seu corpo tremia e suava, ofegante enquanto tentava se acalmar. Ele estava parcialmente paralisado ainda pelo medo, se sentia estranho, como se ainda não tivesse acordado. Conforme o susto passava, seus sentidos voltavam e uma dor começava a se alastrar em sua bochecha. Notou o borrão vermelho em seu travesseiro, levantando assustado em direção ao espelho. Seu rosto estava com um grande rasgo na bochecha direita, aparentando um sorriso assustador. Atrás de si, no espelho, estava o garoto que causou tudo aquilo, acenando a faca ensanguentada em um tchau, rindo de si.

 

Seokjin acordou sobressaltado do pesadelo que teve. Não conseguia lembrar dos detalhes, mas sabia que foi aterrorizante. Seu corpo tremia e suava, ofegante enquanto tentava se acalmar. Ele estava parcialmente paralisado ainda pelo medo, se sentia estranho, como se ainda não tivesse acordado. Será que estava acordado?


Notas Finais


ta curtinha né? poise

para quem não entendeu, a fic retrata um sonho eterno (no caso um pesadelo) onde você acha que acordou, mas continua sonhando, um looping de pesadelos (ninguém merece isso, vou te dizer)

enfim, muito obrigada a todos que acompanharam o Spring Memories. Vocês gostaram? Let me know

obrigada por ler e até mais


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...