História Los opuestos se atraen- Camren - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Fifth Harmony, Jessie J, One Direction, Selena Gomez, Taylor Swift
Personagens Ally Brooke, Ariana Grande, Camila Cabello, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Harry Styles, Jessie J, Lauren Jauregui, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Normani Hamilton, Personagens Originais, Selena Gomez, Taylor Swift, Zayn Malik
Tags Camren
Visualizações 101
Palavras 1.545
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Hentai, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Suicídio, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oinn '^'

Capítulo 28 - Você fala?


ALLYSON POV 

Eu estava chorando no meu quarto com o Nutella ao meu lado. Já faz um mês que eu e Taylor não nos falamos e isso está me matando. Ela me amava a tanto tempo e eu só sabia magoa-la. Grrr como eu sou idiota! O que eu não tenho de tamanho eu tenho de burrice, só pode.

Allyson- Por quê Nutella? Por que eu sou tão lerda? - falei chorando 

- Deixa de ser besta e vai buscar a vara-pau pra tu bixa. Pega ela, come ela, chupa ela. - Quase infarto quando ouço e olho para meu Nutella assustada

Allyson- V-você f-ala? - estava prestes a ter uma parada cardíaca e Lauren ainda nem se especializou em cardiologia 

- Não bixa fina, sou eu.- olhei para o lado e Vero estava com o celular na mão segurando a risada

Allyson- Vai se fuder Veronica! -

Veronica- Pra que se eu tenho a Lucy? - sorriu debochada.- Mas voltando ao asunto, por que não vai lá e conversa com ela? Dá pra ver na sua cara que você quer dar pra ela.- sorriu sentando ao meu lado

Allyson- E-eu não quero dar pra ela! - falei corada. - Mas... será que ela me perdoaria? - perguntei olhando para morena

Veronica- Além de lerda está ficando insegura? Ela te ama, claro que vai perdoar.- disse revirando o olhos

Suspirei enxugando as lágrimas e recebi um beijinho no topo da cabeça que me fez sorrir. Eu tenho as amigas mais loucas e melhores do mundo! (N/A: Eu também u.u ) Levantei e corri sai do quarto. Mas voltei. 

Allyson- O que você está fazendo aqui mesmo? - perguntei olhando a lesada que estava com o Nutella no colo

Veronica- Minha querida a casa é da minha amiga e eu venho quando quiser. E também porque você esqueceu sua bolsa no consultório. - falou apontando para a bolsa no chão 

Allyson- Aah... tá.-

Sai de casa e entrei no carro. Enquanto dirigía eu lembrava das palavras de Taylor e dos nossos momentos tristes e alegres. Estava chorando feito um bebê. Era incrível como só ela me acalmava quando estava irritada, como ela me alegrava quando estava triste e como ela me irritava com suas palhaçadas. Estacionei de qualquer jeito e sai apressada pegando a chave e destrancando a porta.

Allyson- Taylor? O-onde v-você está? - minha voz estava embargada por ter chorado há poucos minutos

Cacei ela pelos cómodos da casa até que é voltei pra sala, já ia subir para seu quarto mas ela estava descendo apressada. Assim que meus olhos encontraram o dela eu senti uma necessidade absurda de sentir seu corpo colado ao meu. Corri e a abracei apertado sentindo meu corpo relaxar um pouco mad as lágrimas voltaram.

Allyson- Me perdoa Taylor. E-eu te a-amo. Só ficando longe de você eu pude perceber o quanto é doloroso não ver os seus olhos, sentir seu cheiro, seus carinhos. Me perdoa, me perdoa por favor! - falei chorando apertando mais o abraço. Implorei por seu perdão 

Taylor- Ei pequena, calma. - pegou no meu queixo de forma delicada e me fez encarar aquelas lindas órbitas.- Eu te amo. Eu vou te perdoar quantas vezes for preciso. - meus olhos brilharam com as palavras da loira. Um sorriso bobo surgiu no meu rosto fazendo a mesma sorrir feito trouxa. A minha trouxa.

Ela me puxou para sentar no sofá e me puxou para seu colo. Escondi o rosto no seu pescoço aspirando a que cheiro adocicado que me faz delirar. Só agora percebi que ficar sem esse cheiro é suplício dos mais cruéis.

Taylor- Eu te amo, tá?! Fica calma. - declarou afagando meus cabelos com uma mão e com a outra fazendo um carinho gostoso na minha mão. Como eu senti saudade do seu toque

Allyson- E-eu não quedó te perder. Eu te amo muito pra te perder mais uma vez.- falei abraçando rodeando meus braços em seu pescoço 

Ficamos assim por um tempo até eu dormir em seu colo.

O tempo longe da loira foi o mais terrível algoz, porém, foi o mais complacente. O tempo me deu um pouco dele para refletir sobre os meus mais obscuros sentimentos por Taylor.

No dia seguinte acordei com vários beijinhos nos rosto. Resmunguei me agarrando mais ao corpo magro de Taylor. 

Taylor- Pequena, acorda. Você tem que ir para o hospital. - falou acariciando minha bochecha 

Allyson- Agh que saco.- falei com a voz rouca por causa do sono

Abri os olhos devagar e me deparei com aquela imensidão azul me olhando com devoção. Taylor abriu um sorriso lindo quando me viu hipnotizada por aqueles olhos lindos.

Taylor- Bom dia, pequena! - beijou o topo da minha cabeça 

Allyson- Com certeza.- sorri sentindo ela acariciar minha bochecha.-

Taylor- Vem, vamos escovar os dentes e banhar.- 

Levantei quase morrendo e sai da cama. Agora que vim perceber... Taylor estava com um conjunto de moletom rosa super fofo. E eu? Estava com o meu pijama de panda. Sério que eu saí de casa de pijama e nem percebi?

Taylor- Ally, você pode usar esse banheiro. Tengo umas roupas suas no closet.- falou levantando da cama e indo para o banheiro e saindo logo em seguida com sua escova.

Allyson- Okay.- entrei no banheiro e fiz tudo que tinha que fazer, sai enrolada na toalha e fui para o closet. Peguei uma calça branca e uma camisa regata branca e um salto preto. Eu quase moro aqui então tem MUITAS roupas e calçados meus aqui. Afinal éramos quase "irmãs" aos meus olhos. Fiz uma leve maquiagem e logo Taylor aparece enrolada em uma toalha para para se vestir também. 

Taylor- Nosfa que gata! Se eu não fosse sua amiga te pegava.- falou brincalhona

Allyson- Taylor ser estranha.- falei e ela deu uma gargalhada gostosa entrando no closet

Tay saiu do closet vestida com um moletom preto com estampa do Black Pink e uma calça jeans clara e um all star preto. Linda! Foi até o espelho e passou o seu habitual batom vermelho que deixavam seus lábios um tanto... desejáveis?!

Taylor- Vamos? Vou passar no mercado. Me dá uma carona doutora Brooke? - sorriu pegando a carteira e o  ella no criado mudo

Assenti e descemos. Peguei a chave do carro e parei em frente ao mercado.

Taylor- Tchau meu anjo. Bom trabalho! - desejou e me deu um beijo na bochecha 

Allyson- É... T-aylor... Eu... É... Beijo.- meu deus nesse momento qualquer tomate teria inveja de mim de tão vermelho que meu rosto estava 

Ela olhou pra mim confusa mas logo pareceu percebe o que eu queria e abriu um sorriso lindo.

Taylor- Você quer um beijo? - assenti olhando para meus dedos no volante

Ela se aproximou e pegou no meu rosto fazendo encarar ela. Os olhos azuis estavam brilhando de felicidade. Seu rosto estava chegando perto até que... ela me dá um beijo na... testa? WTF? A olhei incrédula e ela sorria travessa

Taylor- O que foi? Você pediu um beijo mas não especificou onde.- filha da mãe 

Que garota abusada! Peguei no moletom e puxei ela com raiva fazendo nossos lábios se tocarem iniciando um beijo. Ela ficou surpresa no começo mas rapidamente retribuiu. MEU DEUS, QUE DELICIA DE BEIJO É ESSE? 

Taylor tocou no meu rosto fazendo carinho com uma mão e a outra foi para minha nuca aprofundando mais o beijo, ela pediu passagem com a língua e eu dei, claro. Quando nossas línguas se tocaram um choque percorreu meu corpo, me fazendo arfar. Seu beijo é tão bom. Estávamos transmitindo todo amor que sentimos entre nós em um ato de carinho que já estava me matando asfixiadas. Mas quem disse que eu ligo? Se for pra morrer que seja beijando Taylor. Meu Deus como essa mulher consegue ter os lábios tão deliciosos? separamos o beijo com vários se linho e sorrimos feito idiotas. E eu acho que estou mesmo uma idiota apaixonada por essa mulher. 

Taylor- Te amo pequena.- disse ofegante e sorrindo 

Allyson- Eu te amo.- dei mais um selinho nela.- Tchau, linda.-

Taylor- Tchau.- sorriu boba e saiu do carro

Fui para o Hospital e passei o odia trabalhando e pensando em uma era loira de olhos azuis... 

VERONICA POV 

Faltava um mês para o meu casamento com Lucy. Não posso estar mais feliz. Ontem fui na sala de Ally para ver se ela estava bem mas ela já tinha ido embora, sem a bolsa pra variar. Peguei a bolsa da anã e fui para a mansão dela devolver, eu tinha a chave então entrei.  Não vi ninguém. Estranho porque o carro dela estava lá fora e Drake disse que ela já tinha chegado. Entrei para o quarto dela e ela estaca chorando com a cara enterrada no travesseiro com o Nutella do lado. Me escondi debaixo da cama e ela começou a fala com o Nutella. Não posso perder essa oportunidade!

Allyson- Por quê Nutella? Por que eu sou tão lerda? -

- Deixa de ser besta e vai buscar a vara-pau pra tu bixa. Pega ela, come ela, chupa ela. - falei fazendo uma voz fina e olhei pra ela me escondendo. A coitada quase morre e encarou o cachorro com cara de boco 

Allyson- V-você f-ala? -

- Não bixa fina, sou eu.- falei falei me levantando e ela me olhou eu estava morrendo pra segurar a risada

Fiquei conversando com ela até que ela resolve ir atrás da branquela vara-pau 

................


Notas Finais


Disse que iria voltar ontem... mas então né :x

TÔ REVOLTADA PQ AS MINHAS FIC'S FAVORITAS NÃO ESTÃO SENDO ATUALIZADAS!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...