História Lost - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kankuro, Karin, Kiba Inuzuka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Temari, TenTen Mitsashi
Tags Drama, Leegaa, Lemon, Naruto, Outros Milhões, Sasunaru, Survival
Exibições 107
Palavras 2.804
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Lemon, Mistério, Romance e Novela, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 6 - Frágil


Lost
Frágil

Quando os fogos de artifício começaram, os jovens ao redor da clareira imediatamente souberam que era para correr. Mas como alguns eram inteligentes, continuaram na clareira, debatendo qual rumo seguir.

-Escutem. Não conheço nenhum de vocês bem, mas mesmo assim vou tentar ajudar. - Shikamaru diz desenhando um círculo na terra - Quem é esperto memorizou o caminho de quando nós entramos na floresta. Não sigam esse caminho.

Naruto estava prestes a perguntar o por quê, mas Sasuke foi mais rápido e explicou.

-Dobe, vai que Orochimaru entra exatamente por ali? Nunca se sabe - o moreno diz

-Exatamente. No entanto, estamos em um grupo de seis e acho que não terá problema seguirmos juntos, já que não são tantas pessoas e não irá prejudicar nossa movimentação. Mas não poderemos aceitar outra pessoa nos seguindo. - avisou Shikamaru, que desenhou uma linha no lado norte do círculo - Estão vendo essa linha? É a Rodovia Norte, que conecta a cidade com o outra que esqueci o nome. Se chegarmos até lá, podemos pedir ajuda e escapar.

-Mas e os outros? - Naruto perguntou, lembrando de Sakura.

-Não podemos pensar muito neles, Naruto. São eles ou nós. - Temari respondeu observando o desenho no chão atentamente - Enquanto a comida e água? Não vi sinal algum de rios ou lagos nas redondezas.

-Essa é uma ótima pergunta. Alguém aqui é especialista em verduras ou frutas silvestres? - Shikamaru perguntou encarando com esperança cada um do grupo, mas ninguém levantou a mão. - Ah, que saco, vai ter que ser na fé mesmo.

-E-Espera - Hinata diz olhando para Kiba chamando a atenção de todos - K-Kiba-kun tem um ótimo olfato, podemos usar isso, n-né?

-Verdade?

-Bom... funciona com amoras - Kiba coçou a cabeça, nervoso, fitando o chão - Mas eu não sei dizer se tem amoras por aqui.

-Certo, vamos na fé então. - Shikamaru levanta se espreguiçando, começando a andar para o Norte - Vocês vem?

Em seguida, todos se levantaram, mas quando Sasuke ia começar a andar, Naruto o agarrou e o colocou em seu colo novamente, fazendo o Uchiha grunhir de raiva e se debater.

-Eu posso andar! - reclamou

-Mas pode correr? - Naruto perguntou arqueando uma sobrancelha - Nunca se sabe.

-Se você continuar me segurando, não vai ficar tão rápido e assim seremos dois pra trás ao invés de um, idiota! - rebateu o moreno

-Talvez. Mas por enquanto, sem chilique Uchiha por favor. - Sasuke estava pronto para socar o rosto perfeito de Naruto, mas por um minuto se conteve e se contetou com um suspiro de raiva.

O Uzumaki nunca, nunca na vida iria admitir, mas não era apenas o motivo de Sasuke não conseguir correr que fazia o loiro o carregar no colo. Era o fato de que Naruto estava gostando de carregar o Uchiha, mas é óbvio que nunca iria admitir isso. Oras, para o Uzumaki, ver o outro encolhido em seu colo às vezes era a coisa mais fofa que poderia ver na face da Terra. Estava se repreendendo por ter esse pensamento, mas no segundo seguinte a vontade de apertar as bochechas brancas de Sasuke era imensa e ele iria fazer isso, se um grito não ecoasse pela floresta sinistra.

O grupo parou de andar no ato, encarando a direção do som que não estava tão próximo mas ao mesmo tempo perto, mas não puderam fazer nada, voltando a caminhar, só que em passos rápidos dessa vez. Naruto se perguntou se a dona do grito era Sakura, mas tentou pensar positivamente e andar mais rápido. Quanto mais rápido chegassem na rodovia, melhor.

Após duas horas de caminhada, as pernas do loiro começavam a queimar em um cansaço imenso e Sasuke percebendo isso, imediatamente esperou um momento de fraqueza de Naruto e quando este chegou, pulou de seu colo, ficando em pé no chão. O Uzumaki, por mais que estivesse cansado, tentou trazer o Uchiha de volta para seus braços, mas o moreno recuou.

-Você está muito cansado, dobe. - retrucou se aproximando novamente, Naruto pensou que iria voltar para seu colo, mas não foi isso que aconteceu. Sasuke passou um braço em sua cintura o dando suporte e, antes que o loiro reclamasse, disse: - Nem venha reclamar. Se eu continuasse no seu colo, você provavelmente iria desmaiar. E eu aguento.

-Sasuke.. - o loiro suspirou, derrotado, odiando o fato do moreno ter razão.

E assim continuaram a caminhar, até que todos do grupo estivessem exaustos e morrendo de fome. Pararam em um lugar perto de um lago, pequeno, mas um lago. Nem sabiam se era seguro tomar aquela água, mas a sede era tanta que simplesmente disseram "foda-se" e beberam.

Kiba havia encontrado algumas frutas silvestres que segundo ele, o cheiro não era suspeito e poderiam comer, ou que ele conhecia e não eram venenosas. Como a comida era escassa, cada um comeu apenas quatro frutas. A fome continuava, mas não estava tão forte como antes. Hinata prontamente disse que conhecia algumas plantas comestíveis e foi procurar ao lado de Kiba, voltando com algumas vagens.

-Muito bem, quem fica com o primeiro turno? - Shikamaru pergunta e Naruto estende a mão - Ok. Agora são onze da noite, quando for duas da manhã vai o.. - e quando concordaram quem iria ficar com qual turno, todos exceto o loiro deitaram a cabeça em um tipo de travesseiro de folhas e imediatamente dormiram. Com exceção de Sasuke, que virava o corpo quase todo momento devido às pontadas de dor em seu corpo.

Naruto percebendo que o Uchiha não conseguia dormir, se desencostou da árvore em que se encontrava e foi até onde o moreno estava deitado. Sentou próximo a sua cabeça e enroscou seus dedos nos cabelos de Sasuke, que abriu seus olhos surpreso com o toque.

-Shii... Tenta dormir - o loiro sussurrou e o Uchiha voltou a fechar os olhos, sentindo os dedos de Naruto mexerem em seus cabelos - Tá tudo bem.

Sentiu a dor em seu corpo diminuir e assim conseguiu adormecer enquanto o Uzumaki acariciava seu cabelo suavemente.

###

-SAAAAI! - a garota gritou desesperada ao ver o corpo do garoto tombar no chão, morto devido um tiro na cabeça - SAI!

As lágrimas corriam livremente por sua face desesperada, mas ela tinha que correr e deixar Sai para trás, se quisesse viver era necessário.

-INO, CORRE! - outra garota gritou olhando para trás, sentindo o medo transbordar ao ver o homem cutucando o corpo de seu amigo com o pé, averiguando se estava mesmo morto - TENTA DESPITÁ-LO!

-MAS E VOCÊ? - a outra perguntou soluçando, temendo perder mais alguém. Não tinha mais forças para gritar, quem diria correr. Mas tinha que correr.

-EU VOU GANHAR TEMPO PRA VOCÊ! - gritou a garota diminuindo o passo, ouvindo os gritos desesperados de Ino a impedindo, mandando ela a seguir - INO, CORRE! EU VOU FICAR BEM!

Mas nada passou de uma promessa vazia, quando tudo pareceu passar em câmera lenta, Ino viu a região do ombro de sua amiga ficar vermelha, e o que veio a seguir foi tudo em um flash. O grito de dor e agonia, a mão levada até o ombro, o riso psicótico de seu perseguidor e quando finalmente a menina caiu no chão.

-SAKURA!

###

Dessa vez, Naruto não insistiu em pegar Sasuke no colo, já que o outro andava normalmente e insistiu que conseguia correr. Nem preciso dizer que isso deu uma tristezinha no loiro, que queria continuar tendo o moreno nos braços por mais um pouco.

Meus pensamentos andam muito gays ultimamente Pensou enquanto examinava Sasuke à procura de algum sinal de cansaço ou ferimentos. Não me diga que eu... Não! Me recuso a pensar nisso.

-Por que tá me secando? - o moreno perguntou exibindo um sorriso convencido

-E-Eu não estou te secando! - retruco

-Não minta, sei que minha beleza é enorme - disse diminuindo o passo para ficar ao meu lado

-Convencido.

-Só falo verdades - retrucou

-Os dois namoradinhos aí - Temari chamou a atenção deles - Estão ficando pra trás. Andem.

-Não somos namorados! - os dois retrucaram fazendo uma careta. Mas bem que podíamos ser... Naruto balançou a cabeça negativamente se livrando desses pensamentos

-Tá, tanto faz, mas se ficarem para trás, a culpa não será nossa - advertiu a loira aumentando o passo, deixando um loiro frustrado para trás.

-Sasuke não pode andar nesse ritmo! - retrucou

-Então pegue seu namorado no colo! - Kiba reclamou - Agora pare de falar alto!

-O Sasuke é teimoso pra caralho! Acha que ele vai ceder?

-Que se dane! Arruma algum jeito, você é o namorado dele! - Temari disse
-Eu já falei que não somos namorados! - Naruto retrucou irritado, e se surpreendeu por Sasuke não ter retrucado também. Olhou o moreno de lado, e ele encarava o solo de forma pensativa, distante, enquanto caminhava distraidamente.

A verdade é que o Uchiha estava se perguntando porque é que Naruto era tão próximo à ele.

Era sempre assim com Sasuke. Conhecer. Amar. Perder. Sofrer. Odiar a si mesmo. Conhecer. Amar. Perder... era como uma rotina, estava até acostumado. Mas então por que é que ele está sentindo a dor de perder Naruto mesmo que ele não tenha perdido? Por que é que agora, justo agora, está sendo diferente? Eles provavelmente nem iriam sobreviver, e mesmo se sobrevivessem, quem vai dizer que eles vão ficar juntos? Por mais que Sasuke não quisesse admitir, ele queria estar junto de Naruto. Mas é óbvio que ele estava apaixonado novamente. Se apaixonara e se ferira tantas vezes que sabia até os sintomas.

Mas infelizmente ele não sabia como prevenir. Fazer o quê. Talvez seja esse o destino de pessoas como ele. Sasuke podia parecer uma pedra insensível por fora, mas por dentro era como um pudim, que a cada movimento tremia. Ele queria parar de ser um pouco frio, acredite se quiser, realmente ele queria. Mas depois de tanto tempo o moreno se acostumou ao seu novo "eu", e por mais que tentasse ser extremamente frio e seco, sempre baixava a guarda para alguém.

Mas se os outros não conseguiam  gostar do Uchiha, por que caralhos ele conseguia? Seus sentimentos não deveriam ter morrido há um milênio atrás, quando seus próprios pais o botaram para fora e ninguém, ninguém, o queria? Isso não era o certo a se acontecer? Então por que porra ele não é tão frio como deseja, realmente?

-Sasuke? - a voz e as mãos em seus ombros paralisaram o moreno que parou de caminhar no ato - Está tudo bem?

-Claro - respondeu voltando a andar normalmente - Que pergunta.

Naruto o encarou fixamente, mas Sasuke continuava a olhar para frente, distante, como se o momento em que o loiro o despertou do transe não tivesse sido nada. O Uzumaki sabia que o Uchiha não estava normal, mas do jeito que o conhecia, o teimoso não iria dizer. Então teve uma ideia genial, á là Uzumaki Naruto.

Andando de fininho, se aproximou do moreno que ainda boiando nas nuvens não o notou. Aproveitando isso, o loiro o pegou no colo rapidamente, fazendo Sasuke soltar um grito assustado.

-Filho da puta! Você me assustou! - exclamou se debatendo - Me solta, eu não estou cansado!

-Que se dane, mas eu vou ficar te segurando até você dizer o que houve - Naruto retrucou, percebendo as bochechas do outro vermelhas pela raiva. Ou seria vergonha...? - Então? Vai desembuchar?

-Pro inferno, Uzumaki! - disse pegando impulso e chutando o antebraço do loiro, que abriu uma fresta para o Uchiha pular de seu colo, mas quando ele pulou, Naruto se agarrou a sua cintura como uma preguiça, fazendo Sasuke corar violentamente - Já mandei me soltar!

-Eu não tenho in.. - antes que o loiro retrucasse, um sussurro assustado e de espanto o fez parar.

-O-oh M-Meu D-De-eus - Hinata gaguejou com os olhos arregalados agarrando o braço de Kiba assustada.

-O que foi? - Shikamaru perguntou se aproximando e ficando pasmo - Oh, merda...

-Gente, que que houve? - Naruto perguntou curioso, mas ainda sem largar Sasuke, o arrastou consigo até aonde o grupo se encontrava, se chocando cruelmente em seguida - Não...

O Uchiha arregalou os olhos a ver o corpo parado de Sakura no chão, morto.

-Não, não, não... - Naruto sussurrou incrédulo largando Sasuke, correndo até a rosada, a balançando de um lado para outro - Sakura! SAKURA!

Vendo que chamá-la não iria adiantar, o loiro passou a xingá-la, esperando que a rosada fosse acordar para retrucar, mas isso não aconteceu. As lágrimas encheram seus olhos, passando a transbordar enquanto encarava fixamente o corpo sem vida de sua amiga. Não. Sua irmã.

Sasuke encarava tristemente aquela cena, vendo seu coração despedaçar em pedaçinhos, até que uma pergunta soou em sua mente. Se isso acontecesse com o Uchiha, Naruto iria sentir a mesma coisa que ele? Claro que não, seu burro. Como é que um ser maravilhoso como o Naruto poderia sentir o mesmo que Sasuke?

E antes que notasse, uma lágrima solitária escorreu pela face do Uchiha, que felizmente conseguiu conter as outras, ainda com o pensamento em mente. Aquele que ouvia toda maldita vez que sabia que se apaixonava.

Quem poderia me amar?

###

Eram duas da manhã e Sasuke não conseguia dormir de novo. Agora era o momento em que Naruto trocaria de turno com Hinata, então antes que o loiro fosse atormentar sua vida, fechou os olhos e fingiu dormir. Ouviu o farfalhar da grama e das folhas indicando que o Uzumaki tinha se deitado ao seu lado, e sua pele se arrepiou ao sentir a respiração quente do loiro em seu pescoço.

-Sasuke..? - sussurrou baixinho e o moreno usou o seu talento de atuar (que por sinal, era uma droga) para fingir dormir para convencê-lo - Eu sei que você está acordado.

O Uchiha paralisou e, resmungando sobre ser um péssimo ator, se virou para o Uzumaki, que o encarava fixamente com lágrimas nos olhos. Imediatamente o moreno pensou ter feito algo errado, algo que o magoou ou qualquer outra coisa, e a única coisa que pensou para tentar consertar seu erro -mesmo que não tenha ideia do que tenha errado-, foi abraçar o loiro hesitante.

Caramba, eu sou um lixo mesmo, abaixei a guarda de novo. Pensou, pronto para ser empurrado longe por Naruto e para aguentar a dor de ser rejeitado, mas foi o contrário que ocorreu. O quê..?

Naruto, ao invés de empurrá-lo, apertou o Uchiha ainda mais contra si, sentindo o corpo do moreno ficar rígido pela surpresa. Era tão bom estar do lado de Sasuke, por mais que ele fosse um teimoso e meio frio às vezes, era bom. Era bom estar com o corpo do Uchiha abraçado ao seu, a pele fria encostando-se. Quem o Uzumaki queria enganar, era maravilhoso, não simplesmente bom!

Foi quando sentiu uma coisa líquida escorrer pelo seu pescoço, pensando que era uma gota de suor, mas em seguida veio outra, e mais outra. E quando percebeu, era Sasuke chorando.

-S-Sasuke? - chamou, assustado. Tinha feito algo?

-N-Não é nada - o outro sussurrou fraco, tentando se controlar.

-Sasuke, o que aconteceu? - perguntou, confuso, separando o rosto do moreno de meu pescoço, encarando as lágrimas que ele tentava conter - E-Eu fiz alguma coisa? Desculpa se eu te forcei a falar, e-eu não queria...

-Não é com você, Naruto - sussurrou se encolhendo, como se de algum modo estivesse culpado por algo que o loiro desconhecia - Desculpa...

Sasuke estava pronto pra ouvir que era um fraco ou alguma coisa do gênero, mas nem pra se defender nessas situações conseguiria. Por que tinha que ser tão fraco? Se tivesse coragem de afastar Naruto para não se machucar depois, seria tão mais fácil. Mas não, ele nem isso conseguia, de tão fraco que era.

Por isso que, quando abriu os olhos e sentiu o corpo quente de Naruto o envolvendo, ficou mais surpreso do que nunca em sua vida.

O Uzumaki abraçava o Uchiha fortemente, agora se dando conta do que estava se metendo.

Agora percebera o quanto Sasuke era frágil. Por trás da rudeza, havia uma fragilidade imensa.

Há quanto tempo ele está fingindo ser frio? Se perguntou, enquanto sentia o moreno enterrar a cabeça na curva de seu pescoço, soluçando fraco. Por que eu não vi isso antes?

Agora Naruto se perguntava se realmente não era ele que levou Sasuke a abaixar a máscara. Se fosse ele que quebrara o Uchiha, nunca iria se perdoar na vida.

Mas mesmo se quebrasse Sasuke, Naruto iria colar tudo de novo e tomar cuidado para não quebrar a coisa tão frágil que apenas agora descobrira, enterrada em uma máscara de friez e sarcasmo.

-Eu nunca iria quebrar você, Sasuke.


Notas Finais


AH CARA
EU TO AMANDO ESCREVER O SASUKE ASSIM! MANO, COMO EU NUNCA TESTEI ESCREVÊ-LO ASSIM?!
Ah cara, sério estou amando!
Desculpa demorar pra postar, mas né houve algumas coisas aí -vulgo falta de criatividade, bloqueio, torneio de vôlei-

Então, a aposta está a solta!
Quem vocês acham q eu vou matar? Se a maioria acertar um nome, quem sabe eu dou uma de boazinha ^^
Ou talvez eu faça algo em relação ao Naru e ao Sasu, mas boa, belê?

Falows


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...