História Lost - Capítulo 36


Escrita por: ~

Visualizações 59
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - Into You


NARRADORA

A sensação de ansiedade predomina Sabrina, tavez tudo que tenha passado essa semana esteja mexendo com ela
Se sentia incomodada e a cada dez segundo soltava um suspiro cansado
Cantarolava baixinho a musica que passava no radio do carro tentando se distrair, mas nem mesmo o som de John Mayer estava ajudando

-Você tá tensa-Shawn diz pausando a mão em sua coxa descoberta

Reparava o quão estranha ela estava esses últimos dias, e isso despertava uma curiosidade imensa nele pra saber o que estava acontecendo com a loira sentada ao seu lado

-Eu tô cansada-Suspirou novamente

-Tem certeza que é só isso?-Desvia o olhar pra ela por alguns segundos

-Sim

-Não tá me convencendo-Para o carro no farol e a encara-Você tá estranha a manhã inteira, não tá falando quase nada e fica batendo esse pé toda hora parecendo tá ansiosa, tá me escondendo alguma coisa?

Ela gela na hora, ele já estava desconfiando e isso não era bom, não queria que ele duvidasse dela, mesmo tendo todos os motivos possíveis

-Não sei do que tá falando-Coloca a mexa do cabelo pra trás da orelha e olha pela janela

Ele suspira e volta a atenção pra frente e continua seu caminho sem falar mais nada, o que a incomodava muito
Não queria ficar naquele clima estranho com ele

-Amor...-O chama

-Humm

-Você tá bravo?

-Não to bravo Sabrina-Diz sem a olhar

-Você tá sim, olha tá tudo bem comigo eu apenas estou cansada, tô cheia de coisa na cabeça, e não quero ficar enchendo com meus problemas-Tenta justificar de uma maneira que o convença de que esta tudo bem

Ele para o carro em frente a casa e volta a encarar

-Brina...você sabe que nunca vai me incomodar contando sobre suas coisas, apartir do momento que eu coloquei isso no seu dedo-Pegou sua mão e apontou pra aliança- Não é mais que a minha obrigação ter que cuidar de você

-Shawn....

-Você tá bem?-Pergunta novamente a interrompendo

Sabia que não seria fácil ficar sempre tentando o cenvercer com isso, ele era muito insistente e com certeza não sairia sem uma resposta concreta e que o agrade

-Vamos entrar?-Ela foge do assunto e abre a porta do carro pra sair, mas ele é mais rápido e consegue a fechar novamente a assustando

-Você não vai sair desse carro até me falar o que tá acontecendo-Ele fala e a encara em busca de uma resposta

Ela engole seco desvia o olhar nervosa
Sabia que não podia esconder as coisas assim dele, mas não queria contar
Mas por quê? Ela tinha medo?
Nem mesmo ela sabia

-Shawn, não ta acontecendo nada-Fala calma tentando sorrir mas falha

-Eu te conheço melhor que isso, e sei quando algo tá errado

-Então acho que você tá errado-Ela tenta abrir a porta novamente mas ele
a trava-Shawn!

-Você ta complicando as coisas Sabrina, então se quiser sair desse carro você vai ter que me dar uma boa explicação- Diz calmo, mas por dentro a estava aos nervos- Eu não sei você, mas eu não tô com pressa nenhuma de sair daqui

-Você ta sendo infantil-Ela acusa cruzando os braços e se jogando pra trás no banco

-Eu não ligo, desde que isso faça você abrir a boca-Da os ombros

-Então vai ficar aqui por um bom tempo

-Você adora complicar as coisas-Ele bufa deita a cabeça pra trás no banco- Não quero brigar com você

-Então acho que você está falhando-Fala sarcástica e ele revira os olhos

Eles ficam em silêncio um longo tempo mas por dentro estavam gritando tudo que a suas bocas não querem dizer

O celular dela apita e ela fica com medo de abrir e ser uma mensagem do tal desconhecido, mas sua teimosia foi maior e ela abriu a massagem

Era ele mesmo

Desconhecido: problemas no paraíso Carpenter?




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...