História Lost Boy - Capítulo 19


Escrita por: ~ e ~hurriclifford91

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Luke Hemmings, Michael Clifford, Personagens Originais
Tags 5secondsofsummer, 5sos, Ashton, Calum, Clifford, Hemmings, Hood, Irwin, Luke, Michael
Visualizações 47
Palavras 1.963
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Escolar, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Olha só quem voltou. Tentei o máximo para postar hoje e acabei conseguindo. Coloquem seus coletes porque esse capítulo está maravilhoso. Boa leitura

Capítulo 19 - Finally arrived


Fanfic / Fanfiction Lost Boy - Capítulo 19 - Finally arrived

" Foi por acaso que você entrou na minha vida,

mas peço que fique nela de propósito" 

 

Meu coração batia aceleradamente, suava frio. Não queria ver o que podia acontecer. Antes mesmo de eu raciocinar, Calum partiu para cima de Luke disparando um soco que acabou o derrubando.

- Você mais uma vez me traiu Lucas- Calum gritava alterado- Como vou confiar em você novamente? Novamente faz isso comigo.

Ele batia fortemente em Luke, mas o mesmo não revidava.

- Me responda Hemmings. Há quanto tempo estão juntos?- ele segurou pelo colarinho da camisa de Luke dando mais um soco. O rosto dele já estava inchado, seu lábio sangrando muito.

Queria poder fazer algo, então me interferi na briga, indo ao meio dos dois.

- Por favor, não briguem- tentei acalma-lo- Vocês são melhores amigos!

Calum não escutava continuava a bater no coitado do Luke, descontou toda sua raiva nele.

Uma roda já havia sido feita, todos nos assistiam, Ash não tira coragem em entrar no meio. Segurava o braço de Calum tentando fazer algo de útil, mas foi uma burrice.

Hood se preparou para dar mais um soco em Luke e seu braço acertou acidentalmente meu rosto, acabei indo ao chão ficando tonta.

- KRISS- os dois gritaram me levantando

- Eu não queria bater em você- Calum começou a se desculpar

Meu rosto estava ardendo muito pelo o soco dado em mim.

- Isso é culpa sua- apontou para Luke- Eu não quero ver mais sua cara-esbarrou no ombro do amigo

Calum começou a andar em minha direção.

- Pensava que era uma garota diferente, não acredito que me usou para conquistar o Luke- aquelas palavras doeram meu coração- Também não quero mais te ver, achava que era minha amiga- falou tão seco- Desejaria nunca ter te conhecido.

Foi ai que senti um prego bater no meu peito, aquilo magoou de verdade, doeu mais que todas as palavras que Luke havia dito. Uma lágrima queria descer no meu rosto, mas tratei de segurar.

Olhei em direção ao Luke que estava com o rosto muito ferido.

- Por favor, alguém pode trazer gelo e curativo- pedi urgentemente.

Senti mais um peso de culpa bater em mim, uma garota super gentil me trouxe gelo, fui à direção do Luke.

- Ele nunca mais vai falar comigo- falou tristemente

- Depois pensamos nisso, agora deixa eu tratar desse rosto- fui colocar o gelo na sua boca, mas se afastou rápido.

- Arde- manhou

- Para de ser chorão- reclamou logo se calando

Pus em o gelo no seu rosto, passando a mão em seguida, sua pele toda ferida, o nariz ensanguentado, a boca inchada, foi um dos piores socos que Luke já levou no que eu presenciei.

Ele olhava para baixo, envergonhado, consigo entender sua tristeza, você briga com seu melhor amigo é realmente ruim. Já tiveram essa sensação? Eu já.

Antes mesmo de Tobias viajar, a gente brigava muito. Motivos? Ele tinha ciúmes dos meninos que davam em cima de mim, coisa boba dele, mas era fofo de sua parte.

Segurei seu rosto depositando um selinho demorado, como estava dolorido escutei seu gemido de dor.

- Desculpe- dei um beijo na bochecha dele- Melhor irmos para casa, assim cuido melhor disso- acariciei sua face.

Perguntei a Gabi se tinha algum problema dela ficar, a mesma respondeu que não porque iria dormir na casa do Ash. No meu carro, Luke deitou a cabeça no carro e saímos da festa para minha casa. O caminho todo ele ficou em silêncio, o respeitei e deixei quieto. Quando chegamos em casa, meus pais haviam saído.

Rapidamente fui procurar a caixa de primeiros-socorros

- Aguenta firma- avisei, enquanto ele tentava se sentar com bastante dificuldade.

Peguei a caixinha logo me preparando para cuida-lo

Coloquei um pouco de remédio para tirar o sangue escorrido na sua boca. Ao encostar o algodão, gemeu de dor.

- Como arde- reclamou- Isso foi culpa minha

- A gente deveria ter falado com ele antes- procurava outro tipo de remédio

- De qualquer jeito, Calum não quer mais me ver- disse de cabeça baixa.

- A mim também- lembrei-me do que disse antes de ir embora

- O que ele te falou? – Luke notou uma lágrima escorrer nos meus olhos

- Que só ficou decepcionado comigo- tive que omitir o resto, não queria deixar Luke se sentir mais culpada do que já está.

- Só não quero te ver triste- segurou no meu queixo para lhe encarar

Terminei de limpar todo o sangue, já pus o curativo nos cortes que ficou seu lábio ficou um pouco inchado com os socos, seu olho direito estava roxo. Realmente esse foi o pior resultado de uma das brigas que presenciei dele.

Juntamos nossos lábios com um breve selinho.

- Preciso ir para casa- falou se levantando, mas gritou de dor.

- Não vou te deixar ir nesse estado- bloquei seu caminho- Fica aqui até de manhã

- E se seus pais me virem? – perguntou assustado

- Digo o que aconteceu. Que te bateram e não deixar ir para casa assim- dei de ombros

Peguei em sua mão, subindo as escadas, estava um pouco nervosa por Luke e eu estarmos sozinhos em casa. Abri a porta do meu quarto, o direcionando para minha cama.

- Espera eu trocar de roupa- fui até meu armário, pegando um pijama.

Entrei no banheiro, vestindo o pijama, sai de lá olhando Luke adormecido. Arrumei direito seu corpo para me deitar junto, pus seus braços ao redor da minha cintura, o abraçando firme. A noite foi bastante tensa e não queríamos tocar no assunto.

Podia sentir sua respiração pesada no meu pescoço, o que sinto por Luke é mais que uma paixão boba, não queria dizer aquelas palavras em voz alta, ainda não estava pronta para admitir isso.

 

Luke pov

Quando acordei, notei que estava no quarto de Kriss, lembranças de ontem foram surgindo. Eu sendo apanhado pelo Calum, ele nos viu juntos, e como um bom amigo eu sou não tive coragem de revidar seus socos. Encarava o rosto sereno de Kriss, o quanto ela era linda dormindo, decidi que hoje mesmo a pediria em namoro.

Levantei da cama pegando meu celular, disquei para o Michael querendo colocar o plano em ação.

- Porra Lucas tu me acorda a essa hora e eu estou com a Crystal nesse momento- já responde mal humorado

- Está na hora de colocar nosso plano em ação- disse bastante animado

- Deixa eu só me trocar de roupa- desligou na minha cara

A ideia disso tudo foi do Mike, vamos preparar tudo agora antes que anoiteça. Só espero que dê certo. E que ela aceite.

Kriss pov

Acordei com um bilhete em cima do meu corpo

“Desculpa sair sem avisar, precisava ir para casa. Você fica tão linda dormindo.

Luke”

Ele consegue ser tão fofo quando quer, bocejei tirando o sono, ao entrar no banheiro lavei meu rosto para iniciar o dia. Gabriela tinha me mandado uma mensagem pedindo desculpas por me deixar sozinha, falei que não havia problema. Alertei algumas vezes para ela se orientar quando vai para casa de Ash, não queria que minha ficasse logo grávida.

Já no colégio Luke me ignorou a aula toda, nem um oi disse para mim, não conseguir entender o porquê, será que aconteceu algo de noite? No intervalo ele nem se sentou à mesa, quando perguntei ao Michael onde ele estava foi seco comigo. Comecei a pensar que foi minha culpa por ele e Calum brigarem.

Por falar em Calum ele veio ao colégio, mas não falou comigo nem com Luke sequer nos olhou. O fato dele estar distante era ruim, queria abraça-lo e pedir desculpas pelo ocorrido. Ao tocar para a saída, fui direto para a lanchonete.

No trabalho Liz falou que Luke saiu mais cedo para resolver uns negócios, será que foi uma desculpa para não falar comigo? Porque será que ele mandou aquele bilhete se está me tratando assim. Fui trabalhar, mas ainda pensativa nesse seu comportamento.

Sem entender o que acontecia voltei para casa, era umas 16:30 da tarde, o sol já sumia aos poucos, quando cheguei no degrau vi Luke parado na porta.

- Precisamos conversar- ele falou me encarando com aqueles olhos azuis

- Vamos entrar- coloquei a chave na fechadura

- Será que podemos ir para um lugar? – coçou a nuca nervoso

Assenti um pouco receosa com o convite inesperado, entramos no carro e quem dirigiu foi ele, estávamos em um silencio constrangedor. Minha contade era beijar ele e perguntar o que houve. Depois de meia dirigindo chegando ao local.

Descendo do banco, quando notei estávamos na praia.

- Luke o que vie...- antes de terminar ele me pegou pelas pernas indo até o mar

- Não se atreva a me jogar ai- foi tarde demais, meu corpo foi jogado diretamente para aquela água- Está muito frio- rangi os dentes.

- Vai se aquecer rápido- deu um sorriso sacana

Dei um mergulho, quando voltei Luke não estava mais lá. Sai da água a sua procura.

- Luke- chamei- Aonde você está? – como alguém de 1,90 some assim?

Fiquei um bom tempo chamando, quando ia desistir encontrei uma trilha de conchas. Fui seguido elas para ver aonde iria, ao parar num píer, havia uma toalha para me enxugar, notei que havia umas luzes iluminando o local em forma de coração, achei muito lindo, avancei mais um pouco para olhar a vista.

O sol se pondo era a coisa mais linda do mundo, praia era o melhor lugar para se refletir e admirar a paisagem, senti a presença de alguém, virei meu corpo para olhar.

Luke estava parado, com os cabelos molhados, segurando um buquê de flores com rosas. Pus as mãos na boca emocionada com o que estava vendo.

- Mas o que? – perguntei confusa

- Você ainda não viu nada- segurou na minha mão me levando para outro lugar.

Paramos numa área aberta onde podíamos ver o mar de perto. Um homem alto e forte surgiu, Luke cochichou algo no ouvido dele que entendeu o recado, entramos no restabelecimento e sentamos numa mesa para dois.

- Isso é para você- me entregou o buquê

- São lindas Luke, obrigado- agradeci

O homem voltou com duas refeições típicas de praia, comemos em silêncio. Ainda queria saber o que Luke quer falar comigo. Ao terminamos, ele pegou na minha mão entrelaçando- os, para um passeio agradável.

- Deve estar se perguntar por que disso tudo? – ele fez a pergunta e assenti.

Andamos mais um pouco e paramos no meio da praia, onde estava um pouco iluminado.

- Desde que te vi pela primeira vez fiquei admirado com sua beleza, mas meu orgulho falava mais alto e isso fazia eu te tratar como um lixo, até hoje me arrependo disso- eu não estava acreditando que ele vai fazer isso- No nosso primeiro beijo, estava desesperado para sentir seus lábios e garanto que foi o melhor beijo da minha vida. Kriss você mexeu comigo de tal maneira que jamais nenhuma outra garota fez. Nem Rebeca fez tanto efeito em mim.

Estava com uma vontade imensa de chorar, aquelas palavras estavam mexendo comigo.

- Depois disso, passei a gostar mais de você, sentia ciúmes, queria sempre estar do seu lado e várias outras coisas- percebia o quão nervoso estava- Fui um pouco lerdo demais para perceber o quanto estava apaixonado por você, no tanto que é linda e maravilhosa- começou a se ajoelhar ainda segurando minha mão.

Nunca imaginava que esse momento chegaria, meu coração disparava rapidamente, meu corpo tremia, minhas mãos suavam frio.

- Kriss- falou meu nome tão suavemente- Você aceita ser minha namorada?

 

" O melhor sentimento do mundo 

é ver alguém sorrir

e saber que você é o motivo"

 

CONTINUA....

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


AI GENTE MEU CORAÇÃO. Vocês acham que ela aceita ou nega? Comentem se querem a continuação e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...