História Lost Child - YoonKook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, The Walking Dead, Umji, Yoongi, Yoonkook
Visualizações 330
Palavras 1.848
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Científica, Luta, Romance e Novela, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi oi, surpresa, nem eu esperava por essa história, imagina vocês.

Então, vai funcionar com escolhas, nas notas finais eu vou deixar 2 opções para vocês, e vocês decidem. Favoritem e comentem, please <3

Capítulo 1 - Take him, or leave him


A grandiosa Terra, o Grande Planeta Azul, que transbordava diversidade e humanidade, dela hoje, só restam cinzas.

Não se sabe se os piores elementos são os mortos que andam lá fora, ou os vivos que estão aqui dentro.

Pessoas que perderam toda a humanidade e honestidade. "Qual a coisa mais importante hoje em dia?" Eles irão responder comida, armas, mas quase nunca, família.

Em um mundo como o que está agora, amigo, é ótimo que você tenha tido uma infância, momentos com sua família, mas, acima de tudo, você precisa saber manter sua cabeça no lugar e fazer a escolha certeza.

 E Jeongguk não consegue se salvar de si mesmo, de sua própria mente. Então, Yoongi, é o único que pode fazê-lo mudar de ideia.

As batidas na porta cada vez mais altas por conta da quantidade de zumbis que iam se juntando nela á procura de carne humana, o fato de ter perdido o pai e ter decepcionado o melhor amigo dificultavam cada vez mais a probabilidade de o garoto sobreviver.

 Estar trancado em um trailer com mortos do lado de fora, um adulto machucado e um outro adulto sem qualquer contato com o mais novo, com toda certeza, nunca foi uma visão de futuro pra Yoongi. O garoto encolhido em um canto perto da porta do quarto, em posição fetal, chorando, machucava a si mesmo e os outros. Só haviam duas opções.

1) Faze-lo levantar-se e escapar.

2) Ser deixado e morrer.

- Jeongguk, você acha que pode se levantar? Nós precisamos sair daqui. Agora. - Yoongi decidiu que, naquele momento, faria tudo para que o garoto conseguisse sair dessa.

- Eu não sei o que fazer mais, eu tentei carrega-ló, mas acho que me machucaram muito lá atrás no ataque á cabana. - Namjoon, que já estava com Jeongguk, contava a situação enquanto se apoiava na parede por conta da dor.

 Antes de se separarem do grupo, a cabana onde estavam foi atacada por um grupo de Zumbies e nem todos conseguiram escapar, pois alguns rivais os atacaram também.

- Eu só sei que depois que o Minhyuk tomou um tiro, o Jeon saiu correndo como um louco, ele perdeu completamente o juízo. Eu fui atrás dele por sei lá quanto tempo, até ele entrar aqui no trailer. Fico feliz de ter vocês aq- - A Fala de Namjoon é cortada pelo barulho de um dos mortos batendo na janela e Jeon se encolhendo cada vez mais.

- Talvez ele me escute. - Enquanto se abaixa escuta seu amigo responder um "talvez" baixinho.

- Yoonnie, err... Eles vão invadir isso aqui em alguns minutos, não podemos ficar aqui. Faça ele se levantar ou teremos que... - O outro homem que os acompanhava, SeokJin, falava calmamente, mas suas palavras eram tão pesadas como tapas.

- Eu tentei. Eu tentei por horas. Mas eu não consegui fazê-lo nem olhar na minha cara. - Namjoon estava triste, como todos, de fato, Jeongguk não era alguém que merecia ser deixado para trás. - Yoongi?

- Jungkook, sou eu, Yoon. - Já agachado, se aproximava e falava baixo, pra só os quatro escutarem, não queria atrair mais atenção do que já tinham.

O garoto de cabelos pretos levanta a cabeça e sussurra um "Oi, hyung", mas logo volta seu olhar para o chão.

- NÃO - Jeongguk grita seguido de alguns outros barulhos irreconhecíveis, somente porque Yoongi se aproximava de braços abertos para o abraçar, fazendo-o recuar imediatamente.

- Mas que merda... - Jin sussurra encarando Namjoon já pensando em como sairiam dali vivos.

- Ggukkie, eu sei como você se sente agora. É um dos piores sentimentos do mundo, eu sei. - O mais velho falava baixinho, se aproximava lentamente, e com cuidado, escolhia as palavras. - Desde que apareceram os Zumbies... - Jeon começada a soluçar. - Muitas pessoas morreram. Pessoas que eu amava. Muitos por motivos estúpidos... Por favor, não seja um deles.

- Caralho, estamos cercados. Namjoon, vem me ajudar. - Jin grita quando o vidro é quebrado, seguido de um Namjoon carregando, com dificuldade, um pedaço de madeira para cobrir o vidro quebrado. - A... A gente tem que sair pela claraboia.

- É o que temos. Yoon, a gente não tem mais tempo. Vamos. - Namjoon falava apoiando calmamente a mão no ombro do mais baixo que suspirava, pensando em um jeito de fazê-lo reagir.

- Eu sei que parece que você está sozinho, mas você não está. Vê? Eu, SeokJin-Hyung, Namjoon-Hyung, viemos aqui atrás de você. Nós, do grupo, somos sua família agora. - Yoongi ignorava a mão no seu ombro e sorria calmamente pro amigo.

- Vocês.. Vocês acharam o TaeTae? - Perguntava incerto, gaguejando e com lágrimas nos olhos, afinal, para ele, tudo foi sua culpa.

Dois dias antes, o Jeon e o Kim entraram em uma discussão por causa da comida, que no dia não foi suficiente para todos. Um dos dois iria ficar sem. Taehyung acabou irritado e começou a soltar comentários sobre como Jeongguk era inútil é que se não ele não crescesse, iria acabar matando a todos.

Desde então, ninguém o viu ou ousou falar dele perto de Jeongguk.

Kim Taehyung estava desaparecido.

- Ainda não, querido. - Yoongi respondeu cabisbaixo. Taehyung não era o cara mais sociável do grupo, mas sempre salvou a todos.

- Isso é tudo culpa minha, Hyung!  Eu não mereço sobreviver. - Jungkook chorava como um bebê. Talvez ele ainda fosse.

- Quando isso tudo começou, eu conheci uma mulher, o nome dela era Hwang EunBi, ela me protegeu mais do que qualquer poderia, ela me ensinou como usar uma arma, como sobreviver, até me deu um corte de cabelo novo. Ela morreu pra me salvar. Eu tava tão assustado. Eu era só um mulequinho de 16 anos, como você.

- Mas você continua aqui... - Jeongguk limpava as lágrimas em suas bochechas vermelhas do choro.

- Sim, porque ela me ensinou tudo que eu sei, me ensinou a ser forte mesmo quando estou assustado. Porque ele quis que eu vivesse. E seu pai morreu por isso também. Ele quer que você viva, Jeongguk.

- Yoongi, vêm! Agora! - Namjoon se abaixava para tentar levantar Yoongi, mas seus machucados não o permitiram nem tirar os pés do mais baixo do chão. - Ajude a carregar aquela estante.

A porta do Trailer, que estava sendo segurada por uma estante de madeira, começava a ser aberta pelo acúmulo de mortos nela. Jin corria para segura-lá enquanto Namjoon e Yoongi empurravam a estante.

Quando a porta já não aguentava mais nada, Jin correu até o quarto e fechou a porta.

- Vamos, Nam, a gente vai precisar de você lá em cima. - Jin diz fazendo pézinho para Namjoon subir.

- Pronto, vamos. - Namjoon diz enquanto estendia a mão lá de cima.

- Yoongi! Vamos, eles invadiram. - Jin começou a gritar.

- Você não pode mais ser criança, Jeon Jeongguk. Ou você vai morrer. Não há outras escolhas. - O tempo e a paciência de Yoongi estavam se esgotando, o grupo de zumbies se aproximava cada vez mais e Jeon murmurava "eu não consigo" repetidas vezes.

- MIN YOONGI, AGORA!  - SeokJin gritou. - Se ele não quer ir, você não pode obriga-ló! Não deixe que ele o leve para baixo junto consigo. - Yoongi, que estava em pé, se aproximava novamente de Jeongguk. - Olha, eu sei o que você está tentando fazer, mas isso não funciona.

- NÃO ME FAÇA TE DEIXAR, EU CANSEI DE PERDER GENTE QUE EU AMO! NÃO MORRA DESSE JEITO... É... É ESTÚPIDO! - Yoongi gritava enquanto uma lágrima escorria pelo seu rosto.

- Você não pode salva-ló, Yoongi. - Jin sussurra. - Acredite, eu sei disso.

Balançando a cabeça em negação, Yoongi levantou sua mão é deu um tapa forte no rosto de Jeongguk, berrando "ANDA".

- Ele primeiro, Jin - Quando Jeongguk já estava na parte de cima do Trailer, Jin fazia pézinho para Yoongi subir, nisso, a porta do quarto é aberta pelos Zombies.

- Vamos, Jin, você consegue. Eu não posso perder você. - Namjoon dizia puxando Jin, que, por pouco, quase não era pego.

- Vamos, meninos - Jin diz pulando em uma área livre e correndo para dentro da floresta, sendo seguido pelos outros três.

No caminho, Jin e Namjoon seguiam em frente aos dois mais novos enquanto conversavam.

- Ggukkie, você vai superar isso, nós vamos. - Yoongi dizia se aproximando de Jeongguk e fazendo um carinho na bochecha avermelhada, onde havia levado o tapa.

- Ele só precisa de um tempo, Yoon. Deixe-o quieto um pouco. - Jin dizia reduzindo o passo e parando ao lado de Yoongi, que continuou andando.

- O que aconteceu lá? - Yoongi exclamava com raiva. - Quando você chegou, estava pronto para ajudar, mas daí, mudou de ideia tão rápido.

- Continue andando, Yoongi. Esqueça. - Jin que continuava a andar e cabeça erguida e agia como se nada tivesse acontecido, deixando Yoongi alguns passos para trás.

- Não. Me conte o que aconteceu. Jeongguk vai te perdoar por isso. Mas eu talvez não. - Correndo um pouco para alcançar Jin, Yoongi fala um pouco mais alto.

Era a verdade. Jeongguk não era alguém que guardava mágoa facilmente. O garoto tinha uma alma de criança, mesmo nesse mundo onde não existiam mais esperanças.

Jeongguk iria perdoar SeokJin. Mas Yoongi não. Não antes de entender a situação.

- Eu tinha uma irmã mais nova, Min. - Nos mesmos atos de antes, Jin continuava a andar. Mas sua fala era mais dura. Seria até demais. - O nome dela era Kim Yewon.

"Ela era a garotinha mais bonita que eu já tinha visto. Minha pequena Umji. Parece que até hoje eu escuto ela cantando as músicas da Disney que ela tanto gostava.

Eu arrastei ela contra a própria vontade por quatro Estados, Yoongi. Quatro. Ela estava depressiva. Você sabe o quão ruim é ver isso? Antes de tudo ela sorria, não importava o que fosse. Depois ela só existia.

Todas as vezes que situações como as de antes aconteciam, eu conseguia salva-lá. Na minha cabeça sempre passava que não iria acontecer de novo. Mas sempre acontecia.

Até que um dia nós ficamos presos em um telhado. Eu e ela.

Ela chorava e gritava para eu deixá-la para trás. Que não queria mais. Então eu pulei para o outro telhado. Eu ainda tinha esperanças de ela pular também. Mas ela não fez.

Umji não era um problema. Era a causa de um. Não deixe que Jeon seja também."

- JEONGGUK NÃO É A UMJI! PARE DE FALAR COISAS COMO ESSAS. - Yoongi gritava. Namjoon e Jeon o olhavam espantados. O Min não era de gritar. - Eu sinto muito por ela. Mas Jeongguk não é YeWon.

- Ainda não, Yoongi.

- Hyung! - Jeongguk correu para o lado de Yoongi. Os quatro já estavam chegando no ponto de encontro que combinaram no dia da fuga.

- Sim, Jeonggukie? - Yoongi perguntava olhando para o menino mais novo que sorria, mas depois ficou confuso.

- Quem são aqueles caras com o Taehyung-Hyung?


Notas Finais


Continua ou não?

BJins

~morrendo de desespero.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...