História Lost Girl - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Drama, Gaasaku, Naruhina, Naruto, Nejiten, Romance, Saino, Sasusaku, Traição
Visualizações 155
Palavras 1.427
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Visual Novel
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá, tudo bem?
Então a foto de capa é o ian somerhalder, o damon salvatore de the vampire diaries, enfim imaginem ele ruivo e como o Gaara <3 Porque ner, o homem é maravilhoso.
Obrigada a todos que estão acompanhando a fic e desculpa qualquer erro, bjs.

Capítulo 3 - The Red


Fanfic / Fanfiction Lost Girl - Capítulo 3 - The Red


Capítulo 3 – The Red 
 
O final da tarde já se aproximava, quando Gaara dirigia em direção à sua casa, o rapaz tinha acabado de sair da faculdade e resolveu cortar caminho, passando em frente ao parque quando uma cabeleira rosa chamou sua atenção, ele reparou um pouco naquela moça que lhe lembrava alguém especial, mas não queria acreditar que era ela ali, sua antiga paixão platônica dos tempos de escola, Sakura Haruno. Um pouco incerto do que estava fazendo, estacionou o carro um pouco distante de onde a garota estava sentada e ficou observando-a dali, reparando que ela sorria distraidamente e que continuava com as mesmas feições, os olhos verdes esmeraldinos parecia brilhar mais do que nunca e então ele chegou à conclusão que era ela mesmo ali e  com uma coragem súbita, o garoto saiu do carro e foi em direção a rosada, quanto mais se aproximava , mais seu coração acelerava, ele tinha quase certeza que tudo aquilo era sua imaginação, afinal a garota tinha partido há anos e nunca mais ele tinha tido notícias dela e ainda soube que ela não veio nem ao enterro do próprio pai, então o que ela estaria fazendo aqui?  O garoto sentou ao lado da rosada, por um momento ela pareceu não nota-lo, mas quando fez , viua mudar seu semblante alegre para o de surpresa e aquilo o fez abrir um sorriso de lado: 
-Sabe Sakura, por um momento achei que minha cabeça estava me pregando peças e que estava imaginando que você tinha voltado, gostei da cor do cabelo , combina com seus olhos. - o garoto disse em um tom sedutor. 
A garota ficou corada com o que o garoto disse e por dentro o coração dela se aqueceu um pouco, ela ainda não sabia muito o porquê disso está sentindo isso: 
-Gaara, quanto tempo.. Obrigada, e você continua o mesmo de sempre. - a menina disse, rindo da cara do garoto que tinha uma expressão confusa.  
-Então, o que te trás aqui na nossa humilde cidade? 
-Na verdade, após a morte de meu pai, a mamãe adoeceu, então tive que vim cuidar dela por uns tempo, mais vem cá, eu soube que você está cursando medicina, confesso que fiquei um pouco surpresa, afinal pensei que ia montar uma banca de rock ou coisa -  a menina disse, um pouco nostálgica ao lembrar que o garoto tinha uma banda e vivia dizendo que quando terminasse a escola, ia entrar no ônibus e sair em turnê com sua banda. O garoto pareceu um pouco surpreso, pela rosada lembrar disso. 
-As coisas nem sempre saem como o planejado, mas estou muito feliz por ter mudado de escolha. 
-Verdade, então fique sabendo que provavelmente vamos estudar juntos novamente como nos velhos tempos. 
-Ah então fico feliz em saber que algumas coisas não mudaram, você ainda continuou firme forte na sua escolha de curso. Sabe, as coisas ficaram um pouco estranhas depois da tua partida, o grupo se desfez e aos poucos fomos nos distanciando um do outro e acho que a única pessoa que continuamos tem em comum é o Naruto. 
-Acho muito triste que isso tenha acontecido, mas me conta como ta a vida? 
-Está boa, além da faculdade estou fazendo estágio em uma clínica. E a tua, como ta? 
-Nossa que legal, bem além do fato deu ter tido de voltar para cá, nada demais aconteceu. 
-Entendo. 
Então ambos ficaram se encarando, sem saber mais o que dizer um ao outro, afinal diferentemente da relação dela com o Naruto, ela e Gaara não eram muito próximos e um silêncio se prolongou entre os dois, mas não foi estranho e de certa forma foi reconfortante para os dois. As crianças já iam em direção à suas casas, pois já estava prestes a anoitecer, mas ao que parece a rosada e o ruivo não notaram isso e quando deram por si já estava de noite e ambos continuavam contemplando um ao outro, até Gaara perceber que já estava na hora de ir e perguntou a moça se ela queria uma carona, a mesma aceitou e assim os dois foram em direção ao carro do ruivo. No caminho, ambos iam conversando sobre o que tinha mudado na cidade e ao chegar na frente de sua casa, Sakura agradeceu ao ruivo, ao adentrar em casa, a menina foi em direção a sua mãe que se encontrava assistindo algum filme na tv da sala, deitada no sofá, a menina achou a cena um tanto quanto inusitada, pois se lembrava bem que a mãe não gostava de perder tempo com essas coisas, mesmo assim sentou ao lado dela e ambas passaram boa parte da noite rindo e jogando conversa fora e uma vez ou outra olhavam pra tv, depois de um tempo a rosada subiu para o seu quarto, tomou um banho quente demorado e ao deitar-se na cama, não tirou os pensamento de um certo ruivo. 
Depois de deixar a rosada em casa, Gaara seguiu para sua casa e foi o caminho todo pensando na rosada e sentindo o aromo de cerejeira em seu carro que a mesma havia deixado ali e o mesmo percebeu que seus sentimentos antigos em relação a ela estavam voltando cada vez mais forte. Ao adentrar dentro de casa o rapaz notou a presença de uma certa loira ali. 
O dia já estava começando, quando Sakura foi despertada pelo toque de seu celular, e sem reparar quem era, atendeu sonolenta: 
-Oi.. 
-SAKURA, SUA VADIA, COMO QUE TU MUDA DE CIDADE E NÃO ME CHAMA PRA IR MORAR CONTIGO? ESQUECEU QUE TU É A ÚNICA PESSOA QUE TENHO NESSA VIDA. 
A garota pareceu despertar um pouco mais com os gritos da melhor amiga do outro lado do telefone, por um instante pareceu que a moça estava ali ao seu lado. 
-Desculpa Ino, mas tive que vim tomar conta de minha mãe e não deu tempo ajeitar tudo e não queria te incomodar com isso. 
-POIS SÓ LAMENTO PRA TI E ISSO NÃO SÃO HORAS DE DORMI, SAI DESSA CAMA E VEM ME RECEBER AQUI EM BAIXO AGORAAAAAA. 
A rosada se espantou com o que a loira disse, por um instante achou que era algum tipo de brincadeira da mesma, mas conhecendo bem a loira, aquilo tinha uma enorme chance de ser verdade. 
-Ino, do que é que tu ta falando, mulherzinha?  
-EU TOU DIZENDO QUE VIM ATRÁS DE TI E VOU MORAR AQUI CONTIGO, TA PENSANDO O QUE? QUE IA SE VER LIVRE DE MIM ASSIM TÃO FÁCIL? DESCE AGORA..ANDA 
-Olha se for alguma brincadeira e tu tiver fazendo eu me levantar da cama hora dessas pra nada, eu te mato. - sendo assim a garota saiu de seu quarto descendo as escadas e indo em direção a porta e ao abri-la se deparou com uma figura loira de feições irritada. 
-INO, o que faz aqui sua porca? 
-TESTUDA, EU VIM ATRÁS DE TI, PORRA, TU ME ABANDONOU. E AGORA VAI ME DEIXAR AQUI DO LADO DE FORA?  
-Não, pode entrar e para de escândalo , parece o Naruto. 
-WHO? 
-Esquece, agora me conta, como chegou até aqui? - a rosada perguntou em tom de surpresa, pois a última coisa que ela esperava era ver a amiga ali em sua porta, nunca passou pela sua cabeça que a menina iria atravessar meio mundo pra ir atrás dela. 
-Nossa, eu me sacrifiquei tanto e é assim que tu retribui, nem parece feliz com a minha chegada, testuda. Mas enfim, tu esqueceu que deixou teu endereço na porta da geladeira? Então, eu só peguei ele, arrumei minhas coisas e vim atrás de ti, simples assim.. Falando nisso, tive a liberdade de ligar pra faculdade pedindo pra eles botarem na mesma turma que a tua. 
-MEU DEUS!!!! Então quer dizer que tu veio mesmo morar comigo , loira? - a menina perguntou com a felicidade estampada por toda a cara. 
-Claro, eu sei que tu não me chamou porque tinha medo que eu dissesse não, porém vim assim mesmo, agora me diz aonde que vou ficar, que tenho malas pra arrumar e tu vai ajudar... anda. 
-Ok, espera um pouco que vou pedir para arrumarem o melhor quarto de hospedes pra ti. 
-Então ta bom, vou esperar aqui sentada nesse sofá maravilhoso – a loira disse , observando toda mansão dos Harunos. -CARALHO SAKURA,TU NÃO TINHA ME DITO QUE TUA FAMÍLIA ERA TÃO RICA... deveria ter vindo antes. 
-Aff Ino 
Então ambas passaram o dia arrumando as coisas da loira e a tarde iriam ajeitar a papelada da loira na faculdade. 


Notas Finais


Então é isso, até o próximo e obrigada pelo carinho <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...