História Lost in Despair - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Drama, Romance, Sobrenatural, Vampiros
Visualizações 77
Palavras 2.681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Hentai, Luta, Romance e Novela, Seinen, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voooltei cm Lost in Despair!!!
A Megan finalmente vaai ter alguém para ficar ao seu lado nesse mundo. <3

Espero que gostem.

Capítulo 6 - Unidas pela tragédia.


Fanfic / Fanfiction Lost in Despair - Capítulo 6 - Unidas pela tragédia.

A noite continuava com sua brisa gélida e Megan estava sentindo isso na pele. Chegar até o prédio que estava sendo usado para as reuniões não era nada fácil quando metade de sua roupa ainda esta molhada, mas não quer piorar sua situação com Raphael, então não teve escolha se não: pegar sua mascara e ir até onde lhe foi ordenado.

Ao chegar lá, pode ouvir uma movimentação um tanto anormal: alguns vampiros gritando uns com os outros e alguns parecem estar tirando sarro de algo, mas a morena não conseguiu entender o motivo.

Seu coração acelera e uma feição confusa e assustada toma conta de seu rosto: por que raios esta sentindo o cheiro de Jihya vindo de dentro do prédio? Apressa seus passos e sobe escada a cima correndo. Suas pernas travam e a morena abre a boca surpresa: Raphael segura sua amiga pelo braço enquanto lhe olha com um olhar sádico.

— O-O que ela esta fazendo aqui? — Pergunta dando passos para frente e alguns vampiros já ficam apostos para lhe segurarem caso seja necessário.

A feição amedrontada da mais nova é perceptível a metros: seus olhos estão marejados e coração acelerado. Após aceitar entrar para a RedEye, não imaginou que ficaria rodeada de seres com feições e olhares totalmente insanos e sedentos. Ela aperta os punhos pelo medo e pede aos céus que isso acabe logo, queria ter seus pais consigo, mas como Megan: fora separada deles no momento que se vinculou a RedEye.

— Esta surpresa por ver sua amiga aqui? Não fique surpresa, agora ela faz parte da RedEye e poderão ficar juntas novamente. — Ele solta a mais nova e levanta os braços: como se fosse uma comemoração. Os olhos vermelhos e presas afiadas tomam espaço no rosto de Megan e a mesma tenta avançar sobre si, mas é segurada por Kihyun e Jack: os dois querem ver o desespero tomar conta de si.

— O que fizeram com ela? — Grita tentando se desvencilhar, mas nada feito. Ela pode ser extremamente forte, mas dois vampiros ainda são mais fortes que si. Sua única vontade no momento é de pular no pescoço de Raphael e arrancar sua cabeça fora, sabe que se fizer isso não sentiria culpa no momento. Mexer com quem ama já é demais para ela.

Raphael da risada: enquanto se diverte com o estado de Megan e morde seu próprio pulso, colocando-o a frente do rosto da loira. Ela sente seu interior gritar e olhos ficarem vermelhos, suas presas também aparecem e ela se segura para não agarrar o pulso alheio e toma-lo para si. O coração de Megan aperta e ela fecha os olhos, cerrando os dentes: não pode acreditar que fizeram isso com sua melhor amiga. 

— Tire suas mãos nojentas dela! — Grita ao vê-lo passar a mão no rosto assustado de Jihya. A loira esta totalmente confusa: não entende porque disseram que essa vampira é sua amiga e nem sabe do porque ela estar tão nervosa.

— D-Desculpe, mas... Quem é você? — Pergunta com a voz baixa, esta assustada de mais para falar alto.

A mais velha suspira e os dois lhe soltam após verem que ela não iria mais pular em seu chefe. Megan olha para o chão apreensiva e pensa na reação que a amiga irá ter ao ver quem ela é. Provavelmente irá lhe odiar por ter mentido para si e sumido de um dia para outro, mas não pode evitar mais. Jihya vê a mais alta levar a mão até sua mascara e a abaixar aos poucos: dando visão aos olhos castanhos e fechados, o nariz fino e boca farta que sua melhor amiga possuía. Não pode acreditar: Megan realmente esta a sua frente depois de um ano.

— M-Megan... — Sibila incrédula e com os olhos arregalados. Suas mãos vão automaticamente para a frente de sua boca e tampam-na. Suas pernas andam para trás sem nem perceber e quando se da conta: já bateu as costas na parede atrás de si. Não consegue acreditar que aquela estudante divertida, cheia de bondade e brilho nos olhos esta a sua frente com uma aura totalmente diferente. Consegue ver, mesmo de longe, que seus olhos não tem o mesmo brilho e seu rosto não demonstra mais aquela alegria de antes. Sua amiga aparenta ser outra pessoa.

— Oie Jihya. — Diz sorrindo fraco e olha a amiga, que esta totalmente surpresa e assustada. A loira não mudou nada, ela tem a mesma aura alegre de antes, esta mais bonita e seus cabelos continuam brilhosos como sempre. Percebe que a amiga acabou de entrar para esse mundo, pois ainda esta a mesma Jihya de sempre, e Megan sabe que ninguém nunca continua o mesmo depois de entrar nesse mundo.

— Bom, acho que precisamos deixar as duas conversarem. — Raphael comenta e todos assentem dando risada. A surpresa e confusão nos rostos alheios lhes dão prazer, é algo nojento. — Mas como já havia dito, Jihya fará parte de nosso grupo de hoje em diante, sejam bondosos com ela. — Da risada junto dos outros e todos se retiram do local, deixando as jovens totalmente sozinhas e sem saberem como agir uma com a outra.

Os olhares surpresos se cruzam e assim ficam por um tempo: apenas tentando digerir toda essa informação. As amiga que foram unidas pela alegria, agora voltam a se encontrar pelo desespero.

— Foi por isso que fugiu? — A voz fina da loira quebra o silêncio e Megan simplesmente assente simples, abaixando a cabeça. Tem vergonha de olhar para a amiga desse modo e depois de tudo que fez consigo. — Foi por isso que deixou seus pais e amigos desesperados atrás de você? É por isso que me deixou sozinha? — Grita sentindo seus olhos se enchendo de lágrimas. Esta se culpando internamente por estar tão feliz ao ver a morena depois de tanto tempo, mas não queria estar assim. Queria sentir raiva de Megan por tudo que lhe fez passar assim que sumiu de sua vida sem a menor consideração. Mas não consegue, suas únicas vontades são de pular nos braços da amiga e dizer que esta consigo de agora em diante e que não terá que suportar mais nada sozinha. Jihya, de certo modo, consegue sentir que Megan passou por muitas coisas desde que sumiu de sua vida e não quer que passe por tudo isso de novo.

— Você esperava que eu fizesse o que? Simplesmente diria para as pessoas que mais amo que me transformei no ser mais repugnante da Terra? Claro que não podia fazer isso. E não queria que a RedEye soubesse sobre vocês, por isso me afastei antes. Acha que foi fácil vê-los sofrer por minha causa e não pode fazer nada? Não foi só você que sofreu, Jihya! — Desaba frente a mais nova e cobre os olhos com as mãos: não quer se sentir tão indefesa. O sentimento de solidão e culpa assolam Megan: lembra de como se sentiu completamente sozinha quando abandonou sua família e de como se culpou por vê-los chorar de longe e simplesmente não poder mudar o que já estava feito. Jihya vê seu estado e sente seu coração apertar, não queria que a primeira visão de sua amiga depois de um ano fosse desta chorando.

— Nós somos sua família, iriamos te aceitar de qualquer jeito. — Responde se aproximando da amiga.

— Você só esta falando isso porque agora faz parte disso também, mas me diga: me aceitaria sem medo algum se eu te contasse naquela época? — Ergue a cabeça e vê a mais baixa engolir em seco e abaixar o rosto sem resposta. Nega com a cabeça sorrindo sem humor. — Sabia. Foi exatamente por isso que fui embora. Mas principalmente, para proteger vocês. — Da passos receosos em direção da amiga e passa a mão em seu rosto. Sabe que não é o melhor jeito, mas esta feliz que o destino as uniu novamente.

— Eu senti tanto sua falta. — Jihya já não se importa com seus sentimentos e apenas aceita que esta extremamente feliz em ter sua amiga de volta para si.

A aura e aparência de Megan podem ter mudado, mas seu abraço continua o mesmo de sempre: acolhedor e quentinho, como costumava ser a um ano atrás. A mais alta acaricia os fios loiros da menor e sorri entre o abraço, é como se um pedaço de seu coração tivesse voado de volta para si e trazido um resquício de felicidade junto de si. Ela sorri e beija o topo da cabeça loira, esta feliz como não se sentia a um bom tempo.

— Mas... Como isso foi acontecer? — Megan, pergunta, apertando a amiga em seus braços.

FlashBack On

Conhecer Kihyun foi uma das melhores coisas que aconteceram a Jihya no ultimo ano, já que sua amiga lhe deixou sem mais nem menos e levou consigo uma parte de seu coração. Ainda não intende do porque Megan fez isso, mas não quer mais intender também. Se a garota os amava tanto, por que lhes deixar sem dar qualquer explicação?

O platinado conseguiu cobrir o buraco que a ausência de minha amiga causou em seu peito e lhe deixar infinitamente mais feliz do que estava. Ele com certeza lhe salvou.

— No que esta pensando, pequena? — Pergunta beijando o topo de sua cabeça e a mais baixa olha para ele: o sorriso estampado em seu rosto é digno de ser exposto em um museu.

— Em como sou sortuda por te ter na minha vida. — Responde escondendo o rosto no peito alheio.

— Também sou extremamente sortudo por te ter comigo. — Diz revirando os olhos e a abraça apertado. Fingir ser alguém bom é realmente difícil para alguém que esta acostumado a fazer exatamente o contrario. Mas faz de tudo para ver aquela hibrida, metida a favorita de Raphael, fudida na vida.

O vampiro conseguiu descobrir que Megan era a melhor amiga de Jihya em uma festa. A garota estava bêbada e ele pronto para acabar com o sangue em seu corpo, mas a loira começou a falar de uma amiga que havia sumido e lhe deixado extremamente triste. Após ouvir o nome de Megan, Kihyun estava decidido a transformar essa garota em vampira apenas para ver a cara da morena ao descobrir que uma das pessoas que mais ama, agora esta sofrendo tanto quanto si. É capaz de qualquer coisa para aquela hibrida perder o controle e Raphael ver quem ela realmente é.

— Bom, vamos embora? — Pergunta já entediado de ficar vendo jovens saindo e entrando desse colégio de merda. O sangue correndo nas veias novinhas em folha esta lhe deixando louco e não quer ter que fazer esforço apenas para agradar essa estudante.

Jihya assente e os dois saem a caminho da casa do vampiro. Esta decidido a transforma-la hoje. Não vê a hora de apreciar a feição desesperada em seu rosto enquanto toma seu sangue e a faz beber de seu pulso.

A noite cai lentamente e o Sol começa a dar espaço para a lua. A noite sempre lhe chamou mais atenção do vampiro do que o dia: com aquela luz irritante que não lhe deixar caçar a vontade. Sua noite é banhada com o sangue de suas vitimas e gritos de desespero, então Kihyun gosta muito mais desse cenário do que qualquer outro.

Jihya já veio a sua casa, mas apenas para conseguirem transar, pois, por mais que esteja com ela apenas para transforma-la no final, queria aproveitar a oportunidade e toma-la para si ao minimo uma vez. E não consegue negar que foi extremamente bom.

— O que vamos fazer? — Jihya pergunta inocente enquanto entra na casa do namorado e retira os sapatos.

— Algo que estava querendo fazer desde que te conheci. — É direto e avança na garota: fechando a porta atrás de si e encostando-a na mesma. A estudante lhe olha assustada e confusa, ele não costuma agir assim.

— O-O que esta fazendo? — Pergunta receosa, Kihyun esta com um olhar assustador. O platinado lhe irgnora e aproxima os lábios do pescoço da menor, deixando uma trilha de beijos e permitindo que o sangue lhe deixei completamente louco, para só dai avançar em sua pele e finalmente provar seu gosto.

Ela pende a cabeça para trás ao senti-lo deixar um chupão em seu pescoço e arrepia com tal ato. Mas sua animação em questão de segundos se transforma em medo assim que sente o namorado cravar seus dentes em sua pele e uma ardência tomar conta de si. Empurra-o para trás assustada e leva a mão ao local, sentindo um liquido quente sujar seus dedos: sangue. Ela o olha com os olhos arregalados e o medo é visivel em seu olhar.

— O que você fez? — Pergunta incrédula e finalmente olha para a face insana do vampiro a sua frente. Os olhos carinhosos se transformaram em orbes vermelhas cheias de luxuria, seu sorriso encantador foi tomado por duas presas sedentas por sangue e veias abaixo de seus olhos o deixam com um semblante ainda mais assustador. Como um garoto tão bondoso se transformou em um monstro em questão de segundos? — V-Você é um...

— Vampiro. Sim, sou o filho da puta de um sanguessuga que esta pensando. — Diz sorrindo de lado: se divertindo com a situação. Os olhos arregalados, emanando medo, lhe fascinam.

— C-Como escondeu isso? — Pergunta tentando abrir a porta, mas esta trancada. Seu coração acelera e um sentimento desesperador toma conta de si. Não quer morrer aqui

— Não foi difícil, você é tão idiota que nem desconfiou. — Se aproxima dela e é empurrado para trás, mas antes de Jihya conseguir se afastar a tempo para correr, é derrubada nos primeiros degraus da escada e virada de frente para Kihyun. — Não tenha medo, não vou te matar. — Aproxima seus lábios do ouvido alheio e morde: fazendo-o sangrar e a garota cerrar os olhos. Sua espinha gela e olhos são cobertos por lágrimas. — Só vou transformar você de uma garota inútil para um ser muito mais evoluído que um mero ser-humano. Vai gostar.

Toma finalmente o pescoço da jovem e seu sangue doce invade sua boca, fazendo-o arregalar os olhos e aperta-la mais em seus braços. Sua vontade é de tomar cada gota possível, mas não pode. A loira morde o lábio e fecha os olhos pelo medo e dor, é como se duas agulhas fincassem em suas veias e puxassem seu sangue: é uma dor bem chata.

Suas lágrimas escorrem livremente por seus olhos e ela tenta o afastar de si, mas é em vão. Como se deixou ser enganada desse jeito? Como confiou plenamente em um monstro como ele? Como foi ingenua. O anjo que pensou existir em Kihyun, acaba de se transformar em um demônio. No final, sera morta pelo garoto que pensou ama-la acima de tudo...

FlashBack Off

— Aquele desgraçado... — A única vontade de Megan é arrancar o coração de Kihyun com as próprias mãos. Mas não entende porque ele fez isso, ela nunca lhe fez nada e o mesmo transformou Jihya em uma vampira visivelmente para lhe afetar: mas por que? — Ele vai pagar por isso. — Cerra os punhos e se levanta decidida a encontrar o platinado, mas é impedida pela própria vitima.

— Não, não quero que arrume confusão com seu grupo por minha causa. O que esta feito, esta feito. Mata-lo não vai adiantar nada. — É sabia com as palavras e faz com que a morena acorde de seu surto de raiva. — Não quero minha amiga com sangue nas mãos por minha culpa.

— Mas e agora? Não quero te ver passar por tudo que passei. Não tem noção do quão insano é tudo isso. — Passa a mão no rosto e suspira.

— Na realidade, estou morrendo de medo, mas sei que tenho você do meu lado e isso já é um alivio e tanto. — Sorri e Megan não consegue não sorrir junto. — Posso contar com você para me treinar?

— Claro, vou te ensinar tudo que sei e pode ter certeza que não vou deixar nada de mal lhe acontecer aqui dentro. — Puxa a amiga para um abraço e esconde o rosto na curvatura de seu pescoço. Sentindo o calor que tanto lhe fazia falta. — Agora que tenho você de volta, ninguém mais vai nos separar...


Notas Finais


Sera que essas duas juntas vai dar certo? Sera que elas conseguirão sobreviver juntas?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...