História Lost In Dreams - Capítulo 8


Escrita por: ~

Exibições 11
Palavras 637
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


*Imagem de personagem: Ananda.


Ufa! Finalmente chegamos ao fim, não que essa tenha sido uma história grande porque desde o início, eu havia planejado que fosse direto ao ponto, sem muitas enrolações, como um conto, mas claro que terá continuação porque a história não termina aqui. Antes que me perguntem por que eu não junto tudo e deixo uma coisa só, é porque estou trabalhando em outras histórias agora e elas exigem mais de mim, mas demoram um pouco mais para serem desenvolvidas devido a sua complexidade. Eu sou ansiosa e detesto esperar, por isso, se uma história começa a se desenrolar em minha mente, eu tenho de contá-la ou enlouqueço. Lost In Dreams será contada aos poucos, e quem sabe, posteriormente, eu não junte tudo numa temporada só... Mas por hora será dividido em partes pequenas. A próxima parte se chamará Umbral e contará como Serena lutará para resgatar sua irmã de outra dimensão. Dessa vez, Barb não estará perdida nos sonhos, mas numa dimensão sombria onde residem as almas dos mortos (se você leu minha fic Amor Eterno, sabe bem do que estou falando, mas se não, deve se lembrar de ter visto esse lugar no filme Sobrenatural ou Insidious). Para isso, Serena contará com a ajuda de Aime e também a de uma bruxa chamada Ananda (sim, dessa vez sim vou homenagear a Ananda rsrs). Bem, a a seguir um pouquinho do que acontecerá na próxima temporada. Espero que curtam, mesmo eu tendo resumido muito. Beijinhos a todos que acompanharam a fic e leitores fantasmas, deixem pelo menos um "buuuuu" kkkk.

Capítulo 8 - Umbral


Fanfic / Fanfiction Lost In Dreams - Capítulo 8 - Umbral

    Enquanto dormia, Serena foi “puxada” até o lugar onde Bárbara estava presa; um lugar escuro e frio, habitado por seres malignos e almas torturados, um lugar conhecido como Umbral.
— Por favor? Serena me ajude? Você tem de me tirar daqui antes que seja tarde. Essas coisas se alimentam de energia vital e por isso me mantêm cativa aqui. Quanto mais tempo eu me mantiver afastada de meu corpo mais fraca eu ficarei e não sei se resistirei.
— O que eu faço? Me diz e eu faço qualquer coisa. Juro. — Falou Serena.


[…]


— Preciso encontrar uma forma de trazer minha irmã de volta! — Serena disse a Aime enquanto mexia em seu computador.
— Isso é loucura! Ela não está presa no mundo dos sonhos ou em outra dimensão, ou seja, lá onde quer que você acredite que ela está. — Aime disse a Serena.
— Eu não espero que entenda e nem que me ajude. Na verdade eu nem sei porque estou falando disso com você quando você não pode fazer nada. — Disse Serena nervosa.


[…]


Serena foi se encontrar com Ananda, uma wiccana especialista em viagens astrais, que talvez pudesse ajudá-la a resgatar a alma de Bárbara do Umbral.

— Você não é nova demais?! — Disse Serena.
Ananda riu e disse:
— Baby, não se engane com esse rostinho lindo. Sou mais que isso e te garanto que se há alguém que pode ajudá-la, esse alguém sou eu.


[…]


Mesmo não acreditando muito em Serena, Aime decide ajudá-la e vai até a casa dela.
— O que faz aqui?
— Vim ajudá-la…
— Pensei que não acreditasse em mim.
— E não acredito, mas… Se você diz que isso é real, então, eu…
— Por que se importa?
— Porque eu amo você sua idiota! — Disse Aime e a beijou.


[…]


— Tá legal… Isso não vai ser tão como nos filmes, então, atenção às regras; não comam e nem bebam nada… — Dizia Ananda a Aime e Serena enquanto elas se acomodavam no círculo mágico.
— E se eu ficar com fome? — Perguntou Aime.
Ananda revirou os olhos e disse:
— Lembre-se que você tá gorda e precisa fazer um regime urgente. Falô? — Ananda piscou pra ela e prosseguiu. — Os mortos não podem tocá-las a menos que permitam. NÃO permitam. Também não chamem a atenção. Nada de sair gritando por aí. Entenderam? Essas capas irão protegê-las, então, não as tirem. Enquanto estiverem com os capuzes em suas cabeças será como se vocês estivessem invisíveis, mas se os baixarem, todo espírito que estiver por perto notará a presença de vocês. A maçã vocês devem entregar ao demônio que vigia o portal como um pagamento por seus ingressos no submundo. Vocês tem até o amanhecer… Quando ouvirem sinos tocando serei eu as chamando de volta. Corram para a luz o mais rápido que puderem ou ficarão presas lá para sempre. Entenderam?


[…]


— É… Acho que isso não funcionou. — Falou Aime se sentando.
— Tudo bem… Tentamos outra hora. — Falou Ananda sorrindo e estendeu a mão a Aime.
Aime ia pegar a mão dela quando percebeu que tinha algo errado. Ananda estava diferente…
— Você não é…
— Não. — Respondeu o demônio assumindo sua forma verdadeira, a de uma besta horrenda.
Aime recuou. Apavorada.
— A maçã… Aime! — Disse Serena.
Aime jogou sua maçã e o demônio a apanhou no ar ao esticar sua língua fina e comprida.
Serena também jogou sua maçã e o demônio a apanhou.
— Muito bem… Bem-vindas a minha morada. — Disse o demônio com um sorriso malicioso.
O solo abaixo dos pés de Serena e Aime se partiu e elas caíram em um abismo negro. Ao fim da queda, elas se viram numa floresta sombria. Se encararam, deram as mãos e então seguiram pela única estrada que havia ali. Não tinham um mapa do submundo e não sabiam bem por onde procurar Bárbara, mas estavam firmes em seu propósito, não sairiam dali até resgatá-la.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...