História Lost In Love - 2 temporada! - Capítulo 19


Escrita por: ~ e ~romawnoff

Postado
Categorias Jared Padalecki, Jensen Ackles, Supernatural
Personagens Jared Padalecki, Jensen Ackles
Visualizações 20
Palavras 1.287
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Pov Rachel:


Fanfic / Fanfiction Lost In Love - 2 temporada! - Capítulo 19 - Pov Rachel:

Respiro fundo e me sento no sofá assim que finalmente volto para casa.

Jared fecha a porta atrás dele e se junta a mim. Foram longas horas de viagem e nós já podíamos demonstrar nossa exaustão.

Jéssica e Jensen partiram para sua tão esperada lua de mel e eu confesso que estava muito feliz por eles. Depois de todos esses anos, de tantos encontros, desencontros e tantas pessoas erradas na vida deles, eles finalmente se casaram.

Isso é uma prova do que o destino reserva para a gente. Ele é realmente uma bela caixinha de surpresas. Um dia você pode achar que tudo está correndo da maneira como você quer e no outro, ele pode simplesmente mudar toda a sua vida.

Eu sempre fui uma menina tímida, complexada, cheia de manias e problemas. Sempre me isolei em minha casa, no meu mundo, na minha pequena vida. Sempre criei barreiras entre mim e as pessoas. Eu era distante até mesmo da minha família. Sempre escutei meus parentes e minha própria mãe dizendo que eu não seria nada na vida, que eu não conseguiria conquistar nada porque eu não tinha absolutamente nada para oferecer. Me acostumei a ver as pessoas duvidando de mim e zombando por eu não fazer nada. E olha onde eu estou agora. Queria agradecer primeiramente a Deus e segundamente ao mundo por dar voltas.

Nem a pessoa mais otimista do mundo seria capaz de imaginar um futuro como esses para uma pessoa como eu.

Por isso, depois de tudo o que aconteceu comigo, eu tenho total precisão para falar, nunca desista dos seus sonhos. Nunca duvide de quem você é. Nunca deixe que as pessoas te machuquem. Nunca abaixe a cabeça para ninguém. Nunca deixe de acreditar que você é capaz, porque você é capaz de tudo e com um belo sorriso no rosto, você pode conquistar o mundo... O mundo e um belo moço de olhos verdes.

Jared me abraça no sofá e interrompe meus pensamentos. Ele beija o topo da minha cabeça e me olha com um sorriso no rosto.

- Dá para acreditar que eles estão casados? – Ele diz olhando para o nada.

- Não mesmo.

- Quer dizer, a uns meses atrás, nós nos reuníamos em casa para comer hambúrguer e assistir aquela enorme quantidade de filmes horríveis e agora, olha para a gente. Nós dois estamos juntos e eles, eles estão casados cara. Eu conheci a Jéssica quando ela era apenas uma menina. Eu vi Jensen coloca-la para trabalhar com a gente e eu vi esse sentimento que ele tinha por ela nascer. Eu acompanhei quando ele se casou só porque não sabia lidar com esse sentimento maluco que ele criou na cabeça dele. Eu vi quando ele se apaixonou pela Danneel, amando a Jéssica e no fundo, eu sempre pensei que eles não fossem ficar juntos. Tudo parece tão surreal.

- É. E eu que conheço Jéssica a minha vida inteira e não fazia ideia de que ela tinha essa paixão secreta por ele?

Jared ri e eu sinto meu coração se acalmar.

- Você sabe para onde eles vão na lua de mel?

- Eu não faço a mínima ideia – ele ri com a minha resposta e me abraça mais forte.

- E a gente? – Eu o olho.

- O que tem a gente? – Ele revira os olhos e volta a me encarar com um sorriso.

- Quando vamos casar? Quando vamos seguir a nossa vida? Assim como Jéssica e Jensen?

Olho para ele e levo a mão no rosto. Faço uma cara pensativa antes de criar coragem para falar o que eu andei pensando durante tanto tempo.

- E se nós não nos casarmos?

- Como assim? – Ele diz surpreso.

Me ajeito no sofá antes de começar a falar.

- Isso que a gente tem. Todo esse amor que a gente construiu, toda essa amizade, esse carinho, tudo é tão lindo. Eu tenho tanto medo de isso acabar, de você se enjoar de mim sabe? De não me ver mais como aquela pessoa que você se apaixonou no início e eu fico mal de pensar dessa maneira.

- Rachel, eu jamais me enjoaria de você. Você sabe que eu nunca amei ninguém como eu te amo e eu tenho certeza que o nosso casamento só amplificaria as coisas.

- Sabe, eu nunca me imaginei casando. Quer dizer, claro que eu já imaginei milhares de cenários para o meu casamento, inclusive me casar de preto e tudo mais, mas eu nunca me imaginei de fato casando. Nunca me imaginei entrando em uma igreja, ouvindo a benção de um padre ou qualquer coisa do tipo. Eu acho que eu sempre fui muito fechada, muito arcaica para esse tipo de coisa. Eu não quero te magoar.

- Você nunca vai me magoar.

- Eu só acho que está cedo demais para isso. Eu quero viver com você. Quero continuar morando com você e fortalecer cada dia mais esse amor enorme que nós temos. Quero fazer todos os meus planos com você. Quero viajar com você e passar cada segundo que me resta ao seu lado. Quero ver todos os seus cabelos brancos nascerem. Quero ficar bem velhinha com você. Quero brigar quando um pegar e bengala do outro. Quero ser até enterrada ao seu lado. Quero tudo com você e eu sei que se não for você, não será mais ninguém. E mesmo que nós não nos casemos agora, daqui meses ou anos, eu vou continuar sendo sua e eu vou continuar te amando na mesma intensidade que eu amo agora. Porque um casamento não mede amor, muito pelo contrário, quando duas pessoas se amam de verdade, elas não precisam provar nada para ninguém e é isso que acontece entre nós, nós não precisamos provar nada para ninguém e é isso que eu mais amo entre a gente.

- O seu pedido é uma ordem. Se é isso que você quer, é exatamente isso que nós vamos fazer. A gente pode encher essa casa de filhos – olho para ele com os olhos cerrados – cachorros – concordo com a cabeça – e viver para sempre eu e você. Como tem que ser.

- Perfeito – dou um curto beijo em seus lábios.

- Sabe o que eu mais gostei em você? – Ele diz me fuzilando com aqueles olhos verdes.

- O que?

- Esse seu jeito simples. Você não precisa de muito Rachel Berry. Você é feliz com tão pouco e essa sua felicidade me contagia de tal maneira. Você é linda em tudo que você faz e eu ficaria para sempre apenas admirando a maneira como você planeja a nossa vida. Eu gosto da maneira como você cuida de mim e ter os seus olhos olhando para os meus, é como se o mundo parasse para nos admirar. Eu gosto de tudo em você, desde a primeira vez que eu te vi. Eu sabia que você ia dar problema quando apareceu com esses cabelos castanhos e esse sorriso cativante no set. Naquele momento eu sabia que você iria roubar o meu coração e fazer com que minha vida fosse só você e eu fico tão feliz por você ter aparecido. É como você disse, nós não precisamos nos casar, desde que sejamos eu e você juntos, o resto é mero detalhe – encaro aqueles olhos verdes e vejo toda a minha refletida neles – vamos escrever a nossa história. Vamos ser felizes e vamos agradecer o destino por ser caridoso com a gente e principalmente com a Jéssica e com o Jensen. Vamos continuar juntos até o fim dos tempos e vamos fazer disso a história mais linda de amor. Vamos viver para sempre, perdidos de amor, do começo ao fim. Como tem que ser. 


Notas Finais


Esperamos que tenham gostado do final da fic amores :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...