História Lost in Love. - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bella Thorne, Chaz Somers, Christian Beadles, Demi Lovato, Gigi Hadid, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kylie Jenner, Ryan Butler, Selena Gomez
Personagens Bella Thorne, Chaz Somers, Christian Beadles, Demi Lovato, Gigi Hadid, Jaxon Bieber, Jazmyn Bieber, Justin Bieber, Kendall Jenner, Kylie Jenner, Pattie Mallette, Personagens Originais, Ryan Butler, Selena Gomez
Tags Drama, Jelena, Justin, Romance, Selena
Exibições 51
Palavras 1.439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOI MEUS AMORES!!! Tudo bem com vocês? Eu espero que sim!! Olha quem voltou hein!! Depois de muito tempo sem postar, aqui está mais um capítulo da fanfic! Eu espero que vocês gostem do capítulo, não fiz maior porque a falta de criatividade está grande.

Boa leitura a todos, beijos.

Capítulo 19 - Party.


Assim que chegamos na praia Justin soltou minha mão e saiu correndo para o mar, enquanto isso eu ia calmamente até a beirada e me sentava enquanto observava Justin ter o contato com a água. Ele estava parecendo uma criança que nunca tinha visto água na vida, ele tinha um belo sorriso nos lábios e, ás vezes, soltava uma risada gostosa de se ouvir.

 

-Vem Sarah! A água está ótima! -Fala enquanto caminhava para perto de mim, começo a rir.

-Olha lá em –Me levanto, tiro meu vestido e pego na sua mão que estava estendida para mim, assim entramos correndo para dentro do mar.

-Está ótima, não? –Pergunta após mergulharmos, segura na minha cintura e me puxa para perto.

-Está sim! – Respondo enquanto envolvia meus braços em volta do pescoço dele.

 

Depois de um tempo eu saio do mar, sento no mar novamente e fico observando Justin mergulhar novamente, sorrio ao vê-lo e ver sua felicidade transparecer.

É, talvez eu devia ter viajado para descansar a cabeça, para decidir várias coisas sobre a minha vida e pôr os últimos ocorridos na minha vida, eu preciso de viagem para esquecer algumas coisas que sempre vem para amedrontar minha cabeça.

 

-Quando você conhecer a praia, vai querer morar lá, eu quero morar lá! É um lugar calmo, é um lugar onde posso pensar na minha vida e tirar as coisas ruim da minha cabeça, é onde eu posso ficar feliz comigo mesmo, é onde eu posso transparecer minha felicidade para todos. Sarah, um dia iremos te levar para a nossa casa e você vai ver que não estou brincando, é um lugar incrível!

 

Matt estava certo, a praia com certeza é tudo isso que ele falava para mim, quando ele falava o quanto a viagem foi boa, era possível ver sua felicidade, seus olhos brilhavam e chegava até ficar sem ar.

Olho para cima, meus olhos começaram a lagrimejar e eu não quero, eu não posso chorar, aqui na praia por alguém que não está mais comigo. Talvez chorar me faça bem, mas eu já chorei demais enquanto pensava no Matt, só ouvir seu nome já me dá um aperto no coração, uma falta, uma saudade, uma vontade enorme de esquecer de tudo e ir me encontrar com ele lá em cima.

Às vezes eu queria vê-lo pela última vez, queria falar coisas que deixei de falar no meio tempo que estávamos ficando, queria gritar para todo mundo o quanto eu o amava e o quanto eu precisava dele para poder seguir em frente, falar sobre o Matt e como falar sobre uma borboleta que passa por nós e nunca mais vimos. Essa borboleta ficou na minha vida por anos e agora, ela apenas passou para outra etapa da minha vida, passou precocemente, mas, infelizmente, passou. Eu me lembro quando soube do falecimento dele, lembro como foi minha reação e como eu fiquei sem chão, lembro das noites que não dormi porque não parava de pensar nele, não parava de pensar no sabor dos seus lábios, nos abraços que ele nunca mais me daria e nos conselhos que me falava.

Hoje em dia, eu tento não pensar nisso, pois já sofri demais. Hoje em dia, talvez, já tenha me conformado com a morte de uma pessoa que eu queria vinte e quatro horas. Hoje em dia, eu entendo que ele está cuidando de mim lá de cima, sei que ele é um fantasma que sempre estará comigo. Talvez, ele tenha colocado Justin na minha vida para tentar fazer com que eu me sinta completa, o que está acontecendo, mas confesso que eu sinto muita falta dele.

 

-Sarah? Sarah! –Escuto Justin me chamando, saio do meu transe e o observo – Está tudo bem? –Senta ao meu lado.

-Está sim, já cansou?

-Mais ou menos, não quer ir para casa? Estou com fome.

-Tudo bem, vamos lá morto de fome. –Respondo enquanto me levantava já rindo, bato com as mãos sobre a minha bunda para tirar a areia e logo em seguida entrelaço uma delas com a de Justin.

-Quero ir numa festa hoje. –Fala enquanto íamos para casa.

-Vou falar com Tristan. –Abro o portão e deixo ele passar.

-Ok, eu vou tomar banho primeiro.

-Tudo bem. –Rio e entro em casa. –Oi gente. –Vejo minha tia, minha mãe e Tristan na cozinha, os três estavam comendo sanduíche.

-Vou tomar banho, já volto. –Me dá um selinho e sobe correndo as escadas.

-Como estava a praia? –Minha mãe pergunta enquanto mordia seu sanduíche novamente.

-Estava legal. –Respondo enquanto sorria sem graça.

-Se quiser, tem chuveiro no quarto do Tristan. –Minha tia olha para mim.

-Tem chuveiro em todos os quartos. –Tristan corta a mesma.

-Não tenho pressa, nem me molhei muito...

-Eu e a tua tia vamos no mercado, querem alguma coisa? –Minha mãe pergunta enquanto tomava seu suco.

-Eu não. –Respondo já indo na pia, lavo as minhas mãos.

-Eu também não.

-Ok, então já voltamos. Se comportem. –Tia Karin fala e as duas saem de casa logo em seguida.

-Ficar de biquíni na minha frente não vai prestar. –Escuto Tristan falar baixinho, me arrepio ao escuta-lo e depois o observo.

-Ainda bem que já irei tomar banho. –Sorrio e subo as escadas logo em seguida.

 

(...)

 

Já passava das 20:00 da noite quando eu comecei a me ajeitar para irmos na tal festa que Tristan disse que teria, como já tinha tomado mais cedo, apenas me ajeito.

Escovo os meus cabelos, escolho a melhor roupa e meu melhor calçado, a festa seria na beira da praia, então não poderia ir de salto. Após ajeitar meu cabelo, eu começo a me maquiar na frente da penteadeira que tinha no quarto, faço uma maquiagem fraca e ponho mais cor no batom, ponho minha roupa, passo perfume, pego meu celular e saio do quarto logo em seguida. Os meninos estavam lá em baixo já prontos, só eu que ainda não tinha me arrumado durante esse meio tempo.

 

-Vamos? –Pergunto enquanto terminava de descer, Justin e Tristan me olham dos pés à cabeça, abrem a boca diversas vezes para tentar falar algo, mas nada saía –Estou tão feia assim?

-N-não –Os dois respondem na mesma hora –Está linda! –Falam novamente na mesma hora, agora eles se olham.

-Então vamos! –Puxo os dois para fora de casa- Tchau mãe, tchau tia.

-Tchau, juízo hein. –Escuto minha mãe gritar.

 

Fomos pela beira da praia mesmo, segundo Tristan, a festa não era muito longe da nossa casa e era de um amigo dele. De longe podia ser ouvido o som alto, vejo alguns casais passando por nós e mais para frente, vimos uma aglomeração de pessoas.

 

-Ali é a festa. –Tristan fala enquanto observamos as pessoas.

 

Logo nos separamos, eu e Justin estávamos na pista dançando enquanto Tristan estava sei lá aonde, ainda não tínhamos bebido nada.

 

-Vou ali pegar uma bebida para mim, você quer? –Pergunto perto do ouvido de Justin.

-Quero a mesma coisa que você.

-Ok, já volto. –Saio em direção para as mesas onde tinha as bebidas.

 

Enquanto escolhia qual bebida tomar, começava a tocar uma música da Rihanna, fico cantarolando ela baixinho enquanto via as bebidas que tinha ali nas mesas.

 

-Está em dúvida? –Escuto a voz do Tristan perto do meu ouvido, fazendo com que eu me arrepiei –Eu nem lhe toquei...

-Cala a boca Tristan. –Reviro os olhos, pego qualquer bebida e encho os copos, viro para Tristan e os nossos corpos estavam colados.

- Long distance, I need you, when I see potential I just gotta see it through, if you had a twin, I would still choose you –Canta enquanto roçava os nossos lábios.

-Saí Tristan. –Empurro o mesmo e volto para Justin, minhas pernas estavam bambas.

 

Entrego a bebida para Justin e volto a dançar como se nada tivesse acontecido, tomo alguns goles da minha bebida enquanto mexia com o meu quadril, olho para Justin e sorrio maliciosa ao vê-lo observar meus movimentos, abaixo minha mão que estava com a bebida e aproximo mais os nossos corpos, viro de costas para o mesmo enquanto continuava a mexer meu quadril lentamente, porém estava roçando nele, solto um riso baixinho ao sentir seus suspiros entrarem em contato com o meu pescoço.

 

-Sarah, não me faça leva-la para casa... –fala baixinho, viro de frente para ele e não falo nada, apenas colo os nossos lábios em um beijo intenso.

-Então mata sua vontade... –Falo ainda com os lábios colados nos dele.

 

Justin sorri maliciosa, entrelaça os nossos dedos e me puxa em direção para casa, no caminho não falamos nada, só ficamos nos beijando e atiçando um ao outro.


Notas Finais


Roupa da Sarah para a festa -http://www.polyvore.com/sem_t%C3%ADtulo_284/set?id=212339277

O que acharam? Sugestões? Críticas? Tudo bem-vindo!!

Só para lembrar, a fanfic irá acabar no 20º capítulo!!

Beijos, até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...