História Lost Love? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kagome Higurashi, Miroku, Personagens Originais, Rin, Sango, Sesshoumaru
Tags Drama, Inuyasha, Kagome, Romance
Exibições 94
Palavras 848
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Hentai, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oie, aqui vai um novo capitulo, espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 14 - O último pôr do sol.


Fazem quase três semanas que estamos na ilha, hoje Izayoi pediu para todo mundo levantar cedo, ainda não sei o motivo, ela disse que é surpresa.
-Mãe, já acabou? -Ichiro perguntou.
-Só vou terminar de arrumar essa mochila, calma filho. -disse colocando algumas coisas na mochila, ela disse que só vamos voltar no fim do dia.
-Todo mundo já tá pronto, só falta a gente mãe.
-Calma, que impaciência é essa? -peguei a mochila que ficou meio pesada.
-Quer ajuda? -Inuyasha perguntou parado na porta.
-Tá tudo bem, eu consigo! -disse tentando colocar a mochila na costa em vão, está muito pesada.
-Estou vendo. -Inuyasha sorriu rapidamente e se aproximou, pegou a mochila e colocou nas costas facilmente como se ela não pesasse nada.
-Pai me leva nos ombros? -Ichiro perguntou animado.
-Filho seu pai já está carregando peso dem.. -ele colocou Ichiro nos ombros e eu me calei, dei de ombros e fomos para parte de fora da casa onde Rin e Sesshoumaru estavam.
-Eles já estão vindo. -Rin falou se referindo ao senhor Taisho e Izayoi.
Não demorou muito e os dois já estavam prontos, tinham dois jipes próximos a casa, iríamos para alguma parte distante da ilha, Izayoi sorridente como sempre deu bom dia para nós.
-Vocês vão nesse. -o senhor Taisho falou apontando para um dos jipes, o outro sería para ele e a esposa.
-Eu quero ir na frente! -Ichiro disse animado, colocamos as coisas no veículo e entramos, Sesshoumaru , Inuyasha e Ichiro na frente enquanto eu e Rin ficamos no banco de trás.
(...)
Passamos cerca de meia hora contornando a ilha até que chegamos ao local desejado por Izayoi, colocamos tudo na praia e começamos a montar as barracas.
-Se vamos ficar na praia porque não ficamos perto da casa mesmo? -Rin cochichou para mim.
-Não sei...Izayoi queria vir pra cá. -disse enquanto tentava armar a barraca. -Como se monta esse negócio? -comecei a me atrapalhar mais ainda.
-Não é assim. -Rin disse montando de outro jeito que também não era o certo.
-Precisam de ajuda aí? -perguntou Sesshoumaru, olhamos para ele que já havia montado duas barracas junto com Inuyasha.
-Melhor vocês fazerem isso. -Rin falou sorrindo.
-Vamos brincar de esconde esconde. -Ichiro disse correndo para floresta, corri atrás dele e o segurei.
-Nada de ir pra floresta sozinho mocinho! -o repreendi e ele fez um bico e virou o rosto. -Hey não vire o rosto pra mim! -disse fingindo estar brava.
-Oque a senhora vai fazer? -perguntou cruzando os braços, onde ele aprendeu isso?
-Uma coisa que não é legal, quer saber oque é? -ele negou com a cabeça. -Vou mostrar assim mesmo. -comecei a fazer cócegas nele, começamos a rir e caímos na areia.
-Cócegas não! -disse sorrindo enquanto tentava escapar. -Para mãe para. -disse gargalhando.
-Eu paro se prometer que vai se comportar!
-Eu vou, eu prometo. -finalmente parei de "castigá-lo" e ele com o rosto vermelho de tanto rir, olhei para os outros que olhavam para nós sorrindo da situação, quem mais sorria era Izayoi, ela sempre ficava feliz em momentos assim.
-Kagome vamos improvisar na comida. -Rin falou tentando acender a fogueira, sorri e fui ajudá-la.
(...)
O dia foi muito agradável, todos nos divertimos e sorrimos, por um momento até esqueci as coisas ruins que estão acontecendo.
Até Inuyasha que estava muito sério e pensativo nos últimos dias parecia estar feliz, passou uma boa parte do dia brincando com Ichiro e fiquei os observando o tempo todo.
No fim do dia nos reunimos ao redor da fogueira e Izayoi começou a falar.
-Devem estar se perguntando porque eu quis dar a volta na ilha para acampar na praia não é? -perguntou sorrindo e também sorrimos. -Bom..esta parte é o oeste da ilha...eu queria vir aqui para que vissem como é incrível o pôr do sol aqui. -disse sorrindo, esperamos mais uns minutos, sentados de frente para o mar assistimos o pôr do sol, Izayoi tinha razão, é fantástico, olhei para todos que pareciam maravilhados assim como eu, mas...derrepente senti um aperto no peito..não sei oque foi isso mas decidi que não iria atrapalhar o momento.

A noite fomos para as barracas, fiquei em uma com Inuyasha e Ichiro, o pequeno dormiu rapidamente, depois de passar a tarde brincando ficou exausto, não vou mentir, também estou, em pouco tempo senti minhas pálpebras pesarem e adormeci.
(...)
Senti a brisa gelada e me arrepiei, abri os olhos lentamente e vi que a barraca estava aberta, não vi Inuyasha ali, olhei para Ichiro que dormia tranquilamente, notei um alvoroço do lado de fora e decidi ver oque estava acontecendo.
Saí da barraca e vi que estavam todos ali, perto da barraca de Izayoi, Rin abraçava o marido, estava inconsolável e ele a tentava acalmar, Inuyasha estava perto dos dois imóvel, como se tivesse em estado de choque, o senhor Taisho saiu da barraca com uma expressão desolada..não, não pode ter acontecido oque estou pensando!
-Oque aconteceu? -perguntei preocupada e ninguém me respondeu. -Respondam!
-Ela...se foi...MINHA IZAYOI SE FOI! -o senhor Taisho gritou de maneira desesperada.
CONTINUA..

Notas Finais


É isso :'(
até o próximo, kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...