História Lost Love? - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kagome Higurashi, Miroku, Personagens Originais, Rin, Sango, Sesshoumaru
Tags Drama, Inuyasha, Kagome, Romance
Exibições 101
Palavras 844
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Hentai, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ohayo, aqui vai um novo capítulo, e estamos nos aproximando da reta final.
Espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 16 - Dúvidas.


Inuyasha estava perigosamente próximo, oque ele pensa que está fazendo?
Me afastei um pouco mas senti algo em minha costa, ótimo, agora não tenho saída, ele apoiou os braços no sofá, um de cada lado do meu corpo, fiquei encurralada entre o "braço" do sofá e seu corpo.
-Inu...yasha. -coloquei a mão sobre seu peito na inútil intenção de afastá-lo, mas ele continuou avançando.
Senti sua respiração em meu rosto e automaticamente fechei os olhos, ele depositou um beijo no canto da minha boca e senti um arrepio...oque deu em mim? Tenho que impedi-lo de continuar, porque não faço alguma coisa? Porque meu corpo simplesmente não me obedece!
Ele depositou beijos no meu rosto fazendo uma trilha até meu pescoço onde roçou os lábios, me arrepiei dos pés a cabeça, preciso fazer alguma coisa antes que não responda por mim mas como? Inalei seu perfume másculo e pensamentos inapropriados invadiram minha mente, mordi os lábios com força e consegui abrir os olhos.
-Inuyasha.
-Hum. -resmungou sem desviar a atenção do meu pescoço.
-I-isso não está... -não consegui terminar pois ele chupou meu pescoço e quase deixei um gemido escapar, ele começou a alternar entre chupões, mordidas e lambidas, foi subindo até chegar na minha orelha onde deu uma leve mordida, suspirei, tenho que parar com isso ou vou enlouquecer.
-Se quiser que eu pare é só dizer. -sussurou em meu ouvido, o contato de seu hálito quente com minha pele fez com que eu me arrepiasse novamente, mais uma vez pensamentos impróprios vieram a minha mente e balancei a cabeça para afastá-los.
-P-pare. -consegui falar e ele parou no mesmo instante, se afastou um pouco e passou fitar meu rosto, ele permanecia sério mas seus olhos estavam em brasas, tenho quase certeza que estou da mesma forma.
-Eh..vou chamar Ichiro. -disse se levantando rapidamente, soltei o suspiro pesado e me levantei, esperei uns minutos e Ichiro veio esfregando os olhos.
-Vamos filho. -disse sorrindo para ele.
-Poxa, eu tô com sono mãe. -reclamou e o peguei no colo.
-Jájá estamos em casa e você vai dormir a vontade.
-Tá bom, tchau pai! -Inuyasha o pegou no colo e abraçou.
-Tchau filho, até amanhã. -disse beijando a testa do pequeno.
-Vamos. -peguei a mão de Ichiro e comecei a ir até a porta.
-Até amanhã Kagome. -Inuyasha disse e apenas confirmei com a cabeça.
(...)
Domingo de manhã e estou exausta, não dormi nem um pouco a noite por causa dele, aquele ocorrido não saiu da minha cabeça e passei a noite pensando em seus toques, seus beijos, seu corpo...droga, tenho que esquecer isso, não estamos mais juntos.
Tomei um banho e me vesti, hoje minha amiga Sango vem aqui, vai levar Ichiro a um parque de diversões mas ele ainda não sabe, se soubesse estaria eufórico correndo pela casa inteira.
Desci para a cozinha e preparei o café, hoje é folga dos empregados e eu faço os serviços domésticos.
-Vai ter bolo hoje? -Ichiro perguntou animado, que horas ele chegou aqui?
-Sim, e tem mais surpresa pra você. -disse sorrindo.
-Oque é mãe? -perguntou curioso.
-É surpresa, não posso dizer. -disse sorrindo, ajudei ele a sentar no banco da cozinha e voltei a preparar a massa do bolo, coloquei no forno e fui dar banho no meu filho.
(...)
Na hora do almoço Sango chegou junto com o marido, Miroku, nós duas fomos para cozinha enquanto Miroku foi arrastado por Ichiro para jogar vídeo-game, na hora de preparar a comida prendi meus cabelos em um coque, acabei me esquecendo que o ocorrido de ontem a noite resultou em marcas no meu pescoço, Sango logo percebeu e perguntou.
-Que marcas são essas Kah?
-Ah...marcas? -disse corada.
-Sim, essas ai no seu pescoço...quem fez isso? -perguntou curiosa e corei mais ainda.
-Eh...foi...foi o Inuyasha. -disse sem olhar pra ela.
-O Inuyasha? Vocês se acertaram? -perguntou esperançosa e neguei com a cabeça. -Não? E oque significa isso então? -perguntou confusa.
-Ah..foi ele que começou e eu não consegui impedir no início...mas isso não vai acontecer de novo!
-Será se não?
-Não! -disse firme.
-Você não sente mais nada por ele? - perguntou me encarando e desviei o olhar.
Não sei oque responder, será se ainda sinto algo por ele? Talvez eu só esteja confusa...nós só nos aproximamos por causa de Izayoi e dei apoio a ele porque estava sofrendo, certo? Não faço ideia...
-Porque não responde Kagome? -ela insistiu. -Se ficou tanto tempo sem resposta significa que ainda ama ele, e pelo que me contou ele também.
-N-não...eu só fiquei do lado dele porque estava sofrendo, só isso.
-Você é muito teimosa, como pode negar algo que é óbvio? Quando vai deixar de orgulho?
-Eu não sou orgulhosa! -disse séria e ela suspirou.
-Você é sim, só não quer admitir! -não falei mais nada, apenas voltei a atenção para comida, não consigo me concentrar em nada, ainda mais agora depois de tudo que a Sango falou...balancei a cabeça e tentei me concentrar no que fazia, notei que Sango suspirou novamente e balançou a cabeça em negação.
...CONTINUA...

Notas Finais


Até o próximo, kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...