História Lost Love? - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kagome Higurashi, Miroku, Personagens Originais, Rin, Sango, Sesshoumaru
Tags Drama, Inuyasha, Kagome, Romance
Exibições 105
Palavras 828
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Hentai, Policial, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Como prometido, mais um capítulo hoje.
Espero que gostem ^-^
Boa leitura.

Capítulo 18 - Reconciliação.


-Estamos sozinhos? -perguntou me encarando e apenas assenti. -Bom saber, não ia aguentar até chegar no seu quarto. -disse malicioso e corei, Inuyasha acariciou meu rosto e me puxou para mais um beijo, dessa vez ele foi mais ousado e mordeu meu lábio, senti sua outra mão sobre meu seio esquerdo e soltei um gemido entre o beijo.
Inuyasha se separou dos meus lábios e de uma só vez arrancou meu vestido me deixando apenas de calcinha.
-Você está ainda mais linda do que me lembro. -disse mordendo o lábio enquanto me olhava com desejo, sem nenhum aviso abocanhou um dos meus seios e arfei, segurei seus cabelos com força e passei a puxa-lo enquanto gemia.
-Inu...yasha.. -mordi os lábios com força quando ele prendeu um dos mamilos entre seus dentes, senti meu corpo estremecer e minha intimidade se contrair, apenas essas simples carícias são capazes de me levar a ter um orgasmo.
-Já chega. -disse com a voz rouca, levantou e rapidamente tirou as próprias roupas ficando completamente nu em minha frente, arracou minha calcinha com uma certa brutalidade e deitou sobre meu corpo novamente. -Não aguento mais. -sussurou enquanto se posicionava entre minhas pernas, me penetrou de uma só vez e soltamos um gemido longo e sofrido, nós dois precisavamos disso, nós dois desejavamos isso a muito tempo, Inuyasha passou a se movimentar enquanto voltava a depositar beijos no meu pescoço, o abracei com força e passei a arranhar suas costas enquanto movimentava os quadris, passei a me movimentar de uma maneira sensual fazendo com que meus seios roçassem em seu corpo e ele intensificou os movimentos, não demorou muito e atingimos nosso limite, permanecemos na mesma posição enquanto recuperávamos o fôlego.
Sem dizer uma palavra Inuyasha se levantou e passou um tempo me observando, seus olhos transmitiam um desejo insaciável e tenho certeza que seu corpo está como o meu nesse momento, em chamas.
Inuyasha me pegou no colo delicadamente, ainda sem dizer nada subiu as escadas e me levou até o quarto, me depositou na cama e deitou sobre mim, sem perder tempo tomou meus lábios em um beijo ardente, repleto de malícia, luxúria e amor.
Nos separamos do beijo e ele acariciou meu rosto, afastando alguns fios de cabelo que grudavam em minha pele suada.
-Eu te amo Kagome, nunca deixei de te amar. -disse de maneira calma enquanto olhava em meus olhos, sorri para ele e respondi.
-Eu também te amo, sempre amei e sempre vou amar. -coloquei as duas mãos sobre seu rosto e o puxei para um beijo. -Me desculpe...por tudo. -disse após separar os lábios dos dele.
-Eu é que peço desculpas. -o encarei confusa e ele continuou. -Me desculpe por não ter agido antes, você também não colaborou nem um pouco. -disse divertido.
-Oque está insinuando? -perguntei fingindo estar brava.
-Eu? Nada, porque faria isso?
-Engraçadinho.
-Chata! -disse sorrindo. -Minha chata. -disse ao pé do meu ouvido.
-Possessivo.
-Olha quem fala! -disse colando nossos lábios, sorri entre o beijo e passei meus braços em volta do seu pescoço, toda essa "brincadeira" só podia acabar em uma coisa, novamente fizemos amor, dessa vez com mais calma, sem pressa, acabei ficando exausta e adormeci em seus braços.
(...)
Acordei ouvindo Inuyasha sussurar em meu ouvido algo como "acorda dorminhoca" abri os olhos lentamente e sorri, Inuyasha beijou minha testa e disse.
-Nosso filho está chegando.
-Como sabe? Que horas são?
-19:45 disse olhando para o celular, só aí lembrei que deixamos nossas roupas espalhadas pela sala e levantei em um salto. -Oque foi Kagome? -Inuyasha perguntou confuso.
-Temos que buscar nossas roupas antes que eles cheguem, oque vão pensar? -ele sorriu e se levantou.
-Vão pensar o certo, estamos juntos de novo e dessa vez nunca mais vamos nós separar. -segurou minha mão e me puxou para mais perto. -Oque me lembra uma coisa. -ele se ajoelhou e segurou minhas duas mãos. -Quer casar comigo de novo?
Foi inevitável não rir dessa cena, Inuyasha completamente nu de joelhos me pedindo em casamento.
-Hum deixa eu pensar, até que é uma proposta interessante senhor Taisho. -disse divertida.
-Oque me diz senhorira Higurashi? -olhei em seus olhos e sorri.
-Claro que sim. -ele se levantou começamos a nos beijar novamente, fomos interrompidos pelo pelo som da campainha, essa não, eles já estão aqui.
-Essa não. -disse indo até o guarda-roupas, peguei dois roupões e entreguei um a Inuyasha. -Coloca isso depressa. -vesti o roupão e ele fez o mesmo, desci rapidamente e abri a porta.
-Finalmente Kagome, oque estava fazendo? -Sango disse adentrando a sala.
-Que bagunça tá essa sala, de quem são essas roupas? -Miroku perguntou e corei.
-Inuyasha? -perguntou confusa por vê-lo usando um roupão assim como eu, Sango e Miroku se entreolharam e sorriram maliciosos.
-Pai! -Ichiro disse indo até ele. -Oque suas roupas fazem no chão? -perguntou confuso.
-Eh...é que eu tive que tirar porque..estavam cheias de formigas. -não aguentei e comecei a rir, que desculpa esfarrapada.
...CONTINUA...

Notas Finais


Inuyasha é bom em desculpas né?! Kkkk
até o próximo, kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...