História Lost Love {Mitw} - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias TazerCraft
Personagens Mike, Pac
Tags Câncer, Doença, Hospital, Linnyker, Mike, Mikhael, Pac, Pacagnan, Tarik, Tazercraft
Visualizações 64
Palavras 1.117
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Shoujo (Romântico)
Avisos: Homossexualidade, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Heeeeeeyy
Faz um tempo (TEMPÃO) que não posto one-shot.
Eeeeee alguns de vocês sabem que raramemte faço finais tristes não é?
Pronto então huh... Esta vai ser triste por isso não esperem muito de um final feliz.

BOA LEITURA!

Capítulo 1 - Capitulo Único


— Deixem o seu like ai embaixo e nós vemos no próximo video! — Tarik falou se despedindo do video que tinham acabado de gravar.

— Até mais galera! — E Mike terminou a frase desligando a camêra.

— Acho que ficou legal! — Tarik Falou com um pequeno sorriso nos lábios.

— Digo o mesmo. — Mikhael falou se chegando perto do rosto do garoto dos cabelos negros dando um selinho. — Vou pedir ao Tayr para nos editar o vídeo. — Falou se levantando indo até ao quarto do garoto que vivia com eles.

Enquanto Mikhael foi embora nesse curto-espaço-tempo, Tarik ficou pensando se devia contar o que estava acontecendo com ele mesmo. E pensou que se não contasse agora depois, talvez, seria pior, quando o mesmo descobrisse sozinho.

Ouviu passos, decidiu que seria agora que o momento!

— Mike. — Tarik falou com uma voz bem séria mas olhava para baixo, para seus pés, saberia que não teria coragem de contar ao Linnyker enquanto estaria a fazer contacto com oa olhos dele.

— Que se passa amor? — Mikhael perguntou se sentando novamente na cadeira aonde estava sentado anteriormente enquanto gravava os vídeos ao lado de Pacagnan.

— Eu preciso contar algo... Assério. — Tarik tentava manter sua voz firme, mas sabia que não duraria muito tempo.

— Tarik, não me faça fi-ficar com medo! — Mikhael já estava a tremer de nervosismo por aquilo que Tarik iria falar.

— Eu só soube semana passada... — Tarik fez uma pausa para respirar, mas continuava a olhar para seus pés. — Lembra que eu fui ao hospital não é?

— S-Sim...

—Nesse dia, qua-quando fui ao hos-hospital... Eu des-descubri... —Tarik, novamente fez uma pausa, mas uma pouco mais longa. — Eu descubri que tenho um temôr no estômago, in-infelizmemte já não poderei fa-fazer nada, ele está de-demasiado grande, os mêdicos falaram que não poderão fazer nada... — Tarik começou a soluçar e lágrimas começaram a nascer de seus olhos.

Já Mikhael estava estático, a olhar para Tarik que estava com a cabeça baixa. Lágrimas também estavam a nascer nos olhos do Mikhael, os ocúlos do mesmo começaram a ficar embaçiados.

— Es-Está falando sé-sério...? — Mikhael perguntou, mas a resposta do Tarik eram só soluços e lágrimas.

Mikhael se ajoelhou em frente de Tarik, levantou o rosto do mesmo e o beijou e logo o deu um abraço, o abraço mais apertado que alguma vez dará na sua vida.

Ele não estava acreditando que estava perdendo uma pessoa que tanto amará.

Uma hora ou noutra o garoto de cabelos negros pode cair no chão... Sem vida.


Minutos se passaram, Tarik se conseguiu acalmar um pouco, se desfez do abraço e olhou para os olhos castanhos do seu amado.

— N-Não ch-chore mais... Qualquer dia is-isto teria que acontecer a um a ou-outro... — Tarik falou tentando confortar o amado.

— M-Mas não queria qu-que acon-acontecesse agora! Não agora! — Linnyker gritou.


Tarik o compreendeu, e o abraçou mais uma vez.

             ~ /  /  / ~

A casa, estava silenciosa, Tayr soube logo após do Linnyker o que estava a acontecer a Tarik, ficou chocado e chorou.

Agora, estão os três a jantar na sua sala, em silêncio.

O silêncio só foi quebrado com um ser de cabelos negros se levantando pegando em seu prato que já não continha comida, mas após do mesmo se ter levantado, ele caiu ficando de joelhos, quebrando o prato ao seu lado.

Entretando Tarik não parava de tossir.

Ele só tossia, tossia e tossia, até sujar o chão da sala com sangue que saia de seu corpo e cair por completo ali no chão, ficando incosciente.

— TARIK! — Mikhael se levantou correndo até ao corpo de Tarik enquanto Tayr ligava para o Hospital para o virem socorrer.

— Não m-me faça isto agora... Po-Por favor... Lo-logo hoje que soube... — Mikhael chorava enquanto abraçava o corpo inconsciente.

          ~ /  /  /~

Mikhael, estava na sala de espera, tremendo, chorando e implorando para que seu amado estivesse ainda vivo.

Mas como toda a gente sabe...

Deus não atende os imploros de todos...

Os médicos vieram com a cara mais normal possível, pois não é a primeira vez que vêem uma pessoa a morrer.

— Desculpa, mas o Pacagnan, acabou de morrer. — O médico falou bem seco, sabendo que Linnyker iria chorar ali no meio, afinal, não seria primeira vez que veria uma pessoa a chorar por alguêm morrer.

Como o mêdico previu, Mikhael começou a chorar, se ajoelhando ali no chão da grande sala de espera.

Tayr, estava atrás de Mikhael, também a chorar, mas não tanto quanto o Linnyker...

Uma enfermeira se aproxima de Mikhael.

— Quer ir ver o Pacagnan mais uma vez senhor? — A enfermeira falou com uma voz calma.

— S-Sim... — Mikhael mais nada falou, se levantou e apenas seguiu a enfermeira até ao quarto do seu recente falecido amado.

—Aqui está, dou-lhe apenas 5 minutos. — Falou a enfermeira deixando o Linnyker no quarto fechando a porta com o corpo morto de Tarik e Mikhael.

Mikhael se aproximou do corpo já sem vida, tocando na sua mão bem pálida.

— Eu só que-queria aproveitar mais uns ul-últimos momentos con-contigo Tarik... Gra-gravar talvez mai-mais alguns vídeos... Passe-passear por São Paulo e outras cidades e beijar você... Antes mesmo de você partir. — Fez uma longa pausa segurando o choro. — Eu s-sei que você i-iria partir, mas eu pen-pensei que não seria hoje! Hoje que você tinha me contado o que esta-estava acontecendo com vo-você! — Ele gritou novamente mas suspirou e terminou a frase. — Eu te amo.

— Menino Linnyker, acabou o tempo. — Enfermeira o informou abrindo a porta.

— S-Sim... Já vou.— Mikhael mais nada falou saindo daquele quarto e sussurrando. — Adeus Tarik...

      ~ /  /  / ~

Uns dias se passaram, Mikhael neste momento está em sua cadeira em frente á camêra.

— 1, 2, 3. — Falou para si mesmo.

A mente de Mikhael estava a transmitir uma ilusão em que o Tarik estava ao lado dele falando a frases que o Pacagnan falaria.Mas na verdade não estava...

"Fala galera daqui quem fala é o Pac e estamos em mais um vídeo! Junto com o moço Mike!"

—Fala ai galera daqui quem fala é o moço Mike junto com o moço Pac! — Mikhael gritou, chamando a atenção de Tayr que logo foi até ao quarto se Mikhael, aonde o mesmo se encontrava e parecia que estava falando com alguêm, mas na verdade não tinha ninguém.

Tayr, ficou magoado e algumas lágrimas nasceram em seus olhos imaginado que teria que acordar seu amigo para a realidade.

— Mi-Mike... Ninguém está ai... — Essa frase, fez Mikhael acordar para a realidade novamente.

A ilusão que a mente transmitia do Tarik estar ali ao seu lado sorridente, sumiu como fumaça.

Logo um sorriso nasceu e uma lágrima solitária descia da sua bochecha.

— Tem razão... Já não tem mais ninguém aqui...


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
UM BEIJO PARA TODOS VOCÊS!
AMO-VOS!
ADEUS! SZ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...