História Lost Love(Imagine sad Jimin) - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Imagines Bts, Imagines Jimin(bts)
Visualizações 52
Palavras 737
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Annyeong *-*

Capítulo 15 - Já imaginava


Fanfic / Fanfiction Lost Love(Imagine sad Jimin) - Capítulo 15 - Já imaginava

S/M-Sua vó-chora-ela se foi!

S/N-O que!-falei baixo-Mãe,não me diga que é verdade,por favor!-já senti lágrimas em meu rosto.

S/M-Eu s-sinto muito minha filha,mas ela não aguentou!

Por pouco não deixo o celular cair das minhas mãos. Parecia que o tempo para mim parou,eu não mechia,estava totalmente congelada.Eu precisava ver a minha vó agora,eu precisava estar do lado dela,eu precisava ver ela uma última vez,eu precisava ver aquele sorriso dela ao me ver,precisava dela brincando comigo enquanto me ensinava a costurar,eu prescidava apenas da minha vó.

S/M-S/N??Você ta ai?S/N?

Cai de joelhos no chão e todos me olham no mesmo instante,minha amiga veio em minha direção.

S/A-O que houve S/N?esta tudo bem?

Minha mãe me chamava do outro lado da linha mas eu não tinha forças pra falar,olhei para a minha colega,não conseguia responder.Deixei que meu celular caísse e com meus braços livres, agarrei minha colega num abraço e comecei a chorar em seu ombro.

S/A-S/N?

Não respondia,só pensava em chorar.Um outro amigo pegou meu celular e começou a conversar com a minha mãe, eles se conheciam. Pude ouvi ele falar palavras como "ataque cardíaco?",já foi suficiente para saber da morte da minha vó,ela sempre teve problemas cardíacos e tomava muitos remédios, já ouvi um medico dizendo que um dia ela não iria resistir,mas sempre ignorei isso ma esperança que ela aguentasse mais,mas foi em vão.Depois a ligação é finalizada e escuto meu amigo dizer:

S/A-Sinto muito S/N!

~Quebra de tempo~

Por caua da minha situação,me dispensaram e minha amiga foi junto,ela me levou para o hotel, no caminho inteiro eu chorei.Chegamos no hotel e percebo olhares em.mim já que eu chorava descontroladamente.Fomos para meu quarto e minha amiga me abraça.Ela ficou horas me acalmando,consegui tomar um.banho e junto com a água, minhas lagrimas se misturaram.Sai e mesmo sendo cedo, vesti um pijama.Liguei para minha mãe e conversei com ela,minha avó realmente morreu de ataque cardíaco, minha mãe estava com ela no momento, mas até os bombeiros a levarem ao hospital,já era tarde demais.Minha mãe estava segurando o choro assim.como eu,dava para perceber,ela tentava me acalmar de todas as formas.

S/N-Eu queria muito vê-la pela última vez.

S/M-Eu sei,mas saiba que ela te ama e vai sempre estar com você!

Ficamos conversando por horas e ela finalmente conseguiu me acalmar.O enterro seria amanhã, mas pedi para que minha mãe colocasse o ursinho de pelúcia que minha vó me deu no túmulo dela.

~Horas depois~

Já era noite,minha colega foi comprar algo de comida,eu queria sair de lá mas ela não deixou.Eu prescisava de algo para me acalmar, já sei...álcool.Como assim S/N?você jamais bebeu...mas tudo tem sua primeira vez.Tirei meu pijama e coloquei uma roupa bem ajeitada, fez um coque,e passei uma maquiagem para tampar, deixei um bilhete em cima da cama para minha amiga,peguei minha bolsa e fui.

~Na rua~

Andei pelas ruas de Seoul,as vezes me perguntava o que eu estava fazendo,pensei em voltar mas acabei decidindo que iria beber.Achei um *pojangmacha,era uma tenda pequena,mas era arrumado,adentrei.o garçom veio até mim,pedi um soujo,já vi meu pai beber isso e tinha álcool, então não custa experimentar. O garçom me olhou estranho, afinal,o que uma garota como eu estava fazendo ali,mas ele me trouxe uma garrafa.Sem hesitar,tomei um gole,era um pouco forte e senti minha garganta arder,mas assim continuei, virei a garrafa inteira,quando acabei já me senti atordoada,mas pedi mais uma garrafa e assim foi,a terceiro eu não consegui tomar tudo,já estava com náusea e me sentia totalmente alterada.O garçom me olhava assustado.Pensava em minha avó e depois meus pensamentos param em Jimin.

S/N-Ah Jimin,você não sabe como estou sofrendo-disse sem pensar.

X-S/N?-olho e vejo a minha amiga-o que está fazendo aqui?

S/N-Ahh é você, se junte á mim,estou carente!

S/A-O que?vamos para o hotel agora,antes que o chefe chegue-ela vvem ate mim-se ele descobre você esta ferrada!

S/N-Nãoo,eu quero ficar aqui e beber mais-dei mais um gole na garrafa e ela toma de Mim-Aishh-resmunguei.

S/A-Vamos logo-ela paga a conta e me arrasta para fora da tenda.

Ela me jogou no carro já que neguei entrar, me colocou o cinto e fechou a porta,entrou no banco do motorista e começou a dirigir.Me sentia fraca e acabei falando coisas sem sentido,percebi que no meio falei sobre Jimin quando ela me olhou decepcionada.

S/A-Jimin?-suspirou-já imaginava.

Chegamos no hotel e me jogo na cama,ela me ajuda a trocar de roupa.Ela me ofereceu agua e tomei,logo senti que ia vomitar e corri para o banheiro e joguei tudo para fora, vomitei tanto que parecia que meus órgãos iriam juntos.Escovei meus dentes e me joguei na cama e em poucos minutos desmaiei.


Notas Finais


Obrigado para quem favoritou e está acompanhando 🎉 fico muito feliz e espero que estejam gostando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...