História Lost love(Wincest) - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Supernatural
Personagens Dean Winchester, Sam Winchester
Tags Castiel, Danneel, Dean Winchester, Deanbottom, Ruby, Sam Winchester, Sam!top, Wincest
Exibições 70
Palavras 1.039
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Hey amore <3
Sorry a demora eu fiquei novamente sem ideias e não é todo os dias em que eu tenho novas ideias,espero que gostem e me desculpem de verdade eu não me sinto muito bem ultimamente,mas isso não vem ao caso espero que tenham uma boa leitura <3
E obrigada pelos 86 favoritos <3

Capítulo 24 - Mal entendido


Fanfic / Fanfiction Lost love(Wincest) - Capítulo 24 - Mal entendido

 

Mal entendido

Point of view – Dean

Kansas - 08h01m

 

 

 

Acordar de manhã ao lado da pessoa que você sempre sonhou em ter do seu lado,olhei pelo canto dos olhos em direção a Sam,meus olhos se fixaram em seu rosto moreno com uma barba que necessitava ser feita  seus cabelos soltos e lisos que se abatiam em seu ombro,sorri alegremente por ter ele Sam na minha vida ter dois filhos maravilhosos.

 

Tudo que eu tenho hoje eu devo a ele o motivos dos meus sorrisos.

 

A claridade do sol se batia sobre a janela,algo que pelo visto incomodou Sam o mesmo apertou seus olhos com uma certa força antes de acorda-los,seus olhos se encontraram com os meus – Esta me olhando a quanto tempo? – Perguntou o mesmo entrelaçando seus dedos em cima do edredom.

 

_Não faz muito tempo – Me virei levantando da cama. – Quer que eu feche as cortinas para você dormir mais?

 

_Seria ótimo – Assenti,o tom de voz dele me incomodava ele estava diferente comigo,caminhei até as cortinas e as fechei isso fez que o quarto ficasse menos claro como antes,olhei para trás e Sam havia se virado dei de ombros e sai do quarto após fazer isso fechei a porta.

 

Algo que me incomodava era se Sam me largaria um dia,minha mão ainda estava presa na maçaneta,balancei minha cabeça em forma de negação seria apenas uma cisma boba,em meus lábios se formaram  um sorriso presunçoso,larguei a maçaneta de lado e desci as escadas,para a minha surpresa Dylan estava  acordado comendo cereal.  – Bom dia pai – Disse o mesmo largando o vídeo game em cima da mesa.

 

_Bom dia Dylan – Caminhei até o telefone no balcão,peguei o aparelho e digitei o numero de Cass eu mesmo sabendo que seria impossível o que estava martelando a minha cabeça,elevei o telefone ao meu ouvido.

 

Cas: Alo?

 

Eu: Cass sou eu Dean.

 

Cas: Cara,são oito e meia eu deveria estar entrando no sétimo sono,espero que seja algo importante.

 

Eu: E-Eu preciso que me tire uma duvida que esta me matando.

 

Cas: Esta me assustando Dean,o que houve?

 

Eu: Eu acho que o Sam vai me largar.

 

Cas: Dean,escuta aqui cara isso é extremamente  uma paranoia da usa cabeça,pensa bem vocês estão um ano juntos,isso é uma vida não da pra jogar tudo no lixo assim.

 

Eu:Ele esta estranho comigo,quase não conversamos e eu acho que ele ta me traindo.

 

Cas:Você não tem que achar nada Dean,pelo amor de Deus escuta o que você esta dizendo,Sam nunca faria isso ele te ama,eu não sei se ele esta te traindo também não posso ter certeza de nada mas pelo o que eu vejo vocês dois são feitos um para o outro,agora eu posso dormir?

 

Eu:Pode e obrigada!

 

Desliguei o telefone,dei graças a Deus por Dylan estar com fones de ouvido enquanto eu e Castiel conversávamos,suspirei e entrei na cozinha – Dylan?

 

_O que foi pai?  - Dylan tirou seus fones e me encarou.

 

_Vai acordar sua irmã – Dylan bufou mas depois de alguns segundos ele obedeceu seu questionamentos.

 

Mesmo depois da minha conversa com o Cas,a mesma pergunta martelava na minha mente eu sentia que tinha que ouvir da boca do Sam,voltei o meu trajeto até o quarto,ao chegar na porta tomei cuidado para não fazer barulho,pude ouvir a voz de Sam parecia estar no telefone.

 

_ Não sem problemas – Ouvi a risada sarcástica de Sam – Ele não vai desconfiar de nada eu prometo,não se preocupe meu bem vai dar tudo certo  - Em fim ele desligou,tomei coragem e abri a porta,o mesmo me encarou assustado.

 

_Amor ta tudo bem? – Perguntei disfarçando a minha vontade de socar  aquele belo rosto.

 

_Sim e você ta bem? Parece estranho – Sorri de lado.

 

_Eu estou perfeitamente normal não se preocupe – Caminhei até a cômoda pegando em uma das gavetas uma calça jeans,vesti a mesma.

 

_Amor,vai sair? – Assenti respondendo a pergunta de Sam – Aonde vai?

 

_Vou encontrar Castiel em um bar,ele esta mal – Menti – Volto assim que puder.

 

Sam assentiu depois de alguns minutos,eu necessitava sair de perto dele nem ao menos eu conseguia olhar seu rosto e poder imaginar que ele estivesse me traindo.

 

 

. . .

 

 

 

Elevei a 3 garrafa cerveja aos meus lábios senti uma leve tontura mas logo logo passou - Imaginei que estivesse aqui –Ouvi a voz rouca de Castiel se aproximar,olhei para meu lado esquerdo e lá estava ele com seu terno perto como se fosse um advogado.

 

_Como sabia que eu estaria aqui? – Bebi mais um gole da minha cerveja.

 

_Porque todas as vezes que tem uma crise amorosa você vem a esse bar,como se ele fosse resolver seus problemas – Disse Castiel após pedir uma garrafa para si.

 

_Você também esta bebendo não venha passar sermão pra mim. – Castiel bufou em seguida balançou a cabeça em forma de negação.

 

_Seu namorado esta preocupado com você.

 

_Como pode saber? – Larguei a garrafa de lado e o encarei,Sam não dá a mínima pra mim já que esta me traindo.

 

_Eu tenho certeza Dean – Soltei uma risada irritada pelo nariz,Castiel levantou-se da cadeira e puxou meu braço,obriguei o mesmo a me soltar – Vamos Dean. – Insistiu o mesmo,bufei e deu um soco em seus lábios,logo se formou um alvoroço por causa disso,Cass levantou-se do chão e limpou o sangue em seus lábios – Olha Dean,pode ficar com sua bebida e esqueça que você tem amigos e uma família que te ama.

 

. . .

 

 

Point of view – Sam

Kansas - 21h52m

 

 

 

Passei as mãos sobre meus cabelos os jogando para trás,ouvi passos na escada era Dylan,encarei o mesmo – Pai? Ta tudo bem? – Perguntou o mesmo descendo ao ultimo degrau da escada,após ter decido o mesmo caminhou até mim.

 

_Dean sumiu e eu estou muito preocupado – Suspirei cansativamente. – Eu acho que é culpa minha.

 

_Porque acha isso? – Dylan se sentou na minha frente.

 

_Castiel me ligou após ele sair,dizendo que Dean achava que eu estava traindo ele e eu não entendi como ele chegou a essa lógica. – Dylan sorriu fraco,por alguns segundos pude notar a semelhança no rosto de Dylan.

 

_Bom,não esta muito tarde para procurarmos – Dylan olhou em seu relógio por alguns segundos.

 

 

_Então vamos. – Saímos e caminhamos até a garagem,tirei as chaves do meu bolso e entrei no meu carro.

 

 

_Vamos encontra-lo pai não se preocupe – Assenti esperançoso  



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...