História Lost Memories - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Kuroshitsuji
Personagens Alois Trancy, Bardroy "Bard", Ciel Phantomhive, Claude Faustus, Elizabeth Midford, Finnian "Finny", Grell Sutcliff, Mey-Rin, Personagens Originais, Sebastian Michaelis, Undertaker, William T. Spears
Tags Alois Trancy, Anime, Ciel Phantomhive, Comedia, Kuroshitsuji, Memórias, Mistério, Romance, Sebastian Michaelis
Visualizações 14
Palavras 749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Mistério, Romance e Novela, Terror e Horror

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 18 - Lutar até o Fim


Fanfic / Fanfiction Lost Memories - Capítulo 18 - Lutar até o Fim

Pov Louise

A Rose me olha sorrindo, eu me levanto e corro até procurar uma arma.

-Tá pensando que consegue fugir?

Eu entro na cozinha e vejo uma esoada caída no chão, levanto ela, eu sinto que estou sendo vigiada. Eu vejo uma faca vindo até a minha direção, ela bate na minha espada e cai do outro lado.

-Nossa, deve saber muito bem usar uma espada. - do nada eu ouço uma voz que não era da Rose, mas era bem familiar.

-Quem é você?!

-Eu? Você robou de mim o Ciel, agora eu quero uma vingança. Conheci a Rose e fiquei do lado dela, agora eu quero que você não exista!

Ela vem correndo e sua espada bate na minha bem forte mas consegui para-lá. 

-Mas... O Ciel está morto!

-Aquilo é só o poder de ilusão da Rose pra te fazer peder as esperanças, ele está lá fora junta com uma criancinha.

Eu dou um chute na barriga dela e tento abrir a janela da cozinha o mais rápido possível mas não abria.

-A Rose usou poderes pra nunca conseguir abrir uma porta ou janela se quer nessa mansão.

Eu sinto ela vindo até mim e me viro, acerta no meio da janela, dou um empurrão nela e pego a a espada dela presa na janela.

Ela fica parada e pega mais suas espadas, fiquei de boca aberta. O Sebastian me ensinou como é lutar com espadas, eu já lutei com o Ciel mas ele sempre ganhava, mas eu nunca... Desistia!

Ela está vindo na minha direção, eu sinto que ela vai usar a espada da esquerda, assim eu parava uma espada mas a outra espada da direita ia vir na direção da minha barriga. Eu paro a espada da esquerda dela e ao mesmo tempo bem rápido a espada da direita.

-M-Mas como?!

-Eu aprendi com o Ciel, leia os movimentos do inimigo!

Flashback On

-Ai...

-Você quer mesmo isso?

-É claro! Não quero ser sempre protegida por você, assim eu me sinto muito fraca, eu quero proteger você Ciel! - falo levantando devagar. - Vamos continuar!

[...]

-...

-D... De novo!

[...]

-Vou te falar uma coisa que vai te ajudar muito, tenta ler o movimento dos seus adversários.

-Ah... Obrigada.

[...]

-Eu consegui! Não acredito, eu consegui ganhar de você Ciel! Obrigada.

-De nada.

Eu desmaio e caio nos braços dele.

-Você foi ótima, meus parabéns. - cochichou no meu ouvido.

Flashback Off

Dou um soco na bochecha dela, ela cai sentada no chão e jogo as espadas dela pra longe. Coloco a minha espada na frente do rosto dela.

-Por que você nunca quer deixar o Ciel em paz?

-P-Porque eu era noiva do futuro dele mas ele escolheu você... Eu tinha visto ele se confessando pra você, naquela hora deu vontade de te matar ou te apagar do mundo depois de ter nascido... Desculpa... Eu deixo você ficar com Ciel, mas promete que vai fazê-lo feliz?

-Sim, prometo.

-Que bom, desculpa pelo passado.

-Vai ser difícil te perdoar... Mas tudo bem, pode sair daqui.

Ela corre pra um esconderijo, e eu fiquei andando até achar a Rose. Ela já estava pronta me esperando, mas eu sinto algo prender na minha mão.

-Isso eu chamo de corda invisível, hehehe.

-Me solta!

Alois vem até mim, ele pega no meu queixo e vai me levando até o seu rosto.

-Vamos ser como antigamente, você lendo livro, eu te amando todos os dias, prometo te dar uma boa vida e se tornar a melhor família deste mundo.

Ele sela os seus lábios com os meus, eram tão frias, eu tentava me soltar mas não conseguia. A Lizzy anda bem devagar até as minhas costas, sem ninguém perceber ela já estava cortando a corda. A corda sai e dou um soco no rosto do Alois.

-Eu nunca vou ser feliz do seu lado, Alois! Aceite isso!

-Se você não tiver o Ciel na sua vida ou vou ficar no lugar dele. - ele sorri pra mim.

Eu peguei a minha espada, eu até acertando ele mas ele some como um fantasma.

-Louise! Vamos juntas lutar contra a Rose.

-Vamos, com toda nossa força nós vamos conseguir.

-Podem tentar acreditar mas não vão hahahaha.

Pov Ciel

-Pai, eu já tentei várias vezes abrir as portas e janelas do outro lado mas não consegui. - disse a Light desapontada.

-Não vamos conseguir, é o fim.

-Pare de pensar assim! Eu acredito que vamos sair daqui com a nossa família completa toda segura!

-Hum...

-Acredita... Papai cuidado!

Light me empurra e nós dois caímos no chão, quando eu abro os meus olhos vejo o Alois segurando duas espadas na mão, ele joga pra mim uma e eu pego.

-Vamos ver quem é digno pra ser o homem da Louise! - disse Alois com muita raiva.


Notas Finais


Próximo Capítulo:
Duas garotas contra uma mulher poderosa e dois homens lutando até a morte.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...