História Lost Memories - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Jihope, Jikook, Namjin, Vhope, Vkook
Exibições 164
Palavras 1.573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente?! Essa é minha fanfic Jikook, eu espero que gostem, pois estou me esforçando ao máximo para deixá-la perfeita pra vocês, ok? Boa Leitura!

Capítulo 1 - O início


"Jimim, vamos a uma festa?"
"Jimin, podemos passear?"
"Jimin, não precisa ter ciúmes do Taehyung, ele não é mais meu namorado. você importa agora. "
E mesmo com todas estas palavras, Park Jimin não deixava de acreditar que Jungkook, seu namorado, ainda possuía sentimentos por Kim Taehyung.
Mesmo assim, a fofura do mais novo dominava na mente de Jimin. Então...
-Sim, Jungkook, podemos ir àquela tal festa do seu amigo Namjoon.
-Eba! Obrigado hyung! -Jungkook deu um selinho no mais velho.

Mais tarde, Jimin, relutante, se arrumava para a tal festa. Seu cabelo ruivo estava bem penteado e bonito como sempre foi, seu suéter azul com listras pretas, suas cores favoritas, estava um pouco maior que ele, mas Jimin estava bem assim. Vestindo um jeans azul claro, quase colado nele.
-Hyung! -A voz de Jungkook ecoou do banheiro. -Pode pegar minha toalha? -Jimin parou de se arrumar, pois estava em choque com o que o mais novo havia dito.
-Jeon Jungkook, não precisa disso! -Jimin pegou a toalha do namorado em cima da cama.
-Realmente, hyung. Mas eu ainda preciso da minha toalha, venha deixar ela aqui.
Jimin adentrou o banheiro devagar. Por mais que já tivesse visto o namorado nu umas dez vezes, o mais velho ainda se sentia envergonhado em relação à isso.
-Toma! -Jimin estendeu a toalha com os braços.
-Obrigado! -Jungkook, o garoto nu, abraçou o namorado.
Jimin simplesmente corou ao sentir as partes do namorado encostarem nele.
-Po... pode me soltar agora. -Jimin falou devagar.
-Eu não soltava nunca -Os olhos do mais velho se arregalaram. -, mas já que você insiste...
Jungkook soltou o namorado e se embrulhou na toalha, deixando o abdômen exposto.
Os cabelos molhados no mais novo deixava Jungkook completamente sexy aos olhos de Jimin. O mesmo ficou encarando a face do namorado.
-Hyung? Você virou estátua? -Jungkook passou a mãos na frente dos olhos de Jimin, chamando sua atenção.
Jimin sorriu bobo.
Os dois saíram do banheiro e Jimin ficou sentado na beira da cama, olhando para um pequeno mural na parede com diversas fotos do casal. Mas uma delas chamou mais atenção, foi no dia em que eles se conheceram.
Jimin estava numa loja escolhendo roupas para si mesmo, quando um garoto de aparência mais nova e um pouco mais alto, perguntou se ele queria ajuda. Jimin ficou sem entender a ação do mais novo, mas logo o garoto explicou que ele havia baixado um aplicativo que te desafiava a certas coisas e uma delas era fazer uma boa ação a um estranho, logo depois, Jungkook resolveu tirar fotos com Jimin. Quando eles finalmente iniciaram a faculdade, adivinha quem Jimin encontrou? O cara da loja de roupas. Eles eram de salas diferentes, mas mesmo assim mantinham contato.
Jimin sorriu ao olhar aquela foto e lembrar de como tinham se conhecido, mas sua favorita estava bem guardada em uma caixa na casa dele, debaixo da cama, onde só ele lembraria.
O ruivo olhou para o lado e viu que Jungkook ainda estava pelado, deixando sua bunda pequena e carnuda exposta ao mais velho.
-Jeon Jungkook, vista-se! -Jimin falou meio envergonhado.
-Pensei que gostasse da minha bunda, hyung. -Jungkook pôs a toalha no corpo novamente.
-Eu gosto, mas temos que nos arrumar, não? Ou você não quer mais ir àquela festa, uh? -Jimin deu um sorriso ladino.
Por mais que ele não quisesse ir, seu namorado sempre dava um jeito de convencê-lo a fazer algo.

Depois de muito tempo se arrumando, o mais novo finalmente entrou no carro com Jimin e foram em direção a casa de Namjoon.
-Quem é esse Namjoon mesmo? -Jimin olhou para Jungkook e depois olhou para a rua novamente.
-Ah, ele é namorado do Seokjin, aquele garoto que faz faculdade com você, hyung.
-Seokjin? -Jimin tentava lembrar de cada colega de classe dele.
-Sim. É da mesma sala que você. Eu já o vi várias vezes antes de você sair da faculdade, mas acho que vocês não são amigos. -Jungkook mexia no celular.
-Realmente, naquela sala, meu melhor amigo é o Yoongi.
-Aquele que vive dormindo? -Jungkook sorriu.
-Ele não vive dormindo. Ele só... -Jimin tentava defender seu hyung.
-Parece muito amigo desse Yoongi, hyung.
-Deixei de ser ciumento, Jungkook. -Jimin fez bico.
-Ah, é ali! -Jungkook apontou para uma casa bem grande.
Jimin estacionou o carro, entre tantos outros ali e ele pode ver o quanto de gente tinha.
-De quanta gente esse Namjoon é amigo? -O mais velho olhou ao redor.
-Só de alguns caras.
-Onde conheceu ele?
-Ele também é da sua faculdade, mas foi numa reunião da empresa do meu pai com a do pai dele. -Jungkook foi até a porta da casa, onde já se ouvia o alto barulho da música. -Divirta-se, hyung. Todo mundo precisa de diversão.
Logo que Jungkook entrou, a multidão engoliu ele, fazendo Jimin perder o namorado de vista.
-Jungkook? -Ele gritou, mas sua voz era mal ouvida.
Jimin entrou mais na casa, esbarrando em uma garota que se esfregou nele. Jimin apenas continuou andando e deixou a garota sozinha com sua dança.
Ele foi até um balcão e virou-se para procurar o namorado. Jimin o avistou vindo até ele.
-Pensei que estivesse atrás de mim! -Jungkook gritou no ouvido de Jimin.
-Você sumiu! -Jimin gritou de volta.
Jimin ficou ao lado de Jungkook, enquanto o mais novo bebia algo alcoólico.
Jimin não beberia nada simplesmente por ter que dirigir mais tarde.
-Ah, Oi?! -Um garoto alto, de pele branca e cabelo loiro se aproximou. -Você não me conhece, mas eu sou o Seokjin, seu colega de classe!
-Oi, Seokjin! - Jimin gritou.
-Oi! -Jungkook gritou também.
-Bem... divirtam-se por aqui! -Seokjin disse e depois voltou para a multidão.
Jungkook ia junto.
-Jungkook, aonde vai? -Jimin perguntou.
-Você ouviu o Seokjin: Divirtam-se.
Jungkook entrou com seu copo e deixou Jimin sozinho ali.
Mesmo que Jungkook tivesse convidado Jimin, parece que ele ficaria naquela festa por conta própria, e isso era uma decepção para o mais velho.
Jimin pegou seu primeiro copo de bebida e o enfiou goela a baixo.
-Jimin? -O ruivo ouviu uma voz familiar.
-Yoongi? - Jimin se virou e viu seu amigo se aproximar dele.
-Quem te viu e quem te vê, hein! -O garoto gritou. -Cadê aquele seu namorado?
-Deve estar por aí. -O ruivo pôs outro gole na boca.
-Ah tá... Eu vou voltar a procurar o Tae!
Jimin parou por um instante ao Yoongi dizer aquilo.
-Tae? Kim Taehyung? -Ele perguntou com medo da resposta.
-Sim, por quê?
-Droga! -Jimin largou o copo e entrou na multidão para procurar o namorado.
Não. NÃO. Kim Taehyung não pode estar aqui. Jungkook... ele...
Jimin chegou até uma parte onde a multidão toda gritava, eles tinham feito um círculo em volta de alguém.
A medida que se mexiam, Jimin podia ver quem estava ali. Ele foi se aproximando e já podia ver o casaco de alguém, depois a pessoa girou fazendo Jimin ver um suéter vermelho. Aquilo era um beijo. Mas não era um beijo qualquer, era feroz e preciso.
As lágrimas já desciam do rosto do ruivo, enquanto se aproximava, torcendo para não ser quem ele pensa que é.
As pessoas se afastaram assim que viram a reação de Jimin.
Então o menor viu... Seu namorado beijando outro.
Mas não era qualquer um. Era Taehyung.
Jungkook abriu os olhos e viu o rosto de Jimin encharcado por lágrimas. Ele soltou Taehyung no mesmo instante, e ficaram encarando Jimin.
O menor poderia bater tanto em Taehyung, que ainda procurava Jungkook aonde quer que ele fosse. O garoto merecia apanhar e ele sabia disso. Mas Jimin sempre foi muito bem educado.
-Eu já deveria saber! -Jimin gritou para Jungkook.
-Jimin...
-Cale a boca! Eu falo! Era pra isso que você queria ir nessa festa? Pra encontrar esse garoto? -As lágrimas nos olhos de Jimin era fortes.
A música tinha parado e todos prestavam atenção no que acontecia no canto da casa.
-Quer saber, eu vou embora! Pode ficar com o Taehyung, e se quiser já pode chamar ele de namorado também.
Jimin limpou seu rosto e saiu dali, indo em direção ao carro.
Jungkook o seguiu.
-Jimin! -O mais novo gritou.
O menor apenas entrou no carro e o ligou, esquecendo do cinto de segurança.
-E como eu vou pra casa?
-Pede carona pro seu novo namorado!
Mesmo que não fosse típico de Jimin agir assim, ele amava demais Jungkook, só que vê-lo com Taehyung o abalou muito, era tudo que ele menos esperava do namorado.
Jimin acelerou o carro o mais rápido que pode. Depois parou no sinal e ficou pensando no que tinha acontecido.
Como ele pode fazer isso comigo?
Estávamos tão felizes juntos. Por que agora? O que Taehyung estava fazendo lá?! Isso não pode estar acontecendo comigo.
O sinal verde abriu e Jimin acelerou, mas antes que ele pudesse dobrar a rua, um carro completamente desgovernado atingiu o seu carro, fazendo os dois capotarem.
As poucas pessoas que estavam ali, olharam assustadas para os dois carros.
Um outro garoto que estava ali, se aproximou do carro de Jimin, que estava de cabeça para baixo, e gritou pela janela:
-Você está bem? Calma, a ambulância já está vindo.
Jimin apenas viu coisas embaçadas, ele sentia o cheiro do seu próprio sangue.
Sua boca se abriu, mas antes que ele dissesse qualquer coisa seus olhos se fecharam e Jimin desmaiou, vendo apenas a escuridão.


Notas Finais


Espero que tenham gostado dela. Bom... até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...