História Lost Memories ( Bts - Suga ) - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Min Yoongi, Romance, Suga
Exibições 201
Palavras 631
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Primeiramente, muito obrigada pelos 161 favoritos!! Amo vocês, de verdade <3
Espero que estejam gostando da Fanfic e que de alguma maneira eu esteja conseguindo entreter ou tirar um sorriso de vocês. Talvez, bem talvez eu faça um especial, comemorando todos os favoritos de vocês, mas apenas no final da Fanfic.^~^
Boa leitura
~ Kissus

Capítulo 23 - Another Weird Dream


- Kim! – Meus pensamentos foram interrompidos por um Jimin sorridente que corria em minha direção.
Assim que se aproximou me deu abraço.
- Aish, estava preocupado. – Ele corou e bagunçou seus cabelos. Sorri.
- Eu estou bem, não se preocupe.
- Sua voz voltou? - Ele perguntou e abriu um sorriso no seu rosto. Assenti como se não fosse obvio.
- Fiquei tão preocupado. – Ele colocou a mão em seu peito, na região do coração.
- Os meninos ficaram bem preocupados também, eles querem te visitar. – Continuou. Assenti novamente.

Senti um enorme enjoo, tapei minha boca com as mãos e corri até o banheiro mais próximo. Tudo que eu havia comido estava naquela privada. Nojento.
Me levantei, Jimin estava na encostado na porta.
- Tem certeza que está bem?
- Sim, tenho. É só uma maldita tontura, logo passa. – Lavei minhas mãos e boca na pia do banheiro.
- Oh, tenho que ir. Por favor se cuida. – Jimin disse ao olhar em seu relógio. Ele saiu da sala. Respirei fundo.
O que há de errado comigo?
Senti uma pequena dor de cabeça. Acho melhor ir para casa, não vou ficar passando mal aqui. Suspirei. Meu rendimento nesta empresa vai cair se eu continuar assim.
Saí daquele banheiro e segui até a recepção, Nam provavelmente estaria lá, preciso dele para voltar para casa. Sinceramente... Preciso de um carro.
- Namjoon! – O chamei, o mesmo se virou rapidamente.
- Sim?
- Pode me levar para casa? Não me sinto muito bem.
- Ah, claro. – Ele caminhou até a saída, o segui.
Entramos no carro e ele deu partida no mesmo.
- Se me permite perguntar... Qual era o assunto que Adrien queria tratar?
- Uma proposta. Queria que eu fosse para Nova York. – Ele arregalou seus olhos, provavelmente preocupado com a minha resposta a Adrien.
- Relaxe, eu recusei. – Disse e o mesmo respirou aliviado.
Ele voltou sua atenção para a estrada.
- Kim... Pode me dizer o que estava sentindo?
- Enjoo, nada de mais, estou bem melhor.
- Já pensou na possibilidade de... – Ele apontou para a minha barriga.
- Não. – Respondi seca.
- Você não quer nem fazer um exam-
- Não. – O interrompi, respondi seca novamente.
- Eu não estou grávida. – Meus olhos se encheram. Eu não estou grávida, não estou.
Nam respirou fundo.
Por mais que várias coisas provem que realmente estou grávida, eu não quero acreditar, realmente não quero acreditar, isso vai estragar minha vida, minha reputação, a empresa. Tudo.
- Por favor... Só faça o exame. – Ele continuou a insistir.
- Tudo bem, eu faço a merda do exame! – Aumentei meu tom de voz.
Havíamos chegado, Nam estacionou o carro.
Passei a mão por meus cabelos, respirei fundo.
- Me desculpe... Eu faço. E-Eu só, não estou grávida. – Saí do carro.
- Tudo bem, eu só me preocupo com você. – Ele disse e acenou antes de eu fechar a porta. Ah, estou tão estressada... Eu só quero tomar um banho quente, comer alguma coisa, tirar um cochilo.
Entrei em casa. Tomei um banho demorado, me joguei em minha cama e acabei adormecendo.

Akemi me puxou para fora da casa, e saímos correndo. Nós já estávamos longe, a casa tinha queimado por completo. Eu estava chorando. Yoongi apareceu do meu lado, e estendeu sua mão, estendi a minha também, ele foi se afastando lentamente.
- Não, não me deixe!
Meu pai surgiu ao lado de Yoongi e pegou na mão do mesmo.
- Pai... – Meus olhos estavam cheios de lágrimas, não conseguia me levantar, queria sair dali, queria dar um abraço apertado nos dois, queria segura-los aqui comigo, impedir que eles se afastem.
Yoongi soltou a mão de meu pai, e uma maca apareceu em seu lugar.

Me levantei de uma vez, ofegante. Mais um sonho... Suspirei.


Notas Finais


Eu ando com muito bloqueio criativo ultimamente, então me desculpem pelo cap T~T
Espero que tenham gostado!
Bye Bye *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...