História Lost Memories ( Bts - Suga ) - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Drama, Min Yoongi, Romance, Suga
Exibições 197
Palavras 948
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Não sei o que dizer ;--;
Espero que gostem desse capítulo
Boa leitura
~ Kissus

Capítulo 24 - This Will Ruin My Life


Me levantei de uma vez, ofegante. Mais um sonho... Suspirei. Olhei para a janela já era de manhã, não fazia ideia de quantas horas eram, apenas me levantei.
Estou com tanta dor de cabeça... Não quero ir para lugar nenhum hoje.
Me joguei no sofá. Passei uma mensagem para Nam dizendo que ele não precisaria vir me buscar.
Preciso comer algo. Estou com fome...
Abri a geladeira com a esperança de que haveria algo de meu agrado lá. Mas não havia nada bom ali.
Terei que sair para comprar algo. Suspirei. Tenho que fazer compras mais frequentemente.
Apenas coloquei um casaco por cima de meu pijama antes de sair. Não estou com a mínima vontade de trocar minha roupa.

Saí de casa praticamente me arrastando, espero que algo esteja aberto a essa hora. Passei perto de algumas das maiores empresas da cidade. Apesar de serem grandes empresas, não ficam em centros, a maioria são em bairros residenciais pelo fato de ser mais tranquilo. Enquanto observava as enormes empresas, vi alguns homens saindo de lá, entre eles, um de cabelos esverdeados. Yoongi.
Coloquei o capuz de minha blusa. Sei que é ridículo me esconder desta maneira mas prefiro evitar que ele me sequestre novamente, enfim, prefiro evitar problemas.
Apressei meu passo.
- Hey, você! – Ah, merda! Parei de andar, não olhei para eles apenas parei e abaixei minha cabeça.
Um deles se aproximava de mim, não sabia qual deles era, apenas ouvia os passos.
- Porque está andando vestida deste jeito, a esta hora, tentando cobrir seu rosto? - Como a sorte é muito minha amiga, ela coloca logo Yoongi para vir falar comigo. Entre todos aqueles homens o único que vem me chamar a atenção é Yoongi. Suspiro.
- Que influencia você tem sobre o que eu visto ou deixo de vestir? - Digo evitando contato visual, sabia que ignora-lo não ia adiantar nada. Ele é teimoso.
- Ah é você. – Ele dá uma risadinha.
Tento sair do caminho de Yoongi mas o mesmo entra em minha frente e começa a andar de frente a mim.
- Diga o que quer ou saia do meu caminho por favor. – Ele segurou o meu braço ao final de minha frase e ficou me fitando, fiz o mesmo.
- Porque continua fazendo isso comigo? - Desvio meu olhar e coro. É incrível como mudo de uma mulher confiante para uma adolescente, idiota e apaixonada quando estou em sua presença. Por mais que eu negue, ele ainda me tem em suas mãos, esta é minha fraqueza e ele sabe muito bem disso.
- Por que...Eu te amo Kim, é tão difícil entender...? - Sorri.
- Sim... É difícil entender algo que não existe. – Retiro minha carteira do bolso traseiro de minha calça e pego um papel de lá, desamasso o mesmo.
- Você mesmo me provou isso. – Jogo o papelzinho em suas mãos. Naquele papel havia a minha assinatura e a de Yoongi, comprovando que aquele maldito contrato de que “vença a melhor empresa” existiu. Guardei este papel porque achei que seria útil.
- Quer me ter de volta? Prove os seus sentimentos. – Saí andando. Não tenho paciência para estas coisas. Mas, sinceramente... É divertido ver Yoongi se arrastando por minha causa. Isso é sinal que o tenho em minhas mãos, quero ver até onde isso vai. Deixo um sorriso escapar.

Depois de alguns minutos vagando pelas ruas, achei uma padaria aberta, não era grande coisa mas servia. Comprei o que eu achava mais atraente ali. Acabei comprando um monte de coisas.
Fui comendo no caminho, estava morrendo de fome, fiz questão de passar bem longe da empresa em que Yoongi estava mais cedo.

Já estava quase na porta de minha casa, havia um carro ali, aparentemente o carro de Nam. Ele não recebeu minha mensagem?
- Ah, Kim! – Ele me chamou assim que notou minha presença.
- O que você está fazendo aqui? - Perguntei tentando engolir a comida que estava na minha boca.
- Eu vim para te levar ao hospital. – Ele pegou as sacolas da minha mão e as colocou no banco de trás do carro.
- Hum? Como assim? - Hospital...? Ele me puxou para dentro do carro e deu partida no mesmo.
- Não fique estressada comigo... Eu sabia que você não viria vir fazer o exame se eu te pedisse, então eu quis vir te buscar. – Engoli seco. Fazer o exame? De gravidez...?
- N-Nam, você poderia ter me avisado.
- Sim peço perdão. Mas seu te avisasse era bem provável que você não iria concordar em vir comigo. – Sim... Ele tem razão, eu nunca faria esse exame.
- Não era mais fácil comprar um teste de gravidez?
- Sim, mas não confio naqueles troços. – Ele disse. Suspirei.

Depois de um tempinho havíamos chegado no tal hospital, entrei em uma sala assim que fui chamada. O doutor me fazia várias perguntas, fizeram alguns exames, e lá estou eu naquela sala, meu coração a mil, mãos tremendo, com medo. Eu sabia a resposta, mas estava com medo, isso iria estragar minha vida completamente.

- Senhorita, Kim? - A enfermeira sorriu, sabia o que estava por vir, mas mesmo assim, estou com medo das palavras que ela vai dizer.
- Sim? - Sorri em nervosismo.
- Parabéns! – Ela caminhou calmamente até mim com um sorriso no rosto e me entregou um papel, um papel comprovando que sim, sim eu estava grávida. Deixei uma lágrima escapar. Não sei se deveria ficar triste com isso mas... O que posso fazer? Irei destruir completamente minha vida, serei julgada.
- Kim... – Nam apareceu na porta com um pequeno sorriso e se sentou ao meu lado.
- Quem é o pai? - Perguntei.


Notas Finais


Espero que tenham gostado S2
~ Bye Bye ^~^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...