História Lost Minds - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Tags Drama, Gaaino, Gossip Girl, Naruhina, Naruto, Romance, Sasusaku
Exibições 17
Palavras 616
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Eu sou bem louca e exclui os outros dois capítulos que havia postado só porque senti falta de um prólogo. Porém, prestem atenção nos próximos capítulos porque talvez eu altere alguma coisa que possa mexer na ordem da história.
Então, me desculpem por isso :)
Boa leitura.

Capítulo 1 - Prólogo.


A madrugada era fria e uma fina camada de chuva cobria a cidade. Desci as escadas que davam para a garagem em passos rápidos, queria sair dali o mais rápido o possível. Dentro do carro, minha mãe segurava o volante com firmeza e acompanhava cada movimento meu, me analisando, tentando perfurar a camada de autodefesa que eu havia feito em torno de mim mesma.

Coloquei minhas malas no bagageiro e fui para o banco da frente, entrando do carro. Minha mãe não me disse nada, continuou com o silêncio e eu agradeci mentalmente por ela continuar assim.

O carro começou a deslizar pelas ruas pavimentadas de Konoha e o único som a ser ouvido além do carro era das gotas gélidas batendo na lataria. Encostei minha cabeça no vidro ao meu lado e fiquei a observar a cidade lá fora. Enquanto passávamos pelas mansões luxuosas e prédios de alto luxo, não consegui deixar de pensar em toda a minha vida ali. Em todas as noites de farra com os amigos, das madrugadas andando pelas ruas abarrotadas de pessoas se divertindo e até mesmo dos chatos coquetéis que ficavam legais com as pessoas certas.

Eu estava perdida há muito tempo, mas meu último ato havia me provado que eu estava perdida para sempre, talvez. Eu havia traído a confiança da única pessoa que ainda acreditava totalmente em mim. Eu tentava segurar as lágrimas mas elas queriam cair com a mesma insistência da chuva lá fora.

Eu não deveria ter ido à festa do Palace. Eu não deveria ter bebido tanto. Eu não deveria ter achado Naruto Uzumaki atraente e muito menos tê-lo beijado. Ele era o primeiro amor de Sakura, eu que havia passado noites lendo mensagens e ouvindo-a falar sobre ele como quem fala de um príncipe encantado. Eu que havia a ajudado a decidir qual vestido usar no primeiro encontro e qual lingerie usar para a primeira vez. Eu havia ouvido o choro baixo dela por cada erro do relacionamento e também os pedidos de desculpas sinceros que eram tão difíceis para ela. Eu era a pior pessoa do mundo por tomá-lo dela mesmo que por um momento.

Meu celular começou a vibrar na minha mão e meu coração apertou ainda mais ao ver a mensagem no visor.

De: Sakura Haruno.

                Ino, onde você está? Você sumiu e não voltou mais para a festa. Você está bem? Me ligue!”

 

                Coloquei o celular no bolso e tentei me concentrar para não chorar.

− Ino, eu não sei o que aconteceu – Minha mãe começou a falar de uma forma cautelosa –E também não vou te forçar a dizer. Mas saiba que você não é culpada de tudo o que acontece, tudo bem, filha?

Eu queria que ela estivesse certa. Eu queria não ser a única culpada dessa história.

− Não dessa vez, mãe – Respondi dando-lhe um beijo na bochecha e abrindo a porta do carro – Dessa vez a culpa é toda minha.

Não deixei ela responder. Sai do carro e peguei minhas malas no bagageiro. Acenei e vi minha mãe sorrir triste. Meu coração apertou ainda mais, se isso era possível. Eu a amava, apesar de tudo.

Segui para o balcão e pedi uma passagem para o meu destino. Uma cidade há quase quatro horas de distância de Konoha, onde ninguém poderia me achar.

Não demorou muito para o trem sair, e logo eu já estava adentrando uma das quentes cabines do veículo.

Enquanto o trem se arrastava para fora de Konoha, eu não podia deixar de pensar que de ali para diante, eu iria viver uma outra vida, uma nova Ino Yamanaka iria tomar conta de mim.

Konoha ficava para trás e a velha eu também. 


Notas Finais


E aí, o que acharam? Deixem reviews para me deixar feliz, por favor :(


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...