História LOST || pjm jjk - jikook. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Kpop
Exibições 16
Palavras 1.005
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Festa, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - 0.1 - Orfanato.


Fanfic / Fanfiction LOST || pjm jjk - jikook. - Capítulo 2 - 0.1 - Orfanato.

◎ AVISOS ◎
« Fanfic homossexual.
« Jimin será mais novo que Jungkook.
«Hot apenas se quiserem.

♡ Boa sorte ♡

'—'—'—'—'—'—'

A noite em Busan estava fria, como de costume. A essa hora, a rua estava sem movimento, vazia. O único som que poderia se ouvir era o de passos sobre a calçada de uma pessoa qualquer que andara pelas ruas perigosas a esta hora.

Exatas 3:36 da madrugada, e Jungkook estava em seu quarto iluminado apenas pela luz da lua que invadia entre as frestas das cortinas cinzas. O rapaz se encontrava em baixo de suas cobertas, com seu olhar vidrado em seu notebook, sem sono algum.

O rapaz procurava um emprego em Busan por diversos sites. Apesar de morar com os pais, Jungkook queria ter seu próprio dinheiro, apenas para mostrar aos seus pais que era capaz de gerar seu próprio dinheiro.

E também para comprar o novo álbum da IU.

Jungkook poderia estar no momento em uma festa que seu amigo delinquente, Jung Hoseok, fazia ao momento.

Todos estavam na tal festa! Afinal, era uma festa organizada por Hoseok (ou J-Hope, como o próprio prefere ser chamado), as suas festas são as melhores de toda Busan! Quem não iria?

Isso mesmo, Jungkook.

Ao contrário de seus amigos, Jungkook sempre fora muito quieto, na dele, fechado. O que, de vez em quando, irritava os seus demais amigos. Jungkook nunca fora de beber, nem de lugares com som alto e pessoas se beijando por todos os cantos.

Então... Por que iria?

Jungkook preferia mil vezes ficar em baixo do seu cobertor quentinho, escutando músicas no seu próprio fone de ouvido e comendo seus próprios salgadinhos.

O celular do rapaz toca, e o mesmo revira os olhos ao ver que quem o ligava era seu hyung, Yoongi. Não que o rapaz não gostasse do seu hyung... Ele apenas sabia que o mesmo deveria estar bêbado, e quando Yoongi fica bêbado, ninguém o suporta.

Somente o seu namorado, o Hoseok.

Jungkook bufa e pega o celular, logo atendendo a ligação do seu hyung.

"YAA, JUNGKOOK-AH, VOCÊ NÃO VEM?", o mais velho dizia do outro lado da linha, com a voz totalmente embolada.

"Não hyung, eu estou ocupado agora.", digo rápido e sério.

"MAS AQUI ESTÁ TÃO LEGA... ETA PORRA, LEVARAM MEU COPO!" o outro falava, esforçando sua voz pois o som estremecia, dando um 'mute'.

A ligação é encerrada, Jungkook apenas ignora e volta sua atenção ao computador, pegando mais um chips do pacote ao seu lado.

Foi então que achou um emprego considerável bom. Seria como assistência em um orfanato.

Jungkook nunca tinha ouvido falar sobre aquele orfanato em Busan... "Orfanato Jyuk".

"Nome estranho...", o rapaz sussurra, enquanto analisava o site.

As fotos mostravam uma enorme casa, aparentava ter vários quartos. O trabalho seria das 13:30h até as 20:00h, o que estava mais do que ótimo para Jeon. O salário era bom, e o local não era tão longe, o rapaz poderia ir com sua bicicleta.

"Achei!", o rapaz exclama, fechando seu notebook enquanto sorria.

Amanhã o mesmo iria ao local para a entrevista. Jungkook precisava dormir, então apenas joga seu notebook e os pacotes de chips ao lado de sua cama e se enrola no seu cobertor quentinho, se cobrindo até a metade do rosto, deixando apenas seus olhinhos fofos e puxados de fora.

O despertador do celular de Jungkook ecoa por todo o quarto, fazendo o mesmo se espertar aos pouquinhos.

O rapaz gemia em reprovação, tateando sua cômoda na procura de achar seu celular e desligar aquele tão irritante alarme.

O rapaz finalmente o acha, e logo desliga o som insuportável. Se senta de forma mais adequada em sua cama e fica encarando o nada com sua carinha fofa, como de costume toda manhã.

Jungkook calça sues chinelos vermelhos e vai em direção ao banheiro, sonolento e tombando para os lados, sussurrando coisas desconexas.

O rapaz entra em seu banheiro e encara sua situação se vendo ao espelho. Estava com uma cara péssima, olheiras fundas e o cabelo totalmente bagunçado.

"É só eu lavar a cara e tá tudo bem." diz para si mesmo, abrindo a torneira de sua pia, logo juntando uma certa quantidade de água em suas mãos e lavando o seu rosto.

Como aquela sensação era boa para Jeon. O rapaz enxuga seu rosto com sua toalhinha branca ao lado e encara-se novamente no espelho.

Está ótimo, pensa. O rapaz escova seus dentes e saí de seu banheiro. Para em frente ao seu guarda-roupa, abrindo uma das gavetas, pegando uma camiseta branca e um de seus moletons pretos. Pegou uma calça jeans qualquer e o seu tênis de sempre.

Após ter vestido as peças, o rapaz penteia seus cabelos morenos. Pega uma mochila e coloca alguns dos seus pertences necessários: carteira, garrafinha d'água, seu carregador portátil e mais algumas coisas. Se olha mais uma vez no espelho e põe sua máscara preta.

O rapaz pega seu celular e deixa um recado na geladeira da cozinha para sua mãe.

"Fui procurar emprego,
volto para o jantar.
Não tomei café pois estava
sem fome. xoxo
-Kookie"

O rapaz finalmente saí de sua casa, pegando sua bicicleta que estava jogada no jardim de sua casa, pedalando em direção ao Orfanato Jyuk, enquanto cantarolava uma música de sua idol, IU.

Depois de tanto pedalar, o rapaz finamente havia chegado ao tal orfanato. A casa era enorme, e de fora já se ouvia crianças falando e rindo. Uma bela casa, várias janelas, um belo jardim na frente, árvores, banquinhos.. Estava ótimo.

Bom, era isso que dava pra ver de fora do portão.

Jungkook toca o interfone e espera alguém o responder.

"Bom dia, quem procura?", uma voz masculina é ouvida do interfone.

Jungkook aproxima-se do interfone e diz:

"Er... Vim para a vaga de assistência!"

"Ótimo! Entre." A voz é ouvida novamente e o portão é aberto.

Jungkook olha mais una vez para a placa do orfanato e entra no mesmo, pedalando devagar sua bicicleta.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...