História Lost Stars - Jikook - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster
Tags Bts, Exo
Exibições 108
Palavras 1.009
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oie ! Bem, essa é minha primeira fic de Jikook, então relevem ^-^

Capítulo 1 - ~Capítulo 1~


        Povs JungKook on

    Bem, eu sou JungKook, tenho 18 anos, sou herdeiro de uma empresa, chamada Big Hit, Mas, não trabalho nela, para provar ao meu Appa, que sei muito bem me cuidar sozinho, por isso, sou policial, moro em um apartamento, tenho uma bolinha chamada "Jimin" mas conheçido como "Jiminie" ou "Minie" como o chamo. Jiminie, foi minha digamos "salvação" da depressão, seu sorriso, seus lábios, sua risada, Tudo nele, me fazia Bem, conheçi essa vida, quando visitava a empresa de meu pai, e essa criatura estava sentada do meu lado, ficava rindo, e começei a conversar com ele, no final, viramos amigos, Mas, um dia, eu perdi o controle.

Aí descobri,que amava Jiminie. E agora vivemos essa vida, Boa, mais, ao mesmo tempo, dolorosa.

Sofremos muito preconceito por causa de nos amarmos.

-Minie ? - Chamo o mesmo que estava distraído com o desenho que se passava na TV que estava na frente do mesmo.

-Hm ?- O mesmo não desprendia seu olhar do desenho.

- Quer uma pipoca ? - Pergunto ao menor.

- Não estou com fome Kookie. - Ele ele diz agora me fitando e deixando um sorriso.

Aquele sorriso, quando ganhava ele, parecia que eu me desmoronava, Jiminie, você me deixa louco.

-O que você está fazendo comigo ? - Sussurro pra mim.

O Telefone toca.

Ligação on

- Sim ? - Digo.

- Olá ? Jimin ?- Era uma mulher.

Sra.Park, oque eu faço.

Jiminie parecia ter ouvido a voz de sua Omma, e sorri. Sinto o telefone ser puxado de minha orelha.

-Omma ?- Jiminie diz.

-Jimin ! - O Repreendo.

Ligação 

-Omma ?

-Oi meu amor- Diz a Sra.Park.

-Omma ! - Jiminie parecia ter ficado feliz ao ouvir a voz de sua Omma.

Não gostava muito de Minie falar com sua Omma, Afinal, ela está presa, ela pode falar pro Jiminie me matar ou sei lá.

Mas acho que É só coisa da minha cabeça, Afinal, ela não seria louca a esse ponto.

Ligação 

-Escute Jimin, Faça tudo oque sua Omma disser.- Aquilo me deixou com um pouco de medo ? Sim. - Pegue uma faca na cozinha, e espere JungKook dormir, e...-

-Omma ! Eu não vou matar o Kookie.- Jiminie a corta. Aquilo me deu um alívio? Muito.

- E-Eu estava brincando filho.- a mesma diz sem graça.- Filho, está tudo bem com você? -

O cobra, não dá pra esconder seu veneno não tá ?

- Estou bem Omma, e a senhora ? -

Minie, é tão fofo, ainda bem que posso apertar.

- Não, meu Filho, estava tentando me suicidar, mas não tem nada nessa cela ! - Ela grita, parecendo também dizer aos guardas do local.

-Omma ! Falta pouco pra você sair daí, não fale besteira, quer deixar seu filho órfão? -

Minie as vezes é sério.

- Pouco ? Faltam 19 anos, 9 meses, e 20 dias.

Aí você me pergunta, oque a Omma de Jiminie fez ? Simples, ela já tentou matar o Minie, é louca, matou um morador de rua, e uma senhora de uma loja de conveniência.

-Omma ! Pense positivo, fighting! - Mesmo a Omma de Minie tentando matar ele, ele ama ela. Minie Tem um coração de Ouro, o contrário da sua Omma.

-Omma ! Quando vou poder visitar você com o Kookie? -

Minieee, eu não quero olhar pra cara dessa cobra.

-Não sei meu Filho. Espere um minuto.

-Okay.

Minutos depois ..

-me disseram que você pode me visitar amanhã.

-Então okay Omma ! -

Minie parecia feliz.

-Annyeong Filho, o tempo de ligação acabou.

-Annyeong Omma !

Ligação off

-Minie ! - me sento do seu lado.- Por que você é tão fofo ?- Deposito um dele em seus lábios, fazendo o mesmo rir.

-Kookie ! - Ele passa seus braçinhos pelo meu pescoço, encostando nossos narizes.

-Meu Minie, Só meu !-

-Meu Kookie, Só meu, ninguém chega perto ! -

Ri.

-Minie, meu possessivo.- começo um beijo intenso nele, passando meus braços por sua cintura, e o mais engraçado, era que, Minie ficava apertando minha bochecha.

Desfiz do beijo.- Por que isso sempre ? - Ri.

-É por que, o Minie gosta de apertar.- Ele faz um biquinho, que acabei mordendo.

-Kookie ama Minie ? - O menor pergunta.

-E como eu amo.- dou outro beijo nele, o carrego no colo até a cama, onde o jogo e me deito sobre ele, não parando o Beijo. Minie parecia animado, mais ainda era muito novo, pras coisas que queria fazer. Por isso, não passamos dos toques.

-Kookie-ah-

Minie, não me enlouqueça por completo.

-Guarde seus gemidos, vai prescisar pra mais tarde.

-Jungkook-ah-

Sem Querer, havia roçado nele.

-De-Desculpe.- Me jogo ao seu lado.- Eu te amo tanto Minie.- Me viro pra sua direção, e coloco meu rosto perto do dele, fazendo o mesmo sentir minha respiração meio ofegante pela prévia do ocorrido.

O mesmo se vira, fazendo ficarmos nos encarando, o mesmo sorri.- Eu também te amo Hyung.- O mesmo alisa meu rosto com suas mãozinhas pequenininhas e gordinhas.

-Vamos passear amanhã ? - Pergunto ao mesmo.

-Amanhã vamos visitar a Omma.- Ele diz sorrindo.

-Minie, me preocupa você amar ela. Você sabe oque ela fez.- Fito uma de suas perninhas cortadas. Aquilo me doía demais, aquela cobra machucando meu Minie.

-Ela mudou Hyung.

-Certeza ?

-S-Sim.

-Ok. Vamos dormir.

Não acreditava.

Minie se virou, e o abraçei, fazendo ficarmos de conchinha.

-Boa noite minha bolinha fofa.- Deposito um selar em sua cabeça.

O ômega sorri com o carinho de seu alfa.

-Hyung ! -

-Hm

- Vamos nos casar ? - O menor parecia ter ficado eufórico com sua ideia maluca.

-Agora não Minie, estamos muito novo para isso, Mas, no futuro, concerteza.

O menor havia ficado um pouco cabisbaixo.

-Ei, sabe que te amo, vamos nos casar, Mas, agora não.

-Já entendi Hyung.-

O Alfa fica fazendo carinho no rostinho de seu ômega, até o mesmo pegar no sono.

JungKook viu que Jimin já havia adormecido, e foi tomar um copo de leite.

Na porta da varanda, estava um clarão por causa da lua. E JungKook vai até a varanda e fica observando o mundo do lado de fora de seu apartamento, que raramente saia.

JungKook enxergava 90% do mundo em Minie, se o perdesse, perderia praticamente, sua vida.

O Alfa fica fascinado pelo amor de seu Ômega. Ele amava tanto Minie.






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...