História Lost Stars - Jikook - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster
Tags Bts, Exo
Exibições 46
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Hentai, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - ~Capítulo 2~


POVS JIMIN ON

Acordei, e vi que o Hyung já havia ido pro trabalho.

Odiava ficar sozinho naquele apartamento.

Tenho 15 anos e não saio de casa muito sozinho, gosto de ser uma criança pro Hyung cuidar de mim.- Sorri com meus pensamentos.

Íamos ver a Omma hoje, Mas, o Hyung teve uma emergência, e teve que ir trabalhar. Fiquei triste ? Um pouco, mas tudo bem.

Me levantei e fui no banheiro, me olhei no espelho, peguei um batom vermelho, e passo em meus lábios, a sensação era Boa, me sentia tão bem, mas não podia sair por aí assim.

Peguei um papel, e retirei o mesmo de meus lábios.

Desço da escadinha que estava em cima da mesma, e vou até o primeiro andar do apartamento.

Sinto o vento forte vindo da porta de vidro que tinha da varanda, aberta. Vou até a mesma e a fecho.

Em Seul, faz muito frio no inverno, e acho que Hyung esqueçeu a porta aberta.

Tomo minha refeição matinal, e subo para o quarto, coloco uma calça bem colada, uma blusa de manga do Exo, mais um moletom verde por cima, e um cachecol. Arrumo meus cabelos, coloco um tennis, e saio do apartamento.

- não demorar, e chegar antes do Hyung, e não ter medo, afinal, não tenho mais 10 anos, sou um adolescente, que virou anti-social por causa do Hyung.- Falo pra mim mesmo.

Tranco a porta do apartamento, coloco no bolso, respiro fundo, e começo a andar em direção ao elevador.

Quando desço, vi uma grande movimentação na avenida, me assusto um pouco, e começo a andar.

Olho em volta, e vejo para onde posso ir para me distrair.

Vi uma cafeteria muito kawaii, e era em frente ao apartamento, como nunca reparei nela ?

Fui até a mesma, e entro, fazendo o barulho do sininho da porta tocar.

Fui até uma mesa vaga, e fiquei olhando o lugar, de repente, meu olhar se prende em uma garota, ela parecia ter uns 14 anos, muito fofa, e fiquei a admirando. Nem tinha reparado na garçonete que me chamava.

-Ei ! Menino, oque vai querer ?- ela parecia não aguentar mais de tanto repetir aquela frase.

-E-Eu quero um cappuccino de chocolate.

A mesma vai embora.

Quando olhei de volta para a garota, vi a mesma saindo da cafeteria.

Me levantei e corri até a porta.

Não tinha achado ela, quando estava voltando para o café, algo me toca.

-Oe ! - A garota pareceu do nada, fazendo eu levar um susto.

-Que susto ! M-Me desculpe.- Ia voltar para o café.

-Eu vi você me olhando. Quer tomar o seu cappuccino comigo ? - Ela diz.

-Okay.

Voltamos.

-Gosta de mim ? - Ela pergunta me fazendo corar.

-Eu só achei você bonita, mais, o Hyung é mais.

-Que ? Hyung ? - Parecia que a mesma tinha se assustado.

-Sim.

-Que nojo ! - ela saiu da cafeteria.

Por que eu disse aquilo ? Aigoo.

-Aqui está seu cappuccino.- A garçonete havia trazido.

-Obrigada.

Por que todos...Não aceitam nosso amor ? Oque isso tem de errado ? O Hyung deve sofrer também muito, mas, nada separa nosso amor.

Olhei o relógio em meu pulso, e vi que....ferrou.

#Quebra de tempo#

-Park Jimin-Ah ! Você não pode sair sozinho ! Você pode ser sequestrado! Já pensou se isso acontecesse? Eu morreria ! -

Estava sentado no sofá, e o Hyung estava andando de um lado pra o outro nervoso.

-Desculpe Hyung, eu ão gosto de ficar sozinho.

-O-Okay.

Vou até o mesmo e o abraço.

O mesmo me pega no colo e me dá vários selinhos no rosto me fazendo rir.

-Não consigo brigar com uma coisa fofa dessa.-

Segurei o rosto do Hyung e o beijei, era um beijo doce, e com gosto de morango.

-Te amo - o Hyung diz.

Eu ri.

- Ainda não tomei banho.

- vamos tomar então.- Diz o Hyung.

Minutos depois...

Estava na banheira com o Hyung, entre suas pernas, e o mesmo lavando meu cabelo.

- Hyung, to com sono.- Digo manhoso

-Há vai.

Minutos depois.

-Hyung.-

-Já vaai.- Ele ainda estava ensaiando minhas costas.

-Pronto.- corri da banheira molhando o chão de água e espuma por todos os cantos

-Jiminieeee ! - O Hyung havia gritado.

#Quebra de tempo#

-Hyung, Canta uma musica ?-

-Qual você quer ?

-Begin ! - Ficava brincando com suas mãos.

- Okay- Ele diz.

Povs JungKook on

Quando eu tinha quinze anos, eu não tinha nada

O mundo era muito grande e eu era pequeno

Agora eu não posso sequer imaginar

Estava sem cheiro e completamente vazio

Eu rezo

Você me faz começar

Você me faz começar

Você me faz começar

(Sorria comigo, sorria comigo, sorria comigo)

Você me faz começar

(Sorria comigo, sorria comigo)

Eu não aguento mais

Porque você está chorando

Eu quero chorar no seu lugar

Embora eu não possa

Você me faz começar

Você me faz começar

Você me faz começar

(Chore comigo, chore comigo, chore comigo)

Você me faz começar

(Chore comigo, chore comigo)

Olho para o mesmo, e o vejo dormir,

Dou um beijo em sua testa e o arrumo na cama.

-Eu amo o Hyung- Jimin estava falando dormindo- Aquela menina era bonita.

Que ?

-Mas o Hyung é maais -

Ata

-Por que ela não gostou quando disse que eu gostava mais do Hyung ? Será que todos nos odeiam ?

Aquilo tinha me preocupado. Por isso que não gosto de deixar ele sair sozinho, ele ouve coisas terríveis.

O mundo nos abomina ? Mas nós que abominamos o mundo.

Tudo está murchando

Está quebrando, o fim está chegando, a folha murcha

O silencio dentro do meu coração

Por favor, não caia

Por favor não caia, minha folha murcha

-Dead Leaves.

Por que é tão difícil? Porque todos nos odeiam ? Porque Deus ? Porque Buda ? Por que ? Será que existirá um dia em que podemos ser aceitos na sociedade ? Ou temos que nos esconder pra sempre ?

(Ah, woo woo)

Fique longe longe de mim

Fique longe de mim

(Ah, woo woo)

Algo, por favor, me salve

Por favor, me salve

-Lie.

É assim que vocês veêm nós? Cadê a frase "Todos somos humanos" ela não existe mais ? Nos perdoem mais, somos oque somos, queremos oque queremos, e oque você quer não me importa. somos oque somos.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...