História Lost wings, crossed paths (Imagine Taehyung) - Capítulo 4


Escrita por: ~ e ~manuzinhao

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine, Kim Taehyung, Taehyung
Visualizações 19
Palavras 733
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Sobrenatural
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Aquele capítulo 4 quentin, chega manteiga derrete
(Ke?)

Capítulo 4 - Não é boa coisa


Fanfic / Fanfiction Lost wings, crossed paths (Imagine Taehyung) - Capítulo 4 - Não é boa coisa

                      Taehyung

- Para onde estamos indo mesmo?- Perguntei para (S/N) enquanto observava os humanos a minha volta

- Para a biblioteca - Ela segurou meu braço e atravessou a rua - Jin quer saber mais a respeito dessa coisa de "anjo", e se eu der sorte, vou achar o Yoongi

- Yoongi? Ele é seu namorado?

- Amigo - Ela me puxou com mais força até o outro lado - vê se presta atenção, você vai acabar sendo atropelado

- Não sei nem porque eu tive que vir com você...

- Pelo simples fato de que o Jin não vai dar conta de cuidar de dois esquisitões que se dizem anjos, se passaram apenas 2 horas e vocês conseguiram quebrar 3 pratos e 2 vasos de flor!

- Essas ferramentas humanas são complicadas

- Talvez a mãe do Yoongi tenha o telefone do hospício - Ela murmurou enquanto abria a porta de uma construção antiga, onde uma placa pendurada acima da porta dizia "biblioteca"

Assim que a porta foi aberta, dei de cara com um lugar escuro e quieto - até demais, pro meu gosto - onde duas ou três pessoas estavam sentadas em diferentes mesas, na maior delas estava sentada uma senhora de cabelos brancos e aparência gentil. Assim que viu (S/N), ela abriu um enorme sorriso

- Bom dia, senhora H. - Falou (S/N)

- Bom dia, querida! Como vai você? E o seu irmão, o Seokjin?

- Estamos bem, senhora - Ela deixou alguns livros sobre a mesa - Jin mandou devolver... e o Yoongi, ele está?

- Está sim, querida... Arrumando os livros na terceira prateleira - Ela apontou para o lugar, onde consegui ver um garoto de cabelos verdes e uma cara de tédio. (S/N) voltou a me puxar, me levando até onde estava o rapaz

- Obrigada, senhora H. 

- Por nada... - A velha senhora ajustou os óculos e começou a carimbar alguns papéis

- Yoongi! - (S/N) soltou meu braço e foi na direção do amigo 

- Ah... oi, (S/N) - O garoto guardou os últimos livros na prateleira e olhou para mim, arqueando uma sombrancelha - seu amigo?

- Ahn... não exatamente - Ela sorriu sem jeito - é uma história confusa... vou te explicar tudo depois

- Ah... claro... - Ele estendeu a mão para mim - prazer, Min Yoongi

- Kim Taehyung - Olhei para a mão dele por alguns segundos, só então me lembrei que humanos costumavam apertar as mãos uns dos outros - muito... prazer - falei, sacudindo a mão do mesmo

- Bem... o Tae é meio esquisito - Ela deu um tapa no meu braço, fazendo eu soltar a mão de Yoongi - você vai entender tudo depois... mas agora, preciso da sua ajuda

- Pode falar

(S/N) tirou do bolso uma pedaço de papel e entregou para Yoongi

- Jin me disse para levar esses livros pra ele, pode pegar pra mim? 

- História dos anjos... anjos guardiões... Pra que essa coisa toda?

- Como eu disse, você vai entender depois

- Tudo bem... espere aqui

Yoongi saiu na direção de outra prateleira, sem tirar os olhos da lista

- O que foi aquilo? - (S/N) perguntou, olhando para mim de forma assustadora

- Eu... apertei a mão dele?

- Você tentou arrancar o braço dele, é diferente... 

- Voltei - Interrompeu Yoongi, que vinha carregando 4 livros nas mãos

- Ótimo - (S/N) pegou os livros das mãos de Yoongi - você pode sair agora?

- Não, meu horário de trabalho acaba as 10:00...

- Então aparece lá em casa assim que sair, entendeu? É assunto sério

- Sim, senhora

- Até mais então, vem Taehyung - Falou, como sempre, me puxando pelo braço

- Até... - Yoongi voltou a organizar os livros

Após se despedir da senhora H. e pegar um papelzinho que eu não entendi o que era, (S/N) deixou a biblioteca, puxando um pobre Taehyung que não sabia o que estava fazendo ali

Lerdo como sempre, o pobre Taehyung esbarrou em um homem assim que passou pela porta

- Ah... desculpe moço

- Tudo bem - Ele ergueu os olhos e me encarou por alguns segundos - só olhe por onde anda da próxima vez

- Nós sentimos muito - (S/N) voltou a me puxar, saindo de perto do estranho, que nos seguiu com o olhar até que nos perdesse de vista

Sinceramente, não conseguia entender o porquê de (S/N) estar sempre com pressa, ou o motivo para tantas pessoas de cara fechada em pleno sábado

Tinha certeza de apenas uma coisa: o jeito que o estranho me encarou... não podia ser boa coisa



Notas Finais


Foi isso, espero que tenham gostado :3
(Ignorem o retardo mental da pessoa lá no começo, n tinha nada pra acrescentar daí lembrei da Panificadora Alfa :P)
Até o próximp capítulo
Bejux (/'3')/


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...