História Lotto - Capítulo 36


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, IKON, Lu Han, Monsta X
Personagens B.I, Baekhyun, Bobby, Chanwoo, Chanyeol, Chen, D.O, Donghyuk, I'M, Jinhwan, Joo Heon, Junhoe, Kai, Ki Hyun, Kris Wu, Lay, Lu Han, Min Hyuk, Sehun, Show Nu, Suho, Tao, Won Ho, Xiumin
Tags Abo, Baekyeol, Hansoo, Hunhan, Kaisoo, Layhan, Laysoo, Sulay, Taoris, Xiuchen, Xiuhan, Xiulay, Xiusoo
Exibições 546
Palavras 1.565
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Famí­lia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 36 - 14 Anos (2 Temporada)


Changkyun On

Acordei me sentindo esquisito, parecia tudo girando e uma dor forte tomava conta do meu corpo inteiro, eu estava enjoado, me levantei e fiz um esforço para chegar até o andar de baixo e passando pela porta do quarto do hyung eu escutei barulhos estranhos que pareciam gemidos ou algo assim, desci mais rápido para evitar invadir sua intimidade e avistei appa olhando a tv.

-A-appa...

-Kyunie? Está tudo bem? Você está branco demais. -Appa levantou correndo e me pegou no colo para me colocar no sofá.

-Eu não estou bem appa...eu acordei me sentindo estranho e dói.

-Me diz...quais os sintomas, consegue descrever bebê? -Appa me olhava preocupado demais.

-Minha barriga, minha cabeça está girando, eu estou enjoado. Dói muito.

-Aqui? -Ele apertou na lateral da barriga e eu gritei de dor, era agonizante, era uma dor que eu nunca tinha sentido na vida. -Aparentemente o problema é na sua apêndice, eu tenho que levar você para o hospital agora.

-E-eu vou morrer?

-Não meu filhote, só um médico vai cuidar muito bem de você, confia no tio Hunnie não é? Ele é médico e não vai deixar que você sinta nenhuma dor.

-Promete? -Eu tinha o maior medo de hospitais que alguma pessoa poderia imaginar, aquele lugar era um horror.

-Eu prometo sim meu bebê.

-Cadê o omma?

-Todo mundo saiu hoje, logo hoje...ah meu Deus, eu não posso sair de casa, seu irmão entrou no primeiro cio...AI MEU DEUS...O QUE EU FAÇO? -Appa entrou em desespero e ficou andando de um lado para o outro.

-O tio Hunnie pode vir?

-ISSO. Eu vou ligar para o Sehun vir meu amor, e também vou ligar para o seu omma.

-E o Joo? -Resmunguei baixo.

-Tá...eu LIGO para o Jooheon. -Appa resmungou e eu acabei sorrindo mas doeu tudo novamente. 

***

Não sei quantos minutos se passaram mas ouvi a voz do tio Sehun eufórica, ele estava vermelho e se aproximou devagar, eu estava sentindo dor por todo o meu corpo e ficando sem forças também.

-Eu vou te levar ao hospital tudo bem pequeno? Tente se manter acordado no caminho, Kwanie converse com seu hyung tudo bem? -Tio Hunnie perguntou e eu assenti tentando me manter de olhos abertos, ele me levou até o carro, eu tentava me concentrar nas palavras que Seungkwan estava falando, mas estava ficando complicado. 

-Appa...o Kyunie está fechando os olhinhos. -Ouvi a voz infantil de Kwan soar e abri os olhos devagar.

-Isso é comum meu anjo, só continue falando para que os sentidos dele não sumam, você está fazendo um bom trabalho. -Senti o carro parar e andar, a porta abrir, e logo eu estava no colo de novo, e depois disso eu só escutava as vozes, não tinha mais forças para abrir os olhos e nem nada disso, eu sabia que estava sendo levado, eu só conseguia tentar juntar o raciocínio mas não fucionava.

***

Acordei no quarto do hospital, eu estava conectado a alguns fios e o omma estava sentado na cadeira junto do tio Hunnie.

-Omma? -Ele se levantou rápido.

-Meu bebê, como você está?

-Eu não sinto mais dor. O que aconteceu?

-Você teve uma apendicite, não é nada anormal, agora você precisa fazer repouso pois passou por uma cirurgia para removê-la.

-C-cirurgia? E-então eu...vou ficar com cicatriz? 

-Ahn...filhote, você vai ter um pequeno buraquinho na barriga, mas é muito pequenino e não vai te incomodar em nada.

-Ah...omma...o Jooheon.

-Está lá fora, você quer vê-lo?

-S-sim.

-Vem Hunnie, vamos deixar os dois sozinhos. -Omma saiu puxando o tio e então Jooheon entrou, ele tinha um sorriso mas eu sabia que estava preocupado.

-Como você está Chan? -Sorri fraco. 

-Joo...você vai me amar mesmo com essa cicatriz? -Perguntei sentindo algumas lágrimas e minha garganta fechando. -Eu queria continuar sendo bonito para estar com você, mas...isso...estragou tudo.

-Você continua sendo lindo Chan, você continua sendo meu.

-Mas eu...eu pensei que...

-Não me importa se você tem cicatriz, quem disse que ômegas não podem ter? Você ainda vai ter mais uma cicatriz bem aqui. -Ele apontou para minha barriga. -Eu mal posso esperar por ela.

-Esperar...por uma cicatriz? -Eu estava confuso, ele sorria mostrando aquela covinha que eu tanto amava e aqueles olhos quase fechados.

-A cicatriz da sua cirurgia quando tiver nossos filhotes Chan, nós prometemos um ao outro, eu te amo antes de você nascer então, eu te amarei sempre.

 

Semanas Depois

Narrador On

Luhan, Tao e Baekhyun estavam furiosos, assim como Kris e Chanyeol, todos estavam reunidos na casa de Baekhyun e os filhos tinham até medo do que poderia acontecer, afinal, sempre quando eles se reuniam todos alguma merda acontecia.

-Muito bem...EU PRECISO ENFIAR OS DEDOS NO PESCOÇO DE ALGUÉM. -Luhan berrou nervoso e Minseok e Sehun tiveram que segurá-lo.

-Precisamos ter muita calma nesse momento e ir por partes. -Yixing resmungou. -Sabíamos que isso iria acontecer, a maioria dos meninos tem a mesma idade e todos eles entrariam no cio próximos.

-Entrar no cio não foi o problema, e sim certos alfas não segurarem os pintos nas calças. -Kris resmungou. -Eles só tem 14 anos.

-Muito bem, vamos de um a um, é melhor que eu fale já que estou mais calmo do que vocês. -Kyungsoo resmungou. -Meu filho Jinhwan entrou no cio, seu alfa Hanbin também, mas eu e Jongin conversamos com os dois, assim como já conversei com Jooheon e eles não tiveram problemas e aceitaram que era melhor passar o cio sozinhos por ser o primeiro, ainda mais Jooheon já que o Kyunie ainda não chegou na idade de ter um cio.

-Certo, eu não tive problemas com Hanbin em casa, e  Jiwon e Seungkwan não estão na idade do cio ainda, mas como eu tinha um filho alfa e um filho ômega no cio eu não deixei eles na mesma casa. 

-Só os mais velhos entraram no cio, no caso os três filhos do Minseok que foram os gêmeos e o Junhoe, os trigêmeos do Baek, os dois filhos alfas do Tao e o Jooheon que na verdade entrou no cio antes do tempo. -Junmyeon disse. -Acho que devemos resolver com quem causou os transtornos e como a maioria deles são casais, excluímos o Junhoe, Hanbin, Jinhwan e Jooheon que passaram o cio sozinhos. Sobrou os filhos do Tao, os trigêmeos e o do Luhan.

-Eu quero explicações, podem começar vocês dois. -Tao disse para seus filhos. -Quero ouvir qual a desculpa dos dois.

-Bom...appa sempre nos ensinou a agir na base da confiança então eu não vou inventar nenhuma desculpa omma. Eu só tenho que pedir desculpas ao tio Baek e o tio Chan por isso, nós entramos no cio juntos e eu não tinha nem forças para me controlar e sei que ele também, naõ tenho desculpas ou mentiras para isso, mas eu consegui fazer o certo nos momentos que eu deveria ser cuidadoso, não o marquei ou fizemos isso sem proteção. 

-Eu também peço desculpas appa. -Minhyuk resmungou, o ômega era muito sensível e tinha medo da reação dos appas.

-Certo...eu entendo que vocês, sei que é incontrolável e que não tem como voltar atrás. -Chanyeol resmungou. 

-Eu também não tenho desculpa nenhuma. -Yunhyeong disse. -Eu também tomei cuidados com isso e e quero apenas que os tios me perdoem por isso.

-Meus dois bebês...aish...isso vai demorar para me descer. -Tao resmungou com  a cara de choro.

-Eu também panda, não aceito...meus filhotinhos. -Baek se agarrou à ele e os dois fizeram um pequeno drama.

-Wonho? E você? Tem algum pedido de desculpas? -Luhan questionou, o ômega estava em combustão de sentimentos e não sabia o que sentir nem o que falar.

-Desculpa tio, mas eu não me arrependo para que deva pedir desculpas. Eu acho isso tudo muito patético. -Wonho tinha se tornado um tanto rebelde, todos ficaram surpresos com o comentário do alfa.

-Como é que é? Park Wonho, eu não te dei essa educação. 

-Appa Chan, você se arrepende de ter marcado o omma? Você se arrepende de marcar o Luhan tio Sehun? E vocês? Se arrependem de ter a marca de seu alfa? Eu tenho sentimentos...amo o Kihyun desde que nasci e não me arrependo de marcá-lo como meu, ele sempre foi meu e agora eu apenas fiz com que o mundo saiba e creio que ele também não se arrepende de nada disso. Eu não tenho que pedir desculpa por marcar meu ômega, não vou pedir desculpa por estar feliz e por sentir o que ele sente, assim como vocês não se arrependem.

-Acontece que o peso de uma marca é grande...e você ainda fez questão de piorar a situação, ele só tem 14 anos. -Chanyeol disse. -Nenhum de nós se arrepende da marca, mas nós fizemos quando tínhamos condições de arcar com isso.

-Achei que vocês fossem minha família.

-Nós somos e é por isso que nos preocupamos. -Baekhyun disse, ele sabia que seu filho estava realmente magoado.

-ENTÃO POR QUE NÃO FICAM FELIZES POR EU TER UM FILHOTE COM O ÔMEGA QUE AMO? -Wonho saiu da casa batendo a porta, ele se sentia totalmente triste pois não achava que seria tão criticado. Sentiu as mãos de alguém o abraçarem por trás, conhecia o toque de seu ômega. -Me desculpe por ter sido explosivo, eu devo ter assustado você.

-Eu te entendo, me senti um pouco magoado também, mas...temos um ao outro, eu te amo.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...