História Loucos (Imagine Yoongi - BTS) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Min Yoongi, Park_nick, Você, Yoongi
Visualizações 252
Palavras 1.931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Eu sei, eu sei, não respondi os comentários do capítulo anterior, mas vou explicar isso nas notas finais.

Capítulo 6 - Obscena


Fanfic / Fanfiction Loucos (Imagine Yoongi - BTS) - Capítulo 6 - Obscena

Acordei sentindo um peso sobre meu corpo, passei a mão em meu rosto e ouvi um resmungo, e eu sabia bem de quem era. 

- Ahn, onde eu to? - Ele se sentou no chão e me olhou com os olhos arregalados. 

- O que? Vai dizer agora que não lembra? - Já acordo putassa, pelo simples fato de não saber onde eu estou.

- Não. - Ele puxou a jaqueta e cobrou seu membro.

- Legal. - Peguei minha camisa sobre a estante e a vesti.

Me levantei tendo o olhar de Yoongi sobre mim, vesti minha roupa rapidamente, abri a porta daquele lugar, sentindo o sol ilumina minha cara e eu rapidamente cobrir meu rosto com o braço. Yoongi se colocou atrás de mim e resmungou ao sentir os raios solares.  

- Espera, espera. - Ele me puxou, me colocando contra a parede. - Eu realmente não me lembro, eu realmente queria me lembrar. - Falou baixo, deixando seu corpo colado no meu. 

- Transamos, você meteu em mim, me fodeu contra a porta, satisfeito ou quer mais respostas? - Ele entre abriu os lábios. 

- Eu... 

- Era sua primeira vez mesmo? - Perguntei o medindo e o vendo assentir lentamente.

Suspirei e segurei em sua mão, o puxando para fora daquele lugar, olhei ao redor, vendo tudi destruído, a casa cheia de papel higiênico, gente bêbada caída perto da piscina e das picapes, céus, essa festa foi tensa eim. 

- Temos que sair daqui. - Falei olhando ao redor. 

- Ai que merda. - Olhamos para o lado, vendo Gih vomitar até as tripas, tecnicamente. 

- O que aconteceu? - Ela me olhou. 

- Eu vou saber, não consigo nem lembrar meu sobrenome. - Balançou a mão. 

- Porra, que merda aconteceu? - Olhamos para o garoto que saía da picape. - Droga, eu dormi aqui? - Gih o olhou. 

- A gente tem que voltar pro Colégio. - Ela se sentou no capô, passando as mãos no rosto. 

- Ata, eu não volto, olha como a gente tá. - Yoongi apertou minha mão. 

- A gente tá normal meu filho, só preciso de um banho, literalmente. - Ela cheirou a própria roupa. - Jungkook, leva a gente. - Chutou o braço do garoto. 

- Minha cabeça ta doendo. - Ele se colocou entre as pernas dela. 

- Tem outro lugar que podemos ir? - Yoongi perguntou. 

- Se acharmos o Jimin sim. - Gih respondeu embrenhando os dedos no cabelo do garoto. 

- Vamos achar o Jimin. - Puxei Yoongi pela mão. 

- Eu... Me desculpa por não... - O olhei. 

- Esta tudo bem, ja passei por isso. - Comecei a olhar ao redor. Do nada Yoongi segurou meu rosto e selou nossos lábios, soltei um riso entre o beijo e mordi meu lábio. - Outro dia faço você lembrar. - Ele riu baixinho. 

Continuamos procurando Jimin, Yoongi, com muito esforço, abriu uma porta que era próxima à um tipo de estábulo, Jimin caiu no chão e fez uma careta. 

- Meu Deus, até que enfim. - Exclamei. - Jimin, Jimin. - Ele abriu os olhos lentamente. 

- Onde eu to? - Soltei uma risada, acompanhada de Yoongi. 

- No céu. - Ele revirou os olhos, ajudamos ele a se levantar, o encostamos na parede, ele passou a mão na testa e respirou fundo. - Você está bem? - Negou. 

- Cadê... Cadê o Jungkook? - Olhei para os lados. 

- Namorado da Gih? - Assentiu. 

- Eu to aqui. - Olhamos para o lado. 

(...)

Entramos dentro da casa de madeira, à qual possuía dois andares, minha mão estava entrelaçada com a de Yoongi, meu coração estava acelerado, e as lembranças da minha noite com ele vieram com força. 

Jimin foi direto para o banheiro, nos deixando largados ali na sala, Jungkook e Gih foram comer, Yoongi e eu ficamos na sala. 

- Não está com fome? - Ele negou, me fazendo sentar em seu colo. 

- Desculpa. - Suspirei. 

- Para de pedir desculpas, você estava bêbado, isso é normal, só fico triste por você não lembrar de como deixou essas marcas. - Puxei minha blusa para o lado, deixando ele ver minha clavícula. 

- Tenho certeza que foi com os dentes, isso tá muito roxo. - Fui até seu ouvido. 

- Isso porque voce não viu minha bunda. - Ele soltou um riso. 

- Ia adorar ver. - Deslizou a mão até uma de minhas nadegas e a apertou.

- Ah. - Soltei um ofego baixo. 

- Sabe o que eu ia gostar? - O olhei. - De sentir você de novo. - Sorri dando um selinho nele. 

- Você nem lembra. - Ele olhou ao redor e me jogou no sofá. 

- Mas eu quero lembrar. - Soltei um sorriso e o beijei, embrenhando meus dedos em seu cabelo e o puxando. 

As mãos de Yoongi subiram pelas minhas pernas, sorri sentindo ele apertar minhas coxas e fazer um atrito bom contra nossos quadris. 

O empurrei quando ouvi uma tosse, me sentei no sofá enquanto segurava meu riso. 

- Vocês... São os piores. - Jimin falou e eu ri baixo. 

- Podemos dormir? Minha cabeça ta doendo. - Resmunguei. 

- Claro, acho que ninguém ninguém afim de chegar no internato chapados. - Soltei uma risada. - Tem um quarto, é meio apertado, mas acho que serve pra você e Yoongi. - Assenti me levantando e Yoongi também. - Última porta do corredor. - Assenti de novo. 

- Então, Boa noite. - Ele riu. 

Yoongi e eu entramos no corredor, abri a porta e Yoongi logo foi se deitar, a fechei, girando a chave para ninguém nos perturbar. Me sentei sobre o colo de Yoongi, com uma perna de cada lado, obtendo o olhar dele sobre mim. Ele se sentou, segurando minha cintura e me deixando próxima de seu rosto. 

- Acha que eles vão reclamar? - Dei de ombros, puxando a camisa de Yoongi para cima. 

- Eu não estou nem ai. - Sussurrei, antes de jogar a peça no chão e deslizar minhas mãos pelo peito, não tão malhado, dele. 

Mesmo não tendo um corpo viril, Yoongi é forte, suas mãos apertaram minha cintura e deslizaram para minha bunda, me fazendo rebolar sobre ele. 

- Já está duro? - Ele puxou o ar entre os dentes. 

- Tão gostosa. - Falou baixo e eu sorri, friccionando com mais intensidade, mais vontade. 

Levantei meus braços, deixando ele tirar minha camisa, a qual era extremamente colada em meu corpo, sua boca foi direto para o seio que estava coberto pelo sutiã, ele mordeu por cima da peça e eu puxei o ar com força. 

Senti aquela peça ficar larga e logo a tirei, Yoongi abocanhou meu seio no mesmo momento que suas mãos entraram por dentro de meu short, apertando minha bunda com mais força. 

Meu corpo foi jogado na cama e eu sorri, sentindo os dedos de Yoongi no botão e logo deslizar o zíper. 

- Você quer ir com calma? - Segurei no rosto dele. 

- Eu estou nervoso. - Confessou soltando um riso. 

Guiei sua mão para dentro de minha calcinha, ele remexeu a mão ali e eu mordi meu lábio, levantei meu quadril e tirei meu short, junto da calcinha, ficando completamente nua na frente dele. 

- Faça o que quiser. - Sussurrei selando nossos lábios. 

Yoongi me analisou por alguns segundos. Sua boca veio contra a minha de forma calma, embrenhei meus dedos em seu cabelo, o beijando lentamente, sentindo sua mão descer para minha intimidade, me fazendo gemer baixo. 

Seus dedos circularam meu clitóris e depois os afundou, abri minha boca, deixando Yoongi abafar meu gemido com seus lábios. Puxei o ar com força e rebolei contra sua mão. 

- Yoongi. - Gemi chamando por ele. 

- Assim? - Assenti abrindo mais as pernas e deixando ele acelerar seus dedos. 

Ele escorregou por meu corpo, indo entre minhas pernas e começando a me chupar, céus, ele fazia aquilo tão bem. Sua lingua se movia lentamente, aquilo estava tão bom, tão gostoso. 

Puxei o cabelo dele quando o mesmo me mordeu, o olhei e vi que seus olhos estavam fechados, sua mão subiu e apertou meu seio, a segurei, o incentivando a continuar. 

Eu estava tão próxima, meus olhos se reviravam e eu queria mais daquilo. Rebolei contra a boca dele, a procura de meu orgasmo. 

- Esta vindo? - Assenti mordendo meu lábio. 

Ele parou e tirou toda a sua roupa, me frustrei, o jogando na cama. 

- Minha vez. - Sussurrei. 

Me coloquei sentada sobre seu membro, sem penetração, apenas deslizando e sentindo o quão excitado Yoongi esta. Suas mãos apertaram minha bunda. Lambi a extensão de seu pescoço, fazendo ele suspirar e me apertar com mais força. 

- Você quer que eu sente no seu pau, Yoongi? - Ele me olhou. 

- Droga, por favor. - As bochechas dele estavam vermelhas, eu gosto de ver ele assim. 

- Prometo retribuir o favor, duas vezes melhor. - Sussurrei. 

Me ajeitei em seu colo e encaixei seu membro em minha intimidade. Deslizei lentamente por sua extensão. Yoongi me puxou pela nuca e selou nossos lábios, eu sentia ele pulsar dentro de mim, aquilo era tão bom que eu nunca me cansaria de senti-lo. 

Subi e desci lentamente, apenas vendo ele gemer baixo e rouco pra mim, segurei em seu ombro, fiz um movimento de trás pra frente, deslizando seu membro para fora e depois para dentro de mim, me fazendo revirar os olhos por ele ser tão grande. 

- Ah. - Mordi seu lábio. 

Fui até seu pescoço e passei a beijar, morder e chupar aquela área, a pele dele é tão branca que as marcas aparecem instantaneamente. 

- Ah! - Yoongi colocou a mão em minha boca e movimentou seu quadril, revirei meus olhos, apertando seus ombros com mais força. 

Ele pediu para eu ficar quieta, mas não tinha como, aquilo estava tão bom. Fui e desci com força, sentindo a glande encostar em meu ponto sensível. 

Yoongi gemeu sôfrego em meu ouvido, ele puxou um pouco meu cabelo e eu arranhei seu pescoço, seus dentes rasparam por minha pele, me deixando arrepiada e mais maluca. 

Seus braços circularam por minha cintura, me ajudando a ir mais rápido, colei nossas testas e sorri de canto. 

Ele rolou pela cama, ainda conectado em mim, cravei minhas unhas em suas costas e o arranhei. Seus movimentos estavam tão agressivos, Yoongi me fodia tão bem. 

- Ah, gostosa. - Mordeu meu lábio. 

- I-Isso. - Gaguejei. 

Meu orgasmo estava próximo, eu sentia que estava vindo, abri minha boca para gemer; mas não conseguindo, explodindo em um orgasmo bom, Yoongi veio logo depois, saindo a tempo e gozando em minha coxa.

- Topa ser mais que minha amiga? - Olhei nos olhos dele, enquanto tentávamos regular nossa respiração.  

Pisquei algumas vezes com aquela pergunta. Yoongi se deitou ao meu lado, sua fala se repassou por minha cabeça, ele me puxou para perto, me encostando ao seu peito. 

- Sei que é pouco tempo... 

- Mas eu quero. - Ele me olhou surpreso e eu sorri o beijando lentamente, aproveitando o gostinho de suor que ainda estava em seu lábio. 

Ele uniu nossas testas e sorriu, deslizando a mão por meu quadril e acariciando acima de minha bunda, sorri de canto e o beijei de novo, deslizando meu lábio e depois minha língua por ali. 

- Você é muito obscena. - Soltei uma risada baixa. 

- Sei que você gosta disso, tanto quanto eu. - Ele sorriu, me puxando e abraçando com força. 


Notas Finais


Então, sobre eu não responder os comentários, nao me matem, eu posto tudo pelo celular e respondo pelo notebook, no momento, nao estou com ele, então peço que não me matem, mas gostaria que continuassem comentando, hoje a tarde e a noite passarei a responder os comentarios de todas as fics. S2

Amo vocês, digam o que acharam, suas safadinhas kkkkkkkkk

Até o próximo capitulo, perdão pela demora s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...