História Loucos Por Amor - Capítulo 17


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saga Crepúsculo, The Vampire Diaries
Personagens Bella Swan, Caroline Forbes, Damon Salvatore, Edward Cullen, Elena Gilbert, Klaus Mikaelson
Tags Beward, Delena
Visualizações 89
Palavras 1.131
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 17 - Ela vai querer explicações


Damon ainda abraçava Elena tentando entender o motivo de ela estar a chorar daquele jeito. A única vez que a viu naquele estado tinha sido quando a mesma descobriu que Jane havia sido assassinada a mando da família de Klaus. Pegou na morena e colocou-a no seu colo embalando-a.

-- O que aconteceu baby? – Perguntou preocupado e ela apenas lhe entregou as folhas que segurava

Ele leu algumas partes e fechou os olhos com raiva da tal Jane. Não queria acreditar que uma pessoa a quem a noiva amava tanto tinha sido completamente falsa e dissimulada e para piorar ainda viu a foto de Klaus e Caroline. Elena estava a sentir-se traída e ele só queria tirar a dor de dentro dela. Levantou com ela no colo e ia em direção ao quarto quando Stefan apareceu e sorriu.

-- Não me diz que chutou a Cullen para fora da sua vida e por isso ela está nesse estado lastimável. – Damon queria socar a cara do irmão mas naquele instante Elena era mais importante

-- Você acerta mais quando fica calado. – Disse ríspido e saiu deixando-o na sala

Stefan não sabia o motivo de Elena estar abalada mas também não se importava. A um ano atrás quando viajou com Katherine e Tanya decidiu ligar o botão foda-se para tudo principalmente para as Cullen que tinham mudado a sua vida. Viu uma foto no chão e pegou-a sem interesse mas quando viu do que se tratava ficou com os olhos marejados. Caroline beijava Klaus e parecia que estava bem satisfeita. Porquê ela conseguia seguir em frente depois do término deles e ele não? Por culpa dela tinha entrado nas drogas e estava a ajudar Sage pois não queria os irmãos ao lado das irmãs dela.

Edward contou a Bella que havia marcado um encontro com Katherine para verem se esta os ajudava. Ela era a única hipótese de estarem um passo a frente de Sage.

-- Ainda não acredito que ela abordou você. Vadia. – Rosnou Bella

-- Não precisa desse ciúme todo pois não sou o Salvatore que ela quer. – Disse ele sorrindo por ela estar brava

-- Quem garante? – Perguntou ela – Essa mulher pelo jeito é perigosa e não sabe bem o que quer. Hoje é o Damon, amanhã pode ser você.

-- Assim como o meu irmão, não estou disponível pois caí nos encantos de uma Cullen. – Ela sorriu e colocou as mãos em volta do pescoço dele puxando-o para um beijo

O beijo começou calmo mas aos poucos tornou-se selvagem e o ambiente estava a aquecer. Eles estavam a ir em direção as escadas que dava acesso ao quarto deles quando a porta de casa foi aberta e Damon entrou com uma expressão nada boa. O casal separou-se a contragosto.

-- O que foi que aconteceu agora? – Perguntou Edward. Sempre acontecia alguma coisa nos últimos tempos que eles só não sabiam se era coisa boa ou má.

-- Elena não está nada bem. – Bella ficou alarmada

-- O que ela tem? – Perguntou preocupada

-- Ela descobriu que a amiga dela, Jane, não era tão amiga. – Mostrou ao casal as folhas que Elena tinha recebido – Para piorar a situação ficou a saber que Caroline pode estar de caso com Klaus através de uma foto.

-- Disse para a Car conversar logo com ela. – Murmurou Bella e os irmãos olharam-na

-- É mesmo verdade? – Perguntou Damon – Car está envolvida com Klaus?

-- Na verdade nem ela sabe, os dois sentem-se atraídos pelo que sei.

-- Elena não tem sossego. – Sussurrou Edward

-- Dei um calmante para ela dormir e depois penso que minha morena vai querer conversar com os Mikaelson e com Caroline.

-- Com certeza ela vai querer explicações. – Disse Edward

Damon contou que Stefan parecia ter ficado feliz em ver Elena arrasada e todos concordaram que ele não estava mesmo nada bem e que tinham de agir o mais rápido possível.

Em uma casa isolada Dean andava de um lado para o outro nervoso. Tinha fugido da clínica já a algum tempo mas até agora não havia conseguido chegar perto de Elena, só a tinha visto de perto no dia que matou Kayke. Sam andava atrás dele e não duvidava que o mesmo o conseguisse encontrar pois era um bom policial. Lembrou-se de como enganou a todos na clínica fingindo não querer saber mais de Elena e sorriu pela sua esperteza. Saiu dos seus pensamentos e foi mais uma vez vigiar a casa dos Salvatore onde Elena vivia agora e não gostou de ver que não era o único a fazer vigilância. Havia um carro parado junto a casa e os seus ocupantes tiravam fotos de todos os movimentos que os Cullen e Salvatore davam.

Kol estava na frente da clínica em que Dean esteve internado e conseguiu fugir pois tinha ficado de se encontrar com uma das enfermeiras que cuidou dele, Davina. A jovem sorriu quando o viu pois achava-o um pedaço de mau caminho e acompanhou o mesmo até uma lanchonete ali perto.

-- Eu investiguei a enfermeira particular do Dean como pediu. – Disse ela meio envergonhada e ele sorriu

-- O que descobriu? – Ela olhou-o nos olhos e ele por momentos ficou encantado mas balançou a cabeça. Não era que nem os irmãos que se apaixonavam, ele era uma pessoa fria e acreditava que nunca encontraria a pessoa ideal para ele.

-- Em troca de uma boa soma de dinheiro ela substituiu a medicação do paciente por placebo. Dean fingiu que estava a melhorar e por isso saiu do nível máximo de segurança. Escutei Lisa dizer a uma colega que ainda acreditava que ele ia esquecer a obsessão pela garota que sempre chamava e que voltaria para ela.

-- Então essa Lisa tem interesse amoroso nele? – Davina assentiu – Se Dean sabe disso quando estiver em apuros com certeza vai procura-la. – Pensou alto

-- Lisa está grávida. – Kol engasgou com o suco que bebia – Ao que parece não foi só dinheiro que o Dean lhe deu.

-- Interessante. – Davina olhava-o atentamente

-- Só isso que vai dizer? – Ele continuou calado – Parece que você não tem sentimentos. Lisa agiu mal em ajudar na fuga mas se o fez foi por amor. Ela vai precisar de apoio durante a gravidez. – Kol sorriu

-- E o que eu tenho a ver com isso? – Ela negou com a cabeça

-- Você não se importa mesmo com os outros. – Ele ficou mexido com o olhar que ela lhe deu mas disfarçou – Quero conversar com o irmão dele pois sei que tem um.

Kol concordou em levá-la até Sam pois este tinha o direito de saber que seria tio. Davina despediu-se dele e foi embora triste por ele não ser um homem mais amável. O que custava mostrar que se importava com os outros.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...