História Loucuras de Adolescentes. - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Fugaku Uchiha, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Kakashi Hatake, Karin, Kizashi Haruno, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Mikoto Uchiha, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Shizune, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju
Tags Comedia, Gaaino, Naruhina, Nejiten, Sasusaku, Shikatema, Suika, Treta
Exibições 364
Palavras 7.214
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Famí­lia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ooi! Sei que demorei muito dessa vez, e isso falarei nas notas finais! Bom, eu agradeço realmente aos 400 favoritos, nunca tinha esperado tanto por tudo isso e muito obrigada mesmo! Alem dos comentários super motivadores de vocês que comentam, obrigada :')

Espero que o capitulo seja do agrado de vocês :) Boa leitura!

*Se houver erros gramaticais me desculpem, corrigi muitas coisas, mas sempre tem aquele que escapa né!

Capítulo 27 - Loucuras e Amor.


Fanfic / Fanfiction Loucuras de Adolescentes. - Capítulo 27 - Loucuras e Amor.


Loucuras de Adolescentes. 
Capítulo 27 - Loucuras e Amor.

 


Por:1SakuraUchiha.


::Tenten Povs On::

 


EEE AONDE NÓS ESTAMOS GENTEEE?! HAHA NEM EU SEI! DA PRA ACREDITAR?! Neji ta me levando para um matadouro pra me assassinar só pode! E depois dar minha carne para gatos do espaço (?). Bom, explicarei o que aconteceu. Estávamos indo pegar algo para beber lá no bar da festa PORÉÉÉM! Ele me puxou para a saída da festa dizendo ter uma emergência e ne colocou no carro. E agora nós estamos aqui! Eu fazendo trilhões de perguntas pra esse mongolóide e ele não me responde!! 


  -     Já chegamos? Já chegamos?! JÁ CHEGAMOS?! - Sim, essas eram as perguntas que eu fazia! Neji ignorou. - Onde vamos? É muito longe? Tá chegando? Quero toddynho! Tô com fome! Já chegamos? Vai demorar? Olha uma ambulância! Íh uh ih uh! - Devo admitir que também estou bem pateta... NÃO É CULPA MINHA! CULPA AQUELAS BEBIDAS ALCOÓLICAS! HUM! 


  -     AFF, da pra parar? 


  -     Não! - Sorri - Quero água! Já chegamos? Tem toddynho? 


  -     AFF... - Ele apenas ignorava... Hum! Idiota, ele vai ver! Continuamos andando no meio do nada. Tinha uns postes de luz enquanto andávamos mas elas eram fracas, e a estrada era de areia, não tinha nenhuma construção ali... Agora estou começando achar minha ideia plausível de que ele quer me matar! Socorro!


  -     AAAAH TEM UM GAROTO MONGOLÓIDE TENTANDO ME SEQUESTRAR, ME MATAR E ME DAR PARA ET'S!! - Eu comecei a gritar da janela do carro. - ME AJUDEEEM! PORRA CADÊ O POVO DESSA BAGAÇA?!


  -     PARA DE GRITAR CARALHO! - Neji gritou do meu lado, ah! Esqueci de falar que ele deu um zig-zag de susto quando comecei a gritar! Haha adorooo!


  -     NÃO PARO NÃO! - Gritei de volta porque eu sou dessas! Ficamos mais alguns minutos calados e logo Neji voltar a falar.


  -     Chegamos... - Ele suspirou parando o carro ao lado se uma casa e... UÉÉÉ! Esse não é uma quadra de basquete?! Mas o que? 


  -     É... Acho que conheço esse lugar! - apontei ainda parada no mesmo lugar. Ele que abria uma porta parou e me olhou com uma cara de óbvio. 


  -     Claro né boba! Esse não era o presente que eu tinha dado a um tempo atrás? - No meu cérebro fez um barulhinho de "plim" me lembrando que era aquele lugar mesmo... Mas, tão diferente? - E caso esteja pensando no porquê dele estar diferente, é por que viemos pela rua de trás dele! - Neji, o mago que lê mentes!  


  -    AH TAAA! - Gritei, ele me olhou me repreendendo e depois para as casas ao lado, nossa apareceu casas de Nárnia aqui do nada? Caraca que viagem louca! Sera que eu bebi demais? Mas eu só bebi uns três copos de cerveja e um de whisky! Não contem pra Hinata! 


  -     Não grita sua doida! Tem gente dormindo porra! - Ele sussurrou. 


  -     E desde quando você e tão santinho?! - Cruzei os braços o olhando. 


  -     Hinata é influenciável! Hum! - Aham, sei! 


  -     Okay né... - Deixei quieto aquele assunto! EU SÓ QUERO MEUS AMADOS TODDYNHOS! 


  -     Vamos, entre. - Abriu a porta me deixando entrar primeiro. Já entrei correndo e tirando as almofadas só sofá pegando minha caixa de toddynho, esse é o melhor esconderijo, fica a dica! 


  -     Meus lindos toddynhos! - Abri a caixa. Neji se sentou do meu lado ligando o video game. - E nem fale para ninguém onde eu escondo viu rapunzel! 


  - Certo pucca! Que jogo quer jogar? - Apontei para um e ele colocou esperamos carregar.  Eu já estava na minha segunda caixinha de toddynho Haha! O que é cerveja se comparando a toddynho minha gente? Haha, nadaaa! 


Ficamos jogamos por... Hum... Uma hora eu acho! Sou péssima em matemática, mas o ditado é aquele né: "Vou fazer o quê?" ESTUDAR NÉ TENTEN SUA BURRA! Hum, subcociente idiota... Sim, eu brigo com meu próprio subcociente! Até dei um nome pra ele, que é Tótó! Estranho? Oxê, chamo do que eu quiser, valeu e falou! 


  -     E agora...? - Ele relaxou no sofá suspirando.


  - O que tem de melhor quando se tem... - Falei pegando atrás das almofadas do sofá outra caixa. - UMA CAIXA DE KIT KAT NA SUA FRENTE CARAAA?! 


  -     PUTA MERDA! VOCÊ TEM O QUE NESSE SOFÁ?! UM DEPOSITO DE COMIDA?! - Assenti convencida - CARA, MELHOR PESSOA! Cadê os anéis e o padre? Vamos nos casar agora! - Comecei a rir sem para dele enquanto ele olhava com os olhos esbugalhados para a caixa. Minha paixão era os toddynhos e o dele os Kit kat's.


  -     Ainda tenho um monte de "porcarias" aqui meu filho! Sou esperta! Caso aconteça uma apocalipse zumbi ou dos rámens como Naruto diz eu já tô preparada! - Neji me abraçou apertado e depois me olhou.


  -     Por isso que amo você Pucca! - ai voltou a me abraçar. Fiquei parada sem saber o que fazer, mas aos pouquinhos retribui o seu abraço. Minutos se passaram e a gente ainda daquele jeito, eu ate teria me separado antes mas... Cara, ele tem um cheiro muito bom! Ele foi se soltando aos poucos e apenas passou as mãos por meus cabelos e beijando minha testa (e eu ja estava sem o boné). Ai eu lembrei de uma coisinha...!


  -     AAAAH HOJE SAIU O EPISÓDIO DE THE WALKING DEAD, PORRA! - pulei do sofá colocando a TV no modo "normal" tirando os cabos do vídeo game dela. 


  -     EITA! CORRE, CORRE! - Neji veio me ajudar. Nós dois éramos dois viciados nessa série. 


  -     PORRA, VAI LOGO RAPUNZEL FALSIFICADA! - Gritei já me enrolando nos cabos.


  -     VAI LOGO VOCÊ PUCCA DO PARAGUAI! - Nossa, tadinho do Paraguai, sempre que a coisa não presta a culpa é dele...! Pera ai...


  -     PUCCA DE QUE? - Ainda enrolada nos cabos pulei nas costas dele que caiu no tapete comigo em cima.


  -     Aai! - Ele se virou um pouco para mim me vendo rir sem graça. 


  -     Hehe! A SÉRIE! - Ia me levantar mas ele enlaçou minha cintura e deu um rápido beijo em mim depois riu. Corei um pouco mas virei o rosto para que ele não visse. 


  Arrumamos os cabos e eu procurei o episódio entre os canais, eu sempre marcava para assistir depois caso eu não pudesse ver na hora que saísse. Sentei no sofá ao lado de Neji que tinha feito pipoca (Sim, nos temos um microondas aqui! E até um frigobar gente! Aqui e o paraíso!) 


  -     É hoje que eu madrugo! - Falei de boca cheia. 


  -     É! A não ser que queira madrugar de outro jeito, Ten-chan! - Neji disse sensualmente em meu ouvido, ate corei sabendo o que ele quero dizer com aquilo. 


  Assistimos ao episódio e ainda xingamos muito porque acabou logo na parte tensa! Ficamos sentados sem fazer nada. 


- Acho que vou tomar um banho. - Neji falou do nada já se levantando. 


  -     E suas roupas? 


  -     Eu visto a mesma! - Deu um minimo sorriso já indo para o banheiro dali, continuei o olhando ate ver ele fechar e porta do cômodo.  


Olhei para a televisão que passava qualquer programa enquanto minha cabeça encostava nos meus joelhos e meus braços os abraçava. Fiquei pensando no nosso passado, as vezes é tao bom ter sensações de nostalgia. Lembro da vez que eu e Neji quase nos beijamos, pois é, mesmo eu sendo retardada quase fui a primeira de todos a ter meu primeiro beijo. Lembro que brincavamos de esconde-esconde, tínhamos uns 16 anos, mesmo já velhos para essa brincadeira mas estávamos bem entediados no dia. Eu e Neji estávamos encondidos num lugar um pouco apertado, quando nos olhamos muito e ele foi se aproximando devagar e eu ia deixando, porém, ouvimos que tinha dado como fim do jogo, e tínhamos ganhado. Desde de então ficamos uma semana sem nem nos olhar direito, e sempre que eu o olhava corava. Nem mesmo Ino que é tão curiosa sabe disso, mas acho que ela havia notado meu comportamento. 


  -     Aah que sono! Que horas são? - Neji saiu do banheiro secandos os cabelos com uma toalha, quanto outra ficava em seu ombro. 


  -     Onze e quarenta! - Olhei a hora em meu celular depois o olhei. Uma mexa de seu cabelo caiu sobre sua testa enquanto ele secava uma parte do cabelo. - Quer que eu seque com um secador, senhorita? - Comecei a zuar dele. 


  -     Não moça, obrigado! - Ele riu - Pera ai, Tenten Mitsashi tem um secador? Amanhã irá chover pizza cara! 


  -     Hum! Posso até parecer um moleque retardado as vezes, mas também sou mulher okay, senhorita! - Ele fez cara de tédio com o "senhorita" e largou as toalhas vinda até mim.


  -     Você verá quem é a senhorita moça! - Me levantei rápido apos pegar uma das toalhas e peguei minhas roupas pro banheiro.


  - Haha perdeu! Chora boy! - E fechei a porta ouvindo uma gargalhada dele do lado de for. Me despi já entrando de baixo do chuveiro, lavei rapidamente o cabelo, apenas para tirar o suor que se juntou nele enquanto corriamos para o carro, além daquela boate ser bem abafada.


Passei minhas mãos pelos meus cabelos e as deixei ali começando a pensar. Claro, não em Toddynho né gente! Isso eu tenho e muuuito! O que Neji queria me trazendo aqui do nada? Será que só para jogar? Ou estava com sono? Eu hein, que cara estranho! E fraco também! 


Tomei meu banho rápido e logo fui me secando e vestindo minha calça moletom cinza e uma regata branca. Sai do banheiro secando meus cabelos e vi Neji jogando um jogo de policia. 


  -     Finalmente saiu foi? Hoje você não escapa! - Ele pausou e se virou no sofá olhando para mim. 


  -     Do quê? - Larguei minha toalha na cômoda que tinha ali e fui até ele. 


  -     De ter um momento só pra gente oras! - Arregalei meus olhos e corei um pouco. Ele se levantou do sofá e veio até mim, eu continua parada o olhando. Ele me abraçou e eu fiquei ainda parada sem reação. - Podemos ate ser retardados, mas isso não quer dizer que eu não serei verdadeiro com você , ok?


Eu apenas assenti me encolhendo em seu abraço quente e carinhoso. 


  -     Tô com fome... - Ele reclamou, e só foi ele falar que silenciosamente minha barriga deu uma tremida, verdade só tínhamos bebido toddynho.


  -     É dois. - Olhei finalmente para ele sorrindo. - O que vamos fazer? 


  -     Huum, sei lá mano! - Reclamou me soltando e começando a coçar a cabeça. - Pedir pizza?


  -     Cara, já e quase meia noite! - Falei como se fosse óbvio. 


  -     Rámem? - Já fiz cara de tédio já avisando que aquela pergunta era mais idiota ainda.


  -     Vou pegar as besteiras que eu tenho aqui. - Fui pegando uma sacola enorme cheia de coisas. Neji só faltou infartar quando vou aquilo tudo. - Então, qual primeiro?


  -     Esse definitivamente é o paraíso das porcarias! - Ele já foi remexendo a sacola.


  -     É, e se você falar pro Naruto e Suigetsu você ta morto viu piriga'? Passei tempos sendo a maior espiã para pagar isso escondido! - Fiquei me gabando, claro!


  -     Até parece que eu vou falar para aqueles patetas né! Quero isso pra mim também!


  -     Ooopaaaa! Quem disse que eu ia dar? Tudo meu, caí fora desgraça! É só pra hoje! 


  -     Que malvada! Magoou! - Se fingiu de triste e rimos. 


  -     E se reclamar eu proíbo de tomar o senhor, lorde toddynho das trevas tretaticas! - Cruzei meus bracos sorrindo vitoriosa.


  -     Nossa, que nome grande. - Ele falava agindo normalmente... AINDA! MUHAHAHA! COF! 


  -     É, pois é!


  -     Pera... - Ele arregalou os olhos. -  NÃÃO! TUDO MENOS O SENHOR, LORDE TODDY! - HAHAHA SABIAAAA! 


  -     OPA, OPA, OPA! - Já fui rodando a baiana! Quem aquele rapunzel cabeludo pensa que é?! - TODDY? TODDY?!! VOCÊ SABIA QUE TODDY É UMA MARCA E TODDYNHO É OUTRA?! NÃO CHAMA MEU SENHOR LORDE TODDYNHO DAS TREVAS TRETÁTICAS ASSIM DE NOVO! Porque senão... Haha, aah Rapunzel, eu farei você conhecer seu príncipe já, já! - Ameacei fazendo uma expressão super sombria para ele, que já tinha corrido para trás do sofá com medo.


  -     O-o-ok-ay... - Gaguejou mais que a Hinata. "Nota mental: Lembrar de zoar ele na frente de todos por isso, muahaha!" sorri com meus pensamentos e logo sorri docemente para ele, eu sei, as vezes sou bipolar... Nem eu mesma me entendo, triste? É, eu sei!  
Nós comemos muitas besteiras assistindo algum documentário qualquer e logo eu já estava tonta de sono, já estava quase dormindo quando ele me pegou no colo cuidadosamente e me levou para a cama me deitando.


  -     Hã...? - reclamei quase me levantando de novo mas ele me atrapalhou. 


  -     Pode dormir. - Falou com uma voz dócil deitando ao meu lado e beijando minha testa vi ele sorrir e deitar sua cabeça me abraçando, fiz o mesmo, e logo adormeci conseguindo ouvir o que ele dizia. - Te amo, Ten-chan...!  


*Tenten Povs Off*

 


Na boate as pessoas pulavam loucos, muitos bebiam descontroladamente nas altas horas da noite. Na parte de cima Ino e Gaara jogavam baralho com Suigetsu e Karin que eram outros que já não eram mais tão sóbrios.  Ino ainda estava no colo de Gaara e gargalhava por qualquer coisa, Karin ia nas ondas da loira e ria também enquanto Gaara e Suigetsu falavam coisas sem sentido jogando as cartas. 


  -     Joga a carta logo porra! - Ino falou batendo na mesa enquanto via Suigetsu indeciso com suas cartas. - HAHAHA QUE RETARDADO! NÃO SABE NEM ESCOLHER UMA CARTA HAHAHAHAHA!! - Ino ria desontrolada, suas bochechas eram rosadas por conta da bebida, seu batom estava borrado de tanto que beijava Gaara, que também tinha a boca suja. Seus cabelos loiros e lisos já estavam com o penteado se desmanchando, como um rabo de cavalo mal feito. 


  -     Não fala assim do meu namorado, idiota! - Elas se olharam por alguns segundos e logo começaram a rir. Karin também estava com as bochechas coradas se contrastando com sua pele pálida, porém, sua situação estava mais suave que a de Ino. 


  -     PELO AMOR DE DEUS, SÓ JOGA LOGO MEU FILHO! - Gaara já perdia a paciência encostou o queixo no ombro de sua namorada. 


  -     Calma, caralho! - Suigetsu jogou as cartas na mesa. Karin e Ino cansadas de esperar, se levantaram e ficaram olhando a confusão que acontecia na parte de baixo.


  -     BEBE, BEBE, BEBE, BEBE! - Pessoas gritavam vendo um homem beber uma garrafa de uma bebida forte, ele molhava suas roupas enquanto bebia sorrindo convencido.


  -     VAI DAR MERDAAAA! - Uma pessoa gritou no meio de todos e logo o homem caiu no chão com a garrafa e falava coisas sem sentido.


  -     Hahaha coitado, até deu dó! - Ino falava rindo dele. - Aliás, como deve estar nosso casal Naruto e Hinata hein...? - Ino sorriu maliciosamente para Karin que revidou o gesto. 


  -     Haha Hinata vai ter que falar TUDOOO! - Karin diz no mesmo tom de Ino. - A mais santa de nós fazendo pela segunda vez? Cara, nem eu fiz ainda! Haha! 


  -     Vai saber essa não e a segunda vez ela já fez mais vezes com ele né? Hinata é santa as vezes mas também tem seu lado ousado! - Ino colocava as mãos cintura.


  -     Verdade! 


  -     E também está na sua hora hein Kah?! - Ino voltou com sua expressão de antes, Karin que antes corada, corou ainda mais sabendo do que ela falava. - Mesmo que Suigetsu seja outro preguiçoso e retardado, mas ele tem cara de quem tem uma boa pegada!


  -     Isso, isso devo concordar... - Karin riu. 


  -     Cansei dessa merda! Quero sair daqui, explorar! - Gaara se levantou frustado indo ate sua namorada cambaleando um pouco. Suigetsu também se levantou jogando as cartas de qualquer jeito na mesa. 


  -     Porra, cadê o Shikamaru e a Temari? - Suigetsu olhava para todos os cantos. 


  -     Estou aqui seu cego! - Temari falava com a voz tremula na poltrona que tinha. Shikamaru dormia enquanto segurava ela em seu colo que estava com a cabeça encostada em seu ombro por estar de lado. 


  -     Calma, não precisa me esfaquear não! 


  -     Se eu quiser esfaqueio, beleza? - Temari riu da cara que ele fez. 


  -     OPERAÇÃO TIRAR FOTO DO "SHIKATEMA MOMENT" PARA O INSTA! - Ino já gritou apontando para Shikamaru e Temari na poltrona. Temari apenas deu de ombros e voltou a encostar sua cabeça no ombro do moreno. 


  -     CORRE QUE O MOMENTO É RARO! - Karin gritou já correndo com o celular e tirando fotos com Ino. Temari apenas dava resmungos baixos enquanto corava e Shikamaru nem ligava para o que se passava ao seu redor. 


  -     Eeeei... - Ino fez uma expressão maliciosa olhando a ruiva. - Será que podemos ver os pombinhos transantes? 


  -     Isso já esta invadindo a privacidade deles, e se minha tia descobrir eu me fodo bem bonito! Tia Kushina não perdoa se isso acontecer, vai por mim! - Karin alertou já ficando mais séria. - Deixa eles se divertirem, depois Hina nos conta! - Karin piscou os olhos, mesmo que para ouvir sobre aquele assunto ficasse com vergonha, não era do feitio dela ser o estilo de Ino de ser tão pervertida. Mas não negava que era um pouco. 


  -     Certo... Hum, GAARA! - Gaara já veio correndo para ver o que acontecia, e se aliviou por ter sido apenas um chamado dela. - Vamos pra praia? É aqui perto! - Ela o abraçava carinhosamente e sendo provocante. 


  -     Mas... 


  -     VAMOOOS! POR FAVOR AMOR! - seus olhos brilhavam. Garra apenas suspirou e olhou para os outros, veria o que eles achavam, os maiores votos escolheria...  

 

::Naruto Povs On::

 


  -     N-Naruto... -Hinata gemia enquanto eu estocava ainda mais rápido, já não tinha mais tanta consciência, Hinata as vezes realmente me tirava do sério, e esse já era nosso segundo round. Hinata arranhava minhas costas com suas unhas enquanto eu não me controlava, no meu interior, eu tentava ir mais devagar com medo de machucá-lá mas com os gemidos e provocações que ela fazia ficava difícil. 


  Invertemos de posição com Hinata ficando em cima de mim. A ajudei guiando sua cintura enquanto ela tinha duas duas pequenas mãos em meu tórax o arranhando lentamente. Eu gemia baixo enquanto via seus seios pularem, caraca, que visão mais linda... Com esse pensamento já me vi satisfeito, ejaculando meu prazer. Apenas vi Hinata cair sobre meu peitoral exausta. Ela estava suada, e alguns fios de seu cabelo estavam grifados em sua testa e bochecha. A abracei fazendo ela ficar bem junta de mim e beijei sua cabeça sorrindo.


  -     Como sera que os outros estão...? - Depois de alguns minutos ela perguntou. Acho que nenhum de nós dois havíamos nos tocado que estávamos num quarto de boate para estarmos tão de boa assim .


  -     Devem estar sendo doidos a essa altura! Bebidas minha querida, bebidas! 


  -     Verdade, aahh! - Ela bocejou. - Bom, vamos? 


  -     Pra onde? - Fiquei confuso. 


  -     Ficar lá em baixo né! - Ela riu e se levantou, claro que corou e pegou a coberta se cobrindo. Eu apenas peguei o travesseiro ao meu lado e cobri minha cara. 


  -     Aaah tô com preguiça! 


  -     Nossa que fraco, para quem disse que iria Madrugar a noite toda! - Ela debochou, tirei o travesseiro de meu rosto e ela já estava com suas peças íntimas e vestia sua saia. - Eei, não olha!  - ela se cobriu corando ainda mais. Sorri malicioso e cobri minha cara de novo, fazendo um som abafado. 


  -     Já vi tudo! - Ela apenas deu um gritinho estérico e deu um tapinha leve na minha perna.


  -     Se veste logo! Eu estou rezando para a Ino e a Karin não estarem tão bêbadas e saírem me matando em perguntas! 


  -     Hehe, sorte minha que elas não irão me abordar! - Deu outro tapinha na minha perna, apenas ri com seu ato e tirei o travesseiro de meu rosto vendo que ela já estava vestida e apenas colocava o salto dela, caraaa, aquilo foi difícil de tirar, até hoje me pergunto como mulher usa esses troços, e a Hinata nem usa aqueles de um salto que as vezes parece maior que uma régua, esses eu já vi a Ino usar chega dá agonia do jeito que ela andava. 


Fui vestindo minha cueca, Hinata de vergonha até se virou, afinal eu nem tinha avisado que já ia me levantar, Haha adorei a reação dela, farei mais vezes hehe.


Assim que nos arrumamos saímos do quarto ouvindo o som ainda mais alto, já que no quarto nós ouviamos, mas era mais abafado. Vimos nossos amigos numa confusão, Gaara estava batendo em alguém, puta merda! 


  -     O que deve estar tendo lá? - Hinata já estava preocupada. 


  -     Vamos! - Corri para lá vendo Gaara bater em Pain, Hinata ficou atrás de mim vendo tudo assustada. 


  -     TOQUE NELA DE NOVO E VOCÊ VERÁ SEU BABACA! - Gaara gritou enquanto Suigetsu tentava segurá-lo, numa briga, Gaara era o mais cabeça quente. 


  -     Toco mesmo! Quem é você pra me impedir hein, miserável? - Pain limpou o filete de sangue que tinha em sua boca e ainda sorria debochado.


  -     Você verá quem sou eu quando eu te mandar pros quinto dos infernos! - Gaara falou friamente, fui ajudar Suigetsu.


  -     Calma cara! - Falei tentando acalmá-lo, mesmo sem saber o que realmente houve. Aliás, cadê o Sasuke nessas horas pada ajudar? Onde aquele emo se meteu cara? E o Neji?  A Sakura e a Tenten também! Caralho, tá todo mundo sumindo hoje como se fosse um pote de Nutella da nossa geladeira... Até buguei de tanto sumiço! Vimos Pain se levantar e sorrir ainda mais da cara de ódio que Gaara fez para ele. 


  -     Depois eu volto para pegar a MINHA loira de novo! - E saiu dali. Gaara ferveu ainda mais quando ele enfatizou o "minha". E eu ainda estou brisando para o que acabou de acontecer. Quando não vimos mais Pain soltamos Gaara que apenas bufou.


  -     Okay... O que acabou de acontecer? - Já fui perguntando olhando as meninas. Shikanaru tava dormindo, como sempre né! Acho que qualquer dia a gente vai estar caindo de um prédio em chamas mas ele vai estar lá dormindo, caramba que cara preguiçoso!


  -     Aquele idiota tentou agarrar a Ino, e até conseguiu beijar o ombro dela. Nós estávamos conversando encostadas aqui na grade quando ele veio do nada e a abraçou por trás, foi bem rápido, ai que Gaara ouviu um grito de Ino e começou a bater no Pain. - Karin explicou tudo apreensiva. Aquele canalha! Como ele ousa mexer na minha amiga e namorada do meu amigo? Argh! 


  -     Ele é um merda, isso sim! - Suigetsu xingou. Olhei Ino, Hinata estava lá falando com ela, que ainda estava em choque, acho que pela briga e tal. 


  -     HEEEY! - Todos olhamos para quem tinha chamado, e vimos Temari sorrindo. - Vamos esquecer o que aquele babaca fez e ir pra praia que tem aqui perto! Não era o plano de vocês? Depois vemos como vamos punir ele. - Ela já disse cambaleando um pouco... Definitivamente, Temari tinha bebido demais! Eu já estava maia empolgado, e logo o clima tenso foi se afastando para divertimento, menos Gaara, que estava mais na dele.  


Saímos de lá de cima descendo as escadas, Suigetsu estava com uma garrafa de Uísque e bebia despreocupado com Karin, claro que ela ajudava ela e a não cair da escada. Saímos para fora vendo alguns fotógrafos, e fiz questão de dar meu melhor sorriso com Hinata ao meu lado, que estava com sua mão em minha cintura. 


Cada um foi para seu carro e assim fomos em direção a praia que era bem perto daqui... 


*Naruto Povs On*

 


Dentro do carro, Ino e Gaara permaneciam em silêncio, com um clima pesado instalado sobre eles. Ino ora mordia o lábio inferior, ora olhava para a janela. Estava preocupada, será que ele achava ser culpa dela? Era culpa dela por não ter percebido Pain chegar ali? Se sentia culpada, mas no fundo pensava não ser culpa dela. Não sabia se falava com ele e esclarecia o que tinha para esclarecer, ou se mantinha calada e fingia para seus amigos que tudo estava bem. Gaara olhava para a estrada, prédio em pensamentos, mesmo que estivesse prestando atenção na pista. Ele veio para a realidade assim que ouviu Ino chamá-lo. 


  -     Gaara...


  -     Hum? 


  -     D-Desculpe... - Ela olhava para baixo, para suas mãos em cima de suas pernas. 


  -     Não foi sua culpa! - Disse se imediato. Ela finalmente o olhou, seus olhos azuis o olhavam esperando pelo o que ele falaria. - Só estou puto, aquele canalha ainda me paga! Quem ele pensa que é para tocar na minha namorada daquele jeito?! - Ino corou, via que seu namorado era bem mais possessivo do que imaginava. 


Ela sorriu quando ele deu uma breve olhada para ela e o mesmo também retribuiu voltando a olhar a estrada. 


  -     Não se preucupe. - Ele avisou confiante para ela que apenas suspirou aliviada. 


  Passaram-se alguns minutos e eles viram uma praia. As águas agitadas e num tom azul escuro refletindo a lua. Tinham algumas grandes pedras do lado e ali já se via Naruto em cima delas pulando - já que o loiro havia chegado primeiro no local. Gaara estacionou seu carro saindo junto de Ino e rindo de Naruto que pulava fazendo poses. 


  -     Eu realmente só estou esperando ele cair desta pedra para mim rir que nem condenada! - Temari falou de braços cruzados olhando para Naruto com um sorriso maléfico no rosto.


  -     Nossa, fiquei triste! - Naruto colocou a mão no peito fingindo estar magoado. - Porque você só vai ficar esperando mesmo viu, miga? - Naruto fingiu uma voz fina fazendo pose.


  -      UIII QUE BOIOLAAA! - Suigetsu deu um gritinho também tentando imitar uma voz fina e com suas mãos na cintura.


  -     Há- há, olha só quem fala, ai ai mereço viu! Vai procurar teu boy mona, vai! Se você não tem seu próprio brilho, não tente apagar o meu tá? Beijooos! Te amo flor!- Naruto debochava ainda interpretando.


  -     UOOOOOOU!! TRÁS UM MITO PARA ESSE OSCAR! - Temari  gritou rindo da cara que Suigetsu havia feito. - Essa última frase o Naruto pegou da Ino, Hahaha!


  -     Haha, que idiotas velho! - Shikamaru também já não aguentava mais rir com a cena do albino e do loiro.


  -     Ooopa! Vamos parar aqui para fazer a seguinte pergunta: Cadê a minha morena tímida e a ruiva doidona de quatro olhos? - Naruto fez todos ficarem confusos se perguntando o mesmo.


  -     OLHA A GENTE AQUIIII! - Hinata e Karin gritaram fazendo todos olharem na direção em que estavam. Ambas brincando na água na parte rasa do mar.  Karin estava com o litro de Uísque que Suigetsu havia trago na mão e cambaleava um pouco, Hinata também estava cambaleando e ficava rindo sem saber o porquê.


  -     UHUUU QUERO IR TAMBÉM! ME ESPEREM! - Temari tirou os sapatos já indo correndo até lá. Shikamaru apenas olhava tudo com tédio novamente. 


  -     Ah que saco! Cuidar de criança e tão problemático! 


  -     Relaxa e goza que a vida e rosa, honey! - Ino estalou os dedos e balançou os cabelos saindo correndo também.


  -     Para mim a vida é um travesseiro, eu só preciso estar nele que eu vivo feliz. - Shikamaru recitou.


  -     Nossa, que poético cara. - Gaara fingiu limpar uma lágrima.


  -     Issooo aaiii Shikamaru, ric! - Suigetsu estava aos soluços, falava de forma arrastada e tropeçava nos próprios pés.


  -     O mais afetado pela bebida foi ele com certeza! Ta tipo Snop Dog doidão cara!- Gaara sussurrou.


  -     Sim, estou imaginando o quão problemático será pra colocar ele no carro... Ai ai, e quem vai dirigir o carro  dele? Porque até a namorada tá doidona... Tenho tanto problema e ainda tenho que lidar com isso, que saco... Já basta meus próprios problemas! - Shikamatu resmungava com suas mãos nos bolsos enquanto olhava Suigetsu sentado no chão falando palavras sem sentido. - E você também tava bêbado, curupira ruivo! - Ele alfinetou Gaara sorrindo sarcástico.


  -     Hum! E você dormindo. Seu suricato preguiçoso! - Também alfinetou. Ambos riram e ficaram mais alguns minutos em silencio, olhando para os outros se divertirem, todos molhados e ainda jogando água uns nos outros.


  -     A Idade mental deles é -10 - Shikamaru comentou vendo Naruto cair de cara na areia após tropeçar na mesma. Gaara assentou rindo do loiro. 


  -     Caraca eu tenho esprei de chantilly no carro, vou jogar em todo mundo MUHAHAHAHA! - Suigetsu se levantou ainda escorregando na areia correndo até seu carro, Gaara e Shikamaru olhavam tudo sem entender nada. 


 Shikamaru pousou seus olhos em Temari que estava jogando água em Karin, e ria despreocupada. Ele sorriu de canto vendo a mulher que ele mais amava - sem contar sua mãe - estar sorrindo e se divertindo, as vezes ele achava que também foi idiota que nem Naruto, por não ter percebido que ela tinha olhos para ele, assim como Hinata tinha em Naruto. Mas Temari era do tipo orgulhosa, e mesmo assim, as vezes demonstrou gostar dele. Todos o chamavam de gênio, mas para ele, no amor ela era apenas um iniciante, ele pensava que poderia ter tentado pedir Temari para estar com ele mais cedo, quando tinha lá para seus quinze a dezesseis anos, mas infelizmente não teve coragem, tinha medo do que ela falaria. Os pensamentos de Shikamaru foram atrapalhados bruscamente quando Suigetsu havia espirrado chantilly em seu rosto. Gaara ao seu lado que também estava em reflexão, olhou assustado para Shikamaru que não havia movido se quer um músculo.


  -     Shikamaru... - Gaara chamou baixo, o mesmo olhou para Suigetsu que ria descontrolado caido no chão e depois, novamente, voltou seus olhos para Shikamaru, atordoado.


  -     Me. Da. Esse. Esprei. Agora. SUIGETSU!! - Shikamaru falou pesadamente enquanto limpava o creme branco que tinha em seu rosto. Suigetsu levantou derrapando um pouco na areia e mostrou o esprei para Shikamaru com um sorriso debochado em seu rosto.


  -     Vem pegar, kid! - O albino falava enquanto colocava um pouco de chantilly na boca e se lambuzava todo pelo rosto. O que ele menos esperava aconteceu. Shikamaru saiu correndo atrás dele gritando e chamando a atenção de todos.


  Gaara olhava tudo com seus olhos arregalados, olhou para o lado vendo todos irem até ele sem entender nada. 


  -     O que aconteceu? - Naruto perguntou apontando para os outros dois correndo. O rosto do loiro estava todo sujo de areia e suas roupas também sujas e úmidas de água.


  -     Suigetsu espirrou chantilly em creme na cara de Shikamaru! 


  -     Caramba, nunca vi ele tão puto na minha vida! Normalmente ele fica com preguiça de ficar com raiva! - Todos riram do comentário de Temari enquanto olhavam Shikamaru e Suigetsu se afastando. 


  -     Hahaha! - Ino rapidamente mudou sua expressão vendo a gravidade do problema. - Espera ai... O-O Shikamaru é o único gênio entre nós que vai poder nos ajudar a ir para casa! - Todos a olharam assustados e começaram a ficar tensos.


  -     Fodeu! - Karin falou arrumando óculos. - CORRE ATRÁS DO PREGUIÇA - feito o grito da ruiva eles começaram a correr desastradamente ate onde Shikamaru e Suigetsu corriam. Enquanto eles corriam Shikamaru gritava para Suigetsu que apenas ria divertido.


  -     Aaah me da esse chantilly que eu quero vingança! - Ele já estava cansando de correr e corria mais fraco. - Argh, que problemático! Tô com sono, fome, preguiça, sono, eu quero minha cama, e eu já falei sono?! - Ele falava ofegante apoiando suas mãos em seu joelho enquanto respirava pesadamente. Suigetsu fez o mesmo, porém parando mais longe dele.


  -     Quer um pouco? - Suigetsu perguntou colocando mais chantilly na boca. Shikamaru deu de ombros e pegou também fazendo o mesmo. Após, deu de volta para Suigetsu. - ...Cara, cê' ta bem? 


  -     Hã?


  -     Haha, você pegou o chantilly e nem se vingou, e ainda por cima me devolveu! Caraca, você é mais trouxa que eu! Parabéns!  - E ele saiu correndo novamente. Shikamaru ainda estava paralisada com a boca entre-aberta sem acreditar na burrice que tinha feito. 


O mesmo olhou para trás vendo seus amigos chegando perto de sí. Eles pararam na frente dele ofegantes e logo Naruto apontou o dedo indicador  para ele. 


  -     Eu definitivamente queria ter visto sua cara levando esprei! HAHAHAHA!! - Naruto caiu na risada, assim quase caindo no chão, amparado por Hinata que estava ao seu lado e começou a rir também, assim ambos caíram no chão rindo.


  -     Pobre Hinata, acabamos de destruir a ingenuidade dela! - Karin lamentou olhando a situação de sua amiga.


  -     Hinata agora entrou no mundo "zueira never ends" agora na não tem mais volta...! - Gaara concordou. 


  -     Voltando, Shika eu realmente queria ter gravado seu momento puto! Sério, ia render muitas risadas pelo resto do ano! - Temari comentou rindo da expressão que ele tinha feito.


  -     Nossa, muito engraçado! - Shikamaru falou ironicamente voltando a sua postura normal.


  -     AAAH GAARA! PARA! - Todos olharam para onde Ino gritava. Gaara estava com ela em seu ombro e corria em direção ao mar rindo.
 

 


::Sakura Povs On:: 

 


Ele me olhava com um olhar indecifrável. Aos poucos ele ia se aproximando e eu apenas deixava que ele se aproximasse olhando dentro de seus olhos e mergulhando naquela escuridão que eles eram, mas até mesmo sexys. 


Ele encostou seus lábios macios nos meus e iniciamos um beijo calmo que em segundos foi indo mais profundo e mais voraz. Eu já puxava levemente seus cabelos negros de sua nuca enquanto ele abraçava firmemente minha cintura. Sentia suas mãos em contato com minhas costas abaixo de minha camiseta. Senti um arrepio com seu toque enquanto sentia sua boca descer para meu pescoço dando beijos, ou leves mordidas. Gemi baixo jogando minha cabeça um pouco para trás. Sasuke parou imediatamente o que fazia, no fundo me ficou frustada, mas não demonstrei apenas o olhei com duvida. 


  -     É bom irmos lá para cima, vai que um deles chega do nada... - Ele me olhava calmamente, ou quase. Já eu apenas corei concordando, me levantei indo atrás dele ate as escadas, mas num momento pensando nem percebi que ele havia parado, e bati não muito forte em suas costas largas. - ... Claro, se quiser continuar nós vamos... - Ele continuou sem me olhar. Peguei em sua mão e a apertei levemente, ele me olhou por cima dos ombros. 


  -     Vamos... - Falei ainda corada. Ele apenas sorriu de canto e subimos. Fomos indo pelos corredores até parar na porta de seu quarto. Ele a abriu e me deu espaço, entrei e o olhei vendo o mesmo fechar a porta.  


Ele veio ate mim me abraçando e retribui enlaçando meu braços em seu pescoço, senti seus lábios no meu pescoço, dava agora mordidas não tão leves junto de beijos e chupadas. Sentia suas mãos levantando minha blusa e ele ia me empurrando de encontro a sua cama. 


Ele me deitou com cuidado e ficou em cima de mim agora beijando meus lábios com fervor e indo até minha orelha dando leves mordiscadas. Gemi baixo com meus olhos fechados sentidos as sensações que ele me proporcionava. Com meus olhos fechados sentia que já estava corada. Meus cabelos estavam espalhados por sua cama e senti sua boca úmida beijar minha barriga, isso mandou uma corrente elétrica por meu corpo. 


Ele foi levantando mais minha blusa, agora a tirando, deixando a mostra meu top preto, já que não gostava de dormir sem ele. Sentia suas mãos deslizando por minha cintura e nádegas e dando um leve aperto, suspirei lentamente sentindo aquelas sensações.

Quando senti que ele tinha tirado suas mãos de minha cintura abri meus olhos deixando-os semi abertos vendo ele tirar sua camisa, vi seu tórax malhado e seus músculos, suspirei novamente. Ele fez o mesmo com sua calça moletom ficando apenas com sua peça intima, me assustei um pouco com o volume que tinha por baixo dela, mas não demonstrei para não preocupá-lo, mesmo sentindo que ele sabia que eu estava sentindo, afinal era a minha primeira vez. 


Ele ficou sobre mim novamente beijando meus lábios com fervor enquanto lentamente tirava meu short  e passava de forma provocativa suas mãos em minhas coxas, fazendo meus pelos da mesma arrepiarem. Assim que ele a tirou passou suas mãos novamente por meu corpo. Arqueei um pouco minhas costas sentindo aquelas sensações enquanto nosso beijo ficava ainda mais profundo. Paramos ele ofengates e ele me olhou por alguns segundos nos olhos antes de ir direto ao colo de meus seios e indo até o feixe de meu sutiã lentamente o abrindo e continuando a beijar meu colo. Deu beijos e chupadas em meus seios, meu rosto a essa altura já estaria da for de um tomate. Sasuke foi descendo seus beijos por minha barriga e tambem passava a pinta de seu nariz de uma forma provocative por ela, a cada provocação dele causava uma pontada de prazer no meu intimo. 


Ele abaixou minha calcinha e senti ainda mais vergonha com seu olhar penetrante tanto para ali quanto para meu rosto. Sasuke sorriu de canto malicioso para mim e gemi baixo quando ele foi abaixando a cabeça para minha região intima. Minhas pernas trêmulas foram pegas pelas suas mãos bque as abriram lentamente. Fechei meus olhos e fechei meu punho nos lençóis da cama ao sentir seus lábios ali. Senti sua língua úmida por toda minha intimidade me causando mais ondas de prazer e me fazendo arquear automaticamente um pouco meus quadris para ele. Meus gemidos foram aumentado a cada lugar que ele passava sua língua, até sentir penetrar minha vagina e ele fazer movimentos de vai e vem na mesma com ela, eu praticamente já estava enlouquecendo com sua agilidade fazendo aquilo e a força que colocava em meu punho para os lençóis já não era suficiente. Suas maos ágeis passavam for minha barriga indo ate linhas coxas apertando de leve, ele levantou um pouco a cabeça, parando de fazer aquelas sensações gostosas em mim e foi descendo seu dedo até onde ele estava a pouco. Ele penetrou um pouco lentamente enquanto subia beijando meus lábios, pude sentir meu gosto na sua boca e seus dedos fazendo movimentos de vai e vem lentamente. Aos poucos foi ficando rápido, mas ele não aprofundava mais que aquilo, seus lábios estavam em meu pescoço  enquanto minhas mãos puxavam levemente seus cabelos, senti minhas paredes vaginais se envolverem mais, apertando seus dedos e logo um líquido veio junto de umbalto gemido meu e Sasuke sorrindos em satisfação para mim. Estava ofegante e vi ele levar seus lábios até meu ouvido e lamber lentamente minha orelha. 


  -     Gostou disso, Sakura? - Ouvi sua voz rouca em meu ouvido que me fez estremecer, vi que ele mexia um pouco em seu membro e corei um pouco sabendo do que se tratava. Balancei minha cabeca positivamente e coloquei minhas mãos em seu ombro levando meus lábios ao pescoço de Sasuke beijando de leve ali. O ouvi suspirar, logo percebi que ele havia gostado. Queria que ele também se sentisse satisfeito nessas preliminares.  


Sabendo disso lambi mais seu pescoço e fui o empurrando para sentar enquanto eu me sentava, suas maos foram para minha cintura me apertando mais a si, e sua cabeça estava em meu ombro. Dei chupadas em seu pescoço enquanto seu ombro era levemente arranhado por minhas unhas que já iam para suas costas. Desci minhas mãos pelo por seus braços malhados onde havia uma tatuagem por seu músculo e fui indo para seu tórax chegando em seu membro, o tocando levemente. Ouvi seu gemido rouco e uma apertava em minha cintura. Logo, o envolvi com minhas mais repetindo os movimentos que ele estava fazendo. Ouvi seus gemidos mais audíveis em meu ouvido, o que me deixou mais excitada com algumas palavras desconexas que ele falava e aumentei o ritmo. Minutos depois, senti ele ficar mais grosso e rapidamente Sasuke me derrubou na cama ficando sobre mim.


Ele me olhou significativo, e já preparada, concordei dando um leve sorriso. Ele colocou rapidamente o preservativo e logo ele colocou seu pênis na entrada de minha intimidade, senti um arrepio em minha coluna, e pensei se doeria muito, mas, sabia que ele seria cuidadoso.

Ele apenas penetrou a entrada de minha vagina e aos poucos ia entrando abaixou a cabeça para meu colo dando beijos indo para meus lábios dando um leve selinho. Vi em suas expressões um pouco de preocupação e pelo jeito ele já havia chegado perto de meu hímen. Respirei fundo sabendo a dor que viria e abracei o mesmo, ele aceitou e foi rápido, assim rompendo o hímen. Senti uma imensa dor em minha intimidade, e um liquido descendo, gritei ao sentir aquela dor e Sasuke foi me acalmando com beijos por meu pescoço e rosto. Ele ficou parado ali, a ardência continuava e eu continuei abraçada nele, com algumas gotículas de lagrimas caim de meus olhos, não que ele não havia sido cuidadoso, mas doía. A ardência ficou mais leve e Sasuke me olhou, cono se perguntasse se ele podia, sorri concordando. Ele saiu devagar de dentro de Kim e ardeu um pouco, mas essas dor foi se misturando ao prazer que iria ser proporcionado.


  -     Ah! - Gemi quando ele entrou novamente e lento dentro de mim, Sasuke também gemeu baixo.


  -     Apertada! - sorriu de canto saindo novamente.
  
Após alguns vai e vem lentos ele foi começando a ir mais rápido, arranhava seus braços enquando ele me penetrava rápido e forte, de sua testa pintava gotas pequenas de suor,  seus cabelos negros e lisos tinha alguns fios grudados na testa. A cabeceira da cama ia de encontro com a parede pela velocidade que Sasuke ia. Arqueava minhas costas de prazer e pedia por mais, ele atendia prontamente e falava no meu ouvido coisas que só ajudavam ainda mais a chegada ao meu êxtase. Prendi minhas pernas em volta dele sentindo ele ir mais fundo ainda, meus gemidos eram altos e pudia ouvir ele gemer também, ora sua boca ia de encontra a minha, Ora ia aos meus seios e os beliscava. 


  -     Aaaah S-Sasuke! - Havia gozado. Sasuke continuou estocando rapidamente e alguns minutos depois o dele também havia chegado. 


  -     Ahh! - Suspirou sorrindo e saiu de denteobde mim, torando a camisinha e a enrolando colocando em algum canto dali.  


Me sentei pegando minha camiseta e a vestindo de volta, ele estranhou e apenas riu vestindo sua cueca de volta também, deitados juntos e abraçados dormimos satisfeitos e felizes com a presença um do outro. 

 


Continua...
 


Notas Finais


E ai gostaram? Esse é o maior Hentai que já escrevi e foi exatamente ele o motivo de minha demora. Tive um grande bloqueio para escrevê-lo. A tempos que o capitulo estava feito, mas essa parte do Hentai me deixava na dúvida, seiI que alguns que escrevem Hentai me entendem hehe... Mas eu realmente espero que esteja bom :') Tambem teve um pequeno hentai NaruHina e muitos momentos dos casais que estavam em falta. (Não se preocupem que eu TENTAREI fazer Hentai ShikaTema, Suika e NejiTen ta!) Podem opinar viu! Outros motivos foram a escola. E a morte do meu querido gato, que era como um melhor amigo para mim :')

Espero bastante pela opinião de vocês e espero que alguns não tenham desistido :')

Kisu e ate mais >< Tentarei não demorar dessa vez!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...