História Loucuras por amor - Capítulo 46


Escrita por: ~

Visualizações 73
Palavras 882
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Ficção, Hentai, Lemon, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu estou fazendo capitulos pequenos pra historia render

Capítulo 46 - Ele vai nos matar-parte 2


Kayano pov.

Eu olhei aquilo e fiquei desesperada: meu pai estava com uma faca no pescoço da Okuda com um sorriso.
-MAS QUE MERDA É ESSA PAI?!-gritei fazendo ele me olhar irritado.
-Abaixe o tom de voz quando fala comigo mocinha, e eu que lhe pergunto...POR QUÊ DIABOS TEM UMA GAROTA NUA E NA SUA CAMA?!-ele me perguntou gritando a ultima parte.
-É porque...-fiquei pensativa.
-Por que?-ele insistiu.
-É PORQUE NÓS FIZEMOS UMA FESTA DO PIJAMA!-falei a primeira coisa que passou pela minha cabeça. -E ELA NÃO ACHOU AS ROUPAS POIS ACABAMOS BEBENDO DEMAIS!!!-gritei complementando a mentira. Ele tirou a faca do pescoço dela, e ela caiu na cama encarando ele com a mão no pescoço, que provavelmente estava vermelho.
-Tudo bem. Vou acreditar nisso. Mas saiba de uma coisa Kaede Kayano, se eu souber que você sequer beijar alguém que não seja o Nagisa, eu vou fazer algo que nenhum humano já fez com o outro. -Ele falou ameaçador. Eu não entendi porque ele estava fazendo questão de mim ficar com o Nagisa.
-Que tipo de coisa?-perguntei receosa.
-Algo pior do que Mengele fez com os judeus em 1942(quem for esperto o bastante pra procurar na internet vai entender).
-Sabe que isso é impossível, né?-perguntei sarcástica. É impossível fazer coisas piores do que as que ele fez.
-Cale-se! Va se arrumar! Iremos jantar agora, e empreste uma roupa pra sua amiga, ela também irá jantar conosco!-ele falou sério e olhou para a Okuda que estava encolhida na cama e escutando a nossa conversa. -Eu estou indo lá para baixo, quero ver ambas lá em vinte minutos. Nada mais, e nada menos. -Falou saindo do meu quarto. “Graças a deus...” pensei comigo mesma. Eu me lembrei da Okuda e dei um pulo para o lado dela.
-Você está bem?-perguntei passando a mão pelo rosto dela. Ela me encarou com lágrimas nos olhos.
-Esta...esta tudo bem...-ela falou abrindo um sorriso mas deixando lágrimas caírem.
“Okuda...”
Okuda pov.

Eu estava tentando acordar e quando abri por completo os meus olhos, um homem estava parado na minha frente, e tinha uma faca na mão direita, e meu sangue gelou por completo.
-Quem é você?-ele me perguntou.
-E-Eu sou amiga da Kayano...-falei tentando não mostrar meu medo. Ele abriu um pequeno sorriso, que se eu não tivesse prestado bastante atenção, diria que estava feliz por ter ouvido isso.
-Qual o seu nome?-perguntou parecendo perder mais as emoções.
-O-Okuda...-gaguejei, que era o que mais me irritava.
-Pois bem, Okuda, o que você é para a minha filha?-ele perguntou.
-E-Eu sou...eu não sei o que nós temos...-falei triste e pensativa. Eu realmente não sabia o que eu e a Kayano tínhamos...amizade colorida...?
Ele me encarou e seus olhos pareceram mudar de cor. Deixaram de serem verdes, e viraram vermelhos. Mas não o vermelho amor, era o vermelho vampiro, da cor do sangue, e ao mesmo tempo parecia como...se ele...fosse um criatura vinda do próprio inferno. Ele me puxou pelos cabelos e pôs a faca no meu pescoço.
-Vocês tiveram alguma relação sexual?-ele me perguntou com a voz fria. Eu não respondi nada, já que caso tentasse falar, aquela faca iria cortar minha garganta pelo movimento, já que ela estava grudada no meu pescoço. -ME RESPONDA!-ele gritou e pondo medo, e alisando de leve a faca no meu pescoço. Eu ia falar, mas a Kayano apareceu na porta na hora.
(Desculpem, mas já sabem o resto que aconteceu[to com preguiça de digitar de novo])
Eu estava sorrindo, mas chorando ao mesmo tempo, e a Kayano me olhou preocupada.
-Ele fez algo com você?-ela perguntou levantando a minha cabeça e a mexendo para os lados, vendo se ele tinha feito algo em meu rosto ou na cabeça. Eu fiz sinal de não com a cabeça e ela suspirou em sinal de alivio. -Ainda bem...-ela falou passando a mão na testa.
-Tudo bem, tá? Ele não fez nada comigo, relaxa...-falei colando as nossas testas.
-Certo...vem comigo, vem escolher uma roupa no meu closet. -Ela disse me puxando pela mão para o closet dela. -Pegue o que você quiser!-ela falou levantando os braços para cima. Eu olhei para todos os lados que nem uma criança em uma loja de doces. Mas eu ainda acho que isso é melhor que natal.
-Isso é melhor do que natal...-falei sem querer e ela deu uma pequena risada.
-Mas eu não só papai Noel. Escolha antes que me arrependa. -Ela disse fazendo bico. Eu sorri de canto e fui olhar cada uma das roupas.
Eu então peguei uma calça azul, uma blusa social azul, um colete azul, uma gravata azul, sapatilhas azuis, uma tiara azul, um anel azul, e por fim, um batom azul. Eu me olhei no espelho e quase cai na gargalhada quando vi que tudo ficou combinando em mim e em si mesmas(não entendi essa). Eu me virei para a Kayano e ela pegou meu braço e saímos com eles cruzados uma na outra. Chegamos na cozinha e nos separamos, e ela sentou ao lado do pai dela, e eu de frente para ela, já que a Tenma fica do seu lado em todos os lugares.
Eu estava cortando um pedaço de carne quando uma pessoa que eu conheço bem entrou gritando.
“A NÃO! Não se pode nem jantar em paz mais não?!”


Notas Finais


Eu estou pensando em fazer um capitulo onde o Yuuki aparece e dança com o Nagisa, o que acham? E para algumas pessoas que já perguntaram, sim, vai ter Nagisa de quatro, coradp, e arfando. E sim, EU QUERO UM NAGISA PRA MIM! E QUEM NÃO QUER?!
boa noite ou dia e obrigado por ler!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...