História Love ? - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza, Justin Bieber
Personagens Justin Bieber
Tags Anastácia Potter, Emma Ruiz, Justin Bieber, Lucas Blanco
Visualizações 13
Palavras 1.137
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe-me pela demora, estava ocupada fazendo lições tarefas de casa e perdi completamente a noção de voltar a escrever os capítulos, mas ta ai espero que gostem bjokas ❤

Capítulo 8 - Festas Bebidas


2 semanas depois...

Já se passaram duas semanas deste o jantar de Pattie, eu ainda estava completamente desconcentrada desde tudo que aconteceu com Justin no banheiro. Já faz duas semanas que não o vejo, por incrível que pareça com certeza sua presença me faz falta. Já estamos em outubro, perto do aniversário de minha mãe e preciso compra um presente para ela, mas confesso que esta difícil.

*Emma* *Vamos numa festa*

Encaro meu celular, e mostro a língua para ele, talvez seja jesto imaturo mas eu tava sozinha e ninguém iria saber. Respondo a mensagem de Emma, falando que não tenho roupa para sair mas não da pra discutir com Emma Ruiz, então a chamei para me ajudar a me arrumar.

Pov's Emma

Cheguei na casa de Ana e ela estava deitada com um pijama de coala que Deus me livre dei uma risada ao olhar para ela, mais o impressionante é que ela estava completamente linda. Mesmo com um pijama horrível. 

-Oi Ana

- Oi Emma! - Animada

- Vamos escolher uma roupa para você-Digo, ela me encara com aquela cara de qunãor mas insisto e como sempre ela céde.

Vasculhou o guarda roupa de Ana e não acho nenhuma roupa para ir numa boate sem ser meio mocinha ou nerd, mas nas profundezas dos infernos encontro um vestido tomara que caia maravilhoso e pego um salto (escarpan) preto e a mostro para ver se o agrada.

Pov's Anastácia

Emma me entrega um vestido que vai até a metade de minhas coxas, preto e tomara que caia e meu salto preferido preto (escarpan), confesso que gostei do look, pego de sua mão dando um sorriso de satisfação e ela ri.

Apos coloca-lo me sentia uma mulher com atitude, elegante e sensual tudo que eu não era. O vestido me deixou com belas curvas, avia um decote nos seios que me deixava com os seios mais volumoso, eu me sinto bem segura e incrivelmente sexy, sorriu ao me olhar no espelho.

-Uau Ana você está linda -Disse Emma de boca aberta.

-Obrigada-tímida

-Pena que você é tão timida, tenta se solta na boate, ta bem ? - Faço sim com a cabeça. 

Me maqueio passo um rímel e um batom vermelho, faço cachos nas pontas do cabelo e me olho ao espelho, como mudei de expressão, aparentava ser segura e intimidadora, mas na realidade tímida, insegura e nem um pouco intimidadora.

-Vamos senhorita Potter -Diz Emma, me desviando de meus pensamentos.

-Vamos -sorriso.

30Min depois...

Chegamos no local e vejo que não é qualquer boate, na verdade era uma festa de inauguração da boate, tudo era lindo avia um barzinho tocava ótimas músicas e por um momento apenas avia empresários e mulheres chiques da alta sociedade.

-Vamos beber Ana - Sorri Emma.

-OK

-Oque vai querer ? - Pergunta Emma

-Caipirinha - Na verdade estava louca pra pedir um refrigerante, mas não queria ser chamada de criançinha ou coisa do tipo.

-Duas caipirinhas de limão - Disse Emma para o barmen.

Fiquei sentada tomando minha caipirinha. Acho que foi a terceira caipirinha Que eu tomei, já estava um pouco zonza, quando aparece um homem ao meu lado aparentava ter uns 40 ou 38 anos.

-Oi graçinha -O sorriso dele era malicioso, isso me dava medo por estar abandonada por Emma que estava aos beijos com outro cara.

- Oi

- Quer que eu te leve pra casa - ele me dava medo, então me levanto ficando zonza e me segurando pra não cair no chão.

-Não, obrigada

-Por que gracinha ? - Se aproximando de mim para me beijar. Tentava empurra-lo mas estava fraca e zonza até alguem dar um soco na cara do tal homem.

- Acho que ela disse não- Arrepiei só de ouvir sua voz, é claro que sabia quem era.

-Eu vou leva-la pra casa

- Eu não quero ir

-Eu não te perguntei - sem disse mais nada ele simplesmente me segura fortemente e me leva para fora da boate. Descemos as escadas pois o elevador estava ocupado e logo já estávamos fora da boate. Justin me puxa ate seu carro.

- Justin... Eu não quero ir eu estou com Emma.

- Depois você avisa ela, anda logo- entrei resmungando e ele apenas me ignorou ligando o carro. Por todo o caminho mativemos o silêncio. Quando chegamos percebo que nem conhecia o lugar que estávamos e Justin nem esperou eu pergunta  e disse estávamos em seu apartamento.

-Por que estamos em seu apartamento?- Ele apenas ignorou e tirou sua jaqueta cobrindo meu vestido que já estava mais a cima de quando sai de casa. Estávamos no elevador quando uma leve tontura me fez desiquilíbrar e senti que Justin segurar mais uma vez minha cintura. Ao olhar e encontra seus lindos olhos dourados sobre minha boca, logo ouvi o elevador se abrir.Entramos em seu apartamento e senti meu queixo cair,estava meio tonta  e nem tava ligando pra nada, até Justin me empurrar  no sofá, piorando meu estado físico e fazendo meu estômago dar cambalhotas.

-O que você tem na cabeça pra beber desse jeito ? Você não conhece limites Potter?... Que pergunta inútil... Claro que não tem. 

Eu sei ele não deveria me dar lição de moral, mas eu merecia não tava em meus estados perfeitos e ainda tinha que ouvi Justin.

-Quem você pensa que é pra me dar lição de moral hein Bieber ? NINGUEM... Isso que você é. Eu sei que bebi de mais, mas deixa eu só te dizer uma  coisinha que talvez você não saiba senhor Bieber... Eu não sou sua. Em momento algum eu disse que precisava da sua ajuda, do seu bravíssimo ato de heroísmo.

Justin me fuzila enquanto aperta sua mão em forma de punho. Seu maxilar estava travando e parecia que iria me matar a qualquer momento. Mas ao contrário disso, ele apenas fechou seus olhos respirando fundo, quando vi seus lindos olhos dourados, o canto de sua boca se curvou denúnciando um sorriso que estava por vim.

-É eu deveria ter deixado você lá mesmo... Como uma vadia, como você deveria esta gostando daquele filho da puta  tentando agarra-la não é mesmo Potter ? Quem sabe você não aceitaria ir pra casa dele se eu não tivesse chegado. Me diga, quanto você cobrou por noite ? -

Fiquei paralisada, não sei por quanto tempo. Só sei que meu sangue ferveu ao ver aquele sorriso de deboche. Em um segundo eu já estava em cima dele destribuindo socos pelo seu peito, ele pega surpresa não deu tempo pra pensar em me defender. Tentava solta meus pulsos do seu aperto, oque era inútil já que ele era bem mais alto e mais forte que eu.

-VADIA? VOCÊ VAI VER A VADIA SEU IDIOTA... DURANTE TODA MINHA VIDA NUNCA E NINGUEM ME CHAMOU DE VADIA.. VOCÊ É UM FILHO DA PUTA, INÚTIL, VAI BIEBER ME DIZ... OQUE EU FIZ ? NADA. MAIS QUER SABER, EU DEVERIA TER ACEITADO A CARONA DAQUELE HOMEM E TER TRANZADO COM ELE A NOITE TODA, UMA NOITE DE SEXO SELVAGEM...

-CALA BOCA... CALA BOCA.




Notas Finais


iiiii oque será que vai acontecer ?
Gostaram ? Continuo ?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...