História Love. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Black Pink
Personagens Jennie, Jisoo, Lisa, Rosé
Tags Blackpink, Chaelisa, Chaeyoung, Lisa, Rose
Visualizações 34
Palavras 1.574
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Fluffy, Orange, Shoujo-Ai, Violência, Yuri
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


PRIMEIRO: desculpem pela qualidade da capa, eu tive que printar do wattpad e colocar aqui, porque eu to sem pc pra fazer outra capa

SEGUNDO: LEIAM É IMPORTANTE

Por favor, não fiquem achando que a Lisa é egoísta por pensar que só o amor/suporte da Chae é o único útil pra ela, porque eu sei bem como é isso porque eu era assim quando confiava muito em uma pessoa.

JenSoo vão ser mais personagens secundárias, talvez no fim (se eu ter coragem de continuar até o final) eu faça um capítulo bônus contando como foi que elas se conheceram, começaram a namorar etc.

Talvez eu coloque algum orange na fanfic, provavelmente se for será só um, porque eu acho meus oranges horríveis, e não queiram ler pra ter certeza disso, acreditem em mim.

O +18 por outros motivos e não por ter vinho tainha e muito sexo, sexo anal, chupa cu da o cu, fanfic toda below her mouth. (ai, eu to rindo muito desse tópico)

Acho que só isso, qualquer coisa necessária eu irei adicionar no decorrer da fanfic, eu espero que vocês gostem.

Boa leitura ♡

Capítulo 1 - 01.


Chae era a única pessoa que eu confiava profundamente, talvez fosse errado confiar mais em uma namorada do que em sua própria mãe, mas acho que isso está se tornando comum, talvez com toda rejeição que alguns filhos recebem de seus pais hoje em. Diferente de muitos eu sou totalmente aceita por parentes e amigos, mas eu não me sentia bem entre eles, Jisoo e Jennie são duas pessoas fora Chaeyoung que me deixa bem, elas são minhas melhores amigas.

Esses dias tem sido difíceis, mas ela sempre está alí, seu suporte é o único que eu preciso, sem ele eu estaria numa situação difícil, acho que se Chaeyoung não estivesse aqui hoje eu também não estaria. Isso é algo tão triste de se dizer, falar que você depende dos outros pra continuar nesse mundo, que grande parte é um mundo repugnante. Dizer pra alguém que eu já pensei em, e até mesmo tentei, suicídio é algo difícil, isso é​ tão delicado, eu tenho uma vida feita e ela é ótima, meus parentes e amigos me amam, ou pelo menos eles dizem isso.

No momento estou indo para a aula, minha mãe insistia que eu desse um tempo no colégio por causa do meu estado, graças a minha fase de depressão e minha alimentação que está péssima, minhas taxas estavam baixíssimas e meu corpo fraco, estudar num colégio integral estava sendo difícil para mim, mas eu não queria deixar os estudos de lado. Fico feliz que consegui passar pela depressão, mas eu não passei por ela só, quando fiquei com depressão por algumas semanas eu pensei que nem mesmo Rosé me amava, eu me sentia só, vazia, era como se eu fosse um corpo sem alma que estava vagando pela terra procurando a morte,mas com muita ajuda das pessoas mais próximas, e até dos meus colegas de escola, eu consegui supera, fico pensando se alguém já conseguiu passar por isso sozinho... e se conseguiu, parabéns, você é incrivelmente forte. Acho que esse é um dos grandes motivos pelo qual a depressão ser a causa de bastantes mortes na adolescência, muitos acham que você está "brincando", ou simplesmente que está fazendo algum drama, mas foi nessa hora que eu vi que ainda existem pessoas boas no mundo, e que felizmente eu sou rodeada delas. 

Deixando esse assunto de lado Chaeng sempre me buscava em casa para ir à escola, minha mãe nunca falou algo ruim sobre meu relacionamento com Chaeyoung, como eu já disse, meus familiares me aceitam, minha mãe sempre deu suporte para nosso namoro, ela diz que Chaeyoung é "o homem" que muitas mulheres precisam, e eu tenho que concordar. Sai de meus devaneios quando Roseanne depositou um beijo em minha bochecha.

- Ei? Esta me escutando? –  assenti – Então, o que acha de gazear aula para ir ao parque?

- Não sei se estou disposta para isso hoje.

- Lisa... Vamos lá, Jennie e Jisoo também vão, prometo que levo você nas costas caso fique cansada. –Eu não estou fazendo aquela cena melosa ao coisa do tipo, sei que se eu for irei estragar o passeio das meninas tendo que parar toda hora por causa do meu cansaço ou porque eu posso desmaiar a qualquer hora. – Por favor? – ela juntou suas mãos e trouxe para perto do seu rosto, ela fez um rostinho de gatinho que quer atenção, e eu não conseguiria negar.

- Tudo bem. – Chae rapidamente me abraçou, se afastando um pouco para encher meu rosto de beijinhos, eu sorri com aquilo, o amor de Rosé realmente me faz bem.

P.O.V Chaeyoung

Consegui convencer Lisa de faltar aula na parte da tarde, iríamos para um jardim junto com Jen e Jisoo, esses dias ela está mais triste que o normal, é notável, e eu não consigo tirar isso de minha cabeça. Nós nos conhecemos desde nossa infância e Lisa não era dessa forma, mesmo depois de ter conseguido passar pela depressão, infelizmente ela ainda tem algumas recaídas durante o ano, isso me deixa preocupada, quem não ficaria? Só um tolo mesmo! Eu sinto falta do meu happy virus, Lisa fazia, faz e sempre irá me fazer sorrir, mas saber que não é todas vezes que eu consigo retribuir isso me deixa preocupada, sempre que eu pergunto ela me responde que não existe motivos para essa tristeza, ela apenas vêem em alguns momentos e ela não sabe o que fazer. Lalisa uma vez me disse que ela consegue esquecer isso quando saíamos para passear juntas ou quando está com algum bichinho, aliás ela ama animais, conversei com Jisoo e ela irá me ajudar com isso, levarei o animalzinho que adotei hoje para Lisa, eu espero ver um grande sorriso nos lábios dela hoje, isso fará meu dia.

x

Ao ouvir o tocar do sinal corri até a sala de Jennie e Jisoo, deixei Lisa sozinha na sala por um tempo, espero que a mesma não fique brava comigo, fiz um sinal para as meninas e elas já estavam prontas para sair, pediram ao professor para ir ao banheiro me seguiram, quando buscarmos Lisa teremos 50% da fuga completa.

Tivemos certa dificuldade na hora de convencer a diretora, o plano de fugir com aulos do primeiro ano não deu certo já que éramos veteranas e os guardas da escola conheciam nossos rostos, após insistir muito a diretora nós deixou sair, ela sabia a situação de Lisa e quando pensou direito, viu que seria algo bom para ela.

- Ei– Chamei a atenção de Lisa dando um leve aperto na sua mão. – preciso ir em um lugar antes de ir ao parque.

- Tudo bem, irei com você.

- NÃO! Não, você pode ir junto com as meninas, eu alcanço vocês, não se preocupe. –  Depositei um beijo na testa de Lisa, sorri e fui andando na direção contrária, se Lisa me acompanhasse iria estragar toda surpresa.

Não demorou muito para eu chegar no local da adoção de animais, a cadelinha já estava me esperando nos braços de um dos trabalhadores do local, peguei a mesma com cuidado e fui caminhando com ele até o petshop mais próximo, pelo menos alguns brinquedos, uma coleira, potinhos para água e ração eu preciso comprar para ele, aproveitei para comprar uma gravatinha borboleta roxa, era a cor favorita de Lalisa, comprei um pouco de ração também, ele poderia ficar com fome antes de irmos para casa. Eu estou com grandes expectativa​s para isso, eu espero que ela goste e eu consiga ver seu sorriso durante todo dia.

Na volta não demorou muito para chegar ao parque já que voltei de táxi, de longe avisto a silhueta de Lisa, ela corre por alguns segundos brincando com Jisoo mas logo se senta já com sua respiração ofegante, vê-la tentando ao máximo me enche de determinação, me aproximei e quando Lisa percebeu minha presença veio até mim, com seu andar lento já que estava bastante cansada.

- Chaeyoung... onde você arrumou esse cachorrinho? – a mesma já estava fazendo carrinhos no animal. – O dono logo logo aparece reclamando com você.

- Bem... a dona é você, então espero que você não reclame. – a expressão de Lisa mudou em segundos, aquele largo sorriso que eu tanto esperei apareceu em seus lábios, como eu estava com saudades desse sorriso...

- Eu... eu... ah! Chaeyoung, eu te amo tanto. –suas mãos estavam no meu rosto agora, Lisa juntou nossos lábios por alguns segundos, minha vontade de aprofundar aquele beijo era enorme, mas estávamos em um parque público coreano, tudo que eu menos queria era ver pessoas xingando ou até mesmo agredindo Lisa. – Como ele se chama?

- Ela! Não sei, que tal... Hope?

- Hope... gostei. Oi Hope, bem-vinda a família.

x

O pôr-do-sol já estava surgindo, conversamos bastante sobre assuntos aleatórios, Jisoo buscou Dalgom e Kuma e eles brincaram bastante com Hope , aquele dia estava sendo perfeito, Lisa passou um bom tempo descansando só para ter energia para brincar com Hope, era um momento lindo no meu ponto de vista, não perdi tempo para tirar fotos e gravar vídeos, incrível como Lisa ficava bonita em todas. Mesmo descansando por tanto tempo seu cansaço chegava mais rápido e ela se sentou novamente. Me aproximei dela e segurei sua mão chamando a mesma, guiei Lalisa até uma das bicicletas que podiam ser alugadas no parque.

- Você já brincou bastante então irá no bagageiro.

- Mas eu queria ir pedalando. - neguei com a cabeça.

- Hoje não mocinha. - Lisa bufou, adorável.

Sentei no selim e Lisa sentou no bagageiro, logo eu comecei a pedalar rodando todo parque, as mãos de Lisa estavam envolta da minha cintura, apertando forte o tecido da minha roupa, parecendo uma criança quando foi levada de bicicleta pelos pais pela primeira vez. Parei quando vi que Lisa já estava com a respiração ficando fraca, a Coréia no verão é extremamente quente, mesmo quando já estamos adaptados, quando "descemos" Lisa deitou no chão, me deitei ao seu lado e apoiei sua cabeça em meu busto, eu fazia carinhos em seu cabelo enquanto isso.

- Obrigada por hoje. – Lisa inclinou a cabeça para cima. – Hoje foi um dia inesquecível, obrigada mesmo, Chaeng.

- Se você está feliz imagina essa neozelandesa aqui. Obrigada por fazer todos meus dias inesquecíveis. Eu te amo, Lalisa Manoban. – Lisa sorriu, já perdi as contas de quantas vezes ela deu esse belo sorriso hoje.

- Eu também te amo, Park Chaeyoung. – Lisa segurou minha mão e deu um beijo nela, eu fiz o mesmo, naquele momento eu estava ignorando tudo ao meu redor, porque o que é realmente importante para mim está bem diante dos meus olhos.



Notas Finais


⌜ Eu nunca acabei uma fanfic de uma⌝

maneira tão melosazzz. Qualquer erro

me desculpem eu não revisei nadinha

Obrigada por ler a fanfic, espero que

⌞     ♡continuem acompanhando♡       ⌟

ps: leiam as notas iniciais, por favor sz


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...