História Love and Faith: Forever Together - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amorquevemdafé
Visualizações 1
Palavras 2.554
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Demorei mas eis aqui as mais belas lembranças... espero que gostem. Bjs até as notas finais. 💜💕

Capítulo 6 - CAP. 5 - Just Remember


Fanfic / Fanfiction Love and Faith: Forever Together - Capítulo 6 - CAP. 5 - Just Remember

O detetive vai embora com os outros polícias,  e apenas o cabo George fica.
- Nossa, finalmente acabou esse inferno, podemos andar livremente, voltar ir à igreja. -disse Amy aliviada- querido, tem um pouco de sangue em sua cabeça. -disse preocupada-
- Deve ser a coronhada que levei -disse colocando os dedos no local e em seguida olhando os dedos sujos de sangue-
- Sr George já faço o jantar, jante conosco. Vou só cuidar do ferimento do meu marido.
- Eu agradeço senhora Jones, com todo prazer. -disse meio acanhado-
- Fiquei a vontade. -disse Vicent-
- Vou buscar o kit de primeiros socorros, foi um leve corte, nada grave amor. -disse e deu um leve selinho em Vicent-

Amy vai ao banheiro buscar o kit, em quanto George e Vicent conversam.

- Queria que minha esposa e eu fosse - mos assim como vocês, ex - esposa aliás,  ela deu entrada nos papéis do divórcio essa semana, eu a amo tanto, mas fui um babaca com ela, priorizei minhas amizades, cheguei bêbado em casa às 5 horas da manhã, peguei o celular dela que tava na cômoda, tinha uma mensagem de um homem dizendo "eu te amo minha princesa" e eu bêbado não vi que era do irmão mais velho dela, acordei ela puxando ela pelos cabelos e agredi minha esposa, eu sou um idiota. -disse segurando as lágrimas-
- Pelo visto você pisou feio na bola, mas tem como concertar.
- Como? -perguntou  George com um brilho no olhar-
- Deixe - me contar minha história com Amy...
- Conte - me. - disse George-
- Bom, Amy e eu nos conhecemos adolescentes...
- Querido encontrei o kit, deixe - me cuidar de você. - disse interrompendo a conversa -
- Oi querida, tô conversando com George sobre nossa história.
- Nossa história da um livro e um filme desse livro - disse rindo - Tá conte a ele em quanto cuido de você.
- Então - pausou sorrindo e continuou - como eu dizia...

Vicent começa a narrar...

Nos conhecemos ainda adolescentes, Amy tinha seus 16 anos, e eu 17 anos, Amy foi minha primeira namorada, meu primeiro beijo foi com ela. Por vezes eu tentava ficar com uma garota, mas todas me rejeitava. Em meiados de 2014, uma linda menina dos cabelos longos e escuros apareceu na minha igreja, sem perceber me sentei em sua frente, quando o pastor pediu para os visitantes se levantar e apresenta - los, ela se levantou, aproveitei e a cumprimentei, lembro até hoje do sorriso tímido dela. O culto foi indo, até a hora que o pastor pediu para ir a frente aqueles que queria voltar para Jesus, ela foi a primeira a sair do lugar, colocando os cabelos para ficar de um só lado e em lágrimas. Achei tão lindo ela indo toda frágil lá na frente, como um ato de desespero que precisava muito de Deus. No fim do culto os líderes apresentaram ela e os outros novatos, meu foco não saía dela. No dia seguinte, segunda - feira, foi culto de adolescentes, quando cheguei e ela já estava lá com os dois amigos dela, Laila e Matias, mais sorridente que no domingo, brincando, e falando com seu jeito tímida de ser, sem muita enrolação, comentei com os meninos...

- Tirem o olho, ela vai ser minha.
- Falou então.

Me virei e puxei assunto...

- Oi, a paz do Senhor -disse apertando ando a mão de Matias e Laila, na vez de Amy parei olhando para ela e segurando sua mão-
-A paz do Senhor -disse Matias e Laila mas eu estava perdido no olhar de Amy-
- A paz do Senhor -disse sorrindo tímida-
- É a novata né!?
- Sim.
- Meu nome é Vicent e o seu?
- Amy.
- Prazer em conhece - la, seja muito bem vinda. Tem whatsapp? Porque aí eu vou pedir pro líder te por no grupo.
- Tenho sim é xxxxx-xxxx
- Ok, já salvei.

Mais uma vez no culto de adolescentes, quando teve apelo ela foi em lágrimas, uma das adolescentes ficou com ela na hora da oração, a Abraçou, e as lágrimas dela só caiam de olhos fechados, isso me tocou muito, não sabia o que se passava com ela, mas era visível que ela estava arrependida. Quando o culto acabou, me despedi dela, e chegando em casa, a chamei no whats, eu não parava de olhar pra foto de perfil dela, até que ela me respondeu.

- Oe
- Oiie :3 Vicent da igreja certo?
- Sim, bem vinda.                                         
- Obg, olha vou dormir, tenho aula amanhã cedo.

- Td bem, boa noite.
- Boa noite.

Fiquei meio triste porque pensei que assim como as outras que me rejeitava, ela faria o mesmo, coloquei  em meu status "Procurando... 🔎❤" pra ver qual seria a reação dela. E fui dormir. Pela manhã abri o whatsapp dela pra ver a foto e vi o status há 7 minutos "Em busca de um príncipe encantado... 😄😊💙" Logo meu coração acelerou e eu mandei bom dia, não demorou muito e ela respondeu com bom dia, e assim fomos conversando a semana toda, eu cantava ela sutilmente, e ela as vezes dava pistas de que eu tinha chance. Era único minha conexão com ela, não demorou muito eu me declarei a ela, eu a vi online e nada dela me responder, já tava começando a achar que ia levar um fora, quando derrepente meu celular apitou com o nome dela, só de ver a prévia da mensagem meu coração disparou, dizendo "eu tbm tô gostando de você" quando abri mesmo, disse bem alto "glória a Deeeus" meu irmão me olhou não entendendo nada (risos) não demorou muito e a gente já estava namorando, tudo ia bem, meu primeiro beijo foi com ela, que foi uma sensação única. Na época ficamos dois meses e duas semanas juntos, a mãe dela pegava muito no pé, e eu já não estava aceitando mais isso, fora as infantilidades de Amy, já não aguentava mais. Passando um mês do nosso termino voltamos a nos falar, ela falava pra eu e ela orar, mas eu não queria saber, dizia que era melhor seguir em frente e que ela tava me atrasando de arrumar outra, falei com um aperto no peito, mas também não queria ver ela sofrendo. Em 2015 por algumas vezes Amy e eu ficamos, até que a mãe dela descobriu e ela teve que confessar, eu já tinha mudado de igreja para esquecer Amy, depois que perdi contato com ela, ela mudou de igreja também, eu a via na rua e a vontade de correr e falar com ela não faltava. Amy me olhava com raiva quando me via e eu não entendia. Me recordo que uma vez ela me disse que não cortava o cabelo porque lembrava de mim, porque ela sabia que eu gostava do cabelo dela, gostava quando ela sentava ao meu lado e seus cabelos ficava em cima de mim, quando ela corria e ele voava... Minha maior tristeza foi ve-la de cabelo curto na rua, logo pensei "ela me esqueceu." Eu estava de bicicleta, na hora perdi a atenção e quase bati num carro. Meses depois, eu a vi loira, ja não tava mais reconhecendo a minha menina, ela estava mesmo na tentativa de me esquecer, quando passava por mim parecia segura, como se eu não existisse. O mais doloroso foi quando ela me desbloqueou no whatsapp para dizer que nunca me amou, que foi coisa de adolescentes, aquilo acabou comigo, fiquei na pior Bad da minha vida. Continuei tentando seguir minha vida, mas só conheci garotas que me feriram mais do que eu já estava. O tempo foi passando, e passando, até o feliz dia que Amy me seguiu no Twitter, não acreditei quando vi a foto dela e o username dela, não perdi tempo e tweetei para ela dizendo a paz do senhor, não demorou muito até ela me responder, segui ela de volta e mandei mensagem privada. Conversamos muito, eu pedi perdão a ela e ela a mim. Não aguentei e falei:
- Amy, eu te amo.
- Desculpa não dizer o mesmo agora, eu fui muito ferida nesse tempo em qur nos separamos, não estou segura para dizer isso a você agora, acho que é cedo demais.
- Tudo bem eu te entendo, mas eu precisava te falar isso.

O tempo foi passando, a gente se via algumas vezes, fui ao pastor dela conversar, mas um problema ainda era existem, devido ao desentendimento entre a mãe de Amy com a minha, os pais dela não aceitava de jeito algum, a agonia só aumentava, queria assumir ao mundo meu amor por ela. Um dia vi a mãe dela meio enrolada na rua com bolsas e o irmão caçula de Amy, o Daniel, aproveitei o momento e fui ajudar, de início ela se mostrou durona mas insisti...
- Margareth!? Deixe-me ajuda-la !?
- Não precisa, Obrigada.
- Não é incomodo pra mim, deixe que eu carregue as bolsas, pelomenos  até metade do caminho, do jeito que Daniel está correndo, Deus me livre e guarde, na rua é perigoso. 

Peguei justo no ponto fraco dela...filhos!

- Tudo bem Vicent, vou aceitar sua ajuda, mas só até a metade do caminho.
- Como desejar.
- Quem é ele mamãe? -Perguntou  Daniel-
- Um colega antigo de sua irmã Amy. -falou em quanto começamos a caminhar-
- Aaaaataaaa -disse de um jeito fofinho- Meu nome é Daniel e o seu? Se é amigo da minha irmã é meu amigo também. -disse sorrindo-
- Sou Vicent e eu sei quem é você Daniel -falei sorrindo-
- Sabe? Como?
- Eu conheci sua irmã quando você ainda estava na barriga da sua mãe, todos estavam ansiosos pra você nascer, sua irmã então, nem se fala. -falei rindo-
- Aaaah sim, eu tenho 4 anos e você? Posso chamar você de tio?
- Tenho 22 anos Daniel, pode me chamar como quiser -falei sorrindo-
- Você é bem velho, igual minha irmã tio!
- Daniel! -Disse Margareth para Daniel o chamando atenção-
- Não tudo bem, gosto de crianças -falei sorrindo-

A mãe de Amy só observava eu conversando com Daniel, pouco a pouco percebia seu semblante ir mudando, não estava mais um semblante serio forçado.
- Gosta de hulk tio?
- Gosto de todos os heróis da marvel e você?
- Também, mas gosto mais do hulk "aaaaaar" - disse imitando o Hulk -
- Nossa deu até medo agora, você imita bem o Hulk.
- Sério? -assenti pra ele- mamãe, mamãe, o tio Vicent disse que sei imitar bem o Hulk.
- Que legal meu filho -falou sorrindo-
- Dona Margareth, tem certeza que não quer que eu vá mais a frente com vocês? Daniel está bem agitado, posso ir carregando as bolsa e distraindo ele, pra você ir tranquila.
- Deixa mamãe por favor!? Quero conversar com Tio Vicent sobre heróis.
- Ta booom. -disse dando uma de durona, mas percebia que estava amolecendo-

Fomos o caminho inteiro sem conversar muito, apenas Daniel não parava de falar e fazer muitas perguntas.

- Minha irmã é linda né!? Mas não conta pra ela que falei isso, porque ela também é muito chata.
- Porque ela é chata Daniel? -falei rindo-
- Ela não me deixa fazer o sofá de pula pula. -falou chateado-
- Pode deixar, esse vai ser nosso segredo - falei piscando olho pra ele - também acho sua irmã linda.
-  Vou te contar outro segredo, ela não tem namolado.
- Daniel -disse chamando sua atenção-
- O que eu fiz mamãe, a Mymy ta INCAILADA que a maninha Anne falou.
- Esse menino é muito esperto Margareth -falei sorrindo-
-  Ainda não viu nada.

Fomos andando até que chegamos em sua casa.

- Obrigada Vicent, você foi muito prestativo e acalmou a farinha.
- Por nada, precisando pode contar pro que precisar. Manda um abraço para todos, pra Amy especialmente.
- Mando sim.
- Tchau. -falei sorrindo em quanto ia-
- Espere -disse Margareth- sábado vai ter uma festinha na casa de Amy, em comemoração a casa nova dela, quer ir?
- Amy se importaria não? -disse disfarçando, mais sabia que Amy não ligaria, eu estava conversando com ela-
- Tenho certeza que não, foi eu quem sempre impediu. -disse me olhando seria, com um ar de arrependimento-
- Tudo bem, eu vou, obrigado pelo convite, o que posso levar de presente pra casa nova dela? -pedi uma dica-
- Notei que ela esta sem um espelho na sala, ela tem só no banheiro, é bom ter sempre dois ou três em uma casa, da um toque diferente.
- Ok, qual cor posso comprar?
- Dourado, vai ficar legal com a cor da pintura, ela fez um fundo de ceramica bege quadriculada e pintou as outras paredes com um bege bem mais claro.
- Ok, obrigado pela dica. Tchau. -falei sorrindo-
- Tchau Vicent.

Fui embora muito feliz, daí por diante nossas famílias se acertaram, voltei a namorar com ela, em poucos meses noivamos e casamos. Passamos por dificuldades no início do casamento para nos adaptar um a rotina do outro, eu ja estava sendo preparado para ser pastor, tanto eu quanto Amy terminando a faculdade, as vezes a gente não tinha tempo para nós, mas sempre arrumamos um jeito, para ficar juntos ao máximo, até acordar duas horas mais cedo antes do trabalho para ter um tempinho para nós.

Fim da narração.


- Nossa vocês passaram muita coisa, mais esse fato do Jason, vocês são guerreiros. Depois de ouvir isso tudo, tenho mais esperança de que vou conseguir reconquistar minha esposa. Me inspirou isso sério.


- Só um instante -disse Vicent indo até a estante e indo em um pequeno vidro com alguns pendrives e trazendo um que estava escrito "Amor e Fé"- toma, quero que fique com isto, tem alguns filmes baseados em fatos reais de amor Cristão, quero que assita com sua esposa, em especial "A Prova de Fogo"
- Obrigado senhor Jones, tem uma dica de como convidar ela para assistir comigo?
- Diga a ela que tem uns filmes bons e que quer muito assistir com ela, até que seja apenas como amigos, se redima com ela, depois de meia - hora de filme usa aquele truque de se esticar e coloca o braço por cima do ombro dela cuidadosamente, diz que ela ta linda, segura o queixo dela e pa ja sabe -disse Vicent rindo-
- O senhor é experiente hein -falou rindo-
- Anos de prática para amolecer aquela florzinha cheia de espinhos ali. -disse se referindo a Amy rindo-
- Eu ouvi isso hein -disse rindo na cozinha-
- Era pra ouvir mesmo querida, você me deu trabalho. -disse rindo-
- Tava apenas cumprindo meu papel em não ser fácil demais. -falou rindo-
- Vocês são incríveis -falou rindo-
- George, quer tomar uma decisão agora?
- Qual?
- Aceitar a Jesus nesse exato momento, e colocar Ele a frente de tudo, para que você salve seu casamento?
- Sim.
- Então feche os olhos, vamos orar.

Vicent faz uma oração por George, que declara que Aceita Jesus como seu único e suficiente salvador,e em lágrimas pede perdão a Deus.

Continua... 😊 


Notas Finais


Lindo não!? As mais belas novidades virão. Aguardem. Bjs 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...