História Love and Family - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Chris Evans
Personagens Chris Evans
Tags Drama, Romance, Sexo, Traição
Exibições 19
Palavras 2.738
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Trilha do capítulo :
All of Me 》
Love me Now 》John Legend
Espero que vocês estejam gostando das minhas sugestões musicais .
São músicas muito significativas para mim e que me inspiram a escrever .

Capítulo 26 - Confronto ?


Fanfic / Fanfiction Love and Family - Capítulo 26 - Confronto ?

Confronto  ?

MIKE

- MICHAEL  LEE BENNET  !!! QUE PORRA  É  ESSA ?!

Acordei  com o grito de Bella, atordoado  e sem entender  nada .

Sentei  na cama de supetão  , olhando  para  ela completamente confuso  .

-  O que foi ?! O que aconteceu  ?! – perguntei assustado  com a expressão  de ódio  em seu rosto  . – Quer me matar ?!

-  O QUE FOI ?! – ela continuava gritando  .

-  Você  pode falar  mais baixo por favor ?! E me explicar ...

- FALAR MAIS BAIXO UM CACETE !!! VOCÊ  ME CHAMA PELO NOME  DELA E AINDA SE ACHA NO DIREITO  , DE CONTROLAR  MEU TOM DE VOZ ?!

Nome dela ?

Ops !!! Eu havia  chamado  Bella  de Vivian  ?!

Tenso e  tentando  ganhar  tempo , me fiz de desentendido. 

- Bella,  eu acordei com você  gritando  !!! Não  estou entendendo  nada ...

Mais uma vez ela me interrompeu , mas dessa vez não  gritou .

-  Hum ... não  está  estendendo  ?! Então  eu vou te explicar  !!! Você  me chamou  de Vivian  !!! – seus olhos  me fulminavam . – Vivian  ?! Sério  ?! Depois  de fazermos amor ...- parou com a voz embargada  .

- Ah ,  é  isso ? – que ela acreditasse em minha justificativa  . Deus me ajude .  Dei a minha voz um tom de enfado – Eu encontrei  com Nick ontem  e ele acabou desabafando  comigo . Fiquei  preocupado  com ele ...

-  Mike  você  acha que sou alguma idiota ?! Não  me subestime  !!!

-  Bella !!! Eu não tenho  porque mentir para você  !!! Eles não  estão  bem e Nick está  sofrendo muito .

-  E por que o nome dela e não  o dele ?! – perguntou  , com as mãos na cintura  .

Pense, Mike.  E rápido  !!!

-  Isabella  , eu não controlo meu subconsciente  !!! – disse  , tentando  inverter a situação  . – Se isso  fosse  motivo de desconfiança  , eu já deveria  ter pedido o divórcio  , por conta de todas as vezes que você  me chamou  de Billy  . E você não estava dormindo  , ao contrário  estava  bem  consciente. 

Ela enrubesceu e tentou se justificar :

- Foi um ato falho , Mike ...

Hum  , Mike ? Então , eu estava conseguindo  contornar a situação  ?

Usei minha  última  cartada :

-  Por que você  não liga para ele e confirma  que estive com ele ontem  ? E se não  for o suficiente  , confirme também  a natureza  do assunto  , sobre o qual conversamos  . Já  que você  não  confia em mim ...

Falei e me levantei , começando  a me vestir .

-  Anjo , desculpe . Eu não sei o que me deu ...

- Eu sei !!! Falta de confiança  . – A interrompi ríspido  - Mesmo eu nunca  tendo te dado  razões  para desconfiar  de mim , em relação  à  Vivian  ou a qualquer  outra mulher  !!!

- É  que nós  não  estávamos  bem ... e vocês  namoravam....

-  E o compromisso  que tenho com você  ?! Não  significa  nada ?! Ela é  passado !!!

-  Desculpe  , eu me descontrole e  achei  que você  estivesse me traindo  ...

-  E me julgou ,  se pautando no que você  faria ?!- perguntei  , mordaz . Será  que estava  pegando  pesado demais  na minha  indignação  ? – Quer dizer que devo me preocupar  , se William  aparecer por aqui ?!

-  Michael  !!! Você  está  sendo cruel  e me magoando  ...

-  E como você  acha que me sinto com a sua desconfiança  ? Sendo acordado aos berros  ?!

Eu já  estava calçando  os sapatos  e a olhava friamente  .

E o pior  é  que ela tinha razão  , em ter ciúme  . Ultimamente  , Vivian povoava meus  pensamentos  . Principalmente  , depois  que soube que eles haviam  ficado noivos  e estavam  acelerando  os preparativos  para o casamento  .

- Amor , por favor  me perdoe !!! Eu  me excedi  , mas tente me entender  ...

-  Está  difícil  de entender o seu comportamento  nos últimos  tempos  ,Bella . – falei  .

Precisava  pegar leve agora  que  ela já estava convencida  . Ao menos , aparentemente  ...

-   Eu não  quero brigar ... justo agora que nos  entendemos .- falou , sentando em meu colo e me abraçando  com os olhos marejados  .

Me senti um lixo  .

Como eu tinha  me tornado  esse  tipo de homem ?!

-  Anjo , você  me perdoa ? – perguntou  dengosa .

- Tudo  bem. Provavelmente  , eu reagiria  da mesma forma , se estivesse em seu lugar .

A abracei , prometendo a mim mesmo  , nunca mais mentir dessa maneira  para ela .

-  Eu te amo Michael  . E muito  ,  não sei o que eu faria  se te perdesse  ..ou se  descobrisse  que você  me traiu .

-  Pela a fúria  que você  demonstrou , me mataria . – disse  sorrindo , para  romper  a tensão  .

- Matar ? Hum ... acho muito  fácil . Eu quebraria  todos os seus ossos  e te manteria  em cativeiro  . E a cada  vez que seus ossos se calcificassem , eu os quebraria  de novo e de novo ... – disse  com um sorriso  sádico. 

Por um momento  quase  acreditei  que ela falava a  sério ... e depois  tive  certeza  .

- Você  não teria coragem  de me infligir um sofrimento  como esse !!! E depois , como  explicaria meu sumiço ou me impediria  de pedir  ajuda ? – perguntei  sorrindo  , colocando  seu plano a perder .

-  E quem disse que eu iria justificar  alguma coisa ?! Eu te levaria  para um lugar isolado , sem a possibilidade de contato  com outros  seres humanos . 

-  E a nossa  família  ?! -falei  atônito , com sua frieza . Parecia que ela já tinha tudo planejado .

- Mike  , você se esqueceu que sou médica ?! Posso  forjar a sua morte ... Afinal , acidentes acontecem .

-  Bella !!!

Ela interrompeu meu protesto  com um beijo  .

Mas lá  no fundo  , uma sementinha de medo foi plantada em meu íntimo .

BELLA 

Em um primeiro momento  , achei muito difícil  acreditar  na explicação  dele ...

Mas , por  fim os argumentos  dele acabaram mostrando que eu estava  errada e me convencendo  totalmente  .

Então  , a culpa e o arrependimento  , tomaram  conta de mim ... o olhar gélido  e  decepcionado que ele me lançou , me deixou arrasada .

Droga !!! Mil vezes  droga !!!

Essa  minha mania de reagir primeiro e perguntar  depois  , sempre  me colocava em enrascadas ...

Flashback  on

Eu tinha ido encontrar  Billy no hospital em que ele fazia  estágio  . 

Estava animada , por conseguirmos  nos vermos em meio dos  nossos horários  malucos e  desencontrados  . Afinal, que casal de namorados ,  aguenta ficar  mais de duas  semanas sem se ver , principalmente  no início  do namoro ?

Cheguei  à  recepção  destinada  aos médicos  e funcionários  e me  identifiquei  . A recepcionista me orientou ,  informando onde eu encontraria o  Dr . William  .

Segui as orientações  recebidas e cheguei a sala de descanso . Bati à  porta e a abri .

A cena com a qual me deparei , me fez  arder de raiva .

William  e uma mulher , que presumi ser uma médica  , estavam  em um sofá  . Ele sentado e ela em pé inclinada sobre ele .

- O que significa  isso ?!

Eles se assustaram  e ela se virou para mim , segurando  um estetoscópio  . Billy  , se levantou  de pronto .

-  William  , me diga o que está  acontecendo , antes que eu perca a cabeça  ...

- Bella, por favor , contenha – se . – seu tom de advertência  , me enfureceu  de vez .

-  Me conter ?! Sério  ?! Não  sou eu que estou de safadeza no meu local  de trabalho  , com uma ...

A mulher permanecia  em silêncio  , mas com um sorriso de escárnio  nos lábios  bem pintados  .

- Isabella  Morgan , basta !!! – ele me interrompeu rispidamente – Está é  a doutora Fischer  , chefe do departamento  de Cardiologia  , portanto minha  superiora.

Pensei  em usar a tática  do mal súbito  e desmaiar , para fugir à  vergonha e a situação  vexatória  a que me expus voluntariamente  .

Mas não  ia dar certo ... então  , só  me restava me desculpar  e tentar  amenizar  a situação  , mais que constrangedora .

-  Olá  , Isabella . – ela disse educadamente  . – Eu estava  mostrando  ao William  , uma nova técnica  para detectar batimentos  cardíacos  . Sei que você também  é  médica  , se quiser , eu posso  mostrar  para você  .

Ela  sorria simpática  e sinceramente  . Enquanto Billy , me fuzilava com o olhar  .

- Desculpe  ,Dra . Fischer  . Eu não  sei o que me deu ... – balbuciei completamente  envergonhada  .

- Ora , Isabella não  tem problema  . Quem nunca se equivocou ? Eu também já  passei  por isso  , mas no meu caso foi pior !!! Era a mãe  do meu marido  , na  época  meu noivo e , que eu ainda  não  conhecia . 

-  É realmente , foi uma gafe pior que a minha . – falei  , conseguindo  retribuir  seu sorriso  .

- Certeza . E o pior é  que o episódio  , virou  uma história  que ela conta para a família , todas as vezes  que nos reunimos. 

Rimos  e o mal estar se dissipou .

- Bom , vou voltar  à  minha sala . Tenho dezenas de relatórios  para preencher  . Até  logo. – disse  , enquanto  dava uma piscadela  marota .

William  tinha permanecido  em silêncio  e com os lábios crispados , em sinal de desagrado .

Bom , agora eu tinha que enfrentar a fera ...

-  Billy , me desculpe . Eu ...

- Você , como sempre  precipitada !!! – ele estava certo . Baixei os olhos sem conseguir  encara – lo .

-  Você  tem razão  . É  melhor eu ir embora  ... – falei  tristemente  , fazendo  a minha melhor  interpretação  de garota sofredora .

-  Ah, tudo bem vai . Você tem fogo nas ventas , como diria meu avô  .- falou  , me abraçando e eu suspirei  aliviada  .

Claro que quando  fui  conhecer a família  dele , essa  foi uma das primeiras história a ser  contada .

Flashback  off

E novamente  eu tinha  metido os pés  pelas mãos  .

Ainda bem que ele me perdoou .

Eu não  suportaria se essa briga nos distanciasse de novo.

Como não  havia  mais clima para romance  , fomos para casa. O silêncio  no carro  , só  era quebrado pelo rádio . E eu me sentia extremamente  incomodada .

Sendo  assim , resolvi romper  o silêncio  :

- Anjo  , o que você  acha de irmos  almoçar  naquele  restaurante  de frutos do mar , próximo  ao farol ? – perguntei  docemente .

-  Você  se importa  de ir outro  dia ? Estou com dor de cabeça  e meu pé está  latejando .

Ele respondeu  , com a cabeça  apoiada no encosto  do banco  e de olhos fechados  .

- Tudo  bem .  Podemos ir outro dia . A dor de cabeça  , provavelmente  é  por ter sido despertado abruptamente  . Agora o seu pé  ... quando chegarmos  em casa , eu examino . Mas Mike , desde que voltamos  a Trenton , você  não fez mais  nenhuma  consulta ou exame .Está  sendo relapso em relação  a sua saúde  ...

-  Isabella  , por favor ... eu sei que estou sendo relapso  . Porém  , a essa hora da manhã  e com dor que estou  sentindo  , só quero  chegar em casa o mais  rápido  possível  e de preferência  em silêncio  .  – me interrompeu  friamente  .

- Ok. Desculpe  . – falei,  surpresa com sua atitude  .

Eu era a causadora  da dor de cabeça  , mas as dores que ele vinha sentindo no pé  e tornozelo , eram causadas pelo  descaso  com a própria  saúde  e por  sobrecarregar  o membro  . E disso  , eu não  poderia  ser acusada .Afinal , quando  ele ainda era meu  paciente cansei de recomendar que repousasse , mas fui ignorada .

Portanto  , para toda ação  há  uma reação. 

Interrompi meus devaneios  , pois  tínhamos  chegado em casa.

Ao entrarmos  ele foi direto tomar  banho e não trocamos sequer  uma palavra. 

Fui para a cozinha preparar algo  para o almoço  .

Às  vezes , eu me arrependia ter optado por não  ter uma empregada fixa . Mas sempre achei  que perderia  a privacidade  . Então  , tínhamos  uma colaboradora  , que  vinha  três  vezes por semana.

 E hoje infelizmente  , não  era um desses dias ...

Depois de preparar uma salada e temperar alguns bifes , voltei ao  quarto  .

Ele estava  deitado  , com os pés  apoiados  em uma almofada  . Cobria o rosto  com o braço  , em uma  óbvia  demonstração  desconforto  .

- Amor , tudo bem ?

-  Não  . – respondeu  sucinto .

-  Posso te examinar  ? Quer dizer dar uma olhada  ... – corrigi , lembrando  - me do que ele  havia dito .

- Hum – hum .

Devia estar doendo muito  ...

Passei a examinar seus pés cuidadosamente . O esquerdo apresentava um leve inchaço  , provavelmente  , pela torção  mal curada .

Já  o direito além  de inchado , estava  com um hematoma  que ia do tornozelo  à metade  da parte superior . Prossegui o exame  , tentando  detectar alguma nova lesão .

-  Ai , Bella !!! – reclamou  , encolhendo  - se .

-  Desculpe  . Mas preciso apalpar  para verificar  se há alguma nova lesão  .

- Ok . Mas falta muito  ? – perguntou  agoniado. 

-  Não  . Já  estou acabando  . – respondi , continuando  o exame .

De repente , identifiquei uma massa estranha na região  do tendão  de Aquiles . No mesmo  instante , me senti e nregelar .

“ Calma . Só uma ressonância  , poderá esclarecer  do que se trata. “

Pensei  e me forcei  a agir  naturalmente  . Acomodei seu pé  de novo na almofada  e ouvi o suspiro  de alívio  , que ele deu .

- Anjo , acho melhor você  fazer uma ressonância  . – mantive  um tom impassível  . -Se você  quiser  , eu posso marcar .

-  Ok .

-  Você  tomou  os analgésicos  ? – perguntei  rapidamente  , para evitar que ele mudasse de ideia .

-  Tomei , mas estão  demorando  para fazer efeito  . – respondeu  amuado  .

-  Dependendo  da intensidade da dor , parece que ele age mais lentamente. Bom , você  quer comer ? 

- Agora , não  . Obrigado  .

-  Tudo bem . Tente dormir  um pouco . Qualquer  coisa , me chame  . – disse  , indo para  a sala .

Eu tremia só  de pensar que a ressonância  , pudesse  confirmar minha  suspeita .

“ Deus , por favor  , não  permita que seja o que estou pensando  !!! “

Liguei para o hospital  e agendei o exame para daqui dois dias , era a data mais próxima  disponível  . E apesar  da agonia da espera , eu fiquei  satisfeita  . O melhor  médico  especialista  em exames  de imagem  , Dr. Peter Walker  realizaria  o exame .

Me sentei  no sofá  apreensiva , cansada  e decepcionada , os dois dias  de romance  que eu havia planejado foram um fracasso .

Estava cochilando , quando meu celular tocou .

-  Alô  .

-  Bella , tudo bem ? – reconheci imediatamente  a voz de Billy .

-  Billy  , que surpresa !!! Tudo bem e você  ? 

-  Também  . Eu estou aqui em Nova York  e pensei que talvez  pudéssemos nos encontrar  para tomar um café  .

-  Nova York . Hum ... claro  . Será  ótimo  .

- Eu cheguei  ontem  para o simpósio  de novas técnicas  operatórias em cardiologia . E decidi te ligar para matar a saudade . – falou  carinhoso  .

Merda !!! .Tudo para ajudar ... o que eu iria dizer  a Mike ? 

Depois  da briga que tivemos  , é  pouco provável  que ele goste disso .

-  Bella , você  está  me ouvindo  ?

-  Sim. Desculpe  .

-  Então  , amanhã  às  16 h , em frente à  Saks ?

- Ah  , ok . Até  amanhã  .

-  Beijo , coração  .

Desliguei preocupada  .

Coração  ?! 

Sério  , Billy  ?

Eu estava com um mau pressentimento  ...


Notas Finais


Mike manipulador !!!
Quem aí já usou dessa tática ?!
Não vale mentir , hein !!!
Beijos de luz 👄👄👄


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...