História Love and Hate - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Gay, Lgbt, Romance
Exibições 16
Palavras 1.573
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


oioi

Capítulo 4 - You complete me


Fanfic / Fanfiction Love and Hate - Capítulo 4 - You complete me

Acabei dormindo na casa dele, depois de uma sessão de seriado, ou seja, fomos dormir depois das duas. E a agora estamos indo pra escola juntos, mas tivemos que passar na minha casa primeiro.

-Hey Tao- Ken me cumprimentou quando entrei no meu quarto, fui direto em direção ao armário.

-Oi- disse e fui escolher que roupa ia colocar, e tinha que ser rápido, porque o Henry estava esperando.

-Onde passou a noite, seu puto?- ele perguntou se aproximando de mim, peguei uma camiseta azul marinho, e uma bermuda bege, já que estamos na primavera, quase verão, coloquei um tênis e fui em direção do banheiro.

-Não te interessa- disse baixinho, ele continuava me seguindo, terminei de escovar os dentes, e peguei minha mochila, desci e ele ainda me seguia.

-Como assim não me interessa, eu tive que me dobrar pra dar uma desculpa no mínimo satisfatória pra mãe- ele disse e me puxou pelo ombro, me soltei da sua mão e fui em direção a porta.

-Depois eu te falo- disse e fechei a mesma, fui em direção ao Henry, ele me puxou pelo ombro, formando um meio abraço.

-Então, tudo pronto princesinha? Não se esqueceu da sua tiara?- ele perguntou debochando da minha cara, algumas coisas não mudam mesmo.

-Não idiota, vamos antes que a gente se atrase- bufei e me soltei do “abraço” e fui andando na frente enquanto ele andava assoviando atrás de mim.

Senti uma mão se entrelaçar na minha, ainda faltavam quatro quadras até o colégio, então não teria problemas, não que tivesse, mas acho que ele não quer que ninguém saiba por enquanto. Fomos assim até estar uma quadra do colégio, ele soltou minha mão e foi andando mais rápido que eu até chegar no colégio. Olhei pra frente e Akira vinha correndo na minha direção, ele se aproximou e nos cumprimentamos com um hi-5, e logo atrás vinha sua namorada, ela era um amor de pessoa, não sei como ela se apaixonou por esse idiota.

Fomos até meu armário e no meio do caminho nos encontramos com a Kassia e a Ryan, Kassia me perguntou  sobre Ken, e contei que ele era um ano mais velho, então não estava mais na escola, Akira de cara se deu bem com a Ryan, por ela gostar de basquete também, ele ainda não sabia sobre ela, e nem a Amy sabia, por isso, ficou se corroendo de raiva com a aproximação, ela tentava conversar com a gente, mas o namorado não soltava sua mão, ri com a cena e me concentrei na menina que falava comigo.

Depois de uma manha cansativa, fui pra casa, e no meio do caminho o Henry me alcançou, e parecia ter corrido, pois, me fez parar e esperar ele recuperar o fôlego, fiquei o encarando e percebi que  ele estava com uma blusa de basquete, uma bermuda jeans, e um vans preto, e estava vermelho, quando terminou de recuperar o fôlego ele se endireitou  e pegou na minha mão, e fomos assim até chegar na sua casa.

-Quer entrar?- ele perguntou, suspirei pensando no que fazer- Por favorzinho?- ele pediu fazendo bico, me aproximei do mesmo e dei um selinho, ele arregalou os olhos surpreso e sussurrou- aqui não- apenas revirei os olhos, não tinha ninguém por perto, como se eu fosse fazer uma coisa sem pensar.

-Oi meninos, estão com fome?- a Sr. Mendes perguntou da cozinha, sorri e assenti, ela sorriu e voltou pra dentro da mesma, subimos direto pro quarto dele.

Me atirei na sua cama e ele veio pra cima de mim, sorri em sua direção e ele corou.

-Você com todo esse jeito de machão, fica muito fofo corando- eu disse e apertei sua bochechas que coraram mais ainda, sorri e o puxei para um abraço, o que fez ele cair em cima de mim, o apertei no abraço, e ele retribuiu na mesma intensidade.

-Não sou fofo- ele resmungou, mas como estava com a cara no meu peito, saiu abafado e saiu mais ou menos assim “naumsoumfofum”, caí na gargalhada e o mesmo me olhou como se eu fosse retardado, mas em seguida caiu na gargalhada também.

-É sim e nem tem como argumentar- disse e puxei a sua cabeça pra ficar na mesma altura que a minha, ficamos nos encarando até ele me beijar.

-Quando eu estou perto de você, você me completa- ele sussurrou, e deitou no meu peito de novo.

 

Ken POV

 Resolvi buscar o Tao no colégio, porque ele estava demorando demais, chegando lá encontrei a Kassia no portão conversando com a Ryan, me aproximei delas.

                -Oi meninas- cumprimentei elas, que  sorriram na minha direção- Vocês viram o  Tao?-perguntei indo direto ao ponto.

                -Ele já foi embora- Ryan me respondeu, mas ainda estava com a cara no celular.

               - Hum- resmunguei, sai de casa pra nada- Vocês sabem se ele saiu com alguém?- perguntei

                -Provavelmente com o Henry, aqueles dois andam meio estranhos, não estão mais se implicando- ela disse e suspirou, como se isso fosse algo ruim.

                -Duvido muito, como uma pessoa como o Tao sairia com aquele idiota do meu primo- Ryan disse, e não tinha desgrudado o celular da cara nenhuma vez.

                -Em fim, ele já é grandinho o suficiente pra se cuidar- disse terminando o assunto- Então meninas você não querem dar uma volta?- perguntei, já que Tao saiu, e o Akira deve estar se pegando com a namorada nesse exato momento, elas eram a melhor escolha no momento.

                -Pode ser- Kassia respondeu antes mesmo de eu terminar a pergunta, eu soltei uma risadinha que a fez corar, que fofa.

                -Não vai dar, acabei de descobrir que tem treino hoje- a de cabelos vermelhos disse e saiu.

                -Eu ia perguntar pra ela, mas você deve saber- eu disse para menina de cabelos azuis, que incrivelmente era mais baixa que eu.

                -O que?- ela perguntou curiosa

                -Ela joga no time feminino ou masculino?- perguntei com uma cara confusa.

                -Feminina, mas tem umas combinações daí lá, e daí não sei bem – ela disse ficando nervosa.

                -Okay, então quer ir aonde?- perguntei ficando animado, isso seria quase como um primeiro encontro, e com essa pergunta me lembrei de uma coisa- Vem, quero te mostrar uma coisa- disse e a puxei em direção ao meu antigo bairro.

Chegando ao meu antigo bairro, fomos caminhando até uma rua sem saída onde tinha uma árvore, que tinha uma casinha na árvore, consegui convencer ela a subir, e quando chegamos lá, estava do mesmo jeito que tínhamos deixado, eu e aqueles dois idiotas.

- Que lindo- ela disse deslumbrada- olhei tinha um tapete colorido, e nas paredes eram pintadas de azul, amarelo, e rosa, Tao viado desde criança, mas a combinação dessas cores de algum jeito ficava bonita, ainda tinha  umas almofadas ali, e uns pacotes de salgadinhos.

-Eu, o Akira, e o Tao, tínhamos o costume de nos  encontrar aqui- disse sorrindo, e sentindo uma nostalgia daquele tempo- Quando fizemos uns treze eu acho, paramos de vir aqui, e eu me lembrei daqui hoje- disse e me sentei em uma das almofadas.

-Vocês se conhecem desde quando?- ela perguntou se sentando na almofada do meu lado.

-Bem, o Tao eu conheço desde que  ele tinha uns dois anos e eu três, e o Akira a gente conheceu quando eu já tinha uns seis e eles cinco- disse me lembrando de como tinha conhecido o Akira.

Flashback ON

-Ken, olha esse é o Akira, eu conheci ele na creche- Tao disse apresentando o menino que estava atrás dele, sorri em sua direção e ele sorriu de volta.

-Me chamo Ken- disse e o puxei para um abraço, percebi que ele ficou assustado, então o soltei.

-Oi- ele disse baixinho, ri, ele era muito fofo.

-Vamos brincar?- Tao perguntou já nos puxando pro lado de fora da casa.

Flashback OFF

-Que fofo, não tenho nenhuma amizade de longa duração assim- ela disse e suspirou.

-Nenhuma?- perguntei surpreso.

-A mais longa foi a da Ryan, nos conhecemos na sétima série, que foi quando eu entrei, e ela já estuava no nosso colégio já fazia uns 3 anos, desde a quarta série, então já nos conhecemos há- ela parou e pensou durante alguns segundos- nos conhecemos a quatro anos- ela disse e sorriu- ela é uma das melhores pessoa que eu conheço.

-Ela parece ser bem legal, quando você a conheceu, ela já tinha ...- fiquei meio em duvida como terminar a pergunta, mas ela entendeu.

-Já, ela assumiu aquela aparência na quinta eu acho, quase ninguém se lembra da aparência masculina dela, por isso que não comentam mais- ela disse explicando.

-Entendi- olhei no meu celular já era seis horas- Nossa já é seis horas, é melhor ir pra casa- eu disse sorrindo- devíamos vir aqui mais vezes,  o tempo passou voando.

Eu desci primeiro e a ajudei a descer, quase que ela caiu, mas consegui segurar ela, no meio de caminho de volta, ficamos conversando e descobri que ela gosta de Green Day, Nickelback, e Falling in Reverse, que por acaso é a banda preferida do Tao,  e descobri que ela ama Animes, que nem eu, e Manga, ficamos conversando sobre animes até chegar na casa dela, me despedi dela e fui pra casa.

Quando eu estava chegando  na casa do Tao, vi ele saindo da casa do Henry, o que já foi muito estranho, e o mais estranho veio depois, ele deu um selinho no loiro.


Notas Finais


hey, pessoinhas como esta indo a história?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...