História Love and Hate - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Gay, Lgbt, Romance
Exibições 13
Palavras 994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


oioi

Capítulo 7 - Bad Things


Fanfic / Fanfiction Love and Hate - Capítulo 7 - Bad Things

Acordei de manhã, Henry estava sentado na ponta da cama já arrumado, o que me fez levantar correndo, o que o fez rir olhei as horas no meu celular e já era meio dia, mas o mais importante era, hoje era sábado.

-Meu deus, que susto, porque não me acordou?- perguntei manhoso me aproximando do mesmo e me enroscando no seu pescoço.

-Porque você estava muito fofo dormindo – ele disse enchendo minha bochecha de beijos.

-Que tal darmos uma volta?- propus sorrindo em sua direção, mas vi ele fechar a cara.

-Não dá, e se nos verem juntos?- ele perguntou se afastando de mim.

-Sério isso?-disse rindo fraco e o encarando.

-Sim, vão achar q eu sou viad...-ele parou no meio da frase e se tocou que estava falando merda.

-Desculpa, mas acho que você já um viadinho -disse e me levantei, coloquei meus sapatos, e fui em direção e abri a  mesma e fiquei parado e o encarei- Acho melhor você ir embora- disse encarando o chão agora.

-Tao, desculpa- ele disse se aproximando e eu me afastei mais, e apontei pra porta, ele se afastou e caminhou na direção da mesma, mas parou e se virou na minha direção.

-Tem certeza?- ele perguntou.

-Tenho, quando decidir não ser mais covarde e se assumir pra si mesmo, pelo menos, conversamos-disse ríspido.

Ele saiu do meu quarto e eu me atirei na cama onde ainda estava o seu cheiro. Comecei a chorar baixinho, mas decidi não ficar sofrendo me levantei e fui tomar um banho. Depois do banho vesti uma calça skinny preta, uma blusa bordo, um suéter preto, e um all star branco. Liguei  pra Kaissa, Ryan e as convidei pra dar uma volta no shopping que é aqui perto. Desci as escadas e dei de cara com Ken apenas de cueca bebendo um copo de suco, me aproximei do mesmo e dei um tapa em sua bunda, o que o fez dar um pulo por causa do susto.

-Hey, isso não é sua propriedade- ele disse rindo, mas quando viu minha cara seria franziu o cenho- O que aconteceu? Eu vi seu namoradinho passar por aqui que nem um raio, e ele parecia chateado-ele disse se aproximando de mim.

-É que eu convidei ele pra dar uma volta, e ele disse que não, porque vai que achassem que ele é viadinho também, dai acabei mandando ele embora, chamei ele de covarde e tals- disse com a voz fraca- mas eu sei que ele tem medo, mas eu também não preciso sofrer, é como voltar pra dentro do armário- disse com a voz triste.

-Ei, melhor vocês darem um tempo mesmo- ele disse apertando me ombro com carinho.

-Enfim cinco minutos pra estar pronto e irmos no shopping com as meninas- disse sorrindo de novo, e indo tomar m copo de suco também.

Henry POV’S

Entrei como um furacão em casa e quando ia subir as escadas ouvi algo que chamou minha atenção.

-Okay irmã, ele chega amanhã então?- meu pai disse equanto sorria na direção da porta- Sim, sim faz tempo que ele não vem pra cá, ele vai ficar com a Ryan? Oh ele não tem onde ficar então, bem podemos acolher ele por um tempo. Ah sim, sim, boa sorte com a pesquisa, e cuidaremos dele muito bem, amanhã de noite certo? Ok, bjos e até mais –quando ele terminou de falar e se aproximou mais da porta fingi que ia bater na porta- Ah oi, é você, onde passou a noite sua mãe me encheu o saco com isso-ele disse revirando os olhos.

-Ah na casa de um amigo- disse suspirando- E que bom ver você também-disse irônico.

-Aliás Shawn chegará amanhã de noite-ele disse com um sorriso que o coringa teria inveja.

Não deixei ele terminar de falar e subi a escadas correndo, não acredito que esse babaca vai voltar, quando achei que tinha me livrado dele.

Tao POV’S

Estávamos indo se encontrar com as meninas e chegando lá, encontrei um menino com elas, e ele parecia ser bem próximo de Ryan, o engraçado é que o menino mesmo sendo  mais alto que Kassia ele batia no ombro da Ryan.

-Eai gurias, e...?- disse num tom de pergunta

-Sam, sou amigo da Ryan e vizinho da Kassia- ele disse encarando Ryan de um jeito bobo.

-Sei...- disse  olhando pra eles, eles se tocavam o tempo todo dava pra sentir o clima.

Depois de um tempo o casalzinho resolveu ir no cinema e resolvemos deixá-los sozinhos. Resolvi ir comer e deixar Kaissa e Ken sozinhos também, e fui em direção a praça de alimentação.  Depois de comer, achei melhor ir pra casa odeio ser vela. Cheguei em casa e fui direto pra meu quarto, chegando no meu quarto vi uma criaturinha no outro quarto deitado encolhido na casa com o rosto inchado.

-Ei, moço bonito – o chamei divertido - O que aconteceu? - perguntei agora sério.

-Você pode vir aqui?- ele perguntou com a voz fraca e eu apenas assenti.

Voltei em direção do quarto e troquei de roupa, pra uma blusa de manga curta branca e uma calça de moletom cinza, e desci as escadas indo em direção a porta. Fui em direção a porta vizinha e mal toquei a campainha um ser loiro abriu a porta e me puxou pra dentro fazendo correr em direção ao seu quarto, me soltou na porta do quarto e se atirou na cama. Aproximei-me devagar do mesmo e sentei na cama, ele me puxou com força pra deitar na cama e escondeu seu rosto no meu peito e fiquei fazendo carinho em suas costas.

-Quer me contar o que aconteceu?- sussurrei no seu ouvido e ele se afastou um pouco pra me olhar nos olhos.

-Meu primo vai volta, quando já tinha me livrado dele- ele sussurrava mais para si do que para mim.

-O que ele fez?- perguntei preocupado o abraçando mais.

-Coisas ruins – ele disse com o olhar vazio.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...