História Love and Its Aspects - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Angst, Deathfic, Drama, Exo, Jikook, Kookmin, Sugahope, Taekook, Taeseok, Vhope, Vkook, Yaoi, Yoonseok
Visualizações 10
Palavras 1.014
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Slash, Yaoi

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Voltando com essa fic na verdade, eu havia excluído junto com muitas outras aqui. Mas agora tenho sete capítulos prontos e assim como as outras irei postando quando der. (Escrevendo mais três ou quatro paralelas a essa e já bem encaminhadas)

Capítulo 1 - Fearless to Love


Jungkook observava pela janela daquela pequena lanchonete, desejava acima de tudo fazer com que o tempo parasse e congelasse aquele riso bobo em seu rosto, que adquiria ao observar as coisas simples da vida, como uma tatuagem que resiste ao tempo.

- Jungkook? – Jimin chamou sentando-se em sua frente.

Jungkook observou o garoto que sorria com os olhos se fechando em fenda, lembrou-se que sorrisos costumavam o assustar, pois sempre pareciam estar escondendo alguma dor.

- Jimin... – Observou o rosto que agora lhe encarava atentamente, lembrou-se de quando o conheceu em seu primeiro dia de faculdade; o garoto serio em quem esbarrou na tentativa inútil de tirar uma fotografia do campus. – Você está atrasado. – Falou por fim.

- Me desculpe, aconteceram algumas coisas e acabei desviando um pouco do caminho. – Se explicou.

Jimin era uma incógnita para Jungkook, sempre se esquivava de tudo que arremetesse a sua vida particular, se conheciam a seis meses agora, mas mesmo assim nada era claro sobre ele; qualquer assunto era respondido de forma vaga e Jungkook achou que seria melhor não se meter, o observou enquanto o mesmo pedia dois cafés, mas logo deixou que sua mente vagasse para longe. Observou pela vidraça as crianças brincarem em um parque ali perto, seus olhos se mantiveram vidrados naquilo, como se pudesse registrar mentalmente cada detalhe, como em uma fotografia.

- Você é lindo. – Jimin falou chamando-lhe a atenção.

Jungkook não estava ali para ser paquerado, por mais que o garoto a sua frente tivesse conquistado uma fração de sua atenção. Ele não se deixaria enganar, sabia muito bem que “gostar” era algo ilusório, sabia que se deixar envolver era perigoso. Ele estava ali para ajudar o outro a estudar e nada além disso.

- Sabe Jimin... – Jungkook parecia sério. – O Hoseok sempre me conta uma história.

- Qual história? – Jimin perguntou visivelmente interessado.

- Quando eu nasci... – Junkook respirou fundo antes de continuar. - Minha mãe me segurou no colo e disse o quão perfeito eu era.  Mesmo que eu estivesse sujo e ensanguentado ela sorriu, enquanto dizia que eu era lindo, mesmo fraca ela chorou ao me tirarem dos braços dela. – Sorriu amargurado.

-  Ela já te amava demais. – Jimin falou tentando entender onde o outro queria chegar, por acaso não era bom ser amado daquele jeito?

- Ela me amava Jimin; mesmo que dissessem o quão perigoso era seguir com a gestação, ela quis assim. Só eu sai daquela sala com vida e a primeira pessoa que me disse que eu era lindo não está mais aqui ao meu lado.

Jungkook ditou aquelas palavras acidamente, esperava afastar Jimin como havia afastado muitas pessoas antes dele, não estava disposto a gostar de alguém. Na sua opinião, pessoas cometiam muitas burradas quando gostavam de alguém. Olhar para Jimin o fazia lembrar dos sorrisos tristes do seu irmão, Hoseok esteve ao seu lado todo esse tempo com um sorriso estampado na cara. Crescer vendo seu irmão sorrir daquela forma o causava pesadelos, Hoseok estava destruído por não ter mais a mãe ali, mas diferente do seu pai, que apenas se afastou, ele cuidou de Jungkook.

- Você continua sendo lindo. – Jimin ditou com um sorriso, fazendo uma pequena parede desmoronar dentro de Jungkook. – O fato dela não estar mais aqui para te dizer isso, não muda os fatos; você deveria entender que algumas coisas não deixam de ser verdade por não terem alguém ao lado reafirmando sempre.

Junkook o observou por um longo tempo, sentia que algo dentro de si não funcionava direito, nunca fora de sentir empatia por outras pessoas, mas aquele garoto sorrindo sincero em sua frente o trazia calmaria, então, por que não se deixar levar?

 - Então senhor sabe tudo. – Jungkook riu ao ver Jimin fazer uma careta. – Por onde começamos os estudos?

Aquele dia passou rápido, da mesma forma que todos os outros dias pareciam fluir como água; aos poucos Jungkook se deixou envolver, Jimin era doce, firme, alguém em quem ele aprendera a confiar mesmo que seus instintos dissessem que não era tão fácil assim.

O Tempo passou rápido, mas não foi capaz de apagar da mente de Jungkook nenhum detalhe. Lembrava-se de tudo que passaram juntos, de cada pedaço do muro, em volta do seu coração, que Jimin havia destruído; a primeira vez que Jimin segurara sua mão e o calor que seu toque foi capaz de lhe transmitir; o primeiro beijo e o quanto seu coração disparou por algo tão bobo; as mãos bobas que passeavam pelo seu corpo enquanto ambos estavam escondidos na biblioteca; a primeira vez em que sentiu seu corpo ser tocado e tomado por alguém, quando Jimin o levou ao céu.

 Em um ano de namoro, Jimin havia proporcionado a Jungkook uma infinidade de primeiras vezes, havia se enraizado em seu coração profundamente enquanto sussurrava em seu ouvido que tudo bem, tudo estava bem. Jungkook aprendeu a amar tudo em Jimin enquanto o outro lhe fazia juras de um amor sem fim.

- Jimin... – Jungkook chamou deitado no peito do outro.

- Hum? – Jimin se aconchegou para abraça-lo melhor contra si.

- Eu amo você. – Jungkook falou fechando os olhos fortes, era a primeira vez que se declarava a alguém em palavras tão carregadas de sentimento, a primeira vez em que tivera coragem para verbalizar aquilo que o deixava tão inseguro; tinha medo do que ouviria em resposta, tinha medo da reação de Jimin, sua mente elaborava diversas teorias nos poucos segundos que Jimin se manteve calado; talvez ele não o amasse tanto assim, talvez fosse cedo demais para se mostrar tão aberto.

- Eu também amo você. – Jimin falou por fim, não reparando no sorriso que passou a iluminar a face do outro.

Naquele momento Jungkook acreditou que tudo estaria bem, acreditou que assim como Jimin prometera, tudo ficaria bem. Se permitiu enfim adormecer nos braços do outro, deixando que sua mente se acalmasse ao sentir os carinhos de Jimin em seu cabelo.

 - Obrigado... – Jungkook murmurou enquanto dormia abraçado ao namorado.

 - Me desculpe Jungkook. – Jimin sussurrou depois de ter a certeza que o outro dormia.


Notas Finais


Então é isso, só posso dizer que a historia não é exatamente feliz e que fala de amores egoístas.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...