História •Love and Passion• – (Imagine Jungkook e Jimin) - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, Você, Yoongi
Exibições 81
Palavras 1.554
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um e último capítulo para vocês!
Espero que gostem!
Boa leitura!

Capítulo 10 - •Ten•


Acordei cedo no dia seguinte.

Levantei e tomei um banho rápido, logo depois me arrumando para para dar uma volta por Busan.

Estava andando pelas ruas frias de Busan!

O vento balançava meus cabelos e a brisa gélida batia em meu rosto.

O inverno é minha época favorita, o frio, a neve é tudo tão mágico.

Os casais abraçados para se aquecerem!

Eu realmente amo o inverno.

Me lembrei que teria um encontro com o Jungkook hoje! Estava ansiosa e nervosa, eu iria falar tudo que sinto para ele.

Me sentei em um banco na praça e fiquei olhando as crianças brincarem na neve.

- Estava com saudade! - falou Hoseok se sentando ao meu lado.

- Desculpa por não ter falado com você estes dias! - falo. - É que minha vida anda muito conturbada ultimamente. - digo simplista.

- Jimin? - perguntou.

- E Jungkook! - falei.

- O novo editos chefe da revista que você trabalha? - pergunta.

- Sim Hoseok! Ele mesmo! - digo. - Ele não sai da minha cabeça. - falo olhando para o nada.

- Normal. - falou simples.

- Normal? - pergunto indignada. - Isso não é normal. Pensar em uma pessoa 24 horas por dia não é normal. - falo.

- Você tá certa! Não é normal. - disse ele. - Vou te internar em uma clínica psiquiátrica! - disse rindo.

- Se o médico for o Jeon eu aceito. - digo seria.

- Você precisa mesmo ser internada. - falou.

- Eu preciso de alguém que me ajude a entender a minha vida. - digo deitando minha cabeça em seu ombro.

- A única que pode fazer isso é você mesma. - ele diz.

Sempre gostei de conversar com o Hoseok ele me ajuda a eu me entender melhor.

- Eu tenho que ir! - ele falou se levantando. - Tenho um encontro. - falou animado.

- Espero ser a madrinha do casamento. - falo o fazendo rir.

- É somente um encontro. - ele disse ainda rindo.

Logo ele sai e eu fico ali pensando na vida!

- Acho que realmente preciso ser internada. - falo para mim mesma.

- O que tanto pensa? - perguntou alguem que ainda não vi o rosto.

- Na vida. - olha para cima e vejo Namjoon, o namorado da Ji. - Olá Namjoon. - o cumprimento.

- Olá ____! - ele disse. - Ji-hye disse que sente sua falta. - falou me fazendo lembrar de que tinha que ver a minha amiga.

- Minha cabeça está tão cheia que esqueci de contar tudo que está acontecendo para ela. - falo. - Ela com toda certeza iria falar que minha vida parece um dorama. - digo rindo.

- Ela sempre fala que sua vida é muito agitada. - ele diz e ri.

Não costumo conversar muito com o Namjoon, mas as poucas vezes que eu conversei foram ótimas, aliás ele é um ótimo psicologo.

- ____! - chama minha atenção.

- sim? - pergunto.

- O que tanto lhe incomoda? - pergunta.

Ele é um ótimo psicologo.

- Um garoto. - falo e ouço o mesmo ri. - O que foi? - pergunto sem entender o motivo de sua risada.

- Está amando alguém ____? - perguntou.

- Acho que sim, não sei! - falo e o mesmo me olha.

- Tome bastante cuidado. - alertou. - As vezes confundimos amor com paixão! - diz por fim saindo e me deixando com uma enorme interrogação em minha mente.

Não entendi, mas não dei muita importância.

Voltei para meu apartamento e fiquei assistindo TV pelo resto da manhã.

Fui para a cozinha e quando entrei na mesma vi as flores que Jeon tinha me enviado.

"Prefiro tulipas!" Foi o que passou por minha mente.

Jimin estava certo ele é o único que sabe que eu prefiro tulipas!

Preparei um lanche e voltei para a sala para terminar de ver o filme "Como eu era antes de você."

Esse filme tem uma linda história.

Precisava terminar de velo para escrever o novo artigo para a revista.

Passei a tarde assistindo o resto do filme e quando acabou vi que já eram 16:45.

Lembrei que tinha um encontro com Jeon daqui a quinze minutos.

Me levantei às pressas e me arrumei. Logo ouvi batidas na porta e fui atende-la.

- Cheguei cedo? - era Jeon.

Ele estava maravilhoso, seu cabelo em um tom vinho e seus olhos estavam brilhantes.

- Você chegou na hora certa. - falei e ele sorriu.

- Vamos então? - perguntou e eu conversei.

Ele segurou minha mão e saímos do prédio.

Fomos para o café e sentamos na mesma mesa que ficamos na última vez que nós vimos aqui.

Fizemos nossos pedidos e não demorou muito para que chegassem.

Ficamos conversando um pouco e brincando, apreciarmos um casal de adolescentes.

- Você é bem legal ____! - falou.

- Você tambem Jeon. - falei sorrindo.

- Quando te vi na primeira vez achei você muito bonita. - falou e eu senti minhas bochechas queimarem. - Mas agora eu não te acho somente bonita, eu ti acho maravilhosa. - disse.

Estava envergonhada.

Olhei para o relógio e vi que passamos um bom tempo conversando.

- Já está tarde. - ele falou. - É melhor eu te levar em casa. Vamos? - perguntou estendendo a mão em minha direção.

Assenti e segurei sua mão logo saindo do café.

Passávamos por todos de mãos dadas, eu me sentia bem andando com Jeon, ele me trazia um bom sentimento.

Chegamos em frente ao meu prédio e paramos.

- Foi um ótimo encontro. - ele disse.

- Que venham outros! - sussurro para que ele não escute, mas foi em vão.

- Que venham muitos outros. - disse.

- Eu vou entrar. - falei e antes de entrar em meu prédio, sinto sua mão no meu braço e meu corpo e de encontro ao seu, logo senti seus lábios macios tocando os meus.

Era um beijo calmo e apaixonado.

- Te vejo amanhã. - ele disse assim que nos separamos.

Colei nossas testa e lhe dei outro beijo.

- Até amanhã. - falo entrando em meu prédio.

Vou para meu apartamento e me jogo no sofá.

Olhei para o relógio e vi que eram oito da noite.

As horas passaram rápido ao lado de Jeon.

Ouço batidas na porta e vou até a mesma.

Abro e vejo Jimin.

•Jimin P.O.V 's

Estava passando pela frente do prédio de ____, quando vi a mesma acompanhada de Jeon.

Parei e fiquei observando eles, me surpreendi quando vi os dois se beijando.

Eu queria ir lá e acabar com tudo, mas quando eles pararam de se beijar eu vi tudo que mais temia…

____ o olhava com um brilho nos olhos inexplicável. Ela o olhava com tanto amor.

Não surportei e cai em lágrimas.

Ela havia mesmo me esquecido, me deixado, ela amava outro alguém.

Sai e fui para uma praça perto de seu prédio, me sentei em um dos bancos dali e chorei mais ainda.

Olhei para o lado e não muito longe de mim, tinha um senhor vendendo tulipas.

Tulipas me fazem lembrar dela.

Me levantei e comprei um buquê de tulipas!

Estava indo em direção a seu apartamento.

- Hoje vou em despedir da minha pequena. - sussurro para mim mesmo.

•____ P.O.V 's

Ele estava com um buquê de tulipas rosas e brancas.

Olhei seu rosto e vi seus olhos vermelhos e inchados.

- Estava chorando? - perguntei.

- Sim, estava. - falou baixo.

- Porque? - pergunto dando espaço para que ele entre e assim o fez.

- Eu te perdi. - falou e vi que ele estava segurando as lágrimas. - Você ama o Jeon! - ele estava muito triste.

Abaixo a cabeça.

- Está na hora de te deixar não é? - falou. - Deixar minha pequena seguir em frente. Largar do seu pé! Deixa você ter outros amores, deixar o ciúme! Você conheceu novas pessoas, porque não posso fazer o mesmo? - riu. - Nunca pensei em deixar você, mas parece que eu perdi o jogo, game over. - falou divertido. - Te perdi para outro! Ele teve sorte! Se ele não cuidar bem de você eu vou ir atrás dele até no inferno! - gargalhou. - Foi bom te conhecer, poder ter essa experiência maravilhosa que foi viver ao seu lado. Valeu a pena todas as nossas brigas, nossas discussões serias e as bobas. - sorriu. - Te perdi uma vez e deixei você ir na outra. Pelo menos Deus me deu a chance de te rever e esclarecer tudo! - disse. - Eu agradeço a ele por ter ti colocado em minha vida! Nunca vou te esquecer! - ele estava chorando. - Vou lhe deixar! Não vão ser mais nossos filhos, não vai ser mais nosso amor, não vai ser mais nossa vida, nada vai ser nosso! - eu estava chorando. - Vai ser seus filhos, seu amor, sua vida. Não vamos mais compartilhar os nossos segredos, não vai ser mais a minha voz que você ouvirá de manhã, não vai ser eu que vou te fazer sorrir, não vai mais ser a gente! - meu coração estava doendo. - Mas espero que você seja muito feliz com o seu amado! - minha mente doía. - Que ele te ame assim como eu te amei! - disse por fim me entregando as tulipas e saindo.

O pior erro que eu cometi em toda a minha vida foi deixar ele ir embora, deixar ele passar pela aquela porta sem falar o que eu sentia de verdade.

O pior erro da minha vida foi confundi paixão com amor!

Eu estava apaixonada por Jeon, e deixei que isso me levasse, enquanto vivia nessa paixão deixei meu verdadeiro amor ir embora.

Jimin, meu verdadeiro amor!

O homem que eu perdi.

E nunca vou ter de volta.

O meu Jiminie.

Meu amor…


LEIAM AS NOTAS FINAIS!


Notas Finais


Então o que acharam do final?
Espero de coração que vocês tenham gostado.
Eu já escrevi várias fanfics, mas nunca terminei uma, e também nunca cheguei a esse tanto de favoritos!
Então agradeço muito a cada um de vocês!
Se tiverem algum pedido de fanfic para eu escrever deixem nos comentários.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...