História •Love and Passion• – (Imagine Jungkook e Jimin) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Hoseok, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Namjoon, Rap Monster, Suga, Taehyung, Você, Yoongi
Exibições 99
Palavras 1.327
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olha eu de novo!
Mais um capítulo para vocês!
Espero que gostem e boa leitura!❤❤❤❤❤❤❤

Capítulo 7 - •Seven•


Fanfic / Fanfiction •Love and Passion• – (Imagine Jungkook e Jimin) - Capítulo 7 - •Seven•

Tomei um banho e passei o resto da manhã assistindo.

Recebi uma ligação do Hoseok me chamando para almoçar com ele.

Me troquei e fui para o restaurante que ele tinha falado.

Quando chego no restaurante a atendente me leva até a mesa onde o Hoseok estava, ou melhor era para estar porque quando chegamos lá quem estava era o Jimin.

- Moça você deve ter errado. - falo e a mesma nega.

- Oi ____! - falou Jimin.

- Oi Jimin. - falei. - Onde está o Hoseok?

- Desculpa, eu pedi para ele me ajudar a falar com você! - falou sem graça.

- O que você quer falar comigo? - pergunto me sentando a sua frente.

- Temos que conversar sobre o que aconteceu ontem na sua casa! - falou e eu concordei. - Porque você se separou de mim durante o beijo?

- Eu só achei que era errado. - falei.

- Se você tivesse achado errado não teria correspondido. - falou e fiquei nervosa.

Aliás eu não podia dizer para ele que enquanto eu o beijava estava pensando em outro.

- Só não queria me magoar mais e ti magoar também. - falei e lá no fundo isso era verdade.

- Não me magoou! - falou. - Na verdade foi a melhor coisa que aconteceu comigo desde que terminamos . - disse e sorriu.

- Para Jimin. - falo abaixando a cabeça. - Não precisa me lembrar disso. - falei e senti uma lágrima rolar pela minha bochecha.

- Ei pequena! - ele me chamou pelo apelido e isso me fez chorar mais. - Não chora! - falou limpando minhas lágrimas.

Levantei-me e sai do restaurante e ele veio atrás de mim.

- ____! - gritou enquanto corria atrás de mim.

Estava andando o mais rápido que conseguia.

Nunca pensei que estar ao lado de Jimin seria tão bom e tão doloroso.

- Meu anjo! - falou segurando em meu braço e me puxando contra seu corpo em um abraço apertado e carinhoso. - Não chora, odeio te ver chorando! - levantou meu rosto e limpou minhas lagrimas. - Vou lhe deixar em casa, vamos? - perguntou e eu assenti.

Não neguei sua companhia, aliás algo em mim dizia que eu precisava dela agora.

Chegamos na portaria e o porteiro me entregou o vestido que eu avia comprado para o casamento de Yoongi.

- Obrigada. - agradeci com a voz baixa e eu e Jimin fomos para o elevador, entramos no mesmo e apertei o botão do meu andar.

Chegamos em meu andar e fomos para meu apartamento, entramos e fui em meu quarto deixar o vestido.

Voltei para a sala onde pedi para Jimin me esperar e vi o mesmo olhando um pota retrato que ele me deu em meu aniversário de 16 anos.

Eu e Jimin namoramos por pouco tempo, mas nós nos amávamos muito.

- Tenho ótimas lembranças dessa foto! - falou olhando a foto.

- Parecíamos duas crianças! - falei rindo.

- Foi a melhor guerra de água da minha vida. - disse e sorriu. - Se eu pudesse voltar no tempo queria voltar exatamente para esse dia. - comentou.

- Também. - falei baixo.

- Pequena, eu não queria ti fazer chorar. - falou quase em um sussurro.

- Não fiquei assim, é só que não aguentei quando você me chamou de… - fui cortada pelo mesmo.

- De pequena! - falou e sorriu. - Eu adoro esse apelido, você é tão baixinha.

- Falou o poste humano. - disse.

- Eu sou mais alto que você. - falou.

- Todo mundo é mais alto que eu! - disse e nós rimos.

- Isso é verdade! - ele falou. - ____.

- Hm? - murmurei.

- Me abraça? - perguntou e eu fui em sua direção meio ranceosa.

O abracei e ele afundou seu rosto na curvatura do meu pescoço.

- Senti falta do seu cheiro! - sussurrou. - Senti falta de você! - sussurrou em meu ouvido me fazenda arrepiar.

- Ji-jimin pa-para. - tentei não gaguejar mas foi impossível.

- Desculpa, não posso parar! - falou e mordeu o lóbulo da minha orelha.

Ele começou a beijar o meu pescoço e as vezes dava leves mordidas.

Subiu os beijos e selou nossos lábios em um beijo cheio de desejo.

Ele puxou minha cintura juntando mais nossos corpos, sua língua explorava cada canto da minha boca.

Segurou forte em minhas coxas e me suspendeu, entrelacei minhas pernas em sua cintura, ele andou um pouco para trás e logo eu senti a parede em minhas costas.

Suas mãos estavam por baixo da minha blusa e as minhas em seus cabelos os puxando de leve.

- É melhor irmos para seu quarto pequena! - indagou entre o beijo e concordei.

Fomos para meu quarto e ele me deitou cuidadosamente em minha cama.

Tirei sua camisa e ele meu short, logo tirei sua calça e ficamos somente de roupas íntimas.

- Seu corpo é maravilhoso. - falou enquanto dava selares em meu pescoço.

- Seu corpo também é maravilhoso. - falo descendo minha mão pelo seu abdômen logo chegando em seu membro, que estava bem animado.

Apertei seu membro e o vi gemer baixo.

- Não faz isso comigo. - a voz dele estava rouca.

Suas mãos estavam no feixe do meu sutiã logo se livrando do mesmo.

- Não precisamos disso. - falou jogando o sutiã em qualquer lugar do quarto.

Abocanhou um de meus seios e o outro ele apertava.

Não conseguia prender meus gemidos, esse homem me levava a loucura.

- Ji-jimin… - Gemi em seu ouvido e vi o mesmo se arrepiar.

- É melhor paramos de brincar não é? - perguntou.

Inverto nossas posições.

- Minha vez de brincar. - falo e tiro sua box azul.

Dou beijos em seu membro e brinco um pouco com ele, depois o coloco em minha boca o chupando.

- ____! - ele geme.

Tiro minha boca de seu membro e o vejo bufar em reprovação.

Ele inverte nossos posições ficando por cima de mim e me beija ferozmente.

- Chaga de brincadeiras. - falou entre o beijo. - Eu ti quero aqui e agora. - falou e sem aviso me penetrou.

Jimin se mexia devagar e isso estava me deixando louca.

- Ji-jimin… - gemi.

- O que pequena? - perguntou enquando beijava e mordia meu pescoço.

- Ma-mais rápido. - pedi e senti ele aumentar a velocidade.

Arranhava suas costas, mordia seu pescoço e beijava seus lábios carnudos e maravilhosos.

Jimin estava aqui, somente para mim, e eu somente para ele.

- Jimin! - gritei chegando em meu ápice.

Ele estocou mais algumas vezes e saiu de mim, se masturbou e senti seu líquido em minha barriga.

- Eu não deveria… - tentei falar, mas sou interrompida.

- Ter feito isso. - falou e riu debochado. - Então porque fez? - perguntou olhando em meus olhos. - Vai dizer que não gostou ____! - disse fazendo carinho em meu rosto. - Porque se não tiver gostado, podemos fazer de novo. - disse apertando meu seio me fazendo arfar.

- Eu gostei, mas isso não quer dizer que… - ele gosta de me interromper.

- Voltamos. - falou. - Eu sei que não voltamos, mas pelo menos você pode me dar uma trégua.

- Que trégua? - perguntou sem entender.

- Deixa eu dormir com você? - perguntou.

- Jimin é melhor não. - o olho e vejo seu olhar de tristeza. - Pode. - mudo de ideia.

Me levantei e fui para o banheiro e tomei um banho rápido, sai e me deitei. Ainda estava de tarde, mas eu estava cansada.

Jimin se levantou e foi em direção ao banheiro, fitei suas costas e vi as marcas que deixei ali, sorri. Depois de alguns minutos, Jimin sai somente de toalha.

- Onde estão minhas roupas. - perguntou.

Estava olhando seu corpo maravilhoso, mas logo depois voltei a realidade.

- Jogadas por aí. - falei sem dar muita importância.

Ele achou suas roupas e foi para o banheiro, saiu somente de calça e veio em minha direção logo se deitando ao meu lado e me abraçando.

- Podíamos repetir. - falou e eu apenas ri. - Eu te amo ____! - falou, mas não respondi não falei o mesmo, aliás não sabia se ainda amava Jimin, depois disso que fizemos ele vem a minha mente de novo!

Jungkook…


Notas Finais


Não sou boa em escrever hot!
O que acharam?
Até o próximo capítulo!
Beijos no kokoro!❤❤❤😘😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...