História Love and Teen Sex (Amor e Sexo Adolescente) - Capítulo 15


Escrita por: ~ e ~Silvia123456

Postado
Categorias Originais
Tags Adolescência, Depressão, Estrupo, Romance, Sexo
Visualizações 331
Palavras 882
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Tenham uma boa leitura
E obg pelos comentários q todos estão deixando <3

Capítulo 15 - Capítulo 12


Fanfic / Fanfiction Love and Teen Sex (Amor e Sexo Adolescente) - Capítulo 15 - Capítulo 12

-O que aconteceu entre nós, foi uma coisa momentânea, ou vai acontecer novamente? -Tiago pergunta assim que para em frente à minha casa

-Sim isso foi uma coisa momentânea, na verdade, eu sinto como se isso tivesse sido um erro.

-Por que ? Você não gostou?

-Não, eu gostei, mas… 

-Você não gosta de mim, mas sim, do Peter, certo?

-Não, eu não gosto dele, eu só não vejo você como mais do que um amigo…Tchau Tiago, eu preciso ir. -Saio do carro e entro em minha casa pensando se transar com o Tiago hoje, foi como uma traição, mas na verdade, não foi, Peter e eu somos amigos, amigos que transam, mas não passamos disso.

-Como foi ?

-Legal…Eu acho… Vou descansar um pouco, estou cansada. 

-Tabom, hoje nós vamos comer fora, está bem para você?

-Claro pai.

Transar com o Tiago não me cansou tanto como me cansa com o Peter, mas me deixou um pouco cansada.

Escuto meu celular tocar e vejo que é Peter quem está me ligando 

-Sofia precisamos conversar, agora!

-Por que você está bravo?

-Eu tô indo aí na sua casa buscar você para conversarmos, eu já tô chegando.

-Eu tô na casa do meu pai, você sabe né?

-Sim eu sei, tchau eu vejo você daqui a pouco.

Escuto o barulho de carro estacionando e olho pela janela do meu quarto, vejo Peter saindo do carro, desço as escadas correndo.

-Pai, vou sair e já volto!

-Sofia espera… -Meu pai nem termina da falar e saio de casa 

-O que você quer conversar comigo?

-Olhe está foto -Peter me entrega seu celular e quando vejo a foto é eu e o Tiago entrando na casa dele

-Quem tirou isso?

-Sua amiga, Bianca, ela falou que estava passando lá na frente e viu vocês dois, ela achou que estávamos namorando e mandou isso para mim…Sofia vocês transaram?

-A Bianca é uma vaca!

-Vocês transaram?

-Podemos ter essa conversa em outro lugar? Meu pai pode nos escutar -Peter não responde mas entra no carro então vou junto.

-Sofia, eu vou perguntar de novo, e tudo que eu peço é que você seja sincera comigo, vocês transaram?

-Sim… Mas assim que acabou eu percebi que foi um erro.

-Eu achava que nós éramos exclusivos um para o outro, que você era minha e eu era seu… Mas eu estava errado.

-Peter, não você não estava, o Tiago foi um erro, e eu sinto muito, e eu juro pra você que assim que eu sair daqui a primeira coisa que eu vou fazer é quebrar a cara da Bianca.

-A Bianca não é a culpada dos erros que você cometeu, você não pode fazer nada com ela!

-Você está defendendo ela?

-Não, eu estou falando que você está errada de estar brava com ela já que os culpados é você e o Tiago.

-Você está me magoando 

-Você me magoou primeiro 

-Me desculpa? 

-Eu amo você, nossa relação não é apenas sexo como tenho certeza que você pensou.

-Você o que?

-Eu amo você, eu amo cada coisinha em você, até seus defeitos, eu amo muito você, mas depois do que você fez, não acho que você me ama também.

-Foi só sexo!

-Nós dois também era apenas sexo

-Não, nós dois éramos amigos antes do sexo

-Posso fazer uma pergunta para você?

-Claro!

-Você me ama? -Eu não respondo apenas o beijo, e acho que com o beijo ela sabe a resposta 

-Você me desculpa?

-Se você me prometer que vai ficar longe dele eu desculpo 

-Eu juro juradinho que eu vou ficar longe dele - Peter sorri pelo modo como falei -Por um momento eu pensei que você não iria nunca mais falar comigo.

-Era esse meu plano mas… Pra que tentar se eu sei que não vou conseguir! Eu amo você MINHA pequena 

Volto a beija-lo e paramos quando o ar se mostrou necessário.

-Eu não vou chamar você para ir pra minha casa porque meu pai tá lá, então onde vamos?

-Nós não vamos transar hoje Sofia, o que é seu tá guardado! Você vai pra sua casa, e eu vou para minha, e na segunda, você vai ganhar um doloroso presente, e antes de você sair, só quero deixar bem claro, que você é minha namorada agora, sem essa de pedido porque eu sei que a resposta é sim.

-Quanta auto confiança! Mas que presente doloroso é esse? 

-Surpresa, tchau Sofia.

Saio do carro pensativa e um pouco assustada e curiosa, que presente que Peter está preparando para mim? Isso está me atormentando, tenho um pouco de medo do que é.

-Onde você foi?

-Lugar nenhum, estava aqui na frente de casa conversando com um … Amigo, quando formos sair me avisa uma hora antes, tá bom?

-Aviso 

Estou feliz porque agora Peter e eu não somos mais apenas amigos que fazem sexo, e achei um tanto legal a forma como ele "pediu", o jeito Peter de ser! 

Eu ainda não esqueci que foi a Bianca quem contou para Peter, eu achava que ela era minha amiga, mas eu não vou fazer nada, porque apesar de isso me deixar com muita, muita raiva, Peter está certo, eu não posso culpa-lá pelos meus erros, mesmo ela sendo uma vaca e ter contado para ele.


Notas Finais


Não gostei muito desse capítulo mas né…
Estou sem ideias e a Fanfic não pode ficar muitoo longa.
Espero que tenham gostado e obrigada por todos os comentários, isso incentiva a continuar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...